Amante Revelado

Amante Revelado J. R. Ward




Resenhas - Amante Revelado


137 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
Cristine 22/02/2011minha estante
eu dei um desconto para a Marissa pela forma que ela foi criada, e acho a história do dois muito fofa, a forma como ele se apaixona por ela na primeira vez em que a ve. agora o livro do V. é...só lendo


Suelen Mattos 25/03/2011minha estante
foi lindo isso que vc disse:

"Só da Marissa que eu não tive dó. Passei parte do livro achando ela fraca, outra parte torcendo pelas conquistas dela, e depois fiquei querendo acertar ela na cabeça por puxar o Butch tão para baixo. Ao mesmo tempo ela queria que ele fosse o macho fortão e o poodle de estimação. Assim não dá né Marissa!"

Trouxe lágrimas aos olhos, kkkkkkk
Eu me irritei e muito com a Marissa nesse livro. Pra mim, o Butch merecia algo melhor, hehe.

Ótima resenha, como sempre né?!


Andy 15/02/2015minha estante
Vou discordar de algumas pessoinhas aí em baixo...
Desde o primeiro livro amante sombrio o que me fez seguir em frente na chatice do rei cego com os mimimi dele com a Beth e a sacanagem que fez durante seculos com a sua angita "esposa" Foi a Marissa e o Butch. Yes. Adoro a forma como Marissa se comporta. Linda, educada, controlada. E se ela fica com essas"neuras" desculpa gente, mas nós mulheres somos inseguras e temos esses momentos. Ninguém aqui é igual a Beth, forte o tempo todo. E a verdade que odeio traição, então o fato do Wrath ter se deitado com a Beth antes de terminar com a Marissa e ter feito ela de idiota esses anos todo me fez ter muito ódio pelo rei e a rainha e a verdade que gostaria desse rei morto pelo Havers.
Mas nada é perfeito.
Concordo em parte que é estranho ela com um humano, acho q uma mulher de classe como ela deveria ter tido um companheiro mais importante que o Wrath. Ela manteve seu auto controle, e não atacou Beth e nem foi baixa para desejar mal ao Wrath, e vocês mulheres não venham atirar pedra nela pq se alguma de vcs na vida real fossem traída dessa forma nunca JAMAIS vocês se comportariam dessa forma. Mulher é vingativa e insuportável e em vez de culpar o companheiro culpam a outra mulher...
Então o livro que mais fiquei na expectativa para ler foi amante revelado, só pq amei Marissa desde o primeiro momento. E acho que tem mais classe entre todas as personagens.


Heva 17/03/2017minha estante
Oq amo muito na autora é q ela n foca nem um pouco só no casal. Amo Butch de paixão mais eu só consegui vê o romance todo nesse livro foi com V msm. Talvez eu seja uma pessoa duvidosa pra falar porq já comecei a série sabendo da química dos dois, n vou mentir q Marissa me surpreendeu muito, porém ela ainda continua muito sem sal pra Butch, sem sal pra série em si. Tirando todo o foco do romance eu simplismente amei o livro, toda a historia de Butch é MARAVILHOSA.




Tonks71 20/01/2011

http://www.romancesinpink.com.br/
Estou viciada, tenho que admitir. Não é normal ler um livro de quase 500 páginas em apenas um dia e o pior, ficar ensandecida ao ler a prévia do próximo. Sinceramente, não sei como vou conseguir esperar a publicação de Amante Liberto. Estou preocupada com meu estado mental e tentando descobrir o porquê disso.

J.R. Ward criou um universo onde vampiros são uma raça com tradições próprias, vivem à margem dos humanos que desconhecem sua existência e travam uma batalha pela sobrevivência contra os redutores, seres sem almas criados por uma versão hardcore do mal, Ômega. Como defesa, os vampiros possuem uma sociedade secreta, a Irmandade da Adaga Negra, composta por seis seres enormes que exalam testosterona por onde passam: Wrath, Rhage, Zsadist, Vishous, Tohrment e Phury.

Há algo de primitivo nesses guerreiros que vem de encontro com certas carências da mulher moderna. Os machos se vinculam as fêmeas e os relacionamentos que se desenvolvem a partir disso são recheados de cenas quentes, assim como de um alto grau de comprometimento com o parceiro, o que é raro no mundo real. Um conto de fadas romântico recheado de ação e sexo.

Em Amante Revelado, 496 páginas da Universo dos Livros, o personagem principal não é um vampiro, mas sim Butch O'Neal, o policial durão que vive com a Irmandade desde o primeiro livro, Amante Sombrio. Butch é atormentado por suas limitações humanas, por um passado traumático com a morte da irmã e por uma paixão mal resolvida por Marissa, vampira e ex-prometida de Wrath.

As coisas começam a mudar quando ele é raptado e torturado pelos redutores. Nesse ínterim, algo maligno se apossa de seu corpo, porém esse fato abre portas para resolver seu caso com Marissa e até mesmo essa sua condição de não se encaixar entre dois mundos.

Texto:

- Então, essa é minha história, Marissa. Sempre tive um pedaço faltando, por toda a minha vida. Sempre fui diferente das outras pessoas, não apenas em minha família, mas quando eu estava trabalhando aqui na polícia também. Eu nunca me encaixei... até conhecer a Irmandade. Conheci as pessoas de sua espécie e, droga, agora eu sei por quê. (...)


O livro mantém a excelência da série. Extremamente sensual e carregado de ação. Há algo de fascinante na lealdade entre os guerreiros da Irmandade e J.R. Ward toca levemente num ponto polêmico: o amor entre homens. Existe um elo forte entre Vishous e Butch, em certos momentos é possivel notar até uma certa tensão sexual regada por sentimentos confusos de dúvida e carência. Eu pessoalmente acredito que a autora esteja preparando terreno para um relacionamento homossexual com outros dois personagens no futuro.

Amante Revelado ganhou o RITA para melhor romance sobrenatural de 2008 e nem preciso dizer que é uma leitura obrigatória.
comentários(0)comente



Aline Mendes 20/05/2013

Ai ai o que posso dizer? suspira. Rhage do Amante Eterno é o meu preferido.Mas o Butch fez eu ficar SEM PALAVRAS.:)
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 17/08/2016

Resenha: Amante Revelado
Em Amante Revelado, o quarto volume da série A Irmandade da Adaga Negra, nós conhecemos mais de perto Butch, o policial humano que descobre a irmandade junto de Beth e acaba "sabendo demais" para poder ficar no mundo humano, e Marissa, a noiva rejeitada de Wrath, uma fêmea frágil e insegura, completamente imersa na glymera.

Conhecemos ambos em Amante Sombrio, onde um interesse de Butch pela vampira fica bastante óbvio. Mas, além do fato de Marissa estar prometida a Wrath, ela faz parte da glymera e ele é apenas um humano -- por tanto, visto como escória pela sociedade vampiresca mais hipócrita do mundo.

Se você chegou até aqui já sabe da extrema e irritante capacidade da glymera de julgar tudo e todos que não se encaixem em seus padrões. E agora, quem não se encaixa é Marissa. Uma fêmea de sangue nobre, rejeitada pelo rei da raça em favor de uma mestiça. Um escândalo!


"Inferno. Qualquer plano que tenha "e então nós rezamos" não é uma viagem para a Disney."

A vida como Marissa conhecia começa a ficar sufocante e ela acredita cegamente que tem algum problema para que Wrath não a tenha aceitado e para que todos os outros homens fiquem longe dela. Até Butch. Ela passa por um processo que a leva ao fundo do poço antes que possa desprender-se dos conceitos que sempre tomou por verdade absoluta e reerguer-se como alguém forte e independente.

Em meio ao romance conturbado que começa a florescer, nós também acompanhamos o desenrolar de uma profecia antiga sobre o guerreiro que surgiria para acabar de vez com os redutores, Destroyer, e também podemos sentir um gostinho de triângulo amoroso entre Vishous/Butch/Marissa -- embora eu confesso, Vutch pra mim sempre foi e sempre será, brotp.

Acompanhamos, também, o crescimento pessoal de Marissa de uma mulher frágil, assustada, insegura e desamparada, para uma mulher que decide tomar as rédeas da vida, enfrentar a glymera e começar um projeto voltado para atender as necessidades dos civis de sua sociedade.

"A escuridão nunca vai me levar. Porque eu tenho você. Luz da minha vida."

Amante Revelado foi um teste para a minha paciência. Vou ser sincera, eu estava no maior frenesi com a Irmandade e esse livro meio que quebrou o clima. Enquanto eu lia os livros em dois dias, no máximo, eu levei quase uma semana para ler Amante Revelado -- e só fui até o fim porque tinha muito do Vishous e o próximo livro era dele e eu não queria perder nada.

Depois que você para para pensar, a transformação da Marissa de uma pessoa frágil que não sabe viver sozinha no mundo para uma mulher forte e determinada a fazer algo para que ninguém nunca mais se encontre na mesma posição que ela é muito boa! Mas eu precisei de um tempo para digerir isso, porque a imagem dela fragilizada e sem noção era muito forte na minha mente.

Nunca fui muito fã da Marissa porque ela era muito "vítima", não salvaria a própria vida nem se estivesse pegando fogo, era tão submissa que irritava. Mas quando ela começa a se desenvolver, é bom. Aliás, eu adoro a cena dela tendo um ataque de pânico e as inseguranças que ela revela na cena. Sem contar quando ela bota fogo nas roupas, amo/sou Marissa nesse momento.

Já o Butch... meh. Eu nunca gostei dele, não sei porque. A gente simplesmente não bateu. De todos os irmãos e agregados, o Butch é o que eu não gosto. E note que não é o "que eu menos gosto", não. Eu desgosto do Butch, por mim ele podia passar batido e acho triste que ele seja um dos personagens de destaque em Legacy - Beijo de Sangue, porque eu queria ler, mas não queria ter que aguentar ele de novo.

Eu adoro a virada que a guerra com os redutores dá nesse livro, no entanto. Com a profecia do Destroyer e como o Vishous se encaixa nisso. E eu REALMENTE amo o V. nesse livro e o relacionamento dele e do Butch. Eu amo as piadinhas, amo como o V é bi e o Butch, policial cristão e turrão, nem liga pra isso. Amo como eles dividem o Buraco e como a amizade é forte. E eu amo tudo que envolva o Vishous, note bem.

Amante Revelado só não é o último livro da minha lista de "desgraças da Ward" porque essa mulher tá sabendo estragar muito bem os últimos livros lançados da irmandade, mas definitivamente é um livro que eu não releio, e olha que eu adoro reler minhas passagens preferidas de IAN.

"Eu vou salvar até você ficar bem, que tal? Eu vou mantê-lo seguro."

Se você já leu até o terceiro livro da série, não desanime! Leia o quarto na base da boa vontade pra poder se jogar no quinto. Eu prometo que se você não gostar do livro do V., não precisamos mais ser amigas.
comentários(0)comente



Dih 30/01/2013


Criei tanta expectativa com Marissa e Buthy no 1º livro que quando ele terminou fiquei frustrada por causa deles dois. Fui por 2 º e 3º e nada de final feliz pra marissa nem buthy. Mas aí no quarto adivinha? Um livro inteirinho só pra eles *u* ... Precisa nem falar que eu amei né .

Bem, muitos acharam que Marissa foi muito sem sal na história, acho que por não ter todo o fogo das mocinhas anteriores ( Beth, Mary e Bela), mas eu não achei ela sem graça, só tímida a princípio. E também era o jeito dela por achar que tinha algum defeito, pelo fato de ter alimentado Wrhat por tantos anos e ele não a querer como sua companheira.

Eu amei a inocência dela que pra muitos foi tosca, achei bem fofo rs. Imagina, ela toda ingênua, delicada com um Buth da vida ... bela combinação.

Outra coisa que eu amei? Bem, a ligação que Buthy tem com o V., a amizade dos dois que apesar de linda tem um significado (a sombra e a luz). E sinceramente se a história deles fosse além da amizade eu os adoraria do mesmo jeito, dariam um lindo casal AOAKpaKAOKA .

E a ira de Wrhat quando Beth teve que alimentar Buth em sua transição, nooossa senhora, mas o melhor foi depois que a alimentação terminou que Wrhat mordeu Beth possessivamente depois a levou para um outro quarto nem preciso falar o que eles foram fazer né kk.
Marissa tentou fazer com que Buthy mudasse de ideia em relação de ser guerreiro, lutar junto com os irmãos, mas depois de receber alguns conselhos aceitou o fato de que esse era o destino do seu marido.

Amei o livro, mas me falem, tem como não gostar dos livros da série Irmandade da Adaga Negra?! Então eu super recomendo, vão na fé que vocês vão adorar, ou melhor, vão amar *u* !



Andy 15/02/2015minha estante
Adorei tudo o que a Diih falou... tirando a parte de casal gay...
Definitivamente não. Sorry.




Erika Oliveira 10/06/2013

Muito bom! O livro é repleto de cenas excitantes e muito Hot, impossível não se apaixonar.

comentários(0)comente



Bianca Soares 30/07/2013

A capa é linda!É incrivelmente belo o jeito que o Butch se preocupar com a Marissa.

FRASE INESQUECIVEL:

"Sou patético quando se trata de você, Marissa. Sim, completamente fod... hã... realmente patético quando se trata de você."

página 121
comentários(0)comente



Jules 08/07/2011

"Amante Revelado" - J.R.Ward [http://up-brasil.com/]
J. R. Ward é conhecida por em cada livro da série A Irmandade da Adaga Negra dar foco em um personagem, mas, uma qualidade da autora é que ela trabalha em paralelo com outros personagens nos dado uma visão geral de toda a estória. “Amante Revelado” tem foco no ex-policial Butch O’Neal – e assim como o título, vocês podem imaginar o que acontece com o tira, certo?

Butch era um personagem secundário – muito querido por sinal – que teve uma grande reviravolta, passando de personagem secundário para alguém essencial na Irmandade. O até então humano, não passava disso – um simples humano que teve uma vida difícil, sendo rejeitado pela família e se autodestruindo com bebidas e drogas. Butch foi sequestrado e teve um encontro assombroso com Ômega, que colocou uma parte de si mesmo dentro do corpo do tira. A partir disso, Butch desenvolve uma capacidade de drenar redutores, deixando os Irmãos – principalmente Vishous – preocupado e a procura de respostas para este fenômeno.

Eu diria que o livro é sobre a relação de Butch e Vishous. Marissa – nesse caso – ficou em segundo plano. A amizade entre ambos é pura, bonita e forte. É tão forte que beira o desejo carnal de ambos, elemento este que ficou um pouco estranho e que bota a sexualidade de ambos em dúvida – mas que pode ser compreendida ao longo da leitura. Nota-se que não haveria nada que um não fizesse pelo outro. Eles se amam, é um fato. Foi curioso ver quanto sentimento rola na amizade desses dois personagens, eu quase me vi torcendo para que Butch terminasse com Vishous e não com Marissa.

De todos os livros da série que antecederam este, infelizmente devo dizer que “Amante Revelado” foi o mais fraco de enredo até agora – o que não significa que ele seja ruim, não mesmo. Apesar de toda a transformação de Butch para um guerreiro da Irmandade e de ser uma poderosa ferramenta na guerra contra os redutores, achei que a autora falhou em criar um vínculo deste personagem com Wrath, o Rei. Ela simplesmente jogou essa revelação e achei a explicação bem meia-boca. Outra coisa que senti falta de maiores detalhes foi a questão da profecia da Sociedade Redutora, confesso que achei um pouco confuso, Ômega sabia quem era a pessoa da profecia? E como ele, tendo colocado um pouco de si mesmo dentro do corpo de Butch não sentiu que o tira estava vivo? O personagem John também aparece bastante e sua transição esta mais próxima, me pergunto por que Wrath determinou que John deve passear com Zsadist todo dia. Qual seria o proposito disso? Esses são alguns dos pontos que tenho dúvidas.

Vishous teve bastante destaque neste volume da série, onde foi ressaltado o fato de suas visões terem parado e mostrado que por mais que ele seja o mais inteligente e um verdadeiro “machão”, ele possui fraquezas, o que já nos dá um gancho para o “Amante Liberto”. Outros personagens que tiveram mais aparições foi o Rehvenge e a Xhex, os vampiros de raça impura, que com certeza prometem grandes cenas nos próximos volumes – e a própria Virgem Escriba, está mais presente e participativa neste volume.

Marissa, até então vista como uma intrusa nos outros livros – e até bastante critica neste – , se mostrou uma personagem bastante solitária e até inocente. Seus problemas são extremamente humanos. Mas, ao final, ela se mostra uma fêmea forte e determinada, aparentemente, depois de anos de submissão, a vampira aristocrata pega as rédeas de sua vida e começa a viver por ela mesma. O romance com Butch não é tão intenso como os outros livros da série, mas rende muitas cenas bacanas.

Butch O’Neal é carismático, durão e engraçado, não é atoa que ele é um personagem querido na série. Seus diálogos quase sempre rendem risadas.

Um comentário adicional a esta resenha – que não posso deixar de forma alguma de comentar – é que adorei a passagem em que Zsadist aparece com Bela, a autora não deixou que a intensidade do romance e estória do livro anterior – “Amante Desperto” – fosse esquecido e nos presenteou com uma cena extremamente romântica do casal.
comentários(0)comente



Paula Juliana 17/10/2013

Amante Revelado - A Irmandade da Adaga Negra
'' Haverá alguém que será o fim do mestre.
Um guerreiro da era moderna encontrado no sétimo do vígessimo primeiro,
E será reconhecido pelos números que carrega,
Percebe um a mais do que a Bússola indica,
Embora só consiga apontar quatro pontos com a Direita,
Três vidas tem,
Dois sinais na frente,
E com um único olho negro, em uma fonte nascerá e morrerá.'' Pg 438.

No quarto volume da Saga Irmandade da Adaga Negra, com o romance Amante Revelado, temos como protagonista o Humano adotado pela Irmandade, O tira, detetive de policia Brian O Neal ou para os íntimos Butch.

É Revelado o tolido e conturbado romance entre Butch e Marisa uma vampira da Clase alta. Ela ganha indepedencia e sai dos cuidados de seu irmão para começar a viver a sua vida. Apesar de Marisa ser a mocinha dessa história, quem ganha a cena e a estranha amizade de Butch e Vishous. V. aparece muito desse volume e já entramos em uma longa preparação para o livro seguinte ao qual é protagonista.
Butch começa a história humano e termina... Bom não posso contar!
Mas para mim já era esperado principalmente após o tira ser capturado e torturado pelo Redutores e ter tido um encontro um tanto íntimo com Omega.

A Virgem estriba faz varias participações nesse livro. Mas calma!! Incrivelmente e surpreendentemente ela aparece exclusivamente para ajudar e nada de ruim acontece por causa da Deusa.

Amante Revelado é um bom livro, segue o ritmo dos outros da saga, faz com que os leitores se envolvam cada vez mais com os irmãos e com os personagens que serão ótimos protagonistas futuramente, como o jovem John, desdo segundo livro estamos conhecendo e acompanhado os passos de John até sua transformação e assim é um dos volumes que esta me deixando mais ansiosa.
Amo a Irmandade!! Sei que vocês também, então até o próximo romance!!!

'' - Que a estrada seja boa. Que o vento esteja sempre a seu favor. Que o sol esquente seu rosto e a chuva molhe seus campos. E... meu querido amigo... Eté que nos encontramos de novo, espero que o senhor o proteja.
Com um salto V jogou-se de costas no ar.'' Pg 427.

site: http://overdoselite.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



CooltureNews 30/12/2011

Publicada no www.CooltureNews.com.br
Por: Junior Nascimento

Se você acompanha esse site e lê minhas resenhas sabe que tenho um pé atrás em relação aos livros fantásticos com tema de vampiros, porém isso nunca me impediu de ler tais livros e realmente gostar de alguns, porém não estava preparado para me tornar fã de uma série. Apesar de já demonstrar alguns sintomas, só ao terminar de ler Amante Revelado me descobri como fã da série, afinal não estou conseguindo me controlar e acho que vou ler o próximo livro imediatamente.

Apesar de ser fã, procuro não saber sobre qual o Irmão que terá o foco nos livros, prefiro aguardar e descobrir no decorrer da leitura. No primeiro livro, pelo menos no inicio do mesmo, não senti nenhuma simpatia por Butch, imaginava que ele seria o anti-herói e que estava fadado a morrer no final do mesmo, a minha grande surpresa foi que nada disso aconteceu e o mesmo acabou se tornando um personagem recorrente e interessante nos próximos livros, até que agora ele teve o foco todo voltado para sí em Amante Revelado.

Depois de um livro, que ao meu ponto de vista continua sendo o melhor (Amante Desperto) a leitura desde se arrastou um pouco no início, nada mais natural, afinal depois de um ápice é complicado manter o nível ou até superar. Amante Revelado não possuí toda a carga emocional do seu antecessor, porém não deixa em nada a desejar. Novamente a autora soube como conduzir a trama com maestria, sempre revelando um pouco mais sobre esse universo fantástico.

Todo o drama que Butch vive é extremamente interessante, um cara que não conseguiu realizar muitas coisas em sua vida, abandonado por sua família, vivendo às custas da Irmandade, porém que sonha em fazer a diferença e quem diria que uma maldição poderia fazer com que seus sonhos se tornassem realidade? Realmente fiquei feliz com o caminho tomado pelo personagem, mas confesso que fiquei com um pouco de medo com uma revelação no final do livro, espero que não seja nada demais.

Como eu sempre tenho que falar das Shellan, ao contrário das anteriores, Marissa não me convenceu no início, até entendo tudo o que ela teve que passar, mas como sempre digo, gosto de personagens fortes. Por sorte ela acabou se tornando uma, justamente quando foi abandonada por suas família, a partir desse momento ela subiu no meu critério. Outro fator que gostei neste livro foi o fato das demais Shellan aparecer mais, principalmente a Rainha, realmente ela é aquela que mais chama a atenção, me deu vontade de ler o primeiro volume novamente.

Acredito que um dos motivos de ter me tornado fã desta série é a simplicidade com que a autora escreve, em determinados momentos, quando ocorre algum tipo de explicação sobre o universo criado por ela, a primeira coisa que vem a minha cabeça é “por que não pensei nisso?”. A Irmandade da Adaga Negra é um composta por livros que você simplesmente devora, e estou começando a ficar preocupado, afinal estou quase chegando ao final (de livros publicados) e a ansiedade de esperar novos livros será cruel.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ellen 29/09/2010

Quando penso q a minha busca ia acabar, eu choro...

Sabe...
Eu estava, ou melhor, estou em uma busca de encontrar um livro dessa série q eu não chore...
Ai eu tava lendo esse livro e de todos é o q eu menos gostei, ate agora...
Ai ele começa a falar sobre a família dele e tal, a família q eu achava q ele não tinha, já q ela não é mencionada durante os livros anteriores.
E ai eu começo a chorar...

Nossa a J.R.Ward tem q me fazer chorar em seus livros???
Precisa mesmo??

Bem, enfim...
O livro é legal, mas é tedioso...
Leva 5 estrelinhas pq os outros levaram e eu sou perfeccionista...

Bibi 13/12/2010minha estante
snif! Que inveja rosa de vcs que já leram! rsrsrs




Adriana 09/03/2011

Nem sei por onde começar a descrever como AMO essa série! É tão perfeita, me causa sensações tão boas. Tu que posso dizer é que todos deveriam lê-la! Esse volume não foi tão bom para algumas pessoas, mas eu sempre torci por Marissa e Butch, e não esperava o final maravilhoso que a autora criou para os dois, terei de ser redundante e dizer que ameei!!! A capa está maravilhosa como sempre e eu mal posso esperar por Amante Liberto. Esses guerreiros são tudo de bom!
Rose 11/07/2011minha estante
Minha série favorita, não vejo a hora de comprar o sexto... e se gostasse desta série vale a pena ler a série dos "Senhores do mundo subterrâneo", que começa com o livro "A noite mais sombria", o enredo é muito parecido, dá uma olhada!


Adriana 11/07/2011minha estante
Eu amo esta série e também senhores do mundo subterrâneo, são mesmo bem parecidas. Outra série que tem a mesma temática é Midnight Breed, da Lara Adrian. Os dois primeiros volumes já foram lançados aqui no Brasil. Eu também estou louca por Amante Consagrado!!!




Camila 02/07/2013

Desde o início da saga vemos como Butch O’Neal , o tira durão e hilário que acaba se unindo a Irmandade por falta de escolha, ser empurrado com a barriga pela J. R. Ward como um personagem secundário. No entanto, em Amante Revelado nós começamos a entender qual é o verdadeiro papel de Butch nessa história e o porquê do destino ter ligado um tira aos guerreiros da Adaga Negra.

Butch O’Neal sempre foi considerado um amigo do Irmandade e quase um guerreiro, se não fosse pela sua deficiência: ser humano. Como Butch não possui uma super força, um olfato infalível ou uma visão espetacular sempre assistimos o tira ser colocado de escanteio toda vez que a Irmandade parte para o ataque, agindo como motorista, investigador ou socorrista dos Irmãos.

Mas em uma bela noite, enquanto saia do ZeroSum, Butch acaba se metendo em uma briga com os redutores que estavam tentando capturar um civil. Ele até salva o civil, mas a que preço? Enquanto os redutores tinham o tira em sua sala interrogatória, ou melhor, sala da tortura, algo aconteceu lá dentro. Algo sinistro e cruel. Quando os irmãos conseguem finalmente encontrar o humano, ele não somente está em estado deplorável, como também está infectado pelo próprio Ômega.

Enquanto Vishous se empenha em encontrar uma cura para o que quer que os redutores tenham feito com seu amigo humano, o Redutor Principal tem um novo objetivo pela frente: completar um estranha profecia que fala sobre o fim de Ômega.

Paralelo a toda essa guerra e investigação, vemos o desenrolar do romance entre Butch e Marissa, o casal que desde o primeiro livro está lutando para ficar junto, mas que até então não conseguiram. A jovem aristocrata virgem e bela por quem Butch é loucamente apaixonado, agora está morando na Irmandade, a uma distância de apenas metros do quarto de Butch, e todos nós já sabemos onde isso vai dar.

Quando li resenhas sobre este livro encontrei algumas que afirmavam que este era o mais fraco da série até agora. Não sei porque as pessoas que disseram isso tiveram essa impressão, acho que talvez porque o foco de Amante Revelado seja um humano e não outro guerreiro vampiro, mas ainda assim eu discordo. Achei o livro tão bom e viciante quanto os outros. Não conseguia para de ficar pensando e imaginando o final da história mesmo quando estava fazendo outra coisa e não lendo.

J. R. Ward segue sua narrativa da mesma forma como foi nos outros livro: fácil, rítmica, sexy, viciante e com uma dose generosa de erotismo e ação. Vemos em Amante Revelado como Butch foi evoluindo de um simples tira alienado para um fiel amigo da Irmandade e, finalmente, entendemos onde é que Ward queria chegar quando envolveu esse humano na história e qual é o papel fundamental de Butch. Com certeza vale a pena continuar acompanhando a série.

"Butch O’Neal, pensou ele, você encontrou a sua mulher. (Página 136)"

"(...) O Destruidor chegou e você é ele. Agora começa a nova era na guerra. (Página 433)"

site: http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2013/07/irmandade-da-adaga-negra-4-amante.html
Cathi 04/07/2013minha estante
Muito boa a resenha. Gostei.




Swellen 11/12/2015

"Butch olhou dentro dos olhos azuis de sua shellan e disse:
- A escuridão nunca vai tomar conta de mim... Porque eu tenho você. Luz da minha vida, Marissa. É o que você é."
Amante Revelado - J. R. Ward
comentários(0)comente



137 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |