A Última Colônia

A Última Colônia John Scalzi




Resenhas - A Última Colônia


100 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Vinícius Alves 10/05/2020

Depois de um tempo vivendo uma vida pacata após os acontecimentos de As brigadas fantasma, John Perry e Jane Sagan são convidados a lideraram uma nova colônia, com a presença de Zöe, a filha adotiva do casal que conhecemos no livro anterior, em A última colônia acompanhamos essa missão, a de liderarem a colônia de Roanoke.

Os acontecimentos do livro até à chegada nessa nova colônia são um pouco mais lentos, porém é compreensível pois se trata de uma introdução e apresentação de novos personagens. Mas o que surpreende é que é justamente nesse ponto da história que tudo se torna frenético é muito intenso.

A narrativa conta com guerras interplanetárias, mais e o mais interessante são as conspirações políticas, nesse ponto considero justo dizer que é até difícil discordar dos planos e justificativas de todos os lados envolvidos, cada um com sua própria visão frente à problemática apresentada.

Uma das coisas que mais gosto do Scalzi é que ele não apresenta algumas informações pra nada, sempre tem algo que não damos a devida importância, mas que lá na frente servirá como ponto de virada da história. Que inclusive, o que não falta nesse livro são viradas.
Até anotei uma das falas do protagonista porque foi como me senti em boa parte da história:
- Toda vez que penso que sei o que está acontecendo, de repente, vem outra camada de complicações.

As duas únicas coisas que me desagradaram um pouco foi em relação à falta de maior descrição dos personagens alienígenas, e também a forma que uma das batalhas fora resolvida, me pareceu um pouco facilitação narrativa. Contudo, as descrições dos eventos que sucedem esse fato são incríveis.

O que mais me impressionou é que apesar das tramas políticas e guerras, A última colônia é uma história sobre lealdade e esse é um dos motivos de ser tão fácil nos afeiçoarmos à John Perry, com certeza o personagem mais carismático dessa série.

Por fim, mesmo diante de tudo a maneira como Scalzi humanizou a situação (quem leu sabe) é de uma grandiosidade que chega a emocionar. No final eu só gostaria que não acabasse.
Vinícius Alves 10/05/2020minha estante
Sempre vejo os erros ortográficos após a publicação hahaha.




Thiago Araujo 16/03/2021

Até logo Perry...
Scalzi subiu novamente a qualidade nessa trilogia. A Última Colônia foi bem mais interessante que o livro anterior e trouxe de volta o brilho da série.

Personagens e enredo bem elaborados, mas com algumas piadinhas ?americanas? que não são lá tão boas, por isso não foi 5 estrelas.

Voltou a ser uma ficção científica mais leve e de leitura mais ágil, com boas pitadas de política e de sociologia.

Parece que preciso me despedir de Perry e Sagan, mas a Zoe pode continuar com esse legado. Vamos para a segunda trilogia, em inglês, por enquanto, mas tô viciado em Scalzi.
comentários(0)comente



Pri Paiva 31/01/2021

No espaço ou na Terra uma decisão pode mudar tudo.
#PraCegoVer #pratodosverem
CAPA predominantemente azul claro com letras pretas em caixa alta escrito "A Última Colonia" com uma nave espacial e um homem olhando para umas montanhas no horizonte.

O livro começa explicando as soluções finais do volume 2 e em seguida começa um corre corre sinistro.
John e Jane estão vivendo tranquilamente suas vidas ao lado de Zoe, mas percebem que nem tudo são flores.

Logo a União Colonial os incubiram de formar e iniciar uma nova colônia.
Aí o bicho começa a pegar!
Cheio de adrenalina e reviravoltas o livro prende do início ao fim.

É uma confusão total! Se no volume anteiror nós tínhamos a impressão de que a União Colonial era o lado certo da história (ou menos equivocado) aqui, começamos perceber que não é bem assim.

Minha nota é 10/10 para o final dessa série incrível escrita por John Scalzi

Leia e tire suas próprias conclusões.
Igor.Camilo 04/02/2021minha estante
Quero leeeeeeer




lukascione 28/06/2021

Não foi perfeito, mas favoritei.
Não consegui dar 5 estrelas unicamente porque os plots, por mais que incríveis e inesperados, foram muito além do que eu esperava para uma resolução normal dos conflitos do livro. Até certo ponto pareceram forçados apenas para dar um desfecho interessante, mas nada que me impedisse que seguir extremamente entretido com a história. Dito isto, o livro seguiu na mesma dose dos seus anteriores com boas doses de humor, sarcasmo, ironia, personagens marcantes e as loucuras de ficção científica que as vezes a gente nem entende bem mas acha legal.
Posso dizer também que o conflito político em A Última Colônia é algo que deve ser ressaltado, porque tornou essa história um pouco diferente das outras e interessante por si só. Você queria seguir lendo para saber como iriam resolver a mais recente crise intergaláctica criada por algum dos múltiplos lados da história.
Um desfecho muito bom, que inclusive fecha algumas sugestões que ficaram no ar nos outros livros, e inclusive fofo (para os personagens principais) para o último livro da trilogia original da série. Agora permaneço aqui, aguardando a Aleph lançar os outros livros do mesmo universo em edições tão magníficas quanto as desses três volumes.
comentários(0)comente



Gabriel.Chiquito 30/04/2021

Um desfecho maravilhoso
Uma coisa que eu amo nos livros da guerra do velho é que o autor retrata a humanidade como ela é, um verme parasita que só quer se espalhar e f**** o que alcançar. Mas apesar disso, ele consegue criar personagens humanos totalmente opostos a isso, então vc passa a história inteira odiando a humanidade e torcendo com todas as forças pra ela ganhar por esses personagens.

O fim da saga do John e da Jane me deixou muito triste, mas foi feita de forma fenomenal. O livro é uma caixinha de surpresa, toda hora o rumo das coisas muda, e os plots são geniais. Sem falar no final, que foi perfeito. Amei demais!!!!
comentários(0)comente



Ari Phanie 10/03/2021

O Adeus a John e Jane
Finalmente li A Última Colônia, que saiu lá em 2019, mais de um ano depois de eu ter lido os outros dois livros da saga. E só agora me forcei a continuar. Digo, me forcei não porque não goste da história, mas porque estou imensamente desanimada para ler fantasia e ficção científica no momento. E, com esse período tão vasto entre os dois primeiros livros e esse, eu não lembrava mais quase NADA do universo de John Scalzi. No entanto, a narrativa do autor é tão fluída que as lacunas não importam ou vão sendo preenchidas no decorrer da trama. Então, aí vão minhas impressões.

O terceiro livro começa com John e Jane, seguindo com sua aposentadoria tranquila das Forças Coloniais, acomodados numa colônia onde são os líderes, ao lado de sua filha adolescente (a qual tive que pesquisar porque não lembrava NADA da Zoe) e seus bichinhos de estimação. Tudo bem, tudo tranquilo, quase comercial de margarida. Mas eis que a UC tem mais um servicinho maneiro pro John e pra Jane, que é administrar outra colônia num planeta desconhecido. Mesmo sem estarem muito a fim, os dois aceitam o desafio e vão para Roanoke. A merda já começa a ser jogada no ventilador assim que percebem que estão no planeta errado. Muitas perguntas são levantadas, mas poucas são respondidas (no início). O clima de suspense, confusão e tensão deixa o livro muito excitante. E esse clima persiste por um tempo. E mesmo quando as respostas surgem, surgem também grandes problemas, e a trama fica ainda mais interessante quando Scalzi expande seu mundo de forma bastante satisfatória.

Ao contrário de A Guerra do Velho e As Brigadas Fantasma, esse não é um livro voltado para as guerras e ação de conquista da UC, a trama foca na política e nas intrigas, e tem umas reviravoltas muito bacanas. Eu adorei os dois primeiros livros, mesmo que não me importe muito com ação, mas esse com os jogos de poder e política me ganhou. Eu também gostei muito dos personagens, todos bastante característicos.

Aqui se encerra a participação de John e Jane, e com classe. Os próximos livros focam em outros personagens. E estou feliz que eu tenha me empenhado pra terminar a parte dos dois no mundo do Scalzi porque eu achei bem melhor do que eu tinha imaginado que seria, dado minha falta de interesse. E, provavelmente, foi por isso que gostei tanto. Ainda não sei se vou continuar a saga, mas eu curto muito a forma despretensiosa com a qual o autor escreve, e seu humor sarcástico. Ele faz de seus livros uma viagem divertidíssima. As únicas coisas que eu tenho a reclamar dele é sua falta de detalhes de cenário (eu teria adorado mais minúcia ao ler sobre Roanoke), e como ele corta as cenas de ação para mostrar como foi planejado uma reviravolta. Mas nada disso impede o livro de ser uma ótima conclusão para personagens tão queridos. Espero que Zoe e os outros que vem por aí nas próximas aventuras sejam tão bons quanto esse casal.
Ander 11/03/2021minha estante
Gostei da resenha, mas n consigo ficar com vontade de voltar para esse mundo rs


Ari Phanie 11/03/2021minha estante
Ah, tudo bem. Tem que focar em livros q vc qr ler. Esse eu me obriguei a ler só pra finalizar, mas normalmente n faço isso, não.


Ander 11/03/2021minha estante
Mas você não vai ler os outros 3?


Ander 11/03/2021minha estante
Mas você não vai ler os outros 3?


Ari Phanie 11/03/2021minha estante
Ainda não decidi. Mas provavelmente, não.




Elaine | @naneverso 22/09/2020

Melhor que As brigadas fantasma
... mas ainda não chega aos pés de Guerra do velho. Uma boa leitura e fecha bem a história de John Perry. Resenha completa em @naneandherbooks no Instagram.
comentários(0)comente



Diogo 18/05/2020

Muito bom
Final muito bom para essa trilogia, mas o primeiro ainda é meu preferido.
comentários(0)comente



Cassiano 21/08/2020

QUE FINAL.
Enfim a trilogia de Guerra do Velho chega ao fim. E que fim.
Esse livro é o mais político dos três (mas com umas partes de ação de tirar o fôlego), e ainda assim, a escrita do John Scalzi continua estupenda de boa, você lê que nem sente.
E esse final do John e da Jane... Adorei.
comentários(0)comente



Mateus 05/03/2020

Mais um livro maravilhoso do Scalzi.
comentários(0)comente



Vitor Reinaque 17/04/2021

Bom, mas nem tanto
É o mais fraco da saga até agora, mas ainda assim um ótimo livro. Dinamismo e batalhas narradas de um modo que a sensação de urgência é transmitida com intensidade, além do ótimo senso de humor de Skalzi. Só preferiria que tivessem menos trechos "jogados para plateia", ficam um pouco exagerados e tiram um pouco a verossimilhança da história.
comentários(0)comente



Deco 26/11/2020

Excelente Leitura
Encerrando com chave de ouro a saga "GUERRA DO VELHO". John Scalzi conseguiu manter um excelente ritmo narrativo que me prendeu do início do primeiro livro até o excelente final desta saga.

VALE A LEITURA!
comentários(0)comente



Zimmerer 12/05/2021

Final maravilhoso!
John Perry voltou neste último volume pra nos fazer dar muita risada e roer as unhas.
Scalzi é um gênio do humor e a forma como elabora as tramas e reviravoltas no livro é muito bom! O único detalhe q pra mim faltou é, talvez, algo mais pessoal, já que queria ver mais do que estava rolando nos grandes exércitos e as coisas mais sinistras, por estarmos presos ao Perry vemos apenas oq ele vê, e no caso desse livro, é um ponto pequeno, mas principal, em uma bagunça envolvendo vários universos.
Foi incrível, foi muito divertido... Que leitura!
comentários(0)comente



Gabriel 27/06/2021

A continuação que a gente esperava.
Sagan e Perry voltam como protagonistas, dessa vez juntos, em outra ficção do universo de Guerra do Velho escrito por John Scalzi.
Uma história muito bem escrita e uma trama que te prende até o final. Me confundi em alguns momentos mas a culpa é minha por me perder quando há muitos personagens envolvidos, rs. Segue o padrão de qualidade dos livros anteriores, uma narrativa gostosa de ler e que flui muito bem, é possível notar o amadurecimento da escrita em comparação aos livros anteriores, continua sendo Scalzi, mas melhor. Ansioso pela continuação.
comentários(0)comente



100 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR