Torto arado

Torto arado Itamar Vieira Junior




Resenhas - Torto arado


3350 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Pâmela 19/05/2022

"Sobre a terra há de viver sempre o mais forte."
Lendo esta história tive o mesmo sentimento de quando assistia O auto da compadecida. Aquela coisa de proximidade com uma situação que sei sobre mas não sei como é. Uma história simples, que a conexão com os personagens se torna fácil e te faz querer fazer parte da família.

O livro traz um drama, dividido por duas irmãs, que por mais que anos, amores e a distância passem, a união não se abala. Um vínculo familiar que vem de antes de todo o conhecimento e vai se enraizando de pai pra filho, com crenças, rituais e forma de viver, e quem lê entende todas essas questões, alegrias na simplicidade e dificuldades. Uma leitura fluida e que no fim, depois de todos os acontecimentos, me deu uma sensação de paz.

Enfim, leiam. Não vou me alongar no relato porque o livro é curto e consegue entregar tudo de maneira simples, sem grandes plots e com uma poesia única. Leitura recomendada e necessária. Aproveitem.
comentários(0)comente



Lala 19/05/2022

maravilhoso
esse livro é incrível, a história sobre as duas irmãs te prende muito, elas são extremamente corajosas eu amei demais essa livro
Soph 19/05/2022minha estante
Aiii amo




Gi 18/05/2022

Esse livro é realmente tudo o que dizem
Bibiana e Belonísia são irmãs descendentes de escravos que moram em uma fazenda no interior da Bahia chamada Água Negra. Lá elas, assim como todos os moradores, trabalham sem ganhar salário e só comem o que plantam e pescam. Elas moram com os pais, dois irmãos mais novos e a avó Donana.
Na infância elas sofrem um acidente doméstico que liga as suas vidas até a adolescência, quando a chegada de um primo à fazenda modifica o comportamento das irmãs que eram tão unidas.
Após esse acontecimento, Bibiana passa a comungar da opinião do primo sobre a exploração a qual todos os moradores de Água Negra sofrem nas mãos dos senhores mesmo após a abolição e como o estudo poderia modificar o futuro de suas famílias, enquanto que Belonísia, assim como o pai, tem a destreza com a terra e vive conformada com o seu trabalho na plantação e a vida que leva na fazenda.
comentários(0)comente



Amanda.Taeli 18/05/2022

Leiam, leiam e leiam
Simplesmente perfeito, uma verdadeira aula. Carregado pela história dolorida de um Brasil que muitos se negam a ver. Personagens incríveis, mulheres sofridas, fortes e resistentes. Um clássico nascendo. Além do mais, é muito tranquilo e gostoso de ler, espero que seja cada vez mais visto, que apareça na academia, nos vestibulares, nas aulas de história e literatura, no cotidiano de todas as gerações de leitores. Impossível não mergulhar de cabeça nessa leitura. Me sentia tão orgulhosa lendo e até me arrisco a dizer que me trouxe o mesmo sentimento que tive lendo Capitães de areia, do Jorge Amado: afeto, inquietação, ódio, êxtase. Viva Itamar Vieira Júnior, viva o sertão, viva Bibiana e Belonísia, viva a literatura nacional!
Mimi Macêdo 18/05/2022minha estante
Já li. ?




Rildery 18/05/2022

Uma obra prima!
Estava adiando a leitura desse livro pois nunca encontrava pra comprar com um preço camarada. No entanto, resolvi comprar mesmo assim pois já não aguentava ver todo mundo comentando. Não me arrependo nem um pouco de ter comprado pois acabou sendo uma das melhores leituras da minha vida!
A história das irmãs Bibiana e Belonísia te prende do começo ao fim. O autor consegue te inserir em um contexto histórico importante na história do nosso país e faz você devorar o livro em poucos dias. Itamar Vieira Junior insere algumas características das religiões afro que te deixa interessado em conhecer mais. Os personagens são cheios de camadas e são muito reais.
A escrita do autor me lembrou o livro o avesso da pele de Jefferson Tenório, outro escritor brasileiro que usa pautas raciais em suas obras.
Enfim, essa leitura foi perfeita e merece mais que cinco estrelas. Recomendo muito!
comentários(0)comente



Laís 17/05/2022

Meu primeiro favorito do ano!!! Quando li a última frase desse livro todo o meu corpo se arrepiou!! Que história, merece o hype que tem!
comentários(0)comente



Gabriela - @livrosdegab 17/05/2022

Um novo clássico surgiu
“Torto Arado é um romance brasileiro de 2019 escrito pelo autor baiano Itamar Vieira Junior. Conta a história de duas irmãs, Bibiana e Belonísia, marcadas por um acidente de infância, e que vivem em condições de trabalho escravo contemporâneo em uma fazenda no sertão da Chapada Diamantina.”
.
Taí uma boa síntese da trama principal do livro. Porém, ele é muito mais e faz jus ao Prêmio Jabuti de 2020 de melhor romance literário. (Eu sou a pessoa que tenta caçar defeitos pra desfazer dos hypes)
.
Comecei o livro sabendo basicamente o que tá escrito aí em cima e de cara me surpreendi com duas coisas: a fluidez da história em capítulos curtos (quem ama, levanta a mão 🙋🏻‍♀️) e a elaboração majestosa da principal acontecimento da história, que dá sentido a todos os outros.
@itamarvieirajr confunde o leitor de forma mais do que proposital, gerando ótimas discussões e reflexões sobre os sentimentos envolvendo amor e família.
.
O cenário, apesar de cruel, é poético e histórico. Como não visualizar com precisão a vida nas fazendas do interior baiano? As condições relatadas no livro são vistas até hoje, infelizmente.
É uma história de luta e um banho cultural merecedor de toda visibilidade que tem recebido.
comentários(0)comente



Sibele 16/05/2022

Forte e envolvente
Durante a leitura fui levada diversas vezes ao sertão baiano, a cultura, as crenças, a dor e a alegria desse povo forte; impossível não sentir e se envolver com as histórias de cada personagem; que por sinal são muito bem construídos.
Vale a pena a leitura!
comentários(0)comente



wholuizx 16/05/2022

leiam esse livro
esse livro é simplesmente incrível, tudo nele é bom, a escrita te envolve de jeito bom, a profundidade da história é incrível, a forma como cada personagem é descrito e apresentado focada nas irmãs é lindo, me apeguei a belonisia num lugar de cuidado.
amei a forma em que a religião é descrita e presente no livro, nunca tive contato com a tal religião, mas tem uma cena que as "entidades" são descritas e lembro de me arrepiar lendo elas acompanhando o personagem pelo caminho...
é lindo ver a luta dos moradores de viverem, permanecerem e viverem em paz em uma terra que só é terra por causa deles.
só leiam esse livro
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Joyce 16/05/2022

Chocante e maravilhoso
Tirem um tempo pra ler esse livro com atenção e não vão se arrepender. A obra me impressionou do começo ao fim, o autor retratou tudo da melhor forma possível. Onde é possível sentir cada sentimento e se revoltar com vários acontecimentos. O melhor livro que li este ano até agora!
comentários(0)comente



Sareka 16/05/2022

QUE LIVRO
Todo brasileiro deveria ler, até quem não é tem de ler para entender o que se passou/passa nesse país.
Se você é brasileiro você vai entender esse livro, se você é brasileiro e não entender é porque não aprendeu a história do nosso país direito. O livro traz uma prosa bem Brasil e nos mostra a realidade que a população não branca viveu até pouco tempo atrás para conseguir sobreviver, desde a abolição a escravidão até o coronelismo atual. O mais interessante é que parece algo distante mas, se você como eu tem avós que vieram do interior para capital, você verá a história de nem duas gerações atrás da sua se desenrolar bem a sua frente.
comentários(0)comente



Aninha 16/05/2022

Arrebatador e simples
Sentir a profundidade de várias temáticas que aparentente são complexas, e ao mesmo tempo conseguir entendê-las, acredito que seja um dos vários desafios impostos na vida de um escritor. Para Itamar Vieira Junior, isso não se aplicou, acredito eu, porque a maestria empregada para tal "desafio" fez com que tudo parecesse muito fácil de ser dito, de ser exposto de forma respeitosa e bela.

Em Torto Arado, acompanhamos uma espécie de "romance de formação" focado em duas irmãs, Belonísia e Bibiana. A vida de ambas está conectada não somente pelo laço de sangue, mas por vários acontecimentos que vão, ao longo dos anos, moldando as personagens e o local onde elas vivem. Somos inseridos em um cenário que exibe as dificuldades na vida dos trabalhadores de roça. Particularmente, por vir de cidade do interior, essa realidade me foi um pouco próxima, e foi incrível de ver o quão bem retratada ela conseguiu ser sem que houvesse romantização, muito menos desrespeito.

O livro exibe todos os meandros que envolvem essa vivência, deixando claro (veja só!) o óbvio: para quem acredita que a escravidão acabou, que o apagamento da cultura negra não existe, a história te dará bons exemplos do porquê você deveria refletir sobre essas ideias (falsas). Mesmo que o carácter da obra não seja o de ensinar, ele o faz, e você passa a descobrir muito sobre religiões de matriz africana, sobre realidades totalmente diferentes da nossa... Enfim!

Além de claro, trazer um roteiro muito instigante, que te prende do início ao fim. Todas as personagens, à sua maneira, encontram destaque, brilho, mesmo rodeados de tanta simplicidade. O enredo, que ora beira um "realismo mágico", ora parece tão viceral quanto um corte de faca na pele com certeza vai marcar sua experiência de alguma forma.

E claro, O QUE DIZER DESSE FINAL? Por mais que a conclusão esteja até, de certo modo, evidente, não era sobre saber: era sobre viver. Eu aprendi muito com o que eu li, me envolvi totalmente na vida das irmãs e senti meu coração esperançoso.

Ganhou o Jabuti de literatura e não foi à toa.
comentários(0)comente



Renata 16/05/2022

Torto Arado
Uma leitura que aborda muitos temas entre eles a escravidão e a violência.Te prende do começo ao fim e mostra um Brasil de grande riqueza natural e que não mudou.Adorei demais está leitura e super recomendo.
comentários(0)comente



3350 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR