One Percent of You

One Percent of You Michelle Gross




Resenhas - One Percent of You


14 encontrados | exibindo 1 a 14


mari 13/05/2019

Uma das minhas leituras favoritas desse ano!
Aqui temos a história de Hadley uma mãe de 21 anos, com uma menininha e gravida de outro bebê com um namorado desde a escola pai dos filhos e que não faz nada com nada e Elijah tatuador rude e solitário.

Com uns toques ja percebemos que esse Scott é um cara de merda pra ela. Preguiçoso, não para em um trabalho nem em um estudo. Vive dando desculpas.
Tudo mundo fala dele e ela continua porque ela é leal, acha uma falsa segurança por estar ha anos com ele e ele ser pai dos bebês e etc. Da pra vc até compreender ela se manter naquela situação. Até que uns dias dela trabalhando ela chega em casa descobre que ele ta traindo ela com a prima e ela expulsa ele de casa.

Hadley é maravilhosa. Ela é forte, é uma ótima mãe, ama seus filhos e eles vem sempre em primeiro lugar. Não depende de nada do Scott e sempre continuou estudando e trabalhando sempre correndo atrás. É mto fofo ainda mais o companheirismo que sua filha Lucy tem com ela, é lindo demais de se ver.

No começo vemos que ela quem leva a casa nas costas e também como cuida da Lucy enquanto Scott só fica jogando videogame e nesse ciclo de não parar em nada. Até que ela descobre e passa meses ela sendo a mãe solteira e trabalhando altas horas de noite, super cansada e se esquecendo muito dela mesma.

Nisso temos o Elijah: Lindo, tatuado, forte e todo aquele macho alfa maravilhoso que a gente ama. E quando ele conhece essa família? é muito fofo e engraçado de se ver. Elijah dono de duas lojas de tatuagens, se mudou pra onde morava por causa da mãe e de cara a gente sabe que ele ama ela e faz tudo que ela pede e ela vice versa. Como dizem: “um bom filho, um bom marido e um bom pai”. Ele é rude, turrão, não sente afeição por mais ninguém do que os pais e gosta de ser solitário.

No mercado ele tem uma discussão com Lucy, porque ele pega as batatas dele. SIM! ele discute com uma criança por isso kkkkkkkkkkkk de cara a gente vê que ele não gosta de tá perto de criança e tal, ele realmente acha elas chatas não curte. Quando ele vê a Hadley ele ja vem cheios de preconceitos, de arrogância nos pensamentos dele. O que não é exagero ja que quando veem mulheres novas com filhos e gravida e usando ajuda do governo logo taxam mil coisas. Com a criança e ele no embate ele tem um clima tenso com Hadley e os três saem dali desgostados um do outro e pra surpresa de todos?? eles são vizinhos.

Vai e vem, eles começam uma amizade aos poucos até a relação ir mudando. Não tem nada mais lindo do que você ver Elijah amando aquelas crianças e querendo que elas fossem dele. A gente vai vendo como ele vai aprendendo a gostar deles, a perder seu medo por criança e deixar de ser um cara que não gosta pro que ama. Pelo menos os seus hahahaha.

O livro ele não força nada, nenhuma situação então tudo é devagar. Vamos vendo as mudanças e ele se apaixonando, se entregando de alma pra família e vemos tudo que Hadley passa com a família do pai verdadeiro e o mesmo. Suas lutas, seus sonhos, o dinheiro apertado e só tendo aquilo pra por na mesa antes de se formar no curso e arranjar um emprego melhor. Desde o começo a gente ve Hadley motivada a se formar logo, ter seu “sonhado” emprego. Isso motiva ela como motiva nós mesmos a continuar lendo. Mas a autora coloca isso muito bem, sem muito chororô e muita luta o que faz a gnt torcer e ficar feliz por eles. Nada é exagerado ou extremo só as dificuldades e obstáculos.

O que faz o livro mais fofo também é a família da Hadley. Sempre estão com ela, cuidando e ajudando. Tanto seus pais como sua irmã que fazem aparições no livro e completa o arco de fofura pq não tem nada mais lindo do que a família te apoiar e estar com você pra qualquer coisa. Eles são bem juntos, como é a relação do Elijah com o sua mãe e padrasto.

No fim o livro foi tão maravilhoso. Amei a maneira que foi diferente, o Elijah realmente não gostava de criança então temos um livro com uma temática diferente. Eles não se gostando e estabelecendo uma amizade algo que acontece entre ele e menininha primeiro e vai passando pra mãe. Ele é um pai no final mas ele também é um amigo. Ele ta sempre tirando sarro e implicando foi muito engraçado e gostoso de ver. c

Ai leiam!!!! recomendo demais💖
comentários(0)comente



Juliana.Godoy 13/05/2019

explosão de fofura!!
leve e fofo.. muito fofo!
foi um livro tão gostoso de ler,principalmente porque tem crianças...
adoro livros com crianças,

super recomendo.,
Fe 13/05/2019minha estante
Mais um p minha lista hahah vc sabe se tem em português?




Katia 25/05/2019

Mãe Solteira. Bebês e Crianças. Mocinho Ogro. Tatuado. Piercing. Vizinhos. Amigos.
Tipo de livro que amo muito, quando o amor é construído no dia a dia. Quando tem família envolvida, e não fica só no relacionamento do casal. Aquele tipo de romance que parece vida real. Adoro!
A mocinha vivia um relacionamento de união estável com um sujeito preguiçoso, ela o amava, o idealizava, mas só ela que estava no relacionamento, ela trabalhava, estudava, tinham uma filhinha de 04 anos, que o marido ficava em casa jogando videogame enquanto ela trabalhava e suava a camisa.
Em que pese tentarem mostrar para ela a realidade, ela não enxergava, era fiel e leal ao sujeito acreditando que era só uma fase;
Até que uma traição faz com que todos os seus sonhos e idealizações em relação ao seu amor idealizado por lentes cor de rosa, vá para o ralo.
Ela é bem forte e corajosa, pois com determinação, grávida e com uma filhinha de 04 anos, ela não cede as tentativas de reaproximação do ex, e com a ajuda e apoio de sua família, ela segue em frente.
Conhece o mocinho num supermercado em que ele é muito grosso com sua filha, está no final da gravidez, cansada e esgotada, e o sujeito briga com uma menininha por causa de um pacote de batatas fritas. Hahaha.
Por ironia do destino, aquele sujeito grosso é seu novo vizinho.
E aos poucos, bem aos poucos mesmo, no dia a dia, Hadley e Elijah, com a ajuda da pequena filhinha dela se aproximam, se tornam muito amigos, se envolvem cada vez mais, o amor nascendo e se solidificando, fazendo mudanças signiticativas no coração de ambos.
Um livro muito fofo, e muito bonito! Amei!
comentários(0)comente



Fabi 20/07/2019

TÃO FOFO...
Não sou fã de livros que tenha pessoas tatuadas. Mas por acaso encontrei este livro no skoob e o interesse bateu. Ele lembra demais O ar que ele respira, pelo fato de o protagonista masculino ser um ogro e não gostar de crianças. A relação de Elijah com a garotinha Lucy é a coisa mais fofa que você verá. O romance foi deixado mais para a metade do livro. Aqui o foco é a história de um homem que nunca foi fã de crianças, mas que se verá apaixonado pelos filhos de
sua vizinha. Leiam, vale muito a pena!
P.S. : Espero que seja publicado no Brasil. ^^
lu 20/07/2019minha estante
Deu até vontade de ler! Kkkkkkkk


Fabi 20/07/2019minha estante
Ebaaaa!


Cris.Pimentel 20/07/2019minha estante
Quero ler!


Nadja 20/07/2019minha estante
Amei muito!!


Fabiana.Martino 20/07/2019minha estante
Eita...


Alice.Silva 21/07/2019minha estante
Poxa! Fiquei interessada, mas tenho tantos livros para ler e tão pouco tempo... Tive que largar um para ler os da Sarah Morgan.Talvez leia esse quando terminar Damas de Honra.


Bi 22/07/2019minha estante
Onde encontro para baixar?


Erica.Chilly 26/08/2019minha estante
Vc leu ele por onde? tem ele em epub? li O ar que ele respira e sou apaixonada por esse livro... então provavelmente irei gostar,...




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fe 15/05/2019

Um prato cheio pra aquela pessoa que ama clichês que envolvem crianças e vizinhos que se apaixonam, no caso eu sou essa pessoa e amei. Me senti contemplada com a fofurice dos personagens e terminei a história com um quentinho no coração
comentários(0)comente



Jacqueline 25/07/2019

Uau muito fofo!
Quase perfeito, amei a história...apenas tiraria algumas palavrinhas mais pesadas, contudo foram poucas, o que não atrapalhou o envolvimento com a leitura. Assunto muito real, Elijah é apaixonante e o começo uma piada, o cara não gosta de crianças...mas fica perdido depois. Lucy é a melhor!
Uma leitura que te prende!
comentários(0)comente



Larissa.Castro 18/05/2019

Sem forças para criticar esse livro.
Não rolou pra mim
comentários(0)comente



Sah 08/08/2019

Lindinho
Fofinho demais, mesmo o final sendo fechadinho e completo, dá vontade de ler muito mais desta história.
comentários(0)comente



Letícia G. 19/05/2019

Que história!
Você certamente vai se apaixonar pela história de Hadley e Elijah! Eu nunca pensei que poderia gostar tanto deste livro, mas a forma como o relacionamento deles foi desenvolvido e como tudo faz sentido foi muito bom.
O enredo é incrivelmente construído e eu amei como poderíamos seguir os passos de sua conexão, obrigada Lucy por isso. O vínculo deles é realmente forte e podemos definitivamente ver uma das duas lições de vida do livro, como buscar nossa felicidade e estar longe de pessoas que nos magoam.
Estou muito animada para ler mais sobre a autora e espero ler em breve!

site: https://www.goodreads.com/itsleticiagui
comentários(0)comente



Nadja 17/05/2019

Uma explosão de doçura e amor
Eu adorei cada cena desse livro. Não houve um único defeito, ele livro não era o que eu esperava; foi muito, muito mais! Fiquei agradavelmente surpreendida. Eu sabia que tinha tudo para me encantar , pois amo livros com crianças,contudo, eu não sabia que estaria perdendo meu coração hoje.

Hadley recentemente se tornou uma mãe solteira para dois lindos filhos. Seu futuro mudou radicalmente em um piscar de olhos, mas ela não o teria de outra maneira. Seus filhos são seu mundo e ela está fazendo tudo o que pode com a ajuda de sua família. Um encontro engraçado (hilário para nós, mas constrangedor para Hadley) colocou-a no caminho de Elijah. Ele causou uma primeira impressão terrível e continuou a fazê-lo com seu comportamento rude. Hadley pensou que ela não teria que ver esse homem grosseiro novamente, mas eis que, Elijah é seu novo vizinho do lado! Elijah não gosta de crianças, mas ele acha a filha de Hadley, Lucy, intrigante. Eles formam rapidamente um vínculo e, ao fazê-lo, ele se torna ainda mais próximo de Hadley. Elijah logo percebe tudo o que falta na sua vida e como ele se encaixa perfeitamente na pequena família de Hadley. Se apenas ele conseguir que ela o aceite e confie nele...

Eu amei o quão doce e atencioso Elijah era. Ele fez meu coração bater mais rápido. Ele é tudo que você poderia querer em um homem. Ele saiu do seu caminho, da sua zona de conforto para Hadley e seus filhos. Eu amei seu relacionamento com Lucy. Foi muito divertido e muito bonito. Elijah primeiro saiu como um estúpido grosseiro, mas ele mudou completamente quando Hadley e seus filhos entraram em sua vida. Eles se tornaram uma família sem nem mesmo perceber. Seus estilos de vida eram totalmente distintos porém pouco a pouco ele juntou seus mundos sem desculpas.Foi tão lindo ver o relacionamento deles , os laços que eles foram forjando, que fofura.

Eu sei que definitivamente vou ter bons sonhos depois de ler isso. Este livro me fez sentir como se estivesse nas nuvens, eu vivi tudo, foi algo intenso. Estou muito feliz e positivamente encantada.Ele terá um lugar de honra no meu coração sem nenhuma dúvida.
Parabéns a autora, por não ter me deixado fazer mais nada nas últimas horas além de ler essa beleza. Foi um livro que eu não pude parar de ler e que eu lamentei acabar. (Eu não queria de qualquer forma porque estava fascinada.)
Super recomendo e espero ler mais dessa autora.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Michele 10/06/2019

Clichezinho bom
Aquele clichezinho gostoso que dá vontade de quero mais, e quando a gente vê já acabou.

Gostei bastante do desenrolar do livro.
comentários(0)comente



Letícia 30/05/2019

Fofurísse!!
Meu Deus eu quero uma Elijah para mim, isso é um fato!!!
O livro é muito fofo e cheio de amor. Me apaixonei completamente por essa linda família!!
Leiam vocês não vão se arrepender.
Fabi 30/05/2019minha estante
Me interessei
Mas o livro é hot ou cheio d palavrão ?


Letícia 03/06/2019minha estante
O Elijah solta alguns palavões mas é repreendindo por causa da presença de uma criança, e as cenas de sexo só teve mesmo mais para o final, não é nada massante. Eu já ando sem saco para livros que só tem sexo.?


Fabi 03/06/2019minha estante
Obgd por me informar. Gosto tb d livro q tem crianças e tb ñ sou fã d livros q n tem história, só cenas d sexo. Mas se esse ñ é assim, vou dar uma chance.




14 encontrados | exibindo 1 a 14