Tempo De Vento Na Blusa

Tempo De Vento Na Blusa Ângela Gasparetto




Resenhas - TEMPO DE VENTO NA BLUSA


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Bolsa da Becca 15/01/2020

"...E este espelho mostra-me, todos os dias, que os sonhos moram onde quisermos e, para realizá-los, basta um salto de rebeldia."

Esse é um livro de crônicas, o tipo de leitura que nem todo mundo gosta, mas que eu amo.

A autora conseguiu me passar uma nostalgia de momentos que eu nunca vivi, de pessoas que nunca cheguei a conhecer, e na sua delicadeza, pude me sentir em casa.

Seus versos contam da força de tantas mulheres que existem por aí, inclusive dentro de nós, sobre os sentimentos que carregamos e que hoje estão tão banalizado e mais, tão proibidos.
É preciso falar sobre isso, sobre esse amor, sobre a dor, sobre a alma... E a Ângela traduziu com maestria e sutileza.

Esse é um daqueles livros que deixam o quentinho no coração, que a gente guarda com carinho para reler outras vezes, para relembrar e reviver tudo o que sentimos da primeira vez.
São cinco partes distintas, da infância à vida adulta, e que me fez reafirmar uma frase que tenho usado como motivação diária: "Há dias bons e ruins. Não deixe que os dias ruins vençam.".

É isso, meninas. Leiam esse livro, dêem um pouco de amor a si mesmas, porque vocês merecem.
comentários(0)comente



Helo 18/11/2019

"Vento na Blusa" significa "dar linha na pipa", desaparecer, sumir...
"Eu escrevo para vocês, meninas, mulheres, todas. Escrevo para vocês, que são donas da sua alma, do seu tempo e da sua voz. Eu escrevo para vocês."

Este é um livro que emociona, que faze refletir, que traz nostalgia de tempos passados. Me vi em muitos momentos suspirando ao ler essas crônicas e tendo "flashes" de memórias bonitas ou tristes, como brincar no sítio, comer jabuticaba debaixo do pé, correr entre os grãos de café espalhados no "terreirão" e também a morte de entes queridos e as saudades que ficaram. Podemos acompanhar a transição do tempo de menina, de moça e de mulher e todo aprendizado que a vida trouxe à autora. Com uma escrita singela e docemente bem descrita, somos capazes de sentir "a brisa do campo, o silêncio das manhãs, o aroma do café", como Ângela descreve.

Parabéns Ângela Gasparetto pelo seu lindo trabalho, continue a escrever porque você recebeu um dom. Quero ler tudo o mais que vier a partir disto!

Leitura recomendada fortemente. Todos os textos que venho postando aqui no ig foram retirados deste livro. Entre em contato com a autora e adquira o seu!
comentários(0)comente



@mamaetalendo 27/10/2019

#TempoDeVentoNaBlusa #AngelaGasparetto - por Bianca Brandao ?No espelho do tempo, ainda tenho olhos de menina, alma destemida e coração de criança. E este espelho mostra-me, todos os dias, que os sonhos moram onde quisermos e, para realizá-los, basta um salto de rebeldia.? Eu não sou lá de crônicas e poesias, mas a Angela escreve tão bem, é de uma sensibilidade em sua escrita, que simplesmente me apaixonei e cai profundamente na leitura.
Tempo de Vento na Blusa é um livro composto por crônicas voltadas para o universo feminino, relatos da vida da autora que nos faz sentir tudo vivido por ela.

O seu conteúdo é repleto de sensibilidade, leveza e poesia. Uma volta ao tempo: primeira boneca, primeiro livro, primeiro amor, brincadeiras de infância; e um salto no cotidiano de muitas vidas. Juro que senti saudades de muitos momentos já vividos por mim e lembrados por suas crônicas.
Sabe quando você vê aquela árvore linda, toda florida, e da um suspiro, um afago no peito que lembra saudade? É assim que me senti lendo esse livro. E é claro, que por isso, eu recomendo demais!
Você encontra o livro no site da autora. Tem o link na Bio dela do Instagram! Vai lá. @ventonablusa_angelagasparetto Não perde tempo não! Vale muito a pena!

#recomendo #nacional #feminino #igliterario #livro #livrogram #instalivro #cronicas #amoler #leiamais #leiasempre #mamaeindica #mamaetalendo
comentários(0)comente



Fabiana @bibliotecadabia 18/10/2019

Um livro cheio de emoções e reflexões !
RESENHA: 🖋Este livro trás uma leitura deliciosa, que me arrisco a dizer sobre sentimentos. Atualmente vivemos em uma sociedade que não incentiva a conversarmos sobre o que estamos sentindo, e sim, guarda-los. Ler essa obra foi uma delícia, pois, a cada página uma reflexão sobre os sentimentos nos vem a mente.
¤
📝Faz tempo que não leio crônicas e poesias, e, este livro me tirou totalmente da minha zona de conforto em todos os sentidos. Primeiro pelo estilo de texto, que apenas o li na escola e faculdade, além da reflexão sobre os meus sentimentos , minha vida.
¤
📝O livro nos trás crônicas reflexivas voltadas para mulheres, trazendo os relatos e experiência pessoal da autora, que nos faz sentir o que foi vivido por ela. De uma maneira simples somos conquistados pelo texto que nos leva a uma viagem a nossas próprias memórias.
¤
📝O livro foi dividido em 5 partes que relatam de uma maneira peculiar e totalmente profunda os diversos momentos vividos pela autora como mudança de cidade, morte, amadurecimento e crescimento pessoal, é simplesmente perfeito, pois, você acaba vivenciando junto com ela todos esses momentos.
¤
📝O livro tem aquele gostinho de nostalgia, misturado com uma intimidade sobre os diversos momentos e sentimentos vividos. A escrita da autora é muito tranquila, suave e extremamente poética.
¤
📝Você que deseja uma leitura suave, que envolve sentimentos, reflexões, este é seu livro. Que fará uma viagem no tempo, nos permitindo experimentar sentimentos como a inocência infantil, assim como, o processo de amadurecimento que todos passamos.

site: https://www.instagram.com/bibliotecadabia/
comentários(0)comente



Taize @viagemliteral 04/10/2019

?"No espelho do tempo, ainda tenho olhos de menina, alma destemida e coração de criança."
???
Meu primeiro contato com um livro de crônicas foi com "Tempo de vento na blusa", e incrivelmente pude entrar numa máquina do tempo e reviver, mesmo que em pensamentos, muitos momentos bons de minha infância.
???
A autora nos faz adentrar em nossas lembranças mais antigas, nos faz lembrar dos cheiros, sabores,sentimentos e sensações de quando éramos crianças; das brincadeiras com os amigos, dos momentos de pura felicidade de nossa infância. É surreal a nostalgia que esse livro nos proporciona.
???
Em contrapartida, seremos remetidos a perdas, dores da saudade de entes queridos, a desolação, o sentimento de solidão, mas também de fechamento de ciclos e novos recomeços. Afinal, a vida está em constante transformação.
???
?"Na curva da maturidade, também percebi que a vida é como a natureza, fecha ciclos, manda recados, direciona novos caminhos. Basta ouvir o silêncio ruidoso do destino."
???
A escrita da autora é extremamente fluída, poética e nostálgica, uma verdadeira viagem no tempo, nos permitindo lembrar da nossa inocência de criança, das nossas evoluções no decorrer da vida e sobretudo de ter consciência de que todas as nossas vivências e experiências nos tornou seres livres!
comentários(0)comente



@alvorecerliterario 01/10/2019

A leveza do vento no tempo | @apequenabiblioteca
“Cheguei aqui, olhando para tudo isto, olhando para tudo lá atrás e reunindo o melhor dos dois. Cheguei aqui, no tempo da maturidade, da semi-sabedoria, da certeza quanto às incertezas e ainda da esperança, mas cheguei aqui.”

Amante de vestidos esvoaçantes e dona de uma alma nostálgica, Ângela Gasparetto transformou seus sentimentos em palavras capazes de tocar uma suave melodia no coração do leitor. O livro, com nome inspirado na expressão utilizada por sua saudosa avó, reúne mais de 80 crônicas escritas com sentimento e delicadeza.

A autora carrega em seus textos a maturidade, a feminilidade, as dores e as esperanças de uma mulher. Sua escrita assemelha-se a uma conversa de mãe, dona de casa, avó ou empresária.

Tendo tantas mulheres inspiradoras na minha vida, pude ver um pedacinho delas em cada texto. Uma mãe que esconde o choro e não joga a toalha apesar do cansaço, uma mulher que tomou rasteiras mas não se deu por vencida, uma avó que se foi e deixou sua marca aqui dentro. Mas também me vi em outros versos. Nos que falam sobre o tempo, nos que carregam a esperança, nos que trazem um coração de menina que nunca deixou de existir apesar do tempo.

A troca de estação nessa época do ano é perfeita para descrever o livro: os dias frios são necessários para que o tempo de florir seja intenso e belo. As fases ruins são necessárias na vida, mas elas precedem os dias bons e te fortalecem a ponto de perceber que a vida, caótica do jeito que é, tem beleza nas coisas simples e pode ser mais leve.

“Tempo de Vento na Blusa” tem leitura simples e desapressada, podendo tornar-se seu próximo livro de cabeceira ou um belo presente para alguma mulher que você admira.

Agradeço à @ventonablusa_angelagasparetto pela oportunidade de conhecer e ser tocada por suas palavras. Que o vento possa levá-las para outros corações.


site: https://www.instagram.com/p/B2fLroXh2-P/
comentários(0)comente



flavis 20/09/2019

Um livro que te acolhe e te abraça.
Sabe aquele livro que te acolhe, e te abraça? Foi assim, com esse livro, ele é composto por várias crônicas, mostrando várias fases da vida da autora.
Com uma escrita fluída, de forma que prende os leitores, e os detalhes, que te faz sentir, todos os sentimentos que a escritora passou em cada momento da sua vida, desde a sua infância, até os dias atuais.
Os momentos bons, momentos nem tão bons assim.
A escrita é um tanto poética, que não tem como não ler, e não sorrir, se sentir acolhida, e sentir aquele cheirinho de terra molhada, aquele gostinho de infância.
Um livro que faz pensar, em como a vida é passageira, como passamos por diversas fases, e aqui estamos agora, vivendo o agora.

comentários(0)comente



Kelly @leitora_assidua_ 18/09/2019

O livro me trouxe um turbilhão de sensações!
O livro é composto por várias crônicas que se desenrolam com o passar dos anos na vida da autora.

Ele já começa te trazendo lembranças da infância!
Dá boneca de plástico, sem cabelo, a longa espera pelo Papai Noel, com o tão esperado presente.

Nele, nós vemos uma história se desenvolver e de certa forma também vemos a nossa! Eu chorei, sorri e lembrei de sentimentos há muito esquecidos.

Lembrei que não devo ser dura comigo mesma, que nunca devo desistir e que dentro de mim há uma força que vence tudo! Que o mundo muitas vezes é cruel, mas, que eu cheguei até aqui e vou persistir.

Foi um livro que particularmente, falou muito comigo, trouxe lições incontáveis, e, se eu pudesse te fazer um pedido, ele seria o de ler este livro!
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8