Desencontros à Beira-Mar

Desencontros à Beira-Mar Jill Mansell




Resenhas - Desencontros à Beira-Mar


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Book.Obsession 10/06/2019

Desencontros à beira-mar faz parte da primeira leva de livros lançados pela Editora Arqueiro em sua coleção Os Romances de Hoje.

A autora Jill Mansell nos insere inicialmente em encontro bem clichê e a partir daí mostra o porquê desse livro ter sido tão envolvente. Além da história mal resolvida entre Clem e Sam, o climão por esse reencontro, somos inseridos no drama de Sam com seu casamento e sua perda precoce. Dentro da narrativa passamos a acompanhar as histórias de Belle e seus segredos íntimos, Ronan e sua família e as descobertas sobre seus pais biológicos, além da incerteza de seu amor. Temos também Marina, uma mulher guerreira que sobreviveu ao câncer de mama e conseguiu se instalar na cidade. Agradável, essa artista tem um passado com alguns segredos que pode mudar o destino de sua vida.

Com uma escrita graciosa e fluida é possível se sentir dentro do clima de uma cidade pequena mais calorosa, com pessoas de todos os tipos das mais gentis até as mais fofoqueiras, encarando com bom humor e um olhar promissor a vida desses personagens que se complementam.

A edição está um primor. A capa é linda, a diagramação é fofa, delicada e a fonte confortável para leitura.

Diálogos envolventes, personagens bem construídos, temas relevantes e na medida do romance e um toque de drama familiar.

Desencontros à beira-mar traz em sua protagonista uma mulher que luta por sua independência, é pé no chão, gentil e busca sua felicidade se mostrando uma despretensiosa e agradável leitura que certamente agradará os leitores de romances.

Resenha completa no blog.

site: https://www.bookobsessionblog.com/2019/06/resenha-desencontros-beira-mar-jill.html
comentários(0)comente



Cheiro de Livro 15/05/2019

Desencontros a beira-mar
Quando fui trabalhar na Arqueiro, o projeto “Romances de Hoje” estava começando e foi uma honra ser inserida nele. Minha contribuição para essa série consistiu (e ainda consiste) em buscar os romances que mais se encaixam nos critérios estabelecidos e gente … tem TANTA coisa linda vindo aí!

A querida Jenny Colgan (autora de “A Pequena Livraria dos Sonhos”) já estava contratada e eu tinha uma lista de autoras a serem consideradas. Li várias e foi muito difícil escolher, mas Jill Mansell me conquistou na primeira leitura. Li alguns títulos dela antes de decidirmos por quais começaríamos a publicar e “Desencontros a beira-mar” (originalmente “Meet me at Beachcomber Bay” – traduzido pela Regiane Winarski) laçou meu coração!

O livro começa com uma mulher quase perdendo o avião – Clemency – e que acaba puxando assunto com o cara sentado ao seu lado durante o vôo. A cena é sensacional, porque ela começa no estilo “ai, que saco ter uma mulher aleatória puxando assunto”, afinal, quem nunca passou por isso naquelas ponte-aéreas lotadas, né? Mas a cena se transforma daquele jeitinho que só a Jill sabe fazer e é inegável a conexão (hahahah… viram a brincadeira que fiz aqui … ahhah.. tá bom, parei) entre os dois personagens. Mas aí o avião pousa, Clemency acha que encontrou o cara da vida dela e BALDE DE ÁGUA FRIA: ele é casado!

Torta de climão é servida pra geral! Que péssimo!

Joga o tempo para frente em três anos e os leitores são apresentados a uma pequena cidade no interior da Inglaterra (a tal Beachcomber Bay do título original) onde Clemency mora e trabalha como corretora de imóveis. A irmã postiça de Clemency, Belle (que é toda trabalhada na futilidade) vai visita-la e leva seu namorado rico/lindo/perfeito para esfregar na cara da irmã e …. é o gatinho do avião!

Mais torta de climão!

Então seguimos essa situação, descobrimos o que aconteceu com a esposa dele, e outros personagens da cidade também vivem suas próprias histórias de amor, desilusões, complexidades familiares. Além de personagens incríveis – o chefe e amigo de Clemency – Ronan – que é um querido personagem e está apaixonado pela a única mulher que não dá bola para ele; uma artista que se mudou para a cidade depois de sobreviver a um câncer de mama e ser abandonada pelo marido, entre outros -, Jill mescla temas complexos e até pesados de uma forma muito delicada. A escrita dela é como nossa vida: cheia de altos e baixos, mas que também traz amor, humor e amizades.

Em suma, o livro é LINDO! Espero que vocês gostem de “Desencontros a beira-mar” tanto quanto eu e que adotem o projeto “Romances de Hoje” da Editora Arqueiro. A ideia dele é trazer livros que tenham personagens femininas independentes, maduras e que estão buscando conquistar o seu espaço. São heroínas com responsabilidades e que, no meio disso tudo, se apaixonam, mas não são definidas por esse romance. Boa leitura!

site: https://cheirodelivro.com/desencontros-a-beira-mar/
Geovanats 24/05/2019minha estante
Que alegria encontrar alguém que trabalha em uma editora e ainda que busca livros para nós, leitores do Brasil!!! (sinceramente é o trabalho dos sonhos) vou tomar a liberdade de fazer sugestões para o projeto ?romances de hoje? gostei muito das obras de claudia carroll, adele parks, lisa jewell, portia Macintosh, jill steeples, jane green, sam baker, kristan higgins, karen swan, françoise bourdin, sveva casati modignani, entre muitos outros.
Como eu envio e-mails para as editora e sou ignorada (o que é estranho, pois se o mercado está em crise porque não ouvir o consumidor?), talvez aqui alguém escute.
sei que o mercado está difícil e o brasileiro não tem o hábito da leitura, mas não seria o caso de diversificar e buscar novas ofertas para interessar leitores esporádicos? fica a dica!




Perdição Literária 04/05/2019

Insosso
Um livro insosso demais pro meu paladar. A trama em si não me despertou muito interesse, a narrativa é meio sem graça e os romances pobremente explorados. Nada mais que mediano.
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3