Voto de Sangue

Voto de Sangue J. R. Ward
J. R. Ward




Resenhas - Voto de sangue


25 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Carolina DC 20/05/2019

"Voto de sangue" é o segundo livro do spin-off da Irmandade da Adaga Negra e conta duas histórias: a de Axe e Elise e a do Rhage, Mary e Bitty. Axe é um dos seis trainees da IAN e tem uma história pessoal repleta de decepções. Sua mãe abandonou a família para conseguir encontrar um companheiro mais rico, enquanto que o pai, um artesão, nunca desistiu do sonho de ver a esposa retornar, criando obras e reformando a casa na expectativa de que o seu desejo se realizasse. Axe cresceu com um pai apático, um homem bom e honrado, mas que perdeu o brilho depois que a esposa o abandonou e que anos depois, morreu no meio do grande atentado por conta do descaso da glymera, a alta sociedade vampírica. Por conta disso, Axe é uma pessoa que tem sérios problemas com a glymera, sendo extremamente preconceituoso e generalizado todos os integrantes dessa sociedade.

Elise perdeu sua prima Allishon poucos meses antes, e a casa que divide com seu pai e seus tios tornou-se sufocante com o silêncio de todos. Não que antes a família fosse comunicativa ou amorosa, pois não é assim que as famílias da glymera funcionam, mas para Elise, a situação deteriora a cada segundo. É por isso que ela quer terminar seu doutorado e começar uma vida nova, mas precisa estudar às escondidas, pois seu pai quer que ela apenas encontre um marido e seja mais uma garota superficial da glymera.

Imaginem a surpresa de ambos quando se conhecem e sentem aquela atração inevitável. E tudo piora quando o pai de Elise descobre sobre os seus estudos e contrata Axe como guarda-costas da filha.

"Teve a impressão de que fazia muito tempo desde que Axe abraçara alguém. E também soube que ele não quis soltá-la. O abraço foi, conforme ela refletiria mais tarde, ainda melhor do que qualquer sexo promissor e espetacular." (p. 206)

Em paralelo temos a história da Bitty, uma garotinha que apareceu em livros anteriores por ter sobrevivido aos maus-tratos causados pelo pai biológico. Bitty e sua mãe fugiram para o lugar seguro, onde conheceram Mary e Marissa. Infelizmente, a mãe de Bitty não sobreviveu e Bitty ficou órfã. Mary e Rhage imediatamente se apaixonaram pela garotinha e entraram com um pedido inédito na sociedade vampírica: o de adoção. Para isso eles precisam passar por um período de seis meses, onde um parente de sangue pode aparecer e por direito legal, criar a garota.

"Mary Luce foi a enfermeira de uma mãe adoentada que morreu de modo terrível e antes do tempo. Mary Luce foi a sobrevivente de um câncer que a deixou infértil depois da quimioterapia. Mary Luce foi o fantasma à margem, a sombra que passava despercebida em um cômodo, uma alegoria de uma posição em que ninguém desejaria estar. Só que a vida dera uma reviravolta, da melhor maneira possível. E naquele momento, ela se encontrava onde jamais tinha ousado sonhar que estaria." (p. 31)

Das duas histórias apresentadas, sem dúvida, a do Rhage, Mary e Bitty foi a que mais se destacou. Foi emocionante observar Hollywood tão preocupado e protetor com essa garotinha doce, assim como Mary, que nunca imaginou a possibilidade de se tornar mãe depois da intervenção da Virgem Escriba para que ela se tornasse a companheira de Rhage. Além disso, é palpável o amor que toda a Irmandade têm por essa garotinha, que sofreu e ainda sofre as sequelas do abuso do pai. Um dos destaques do livro sem dúvida foi o Lassiter, que mais uma vez se mostrou incrível por trás de toda aquela atitude blasé.
comentários(0)comente



Carolina DC 20/05/2019

"Voto de sangue" é o segundo livro do spin-off da Irmandade da Adaga Negra e conta duas histórias: a de Axe e Elise e a do Rhage, Mary e Bitty. Axe é um dos seis trainees da IAN e tem uma história pessoal repleta de decepções. Sua mãe abandonou a família para conseguir encontrar um companheiro mais rico, enquanto que o pai, um artesão, nunca desistiu do sonho de ver a esposa retornar, criando obras e reformando a casa na expectativa de que o seu desejo se realizasse. Axe cresceu com um pai apático, um homem bom e honrado, mas que perdeu o brilho depois que a esposa o abandonou e que anos depois, morreu no meio do grande atentado por conta do descaso da glymera, a alta sociedade vampírica. Por conta disso, Axe é uma pessoa que tem sérios problemas com a glymera, sendo extremamente preconceituoso e generalizado todos os integrantes dessa sociedade.

Elise perdeu sua prima Allishon poucos meses antes, e a casa que divide com seu pai e seus tios tornou-se sufocante com o silêncio de todos. Não que antes a família fosse comunicativa ou amorosa, pois não é assim que as famílias da glymera funcionam, mas para Elise, a situação deteriora a cada segundo. É por isso que ela quer terminar seu doutorado e começar uma vida nova, mas precisa estudar às escondidas, pois seu pai quer que ela apenas encontre um marido e seja mais uma garota superficial da glymera.

Imaginem a surpresa de ambos quando se conhecem e sentem aquela atração inevitável. E tudo piora quando o pai de Elise descobre sobre os seus estudos e contrata Axe como guarda-costas da filha.

"Teve a impressão de que fazia muito tempo desde que Axe abraçara alguém. E também soube que ele não quis soltá-la. O abraço foi, conforme ela refletiria mais tarde, ainda melhor do que qualquer sexo promissor e espetacular." (p. 206)

Em paralelo temos a história da Bitty, uma garotinha que apareceu em livros anteriores por ter sobrevivido aos maus-tratos causados pelo pai biológico. Bitty e sua mãe fugiram para o lugar seguro, onde conheceram Mary e Marissa. Infelizmente, a mãe de Bitty não sobreviveu e Bitty ficou órfã. Mary e Rhage imediatamente se apaixonaram pela garotinha e entraram com um pedido inédito na sociedade vampírica: o de adoção. Para isso eles precisam passar por um período de seis meses, onde um parente de sangue pode aparecer e por direito legal, criar a garota.

"Mary Luce foi a enfermeira de uma mãe adoentada que morreu de modo terrível e antes do tempo. Mary Luce foi a sobrevivente de um câncer que a deixou infértil depois da quimioterapia. Mary Luce foi o fantasma à margem, a sombra que passava despercebida em um cômodo, uma alegoria de uma posição em que ninguém desejaria estar. Só que a vida dera uma reviravolta, da melhor maneira possível. E naquele momento, ela se encontrava onde jamais tinha ousado sonhar que estaria." (p. 31)

Das duas histórias apresentadas, sem dúvida, a do Rhage, Mary e Bitty foi a que mais se destacou. Foi emocionante observar Hollywood tão preocupado e protetor com essa garotinha doce, assim como Mary, que nunca imaginou a possibilidade de se tornar mãe depois da intervenção da Virgem Escriba para que ela se tornasse a companheira de Rhage. Além disso, é palpável o amor que toda a Irmandade têm por essa garotinha, que sofreu e ainda sofre as sequelas do abuso do pai. Um dos destaques do livro sem dúvida foi o Lassiter, que mais uma vez se mostrou incrível por trás de toda aquela atitude blasé.
comentários(0)comente



Kati 22/07/2020

Axe e Elise
Ponto positivo para o desenrolar da história do Axe e da Elise. Mas achei um pouco cansativo os trechos que envolvem o drama do Rhage e sua família.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nathy @peculiareslivros 15/02/2020

Um livro espetacular
Resenha completa no @peculiareslivros


Apesar de não ter gostado muito dessa capa (sinto muito, mas o estilo do primeiro de LIAN e dos outros de IAN achei muito melhor), esse foi um dos melhores livros da Irmandade! Sério, ri à beça, me emocionei, me impressionei e quis abraçar vários personagens, além de minha ansiedade sobre dois outros casais estar à toda já! Elise é realmente uma fêmea incrível, encarando as coisas de frente em todas as situações, utilizando inteligência, coragem e generosidade impressionantes. Simplesmente me apaixonei por ela, e espero que logo ela esteja atuando na área, especialmente no Lugar Seguro.
comentários(0)comente



Kelly Martinez 23/02/2020

Axe e Elise
Voto de Sangue ( LIAN #2)
J. R. Ward
Editora Universo dos Livros
467 paginas
2019
4,5/5

Olá povo literário! Continuando s maratona de carnaval, trago hoje o segundo volume de LIAN , spin off da Irmandade da Adaga Negra.

O programa de trainees da Irmandade continua firme e forte e agora com batalhas reais nas ruas de Caldwell e aqui teremos a história de Axe, um trainee que se mostra um lutador perigoso, porém solitário, isolado por causa do abandono de sua mahen.
E, quando Elise, filha de um aristocrata precisa de um guarda-costas, Axe aceita o trabalho. O que ele não esperava é que ocorresse uma atração violenta que entre eles.
Em outro plano, temos Rhage e Mary lutando para manter aquilo que mais tem valor em suas vidas: a nova família que dói formada com a chegada de Bitty ( ver livro #14 de IAN- A Besta).

Meus amigos, podem me internar porque eu, definitivamente, perdi meu juizo! To completamente envolvida por todos os trainees de IAN.
E nesse livro não foi diferente! Temos de um lado Axe, o vampiro recem chegado a academia que carrega consigo uma dor enorme por ter sido abandonado por sua mãe qdo criança e ainda por cima acompanhar a derrocada e morte de seu pai, Sim, amigos, ele é sombrio, fechado e assustador.
Do outro lado temos Elise, uma vampira da glymera, que tenta a todo custo levar uma vida normal, estudando em uma universidade de humanos, tentado fazer escolhas sensatas mesmo com toda dificildade que lhe é imposta por conta de sua classe social.
Mas aí eles se encontram..., e o bicho pega! Ô se pega!
Que romance Deliciaaaaaa! A relação de Axe e Elise é sensual ao extremo, é a ligação desses dois vale cada página lida desse livro.
E como bônus, ainda temos o desfecho espetacular do livro ?A Besta? com a formação efetiva da família de Rhage e Mary e ainda com uma interação do Lassiter maravilhosa! Eu, particularmente, adoro esse anjo caído!
Não preciso dizer que cada vez mais eu sigo fã da saga ( tanto de LIAN, que é o spin off, qto da série principal IAN)!
A J R Ward faz com que o leitor se sinta íntimo de cada personagem... aí fica cada vez mais fácil de permear nesse universo vampiresco!
Recomendadíssimo! Issimo... issimo!
Beijos e até a próxima!

Ps. Protejam seus pescoços... sinto que meus caninos estão crescendo...
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Swellen 12/05/2020

Voto de Sangue é o segundo livro da série Legado da Irmandade da Adaga Negra que é um spin-off da série Irmandade da Adaga Negra. Nesse livros vamos conhecer mais sobre o casal Axe e Elise e o desenrolar de Rhage, Mary e Bitt - como já disse, meus favoritos.
.
.
Não foi um casal (Axe e Elise) que agradou muito. Achei eles um tanto sem graça. Para mim, o que valeu a pena foi o retorno de Rhage e Mary. E a comédia ficou por parte do nosso anjo quase querido. . .
Agora, uma coisa que não entendi: os títulos. Realmente não fazem sentido algum, pelo menos, para mim.

Mas, seja como for, Ward é uma escritora sensacional e a série IAN é viciante
comentários(0)comente



silvanagalafassi.dalssaso 11/03/2020

Adoro essa série!
Como sou fã dessa série, sempre gosto muito das histórias que se misturam. Vários personagens novos interligados com os Irmãos originais.
comentários(0)comente



Thaís Almeida 07/05/2020

Confesso que o casal principal não me conquistou muito, mas gostei do desenrolar da história e de saber mais do Rhage e da Mary! As cenas de ação são poucas mas são boas, recomendo a leitura!
comentários(0)comente



Dilly 27/03/2020

Maravilhoso
Um livro com o casal que eu mais amo de toda a série????? Simplesmente amei, já quero mais,quero saber de tudo deles. Autora arrasou mais uma vez.
comentários(0)comente



Lari 30/03/2020

J.R.Ward nunca decepciona
Minha autora favorita da vida sempre traz uma história cativante e impossível de parar de ler.
comentários(0)comente



Grace 31/03/2020

Lindo muito bom ver tudo se acertando, mesmo quando achamos que vai dar tudo errado.
comentários(0)comente



Geo Campos 31/03/2020

Estava com saudades dessa família...
comentários(0)comente



Guacira 28/04/2020

Voto de sangue, de J.R. Ward, é mais um livro do universo da Irmandade da Adaga Negra, e em como todos os outros (já perdi a conta de quantos livros li!), traz a história de amor de um dos casais da série.
Esse livro nos mostra a história de Axe, um dos trainees para se tornar um dos guerreiros a serviço do rei, e de Elise, uma jovem da glymera. Além dos dois, temos também a história de Mary e Rhage, com seu drama familiar (não vou falar sobre esse drama pois seria um spoiler).
Para quem não conhece a história, estamos falando de um universo de guerreiros vampiros que vivem em Caldwell (Nova York), que têm inimigos, que eles precisam destruir, enquanto se mantêm em segredo para os seres humanos.
Um livro cheio de ação e de cenas sensuais. Adorei!
comentários(0)comente



25 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2