Compaixão

Compaixão Fernando Morais




Resenhas - Compaixão


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Jaque @blogmalucadoslivros 26/06/2019

Afinal, o que é compaixão?
Quando recebi este livro em parceria com a editora Novo conceito eu não sabia o que esperar, e acabou sendo uma ótima leitura, daquelas que a gente enche de marcação e leva alguns aprendizados.

(...) Compadecer-se não significa apenas ser solidário: fundamentalmente, vai além da empatia, da capacidade de se colocar do outro."

A leitura também nos faz refletir sobre a generosidade de algumas pessoas, a ambição e a inércia de algumas pessoas perante as injustiças que às vezes acabam se tornando banais na nossa sociedade.

Compaixão foi uma daquelas leituras que me fizeram refletir, e que me fizeram concordar diversas vezes com autor, embora eu tenha discordado algumas vezes também. Recomendo!

site: https://www.instagram.com/p/BzGT1FpjVbN/
comentários(0)comente



Thaís @thanoslivros 18/09/2019

Reflexivo
Quando recebi esse livro em parceria com a @novo_conceito, imaginei que seria um livro de autoajuda. Mas, logo nas primeiras páginas percebi o quanto estava enganada já que a intenção do autor é nos levar a uma boa e importante reflexão sobre o que é compaixão e suas variadas formas e maneiras de desenvolver essa ação.
Moraes vai dissertando sobre o tema, nos dando exemplos do cotidiano, até mesmo de situações vivenciadas por ele mesmo, o que faz com que o assunto seja melhor apresentado e o aprendizado ainda mais absorvidos.

É fato que, ao término da leitura, fica a ideia de que a compaixão precisa ser trabalhada em todos os momentos, ser incorporada nos menores e maiores gestos, seja onde for e com quem for. Uma leitura reflexiva e que edifica.

Deixo agora, alguns quotes que dão uma pequena mostra do que encontramos no livro:

"Quando adotamos a compaixão como exercício cotidiano, estamos na verdade dizendo aos outros: 'Eu vejo você'."

"Não é necessário que exista uma situação de vulnerabilidade para praticar a compaixão."

“A compaixão tem que ser totalizante, não atrelar unicamente os que muito têm e os que nada têm."

"Na dimensão do amor, a compaixão é a verdade que se manifesta no mais terno olhar, no abraço acolhedor, no simples fato de estar presente no outro."

Recomendo esta obra pois acredito que todos deveriam reservar, pelo menos, algumas horas para reflexão de um assunto que engrandece a alma.

Beijo, Thaís 💜


site: www.instagram.com/thanoslivros
comentários(0)comente



Sara | @saboresliterarios 11/09/2019

Somos parte de um todo!
Nessas páginas o Fernando aborda diferentes temas relacionados com a compaixão, como: "compaixão e solidariedade", "compaixão e liberdade", "compaixão e justiça social", etc. Sendo um assunto pouco abordado pela filosofia, como o próprio autor cita, acredito que o trabalho aqui feito foi bastante esclarecedor. Compaixão merece atenção, e mais do que isso: precisamos aplicar ela em nossas vidas!

Se ler com bastante atenção, o livro é repleto de reflexões que nos levam a avaliar nossas próprias atitudes diante das diferenças em relação aos outros. Será que você está agindo com compaixão? Tem ajudado o seu próximo, mesmo quando as coisas também não vão bem com você? Vivemos em um mundo competitivo e individualista... Empatia é de extrema importância!
comentários(0)comente



Fabi | @psamoleitura 16/06/2019

{resenha feita no blog PS Amo Leitura}
Compaixão: um sentimento que se caracteriza empatia em relação à tristeza alheia; desperta vontade em ajudar o próximo a superar os seus problemas. Neste lançamento da Editora Novo Conceito, Fernando Moraes vai nos apresentar grandes reflexões cotidianas.

Quando recebi esse livro em parceria com a editora, já imaginava que ele iria me trazer inúmeras reflexões e questionamentos e não foi diferente! O livro agregou bastante, principalmente o modo de enxergar algumas situações.

A cada capítulo de Compaixão, o autor mostra novos questionamentos como “compaixão e solidariedade”, “compaixão e empatia”, entre outros. Nesses pequenos capítulos vamos conhecendo um pouco mais sobre a sua experiência em cada aspecto e até mesmo nos identificando em outros. Afinal, como não nos identificar com as situações abordadas?

Na própria sinopse é apresentado que “para Fernando Moraes a compaixão é a consciência permanente de que existe o outro” e com isso conhecemos as situações abordadas. Em alguns momentos o autor narra alguns acontecimentos vividos e isso torna a leitura ainda mais real.



Esse foi meu primeiro contato com o autor Fernando Moraes e pelo que li nas sinopses dos seus outros livros (e até mesmo alguns citados de forma sutil neste livro) é perceptível todo estudo, toda vivência e todo conhecimento por trás do assunto abordado.


Este livro é um convite ao leitor a parar e refletir sobre as atitudes do dia-a-dia: você age com compaixão? Você consegue sentir empatia por alguém? Como você age quando vê alguém triste? Você consegue deixar seus problemas de lado por um tempo para ajudar o próximo?

Percebe como são pequenos questionamentos e que nunca paramos para pensar como reagimos nessa situação? “Quando adotamos a compaixão como exercício cotidiano, estamos na verdade dizendo aos outros: ‘eu vejo vocês’.” Você precisa sentir essa compaixão! Você precisa enxergar além de você.

Para muitos o livro pode ser caracterizado como autoajuda, mas na verdade é uma filosofia social. Um livro que te faz pensar melhor sobre você, suas atitudes e comportamento.

site: https://www.psamoleitura.com/2019/05/resenha-compaixao-de-fernando-moraes.html
comentários(0)comente



Jessica 08/06/2019

Compaixão como conceito de totalidade, de Fernando Moraes
Nessa obra, o autor discorre sobre a Compaixão na verdadeira essência dela. Mostra que vai além do falar e do fazer para ser visto, o que acontece várias vezes. Tem pessoas que dizem que fazem o bem por se sentirem bem, mas para isso elas mostram o tempo todo nas redes sociais, pois a importância maior está ali, na aparência.
.
Traz muitas reflexões por meios de exemplos que podem ser vistos no dia a dia. Compaixão é sentir, se colocar no lugar de outra pessoa, enxergar além do próprio umbigo.
.
“Colocar o coração no centro da ação do outro é se esvaziar de imperfeições das diferenças e, com coragem, fazer da aceitação uma virtude. A compaixão é a alma do coração".
.
Cita a importância no SERVIR, que muitas vezes não é visto nem praticado, sendo que é um ato de compaixão. Também fala sobre o quantas vezes reclamamos, mas não paramos para agradecer as coisas boas da vida, como se reclamar fosse essencial, como se nossos problemas fossem os maiores do mundo e que todos devem se compadecer a eles devido ao grande ego do sofredor, sem reparar muitas vezes que aquele que passa por grandes dores está ali sorrindo e levando a vida. Servir de coração, sem cobranças, querer a melhora do outro é essencial.
.
“Compaixão para ser, ter, conviver, estar junto, ser uma extensão do outro, ponte, alento, consolo, abraço, acolhida, avivamento, empoderamento, contraponto, despertar, renovar, movimento, alegria, e, para isso e tantas outras coisas, sair do estado da inércia somente de receber para dever agir, existir, produzir, promover, fazer, compreender e dar vida ao que foi esquecido tanto nos outros como a nós mesmos.”
.
As reflexões são várias e fica a dica de ler esse livro para conhecer a Compaixão como conceito de totalidade e aplicar na vida.

Jessica #resenhaShippandoLivros

site: https://www.instagram.com/p/Byao_IEDvfn/
comentários(0)comente



Gustavo Barberá 15/07/2019

Leitura que tranquiliza a alma.
Título Original: Compaixão: como conceito de totalidade
Autor: Fernando Moraes
Ano: 2019
Editora: Novo Conceito
Páginas: 120

Se há uma ação que o ser humano precisa aplicar nos dias de hoje é a compaixão. Virtude em que todos temos, mas poucos a usam em prol do próximo e até a si mesmo, pois tudo o que fazemos de bom para os outros, volta para nós também e vice versa.

Em “Compaixão: como conceito de totalidade”, Fernando Moraes aborda em etapas as varias fases da Compaixão e nos levam a refletir sobre nossa conduta e se estamos sendo disseminadores dessa qualidade virtuosa que possuímos.

É um livro curto, mas necessário para nos ensinar a termos atitudes caridosas e requer muita atenção em cada capítulo, pois se trata de um livro de não ficção que nos ensinam a ter uma vida melhor e com mais tranquilidade, evitando que a agressividade brote dentro de nós.

“A compaixão tem que ser totalizante, não atrelar unicamente os que muito têm e os que nada têm”.

A obra também aborda as atitudes destrutivas que as pessoas fazem no dia a dia sem perceber a situação do próximo e que as mesmas irão prejudicá-la, é aquele conhecido ditado “cada um olhando para seu próprio umbigo”.

“Em nosso convívio, seja no trabalho ou nos círculos sociais, não temos noção do que está se passando na vida das pessoas ao redor. Temos a infeliz tendência de medir os outros com nossa própria régua”.

Tiro o chapéu para o escritor, pois escrever uma obra desse patamar, com o intuito de passar para o leitor valores e ensinamentos. Moraes está de parabéns, pois necessita-se de muito conhecimento e experiência no assunto.

Um dos temas que mais gostei e chamou minha atenção foi o “Compaixão como conectividade humana em tempos de conexão virtual”, pois aborda o assunto compaixão X tecnologia, onde o contato humano está cada vezmais distantes por causas dos aparelhos providos de internet estão isolando os seres humanos, somo se estivéssemos em bolhas individuais e não mais agindo em grupos numa sociedade ativa, o que está nos prejudicando tanto social como emocionalmente.

Essa é um obra completa que faz jus ao título que possui. Caso deseja saber mais sobre essa virtude e deseja avaliar se está aplicando a sua de forma eficaz, não deixe de lê-la, pois vai mais do que uma mera leitura, mas sim de um aprendizado.


site: http://www.leituraenigmatica.com
comentários(0)comente



Taize @viagemliteral 14/09/2019

Diferente do que muitos pensam, "Compaixão" não se trata de um livro de autoajuda, mas um livro que nos leva para um lado mais filosófico.
Podemos perceber um trabalho minucioso do autor Fernando Moraes , citando alguns filósofos e abordando uma questão que precisamos praticar no nosso dia-a-dia, de forma que venha a desencadear o sentimento de compaixão, solidariedade e empatia de maneira pura e verdadeira, não apenas num momento de fragilidade, mas também nos momentos de conquistas e alegrias.
???
Para que possa ser melhor internalizado a questão abordada na obra, aproveito o ensejo e deixo abaixo algumas citações!
???
?"Compaixão também é um sentimento de alegria, e não precisa ser concebida somente na dor do outro."
???
?"Quando adotamos a compaixão como exercício cotidiano, estamos na verdade dizendo aos outros: 'Eu vejo você'."
???
?"Não é necessário que exista uma situação de vulnerabilidade para praticar a compaixão."
???
?"Somente um coração que experimentou o sofrimento, a dor ou a morte de seus semelhantes saberá aplicar com o devido cuidado o dom da vida, dando sentido ao que é importante e verdadeiro com muito mais profundidade e zelo..."
???
Sem dúvidas essa é uma leitura pra tirar muita gente da zona de conforto, trazendo consigo muitos questionamentos e sobretudo ensinamentos, pois a compaixão é algo que necessitamos exercer todos os dias, tanto em casa, como trabalho, nas ruas, por onde quer que passemos.
???
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7