O bom filho

O bom filho You-Jeong Jeong




Resenhas - O bom filho


155 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |


Gabriello 25/10/2020

Achei muito envolvente e a leitura muito fluída, os únicos defeitos é que pode ser um pouco previsível e os capítulos são extremamente longos. Talvez alguém que não esteja acostumado com nomes estrangeiros se perca um pouco já que os nomes são coreanos, mas pra mim isso não foi um problema. Mas fora isso gostei muito do livro e recomendo.
comentários(0)comente



Jéssica Plates 24/10/2020

TAG Inéditos - Fevereiro/2019: Um suspense diferenciado
Meu primeiro livro sul-coreano da vida... Um thriller psicológico de revirar o estômago e ótimo para atiçar a nossa curiosidade. A autora é comparada ao mestre King no Oriente.
Em uma manhã após ter parado (novamente) de tomar seus medicamentos, Yu-jin acorda empapado em sangue e sem lembranças da noite anterior. Ao descer as escadas, dá de cara com o corpo degolado da mãe e sangue por todos os lados. A pergunta que não quer calar: quem matou mamãe? Qual foi o motivo?
Enquanto limpa o apartamento, na espera do irmão adotivo Hae-jin, o rapaz começa a ver pequenas pistas do que ocorreu. A navalha do pai, um brinco de pérola, um diário com detalhes de sua vida escritos pela mãe. Sendo detetive e suspeito do próprio caso, Yu-jin é um narrador não muito confiável. Ele mesmo admite ter uma queda pelas mentiras. Então, até que ponto podemos confiar nele?
A leitura foi um tanto lenta em alguns pontos, pois me senti tão perdida quanto o personagem principal. Sabemos apenas o que ele nos conta, e os relatos podem não ser totalmente verdadeiros. Mas é um livro diferente, com uma escrita peculiar, e que vale a pena ser lido.
comentários(0)comente



Carolzinha 24/10/2020

O bom filho?
O livro começa com Yu-jin acordando por conta do cheiro de sangue,ele estava coberto dele.Ele decide descer as escadas e encontra sua mãe morta e seu corpo deitado em uma poça de sangue.Ele não consegue se lembrar o que aconteceu na noite anterior,só tem uma leve recordação de ouvir sua mãe o chamando,com isso,Yu-jin não sabe se ela estava pedindo ajuda ou implorando por sua vida e é assim que começa a busca descobrir o que aconteceu na madrugada,em que ele não se lembra,e com o passar do tempo Yu-jin descobre os segredos de sua família e de si mesmo.

Minhas Considerações

O livro é muito bom,faz gente ver como a mente humana funciona.No começo fiquei com aquela anciedade de a história continuar,porque a cada paragrafo Yu-jin se lembrar de alguma coisa do seu passado,mas isso é bom,porque conseguimos ver a sua personalidade e o entende-lo.Também com o dessenrolar da história consegui perceber que Yu-jin não era um personagem confiavel(vão saber quando lerem o livro ;) )então ele faz o leitor e a si mesmo acreditar no que ele diz.
É gente,acho que se eu continuar escrevendo vou contar o livro todo.Então espero que leiam e que tenham uma ótima leitura.
comentários(0)comente



Andreia.Kohut 16/10/2020

Confesso que não dava nada por esse livro. A sinopse não me chamou a atenção. Mas logo nas primeiras páginas já fui engolida por essa história. Faz pensar nas ações de todos nós e até que ponto somos quem dizemos ser.
comentários(0)comente



Lavínia 11/10/2020

?As histórias felizes geralmente não são verdadeiras.?
Bom, ao ler a sinopse admito que me empolguei bastante, mas quando comecei a ler há mais de um mês, o ânimo sumiu. O livre é repleto de descrição e pouquíssimos diálogos. Mas que bom que dei mais uma chance a ele!
Apesar de ser bastante descritivo, a leitura acaba fluindo e o livro se desenrolando bem. É uma ótima experiência ler um thriller em quem não precisamos desvendar quem é o assassino. Pois o assassino está ali! Narrando o livro para você. É genial como a autora nos faz introduzir na mente de um psicopata e ver como ele sempre culpa as pessoas pelas suas atitudes.
Eu nunca havia lido nada coreano e apesar de achar maçante no início, foi uma boa experiência. Não esperem um final feliz, porque como mesmo diz uma das frases do livro, histórias felizes muitas vezes não são verdadeiras! E esse livro tenta ao máximo ser honesto, mas pela visão de um predador, é claro.
comentários(0)comente



Rafa 09/10/2020

Gostei mas confesso que esperava mais. Esperava uma história empolgante e que me prendesse. Pra muitos pode ser exatamente assim mas infelizmente comigo não rolou.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Clara Vargas 04/10/2020

Nunca tinha lido livro de suspense antes. Me peguei em vários momentos em que eu não estava lendo, refletindo muito sobre o comportamento do protagonista e o desenrolar da história. Gostei! Achei bem escrita também!
comentários(0)comente



Luly @lulymendonca 02/10/2020

Nervoso do início ao fim!
Nem dá pra falar muito sem entrar em spoiler. Mas nessa história, nada é o que parece. É tenso porque vamos descobrindo os mistérios da família e o que aconteceu junto com o personagem, que perdeu a memória e já na primeira página acorda se deparando com a mãe morta no chão e sem lembrar o que houve. DE ROER TODAS AS UNHAS!
comentários(0)comente



Bruna.Schmidt 29/09/2020

Trama muito interessante, leitura que prende do início ao fim. Recomendo!
comentários(0)comente



Lírian 22/09/2020

Um suspense dos melhores... simplesmente fantástico. Muito chocante em alguns momentos, mas não conseguia parar de ler.
comentários(0)comente



Aquesia M. Castro 18/09/2020

Sombrio e surpreendente
É um livro extenso que conseguiu dominar minha atenção até as últimas páginas.
Uma história muito bem escrita.
É envolvente e sabe fisgar direitinho nossa atenção.
Um excelente livro para exercitarmos nossos pensamentos sobre a natureza dos atos humanos e tentarmos responder: a maldade já está em nós ou ela é desenvolvida com o tempo?
comentários(0)comente



Suzy 08/09/2020

Surpreendente
O que falar sobre essa obra? Confesso que a sinopse despertou meu lado curioso, queria entender o que aconteceu. O jovem Yu-jin acordou após uma suposta crise de epilepsia com o corpo banhado em sangue e sua mãe morta. Só esse fato já nos aguça a necessidade por respostas, tal como nós, Yu-jin sente vontade de saber e entender o que ocorreu, ele nos guia por um emaranhado de pensamentos, acontecimentos todos descritos em primeira pessoa. Yu-jin contando consigo mesmo, com os fatos que ele tinha e com o diário da mãe tenta reconstruir a cena e chegar a conclusões.
Realmente, é surpreendente. Nos faz pensar sobre o mundo, sobre o comportamento das pessoas e, acima de tudo, sobre nós mesmos e as ações alheias que podem mudar o nosso eu. Se Yu-jin soubesse quem ele era de fato e sobre a "doença" que ele realmente tratava, ele teria se tornando o que se tornou?
Acredito eu que, após a leitura dessa obra, ficamos mais atentos ao nosso redor, as pessoas de nosso convívio e, para além, tentamos analisar as ações alheias minuciosamente.
O final pode deixar muitas pessoas com raiva e com vontade de entrar no livro e fazer justiça com as próprias mãos.
comentários(0)comente



Caroline.Hall 04/09/2020

Meu coração ficou acelerado por diversas vezes
Eu poderia dar 4 estrelas porque não concordei com o final que a autora quis dar, mas como na vida real nem tudo é perfeito como a gente quer, dei 5 porque achei justo pelo tipo de história. Um livro com suspense do início ao fim, teve momentos que achei que fosse perder o fôlego com um suspense longo. Penso se isso fosse em um filme conseguiria me dar tanta adrelina como tive lendo este livro.
comentários(0)comente



Tati Vizú 17/08/2020

Poderia ser melhor, mas gostei
O livro conta a história de um rapaz que encontra sua mãe morta e vai se lembrando em flashs dos acontecimentos. Poderia ser melhor. No início as cenas são narradas detalhamente, porém as coisas vão acelerando até o final. Um pouco desequilibrado no ritmo.
comentários(0)comente



155 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |