O Barão do Café

O Barão do Café Jas Silva




Resenhas - O Barão do Café


84 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Mary 13/07/2020

Bom...
Esperava muito mais desse livro.Protagonistas masculinos como o Augusto não me cativam mais,Estela é tão ingênua ao ponto de me deixar estressada. Talvez se eu tivesse feito essa leitura há um tempo,eu até gostaria.Hoje em dia esse tipo de trama tem que ter um desenvolvimento muito top para me envolver. Só não darei menos estrelas porque o final foi fofo.
Ane 14/07/2020minha estante
Inocência muito exagerada, também me estressou!


Mary 14/07/2020minha estante
Não tenho mais paciência com esse tipo de coisa?


Ane 14/07/2020minha estante
??


Thamires.Santos 23/07/2020minha estante
Descreveu meus sentimentos, hoje em dia não consigo gostar de mocinhos assim




Taynara @adamadolivro 13/05/2020

Resenha: O Barão do Café – Jas Silva
Olá leitores, tudo bem? Esse é dos livros que eu queria muito ler desde o começo do ano, mas infelizmente não me agradou como previsto, então vamos a resenha, já adiantando que hoje estou polêmica!
Augusto foi abandonado quando criança por sua mãe, ela fugiu com um cigano a quem amava muito, então ele cresce e se torna um, homem de negócios, criado por um pai violento e insano (já sabemos o resultado). Um homem que só confia em si mesmo, não tem amor ao próximo e muito menos compaixão por quem se mete em seu caminho, e é aí que conhece a bela cigana, Estela.
Estela é filha do homem que levou embora a mãe de Augusto, uma jovem de espírito livre, que valoriza sua família e sua raiz cigana, uma moça humilde, sensível e ingênua (personagem maravilhosa).
Estela se apaixonada completamente por Augusto, que faria e faz qualquer coisa para conseguir o que quer, o que o leva a magoar profundamente os sentimentos dela, ele só não contava que também iria se apaixonar por Estela.
O livro retrata uma história de poder, vingança e redenção, e é até interessante de ler, mas a redenção do personagem principal não me convenceu. É um livro muito bem escrito, cheio de cenas ótimas, porém o personagem masculino me deu náuseas, muito dominador, possessivo e até estúpido (para falar a verdade).
O que acontece é que o Augusto, trata muito mal a Estela, como se ela fosse o bichinho de estimação dele, e o que ele faz com ela é imperdoável (no meu ponto de vista), e mesmo que depois ele se redima que é o que acontece nesse livro, essa redenção tem que ser muito bem elaborada, e infelizmente essa mudança absoluta dele não me convenceu.
Não adianta o personagem tratar mal a mocinha em 90% do livro e nos últimos 10% ressuscitar como se fosse outra pessoa, eu acho que uma leitura assim não faz bem para ninguém (desculpe a franqueza).
Estou decepcionada, já não consigo aceitar certas atitudes masculinas, mesmo que literárias, o autor tem que entender que ele tem grande influência, como disseminador de cultura, informação e conscientização. Passar pano pra macho escroto¿ Não tem justificativa (antes de eu ser atacada virtualmente, lembrem-se que vivemos em um país, onde é regulamentado por lei a liberdade de expressão).
Enfim, me indiquem pelo amor de Deus, um livro de romance contemporâneo que não tenha macho escroto, dominador, perseguidor, violento e/ou possessivo. Ou me indiquem livros que tenham esses aspectos, para eu evitar. E me desculpem pelo excesso de sinceridade. Adoro vocês, até a próxima!
Frans 13/05/2020minha estante
Obrigado por sua resenha... Tem um livro que estou lendo e gostando demais, se chama " A costureira" de kate Alcott. Talvez vc goste deste romance. ??????


Taynara @adamadolivro 13/05/2020minha estante
Olá, Frans! Muito obrigado pela sua indicação, já vou procurar!


Dani 03/06/2020minha estante
Eu to digitando com os pés, porque com as mãos eu estou aplaudindo!
Estou sentindo a mesma coisa, to em 58% e não tenho mais animo pra continuar, certas atitudes não passam mais nem em livro ou qualquer outra situação.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Giovana 17/10/2020

Emocionante
Apesar de clichê, o enredo é bom. O bastardo poderia ter sido melhor explorado, nesse sentido faltou.
A escrita é de altíssima qualidade.
comentários(0)comente



@_sonhos_literarios_ 22/04/2020

5🌟
O barão do café || 5🌟
ㅤㅤ
->Augusto Alencar tem 34 anos e é conhecido como “o barão do café”, afinal é dono de uma das maiores empresas produtoras de café, e só conseguiu chegar a esse ponto porque não deixa nada entrar em seu caminho. Estela é uma garota de 19 anos que exala beleza e ingenuidade, ela acredita no amor e no lado bom das pessoas (o que é uma pena, já que todos dizem que Augusto não possui nada de bom dentro de si).
ㅤㅤ
Os caminhos dos dois se cruzam quando ele, determinado a conseguir algo que agora pertence a Estela, decide fazer de tudo para convencê-la a abrir mão do que possui. Acontece que no meio desse rolo todo, uma briga antiga de família, sentimentos, mentiras e segredos serão revelados, e o que antes parecia um plano perfeito, agora é uma tremenda confusão. Mas como será que essa confusão toda será desfeita?
ㅤㅤ
ㅤㅤ
->Vou começar a falar dos personagens, que são complexos e muito marcantes. Estela se tornou uma de minhas personagens femininas favoritas, a essência dela é fora do normal, ela é tão ela mesma que diversas vezes eu quis protegê-la de Augusto e de todo o resto. Já Augusto é um personagem que eu levaria imediatamente para fazer uma terapia, afinal ele tem muita coisa guardada dentro de si e isso fez mal a ele e a outros (mas calmem! Muitas águas rolam nesse livro, e tanto Estela como Augusto evoluem muito!).
ㅤㅤ
->Apesar de ter muitas páginas, a escrita da autora é tão leve que fluiu perfeitamente bem. O enredo é maravilhoso, cheio de altos e baixos, e a ambientação é “super-brasileira”, o que foi mais um ponto positivo. Terminei a leitura emocionada, me senti parte de tudo o que aconteceu, e agora tudo que resta é a vontade de reler essa história que me causou raiva, angústia, mágoa e, o mais importante de tudo, amor.
ㅤㅤ
comentários(0)comente



Beatriz.Ribeiro 20/06/2020

Olha ,passei raiva lendo, pq ele maltratou demais a bichinha. Ela era muito ingênua...mas ela teve sua redenção e no fim tudo deu certo.
comentários(0)comente



Jéssica Matos 16/04/2020

Gostei! Uma leitura muito fluída e rápida. Muito bom pra sair de uma ressaca literária.
comentários(0)comente



Thai Zavadzki (@meowbooksblog) 13/01/2021

Podia ser melhor
NOTA: 3,5
Bem, só por ser um livro longo, eu já imaginava que precisaria de uma resenha aqui no blog, completa para explanar tudo o que senti. Ao terminar, constatei que de fato, não podia ser diferente.

A primeira coisa que preciso falar sobre o livro é que o início é um tanto cansativo. Umas amigas que me indicaram ele e me prometeram ser incrível, demorei para sentir algo realmente promissor ali. Tudo é apresentado de forma bem lenta e até confusa nas primeiras páginas, tanto que demorei para engatar na leitura.

Quanto à trama no geral, ela me fez lembrar várias histórias de novelas (Chocolate com Pimenta, minha queridinha, principalmente, mas também me lembrou certo plot que tem em Lado a Lado) e eu consegui vislumbrar muito bem essa história se passando na televisão. É clichê, até tem seu lado diferenciado, abordando a cultura cigana, mas a trama em si não tem nada de novo.

Ela é dividida em dois tempos: começamos vendo como Augusto e Estela se conhecem e se envolvem, com ele mentindo, enganando, e três anos depois de uma separação com toda aquela coisa de voltar para se vingar.

Eu tive problemas com os dois protagonistas, porém foi em um tempo para cada um.
[...]
CONTINUA NO LINK
https://meowbookblog.com/2021/01/13/resenha-o-barao-do-cafe-de-jas-silva/

site: https://meowbookblog.com/2021/01/13/resenha-o-barao-do-cafe-de-jas-silva/
comentários(0)comente



@Books.da.Glau 10/03/2021

Intenso e apaixonante
É um livro que aborda vingança, poder, violência, abandono, preconceitos, desvio de caráter; mais também retrata a força e determinação de uma mulher, que apesar de tudo o que sofreu ainda luta pelo que acredita e não muda sua essência, nos mostrando que o amor é maior que tudo, e que é possível sim perdoar. É um livro arrebatador. Jas, como sempre arrasou!

Augusto é o atual "Barão do café", herdou seu império usando de meios ilícitos, pois para isso declarou o próprio pai como incapaz. Nosso Barão tem vários desvios de caráter, que em minha visão, foi moldado ainda na adolescência, onde sofreu o abandona da mãe e assistiu o próprio pai definhar em vida pelo ódio e busca por vingança. Sua soberba e orgulho são determinantes para ter obtenha tudo que almeja, ele não mede esforços para conquistar o que quer, nem que tenha que destruir pessoas neste processo. Com uma visão errada do amor, nunca teve intenção de ter uma relação duradoura, muito menos herdeiros.

Estela é uma moça da alma cigana e espírito livre. Apesar da vida difícil, esbanja amor e alegria, acredita no amor eterno e verdadeiro. Após a morte da madrasta, ela passará a morar com o pai em Sertãozinho, e lá ela conhecerá Augusto, e por mais que sua intuição lhe mande ficar longe dele, a ciganinha cada vez se envolverá mais.
Contudo, Estela descobrirá que as vezes o ódio e decisões erradas poderá oprimir o verdadeiro amor. Que muitas vezes mentir é necessário e que fugir nem sempre é a melhor opção.

Ela tem algo que o Barão quer, e ele não medirá esforços e nem as consequências dos danos que causará no processo.

Posso dizer que fiquei com um tantinho de raiva de Augusto durante o livro, pois por mais que ele tenha tomado milhares de decisões erradas em diversos assuntos, eu vi que quando se tratava de Estela, ele agia muito por impulso e, às vezes influenciado, só fazia besteira. Eu não fiquei com ranço dele pois entendi que a visão que ele tinha sobre alguns assuntos era limitada, mais quando se deu conta que perdeu a única pessoa verdadeira em sua vida, ficou devastado e desnorteado, tanto que estava perdendo o tino dos seus negócios.

Ele sofreu muito para provar que a amava e que estava tentando ser um homem melhor. Foi muito dolorido o processo, mas a ciganinha realmente o salvou, ela era luz que o Barão precisava.

Eu amei o livro. Me senti conectada a história , odiei vários personagens, simpatizei com outros. É uma trama com muitas intrigas e reviravoltas. O final do Barão e sua ciganinha deixa o coração quentinho.

Leiam!
comentários(0)comente



Gy Lessa 13/03/2021

Que livro incrível!
Esse livro me tirou o ar, fiquei com tanta raiva do Augusto, ele era cruel, um homem amargo, que fazia tudo para ter o que queria sem nenhum remorso, e Estela ao mesmo tempo que me encantava também me deixava aflita por não ver tudo que estava acontecendo a sua volta, não consegui parar de ler, precisava saber se teria meu coração partido no final ou se ficaria feliz, e posso dizer que o final foi perfeito, ver o amor vencer, como perdoar pode trazer a paz necessária para seguir em frente é lindo de ler s2
comentários(0)comente



Luciana.Rodrigues 19/07/2020

Muito bom...Amei. A rendição do Augusto e sua luta pelo amor de Estela. Acho que a autora demorou um pouco para fazê-lo perceber seu amor.
comentários(0)comente



Mani 01/09/2020

Intenso
Um livro bem intenso, com uma história emocionante. Você tem ódio do Barão quase até o final do livro, quer que ele sofra, mas a autora conseguiu escrever de uma forma, que você quer sempre saber os próximos passos. História linda e intensa. Eu amei. Parabéns. E super recomendo a leitura.
comentários(0)comente



Andreza 25/04/2020

Esperava mais...
Augusto foi um personagem que não consegui me apegar. Infelizmente me senti desconfortavel com quase todas as suas atitudes. O final foi muito bonito, Lucca e Estela me fizeram conseguir ir até o fim.
comentários(0)comente



Bruna.Amaral 13/05/2020

Bom
Gostei, apesar de ter se tornando cansativo ao final.
comentários(0)comente



Ana Paula 25/05/2019

Um romance cheio de emoção e química
Já pelo prólogo eu fiquei extremamente curiosa para ver o que aconteceria depois daquela cena (excelente sacada da autora colocar uma cena bombástica logo no começo), e conforme ia conhecendo a história do casal fui me envolvendo com a narrativa e torcendo para que o Barão se arrependesse logo das suas ações.
Vi algumas pessoas dizendo que a mocinha era iludida e tals, mas convenhamos, quem consegue ser racional quando está apaixonado? A paixão cega, meus amigos!
Estela é uma mocinha cigana afastada de seu povo, pobre e ingênua e é por todos esses aspectos que torna-se um alvo fácil para o "mauzão" Barão do Café, Augusto Alencar.
Augusto é um homem amargurado, que cresceu vendo seu pai enlouquecendo de ódio e acabou tornando-se um homem que se acha acima do bem e do mal devido sua influência e riqueza, e perder não está em seus planos, por isso torna-se capaz de fazer qualquer coisa para alcançar seus objetivos.
Augusto resolve se aproveitar da ingenuidade da moça para conseguir se vingar do pai dela e obter a fazenda que ele tanto deseja, mas ele não contava que a apaixonada cigana iria se infiltrar por sua pele e entrar em seu coração.
Obviamente muita água rola debaixo dessa ponte até que o barão comece sua redenção. Confesso que como leitora, queria ter "vivenciado" a fase da mocinha que ocorre após a cena do prólogo. Ter visto como foi desenvolvido seu amadurecimento e isso me decepcionou um pouco.
Esse é um livro que nos faz ter raiva do mocinho, sofrer junto com a mocinha e torcer para que fiquem juntos.
A escrita é muito boa, a história é incrível e mesmo sendo um "vilão" no começo da história, eu gostei muito das mudanças ocorridas na vida e caráter do Augusto.
Recomendo a leitura e com certeza irei ler outros livros da Jas Silva.
comentários(0)comente



84 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6