O Crime da Quinta Avenida

O Crime da Quinta Avenida Anna Katharine Green




Resenhas - O Crime da Quinta Avenida


4 encontrados | exibindo 1 a 4


César Augusto 12/06/2020

Final surpreendente
Em Nova York, em 1876, o milionário Horatio Leavenworth é encontrado morto em sua biblioteca, baleado na cabeça. O advogado Everett Raymond, amigo da família, se une ao detetive Ebenezer Gryce para tentar desvendar o assassinato misterioso na mansão da Quinta Avenida, que pode ter sido motivado por motivos financeiros. Mas uma possível testemunha chave - ou suspeita - sumiu da casa na noite do crime, e essa caça traz à tona segredos envolvendo as duas jovens sobrinhas e herdeiras do sr. Leavenworth, complicando ainda mais a solução do crime. A autora é considerada a mãe dos romances policiais modernos e influenciadora de nomes como Agatha Christie e Artur Conan Doyle. Lançado em 1878, o livro chegou ao Brasil mais de um século depois graças à Monomito Editorial e sua iniciativa de financiamento coletivo, do qual eu orgulhosamente participei. Uma narrativa perfeita, uma trama intrigante que parece fácil de ser resolvida,mas a cada página, sobretudo nas últimas, temos reviravoltas e surpresas!!!
comentários(0)comente



Val Amorim 10/07/2019

Maravilhoso
Esse romance policial foi escrito por Green no século XIX.
Esse foi "o primeiro livro a usar técnicas forenses de investigação, a ter um detetive intuitivo e serial, a criar um personagem que compete com o investigador principal, e finalmente, a usar técnicas de thriller - hoje tão comuns em livros, séries e filmes." A narrativa é muito boa, claro que por ser de época, as palavras e seus sentidos são diferentes, mas nada que precise ir buscar o significado na web, tudo se encaixa muito bem. Tem muito Plot twist, e a cada novo personagem uma nova suspeita, e eu suspeitei de muita gente para no fim ser alguém que eu tinha suspeitado, mas tinha esquecido ao decorrer da história.
É engraçado que existe um drama enorme na maneira de falar, e isso é algo que me encomoda um pouco, mas foi muito maravilhosa essa leitura.

Esse livro nunca foi publicado no Brasil. Teve uma versão traduzida em português por Fernando Pessoa e publicada em Portugal. Agora, os leitores brasileiros, tem a chance de conhece. 🎉 que honra!♡ Gente e a diagramação desse livro é linda, maravilhosa. A capa é incrível!!!!! Recomendo muito a leitura!

site: https://www.instagram.com/val_leitora/
comentários(0)comente



Sarah 15/03/2019

O crime da Quinta Avenida
O crime da Quinta Avenida foi um projeto que eu apoiei no Catarse que me interessou primeiro pela capa, que é lindíssima, depois por ser um romance policial escrito por uma mulher no século XIX. Anna Katherine Green foi responsável por influenciar autores renomados desse gênero como Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle, porém, de alguma maneira ela ficou esquecida na história e esse foi seu primeiro livro traduzido para português.
A edição é impecável! A capa, como já disse, é linda e por dentro, temos uma diagramação magnífica que nos ajuda a manter o clima de um romance policial. Simples porém incrível.
Sobre a história, a narrativa é muito boa, embora em alguns momentos eu tenha achado um pouco lenta, os persongens são muito interessantes e todo o desenrolar da história me prendeu muito.
Ocorrem várias reviravoltas com relação a quem deve ser o culpado e eu só fui ficando cada vez mais confusa já que todas as possibilidades pareciam coerentes. No final, o culpado foi a primeira pessoa de quem eu suspeitei, mas de quem já tinha descartado a suspeita há muito tempo ao ser despistada pelas reviravoltas.
Gostei bastante da leitura, adorei ter o privilégio de ler uma obra de romance policial escrita por uma mulher ainda no século XIX que tenha sido esquecida na história e espero que mais pessoas possam ter essa oportunidade. Posso dizer que Anna Katherine Green não deixa nada a desejar e merece o reconhecimento que lhe é devido.
comentários(0)comente



Vinny Britto 11/03/2019

Imperdível para os Fãs do Gênero
Leitura muito boa. Quem é familiarizado com as obras de Agatha Christie logo notará a semelhança, ficando claro a influência de AKG na que hoje é conhecida como ''A Rainha do Crime''.

O Desenvolvimento é aquele básico dos livros de investigação antigos, há o crime, começam as entrevistas, aparecem as primeiras pistas e assim começa a perseguição. Mas o que marca esse livro é o fato de como diz na própria sinopse, ser ''...o primeiro a usar técnicas forenses de investigação, a ter um detetive intuitivo e serial, a criar um personagem que compete com o investigador principal, e finalmente, a usar técnicas de thriller - hoje tão comuns em livros, séries e filmes.''

O desenrolar do mistério não é previsível, pelo contrário, a cada capítulo surgem novas descobertas e que vão direcionando a linha de raciocínio para outras vertentes.

O que posso enfim afirmar, é que essa leitura se torna praticamente obrigatória para quem é fã de romance policial. Para ter uma ideia do quão agradável é esse leitura, informo que finalizei em menos de 48 horas.

Pra finalizar, convido você a embarcar nessa investigação canônica, desconfiar de uma série de personagens como o autor do crime, e falhar miseravelmente em todas!

RECOMENDO!!!
Carla 01/06/2019minha estante
quero ler esse livro a tempos mas não encontro para comprar


Vinny Britto 08/09/2019minha estante
Dá uma olhada no site da Monomito.




4 encontrados | exibindo 1 a 4