Interseccionalidade

Interseccionalidade Carla Akotirene




Resenhas - Interseccionalidade


32 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Domi 13/03/2021

Você já ouviu falar de Interseccionalidade?
O livro ?Interseccionalidade?, de Carla Akotirene, é um dos livros que compõem a coleção Feminismos Plurais.

Neste livro, a autora discute o conceito de interseccionalidade, refletindo sobre como abarcar as intersecções às quais as pessoas estão submetidas - especialmente a mulher negra. Para Akotirene, interseccionalidade é um "sistema de opressão interligado" que perpassa a vida de mulheres negras no encontro de "avenidas identitárias".

Por esse motivo, a autora propõe que ? mais do que pensar nas múltiplas identidades existentes ? a interseccionalidade evidencia ?como e quando mulheres negras são discriminadas e estão mais posicionadas em avenidas identitárias, que farão delas vulneráveis à colisão das estruturas e fluxos modernos? (p. 63).

De acordo com o pensamento da autora, a interseccionalidade define uma posição do feminismo negro diante das opressões sociais cisheteropatriarcal branca, desconstruindo a ideia de um feminismo universal como único modo de definir as agendas de luta.
comentários(0)comente



Rodrigo 07/10/2021

Leitura necessária
Extremamente importante conhecermos novos termos e entender a importância de sua utilização.
Falar sobre racismo contra a mulher preta é fortalecer ações que irão de encontro a um racismo que está enraizado e que precisamos combater com ações antirracistas.
comentários(0)comente



Lorena 25/08/2020

Maravilhoso
Uma vez vi Carla Akotirene falar em uma palestra e me encantei, há meses que queria este livro.
A obra nos faz pensar em que tipo de feminismo estamos construindo, e sobre como as políticas feitas para a proteção de mulheres, não são pensadas para mulheres negras, uma vez que não estamos incluídas no conceito "universal".

Carla traz uma riqueza de referências que me deixou com muita vontade de procura-las, recomendo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Maria :) 17/05/2021

Esse foi meu segundo livro lido para a universidade e gostei bastante da proposta e do tema. A área de gênero sempre me interessa e esse livro só alimentou meu amor e minha curiosidade. O que não gostei foi as referências que não entendi, e mesmo pesquisando, foi difícil de encontrar sobre o que exatamente a autora estava falando. Mas de modo geral, além da proposta interessante o tema foi bem abordado, podendo ter um pouco mais de clareza e ser diretivo, mas é um bom livro para quem quer começar a entender sobre feminismo negro e interseccionalidade.
comentários(0)comente



May 26/07/2020

Carla akotirene me tirou da zona de conforto, me chacoalhou de verdade e me fez pensar em muita coisa que até então eu não pensava (até por ignorância da minha parte, admito). O livro é uma sequência de tapas na cara e verdades amargas que muitas vezes simplesmente ignoramos. Particularmente achei o livro interessantíssimo e a escrita da Carla intensa e muito poética, bem diferente dos textos puramente acadêmicos que estamos acostumados. Recomendo a todos que querem sair um pouco da caixa, ter um choque de realidade e até pra repensar seu próprio feminismo.
comentários(0)comente



Nabê 30/12/2020

Interseccionalidade
A autora traz ótimas reflexões acerca da interseccionalidade, expondo importantes pontos. Me ajudou a ter uma melhor compreensão do local negligenciado que a mulher negra ocupa na sociedade.

Minha única crítica é em relação a escrita, achei um tanto quando prolixa, o que atrapalhou um pouco a fluidez da leitura.
comentários(0)comente



Mônica 14/10/2020

Interseccionalidade
"A interseccionalidade pode ajudar a enxergarmos as opressões, combatê-las, reconhecendo que algumas opressões são mais dolorosas. As vezes oprimimos, mas as vezes somos opressores."

Mais uma aula que essa coleção me deu.

Inicialmente eu tive dificuldade de compreender, mas por falta de conhecimento mesmo do tema, mas depois a leitura ficou melhor e mais esclarecedora.

Recomendo.
Neide.Braga 18/10/2020minha estante
Bom dia, Mônica!
Você achou a linguagem do livro acessível? Tenho vontade de ler este livro, mas acho a linguagem de Carla akotirene muito complicada nas redes sociais, fico me perguntando se no livro é assim também.


Mônica 20/10/2020minha estante
Ola Neide! Tudo bem? Gostei do seu sobrenome, o mesmo que o meu.
Então vamos lá, não achei tão acessível não. Eu tive dificuldade as vezes de me concentrar e compreender. O livro é muito bom, mas com uma escrita mais complexa.




Ri 30/10/2020

É indiscutível a propriedade que a autora tem para tratar do feminismo negro, entretanto, a complexidade da escrita tirou a concentração inúmeras vezes. No geral, um livro importantíssimo.
comentários(0)comente



Vitória Gomes 11/06/2021

Aprendendo com pensadoras negras
Aborda a história da criação do conceito, suas relações com o movimento de mulheres negras e aponta a relevância deste para entender como se dão as opressões e os caminho para superá-los
comentários(0)comente



Gabrielle Hensel 10/05/2021

Leitura em grupo de estudos
O primeiro capítulo traz muitas informações sem aprofundá-las muito, mas os que seguem trabalham muito bem os temas a que se propõem.
Apesar disso, não é uma leitura muito aprofundada, mas traz nas notas de rodapé alguns pontos que podem despertar o interesse no estudo, e a autora apresenta boas fontes.

comentários(0)comente



Baconzitas 03/07/2021

Tem que ler com calma!
Livro curto e pequeno, mas não dá para se enganar pelo tamanho

Tem reflexões importantíssimas que precisam de tempo para serem digeridas

Achei a leitura relativamente difícil
comentários(0)comente



Anderson Menezes 03/06/2021

Grandioso.
Gradiosa obra onde "sistema de opressão está interligado" chamado de interseccionalidade, quer saber mais, leia essa obra gradiosa de Carla Akotirene.
comentários(0)comente



Eduarda.Colognesi 13/03/2021

Tema de suma importância
?De acordo com Kimberlé Crenshaw a intersseccionalidade é, simultaneamente, a maneira de pensar a identidade e sua relação de poder, não sendo exclusiva para mulheres negras, mesmo porque as mulheres não negras devem pensar de modo articulado suas experiências identitárias.?

O livro traz a discussão da discriminação interseccional e da importância da existência desse termo principalmente para mulheres negras.
Terminologia criada por elas para determinar a discriminação e determinação de poder sobre aspectos identitários sendo as questões principais de gênero e raça. Ainda incluem questões de classe e orientação sexual.

Aprendendo de pouco a pouco nessa temática de leitura.
Como iniciante nas leituras de discussão de interseccionslidade ainda fico confusa em alguns aspectos, mas sem dúvida o livro foi necessário para meu aprendizado.
comentários(0)comente



Roxane 20/07/2021

Bom.
Engatei essa leitura depois de ler bell hooks, "E eu não sou uma mulher?", pois me pareceu que os assuntos se conversavam. Gostei das partes que entendi nesse livro da Carla Akotirene, mas achei uma forma de escrita difícil de me conectar. Demorei para me acostumar e, mesmo assim, em vários momentos me peguei pensando se eu estava de fato entendendo o livro.
Possivelmente haverá uma releitura em outro período da vida.
comentários(0)comente



32 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR