Nove Desconhecidos

Nove Desconhecidos Liane Moriarty




Resenhas - Nove desconhecidos


111 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Vane 09/07/2020

Conhecendo a obra de Liane Moriarty
Nove pessoas sereunem em um spa bem distante da cidade. A quilômetros da civilização, sem carro nem celulares,  elas nao tem qualquer contato com o mundo exterior. Apenas tempo para pensarem em si mesmas e se conhecerem melhor. Alguns estão lá para perder peso, algumas para tentar recomeçar a visa, outras pro razões inconfessáveis, até para elas mesmas. No meio de tanto luxo e mimo, sucos e meditação, todos sabem que vão precisar se esforçar nos proxims dez dias. Mas ninguém é capaz de imaginar o tamanho do desafio.
Frances Welty, escritora de romances bets-sellers, chega a Tranquillum House com um problema nas costas, um coração partido e um corte no dedo extremamete dolorido. Ela logo dica intrigada com  colegas de retiro - a maioria não parece precisar de fato de um spa. Mas quem a deixa mais curiosa é a diretora. Será que ela tem as respostas que Frances nem sabia que estava procurando? Será que Frances deve colocar suas duvidas de lado e mergulhar em tudo que o spa tem a oferecer? Ou é melhor fugir enquanto é tempo? Não demora muito para que todos os hóspedes estejam se fazendo esta pergunta.
Esse foi o primeiro livro da Liane Moriarty que  li.
Uma das coisas que gostei muito foi que a história, apesar de trazer mais capítulos com o ponto de vista da Frances, trás o ponto de vista de todos os personagens da história. Dessa maneira ficamos conhecendo a história de cada um deles, o motivo que trouxe cada um para o spa e os pensamentos sobre os métodos diferentes que o spa oferece.
Admito que no começo foi um pouco dificil, apesar da leitura ser fluida e a escrita ótima, passei o tempo todo esperando a grande reviravolta, esperando o mistério se mostrar, e quando ele apareceu me surpreendeu. Ela construiu um mistério que foi se revelando aos poucos, nos detalhes. Além de conter um pouco de comédia e romance.  O final não foi nada muito chocante ou inventivo, mas na minha opinião funcionou.
Para uma primera experiencia gostei muito indico a leitura.
comentários(0)comente



Karen 08/07/2020

Demorei um pouco mais para ler, mas gostei
Se você está esperando um romance mais bobinho, não se engane. Eu também entrei no spa Tranquillum House sem imaginar o que estava por vir, assim como os personagens.

Se eu pudesse resumir a temática em uma palavra, eu diria perda e a obra tem uma sensibilidade cativante ao mostrar como cada um desses 9 desconhecidos lidam com seus conflitos internos, seja um familiar que se foi ou seja uma carreira que não anda bem. Curti muitos os personagens, que pra mim foram bem desenvolvidos, e as loucuras todas.

Apesar disso, foi um livro que eu demorei para concluir. A história não é ruim, de jeito nenhum, porque quando eu pegava o livro ficava um bom tempo lendo. O problema era pegar o livro kkkkkk Acho que só não me empolgou tanto, por isso custava a decidir lê-lo. Normalmente levo poucos dias, menos de uma semana e dessa vez demorei uns 14 dias. E só pra esclarecer, na vida eu definitivamente sou a Frances! Se recomendo? Com certeza!


?Jessica não conseguia se livrar da sensação de que, caso não registrasse aquele momento com o celular, significaria que aquilo não teria acontecido de verdade; não contava, não era a vida real. Sabia que era irracional, mas não tinha como evitar. Sentia-se literalmente em privação sem o celular.?

?Naquele momento, naquela manhã, três anos antes, Zach não fizera uma escolha errada. Fizera o que devia ter lhe parecido ser a única escolha. O que mais era possível fazer quando você se sentia daquele jeito? Era como pedir às pessoas nas torres em chamas para não pular. O que mais era possível fazer quando você não conseguia respirar? Faria de tudo para respirar. Qualquer coisa. Claro que você pula. Claro.?
comentários(0)comente



Joy 05/07/2020

:-D
4?
.
Nove desconhecidos, Liane Moriarty
.
Foi meu primeiro contato com a escrita de Liane, e achei que foi muito agradável e divertida a maneira que ela conduziu a história, mesmo que os temas abordados sejam sérios.
Outra coisa positiva foi a maneira como ela dividiu e expôs todas as problemáticas, devagar com muita construção e em cada capítulo tinha o nome do olhar de qual personagem está e isso ajuda muito a distinguir os desconhecidos.
A história conta sobre o spa que uma executiva após uma experiência de quase morte teve essa revelação de propagar o bem estar e evolução espiritual as pessoas de poder aquisitivo relativamente alto. Ela usa um mistureba de budismo, yoga e várias outras filosofias para em incríveis 10 dias transformar física e mentalmente seus hóspedes.
Os desconhecidos se apresentam como banais e superficiais do que o próximo estar a me enxergar, mas com o decorrer do livro vemos que são pessoas moldadas a perdas, sofrimentos e dilemas.
Nove pessoas, isoladas, sem celulares, personalidades diferentes...
comentários(0)comente



Anne - @literatura.estrangeira 03/07/2020

Decepção
Esse ano começou com tanta decepção literária. ?

O engraçado da Liane que parece que leio os livros dela começando do melhor para o pior.
O primeiro livro que li dela, Pequenas Grandes Mentiras, foi o que mais gostei. Depois a cada livro eu fui gostando menos e esse eu não curti.

A história não faz muito sentido. Se prolonga sem deixar muitas pistas e vai se tornando um amontoado de pontas soltas. E o final não me surpreendeu. ?????
Bia 07/07/2020minha estante
Acabei de ler e MDDC ??????
A impressão que fiquei foi que a história ficou tão escalafobética que ela não soube fechar de maneira interessante, construiu um suspense com um negócio que no final não convenceu, a conta não fechou e ainda ficou um final de novela.
Muito mais interessante seria se fosse um negócio tipo O Caso dos Dez Negrinhos que todo mundo morre, sei lá, saísse a dona do spa livre, mas uma coisa mais satisfatória para um livro de quase 500 páginas.




Yaia 02/07/2020

Uma delícia.
Liane tem um jeito único de escrever ,o que me chamou atenção desde as primeiras páginas e me conquistou até as últimas.Nove Desconhecidos apresenta as histórias de vida de todos os noves candidatos à mudança de vida proposta pela Tranquillium House ,nos faz amá-los e compreendê-los.A escrita é tão rica em detalhes que desejei que Frances fosse uma pessoa real para que pudesse ser sua amiga.Indico muito.
comentários(0)comente



50livros 30/06/2020

Livro bom para amantes (ou não) de thrillers inteligentes
Fiquei subitamente apaixonada pela autora depois de ler "Pequenas Grandes Mentiras", mas nunca imaginei que gostaria ainda mais dela após esse livro aqui. Apesar da própria editora considerá-lo um romance chick-lit, eu sinceramente acho que thriller caberia melhor. A autora constrói o mistério de forma muito particular, de maneira descontraída e elegante, mas que não deixa de empolgar do início ao fim. Tem um toque de tudo: romance, comédia, drama, terror... A escrita da autora continua não me decepcionando, se tratando de um livro grande, mas super ágil de se ler. O final, que me preocupava, foi bastante inteligente e me fez gostar ainda mais da leitura. Não foi nada extremamente chocante ou inventivo, mas acho que foi isso que deixou-o ainda melhor. "Nove desconhecidos" foi uma leitura perfeita, deliciosa de se fazer e que eu recomendo de olhos fechados para amantes ou não do gênero.

site: https://www.50livros.com/post/resenha-de-nove-desconhecidos-de-liane-moriarty-intrinsecos
comentários(0)comente



Laura 28/06/2020

Foi legal no começo
Tenho sentimentos controversos a respeito desse livro, gostei muito no começo, achei os personagens interessantes e achei que a autora tinha mil modos para desenvolver bem a trama do livro. O problema desse livro para mim é que enquanto a autora apresentava os personagens ( e são muitos) , alguns pareciam desnecessários para a trama, que só estavam ali para encher linguiça, ficou até cansativo depois de um tempo ler todos aqueles pontos de vista. Na metade do livro eu já sabia o que ia acontecer no final, e apesar de eu ter gostado de ver como ela desenvolveu a vida de todos esses personagens depois de muitos anos após a experiência no Spa, o final desse livro foi muito cansativo de ler e muito incoerente segundo o meu ponto de vista. Demorei muito para passar do 50% do livro, me decepcionei um pouco, mas até que gostei do desenvolvimento pessoal de alguns personagens.
comentários(0)comente



Andy 21/06/2020

Surpreendente
Muitas reviravoltas, apaixonante e cativante, simplesmente amei a leitura, super recomendo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gi 16/06/2020

Diferente!!
Este livro trás muitas histórias de vidas diferentes.

Achei a leitura leve e em alguns momentos foi surpreendente.

O tema é bem diferente se tudo que li.
comentários(0)comente



Jéssica.Aparecida 16/06/2020

Bizarro, surpreendente e encantador!
A Liane precisa de tempo até introduzir todos os personagens e fazê-los ganhar profundidade e importância pro leitor. Essa parte pode ser cansativa para os mais impacientes, mas garanto que vale cada minuto e que é extremamente necessário. O livro não seria tão incrível sem que o leitor compreendesse e se apaixonasse por todos os 9 desconhecidos e suas histórias.

O que faz da Liane uma escritora encantadora, pra mim, é o fato de ela conseguir contar histórias de pessoas comuns, com as quais podemos facilmente nos identificar, com personagens carismáticos e profundos, e fazer isso virar um triller de tirar o fôlego (a partir da metade do livro).

O livro é surpreendente! Eu amei!
comentários(0)comente



Dayse 15/06/2020

Complexo e profundo.
Gosto desses livros com vários personagens, personagens de personalidades e diferentes. Com problemas diferentes e alguns profundos.
O livro foi bem diferente do que esperava. Senti que estava assistindo um reality com cenas roteirizadas e um final parecido com o que seria na realidade mesmo. Sem muitas fantasias.
O que eu acho muito bom. Algo bem realista e sincero.
Mas queria um pouquinho mais de fantasia, porque né? Sou dessas. kkkkk
É uma leitura longa e de descoberta de personagens . Só esperava que mostrasse um pouco mais dos personagens no final.
comentários(0)comente



mere 08/06/2020

Segundo livro que leio dessa autora e gostei. Capítulos curtos,cada capítulo narrado por um personagem. Alguns divertidos e outros um pouco maçantes. Mas é um livro que recomendo.
comentários(0)comente



brunosej 04/06/2020

A transformação que buscamos.
Muitos de nós buscamos nos transformar e melhorar enquanto pessoas.
Assim também o são as nove pessoas desconhecidas que optam por passar por uma experiência transformadora na Tranquillum House, spa comandado por Masha, uma excêntrica ex-executiva.
O livro tem as características mais marcantes da autora, conhecida pela sua narrativa multiplot, elevados a um novo (e por vezes cansativo) nível. Mas, uma vez terminado o livro, entendemos a "barriga narrativa" no meio da história como uma forma de construção bem feita de seus diversos personagens. Todos eles têm vida pregressa, as ações ,feitas no spa e também os acompanhamos ao final da saga de transformação. E somos convidados a refletir sobre diversas questões como metas de vida, pressão corporativa, saúde, amigos, traumas, família, coragem, arrependimentos.
9,5/10.
comentários(0)comente



Vai Lendo 03/06/2020

Por que é tão difícil estarmos satisfeitos com as nossas vidas? Aceitarmos que o que temos é o suficiente? Essa busca constante pela perfeição e/ou pela completude geralmente nos leva a uma sensação bastante incômoda de frustração, responsável por uma ansiedade crescente e, até mesmo, pela depressão. E é justamente sobre esses anseios que Liane Moriarty fala em seu novo livro, Nove Desconhecidos, publicado aqui no Brasil pela Intrínseca (inclusive, a obra foi lançada antes através do Intrínsecos, o clube de assinaturas da editora). E, mais uma vez, a autora é dura e certeira.

Em Nove Desconhecidos, um grupo de nove pessoas se encontra em Tranquillum House, um spa que fica bem afastado da cidade e proíbe qualquer tipo de contato com a civilização. Ou seja, sem celulares, carro nem qualquer contato com o exterior. O objetivo é elas aproveitarem esse tempo para refletirem e se redescobrirem. Durante 10 dias, essas pessoas terão que lidar com suas inseguranças, medos e questões interiores. Tudo isso sob a vigilância severa e quase obsessiva da diretora do spa, Masha.

A temática de Nove Desconhecidos não poderia ser mais atual. E pertinente para o momento que estamos vivendo. Isso porque, com suas personagens, Liane traça uma avaliação extremamente detalhada e realista de nós, como sociedade, e do ser humano, como indivíduo. No livro, são nove pessoas buscando uma resposta. Mas poderia ser qualquer um(a). E o formato da narrativa, que alterna entre os personagens para apresentar diferentes pontos de vista e diferentes formas de se lidar com questões das mais variadas, contribui – e muito – para essa identificação. Perda, luto, drogas, depressão, estresse, problemas com peso, dinheiro, maternidade. Tudo tão real. Tão natural e direto. Tão Liane.

Apesar de o livro girar em torno de nove personagens, além de Masha e seus funcionários, é Francis quem sobressai, e particularmente é a minha personagem preferida. Escritora de romances best-sellers, porém, em decadência e com sérios problemas de aceitar críticas, ela chega à Tranquillum House para, quem sabe, aproveitar para relaxar e curar um problema físico, além de tentar esquecer os problemas do coração. Francis é tão humana que parece ser de verdade, quase como se ela mesma estivesse contando a sua própria história pra gente. E, ainda que tenha as suas questões, diferentemente dos demais, ela não chega a sucumbir ao egoísmo e/ou à vaidade, em alguns momentos. Masha é outra personagem igualmente fascinante, porém, quase intolerável. Talvez, porque ela escancare essa nossa necessidade quase urgente por controle e aceitação. Difícil de engolir e principalmente de aceitar.

A escrita de Liane é excepcional. Ela consegue mesclar momentos de seriedade e de reflexão profundas com situações cômicas quase absurdas. E é impressionante como Liane também desenvolve bem a relação e a dinâmica das personagens, mesmo sendo muitas e todas com personalidades e características bem distintas. Nove Desconhecidos faz críticas, propõe avaliações pessoais e mostra que, cada vez mais, precisamos parar de buscar algo que provavelmente nunca teremos porque, vejam só, não precisamos. Assim como não precisamos nos esforçar para seguir padrões impostos. Nove Desconhecidos é diferente dos livros que li de Liane e, ainda assim, mais uma vez, foi uma leitura incrível.
comentários(0)comente



111 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |