Teto Para Dois

Teto Para Dois Beth O'Leary




Resenhas - Teto Para Dois


127 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Luiza.Almeida 21/10/2019

Surpreendente
Sem dúvidas, esse foi um dos melhores livros de romance que já li!!!❤
comentários(0)comente



Nay 25/09/2019

Necessário Paciência
Necessário bastante paciencia na primeira metade do livro. A leitura é meio morna e arrastada e as personagens não me agradaram inicialmente.

A principio - pela forma que a autora aborda e nos apresenta o casal protagonista - achei tanto Tiff quanto Leon um tanto patéticos.

A Tiff foi demonstrada como uma cabeça de vento e até um pouco interesseira uma vez que a única coisa que tinha a dizer sobre seu ex namorado era os benefícios das viagens caras que eles faziam. Lá na frente vamos perceber que foi uma forma que a autora demonstrou como a personagem não conseguia de fato encarar a realidade daquele relacionamento tão tóxico. Pra nos que estamos acompanhando a situação de fora, fica nitido o quanto Justin (ex de Tiff) é um babaca arrogante e manipulador, mas a medida que a propria vai desvendando por si só como ele foi de fato ruim para ela, é tão doloroso e incomodo., ir descobrindo aos poucos como ele realmente minou sua confiança e a manteve cativa do seu poder por tanto tempo. Tiff teve que aprender na base do D.I.Y (faça voce mesmo) assim como nos livros em que ela trabalhava. Seus amigos sabiam que nao existia outra forma a nao ser que ela descobrisse por si mesma sobre a verdadeira face do seu relacionamento.

Até o momento nao consegui entender o pq dos capítulos de Leon terem sido escritos da forma que foi? Não sei se era um problema na edição que eu estava lendo ou se foi escolha da autora descrever dessa forma.
Parece que estamos lendo um roteiro de teatro/novela onde as falas das personagens estao sempre demarcadas do tipo:

"Fulano meio irritado diz: blablabla'..... "pausa"...
"Fulano nº2 responde:blablabla".....

Realmente nao captei o pq dessa forma de narrativa.
Em principio achei que isso pudesse ser por causa do proprio Leon e alguma coisa com sua personalidade. Durante toda a leitura todo mundo fica repetindo sobre sua "inaptidão" social, como ele é um cara mais introvertido, e isso e aquilo... então pensei que isso faria diferença pra narrativa, mas nao fez nenhuma. Leon não tem nenhuma questão fisica ou psicológica que o faz ser mais contido, simplesmente é o jeito dele. Um cara mais caladão que gosta de poucas pessoas. Pronto. Já que não faz diferença pra o total do livro, pra que ficar batendo nessa tecla????

Como eu disse foi um inicio bem ruim e quase me fez desistir, mas da segunda metade para o fim senti um crescimento do enredo e mais cores para o livro. Não tem nada de muito novo na trama, mas ainda sim ganhou minha simpatia.

É um livro simples, com partes engraçadas outras meio nada a ver mas é bom. Só é preciso um pouco de boa vontade pra escapar da chatice inicial.
Bruna.Melo 15/10/2019minha estante
Tbm achei a narrativa da parte do Leon bem estranha.. Tanto q nos primeiros capítulos até pensei em desistir, mas, felizmente, a história me prendeu.


Nay 15/10/2019minha estante
Depois melhora mesmo. Nao e tudo isso que foi falado mas e bom!




Patty 30/10/2019

Teto para dois
Fazia tempo que eu não lia um livro tão amorzinho! Com personagens cativantes e um enredo muito bem feito, "Teto para dois" consegue acertar na dose da comédia romântica e ainda tratar de um assunto bem sério: gaslighting. Outro ponto muito legal e que eu amo é revezar o ponto de vista dos protagonistas. Então num capítulo é a Tiffy narrando e no outro é o Leon.
A Tiffy é uma editora que ama seu trabalho, apesar do salário ser bem baixo. Ela morava no apartamento do ex-namorado, o Justin, mas agora que terminaram, precisa de um lugar urgente para morar, e o maior pré-requisito é o valor do aluguel ser baixo. Assim, sob a supervisão dos melhores amigos do mundo, Mo e Gerty, ela escolhe a melhor das duas opções que encontrou: dividir o apartamento, e a cama!, com um enfermeiro.
Leon é o enfermeiro que colocou o anúncio do aluguel. O horário de trabalho dele é noturno, então durante a semana eles não se encontrariam. E no anúncio ele coloca que também não se encontrariam no fim de semana. O que é maravilhoso, já que ele tem uma namorada um tanto ciumenta. E é essa mesma namorada que faz todo o contato com a Tiffy, desde apresentar o apartamento até qualquer outro assunto relacionado ao mesmo.
Mas é aí que entra duas coisas que amo tanto quanto livros: papel e caneta! Com pequenos bilhetes, Tiffy e Leon começam a se comunicar, se conhecer e a criar uma amizade mesmo sem se encontrar pessoalmente.
Ambos tem muita história: a Tiffy com os problemas envolvendo o ex, seu crescimento profissional e pessoal também; e o Leon com seus pacientes encantadores, a namorada e o problema com o irmão.
É claro que chega o momento que eles se encontram pessoalmente e começam a se envolver, mas a história é muito mais que isso!
"Teto para dois" é um livro leve e divertido, mesmo quando aborda o tema do gaslighting. Vale muito a pena ler!
comentários(0)comente



Mari - Blog Diversamente 03/11/2019

pode ser Teto para Três?
Teto Para Dois contará a história da Tiffany Moore, uma assistente editorial responsável por livros DIY (Do It Yourself – ou Faça Você Mesmo) que terminou um relacionamento de anos e muito, muito complicado. Então agora junto com seus melhores amigos, Gerty e Mo, ela sai em busca daquele em que será seu lar por algum tempo. Tudo em nome da sua liberdade do boy lixo, Justin.

Na outra ponta, ou seria lado?, temos Leon Twomey, um enfermeiro de cuidados paliativos que precisa de alguém para ajudar no custeio do seu apartamento, porque com um irmão preso e cansado de pedir dinheiro para sua namorada, as contas estão ficando realmente pesadas. trabalhando enquanto os outros dormem e estando em casa enquanto os outros trabalham é que surge a ideia que mudará sua vida: dividir o apartamento e a cama, com uma pessoa. O detalhe? Eles nunca se encontram e o valor? Maravilhoso!

Então sim, Tiffy quando vê esse anuncio fica superfeliz e trata logo de cuidar dos pormenores com Kay, namorada do Leon. E com tudo acertado, a rotina de Tiffy e Leon demora a se ajustar, mas feito isso, é de aquecer o coração.

Tiffy chega na casa de Leon por seis meses trazendo seus livros DIY, suas almofadas coloridas e um pufe ridiculamente confortável. Traz para o apartamento, e para a vida de Leon, vida e muitas doses de palavras extras. Inicialmente, somente em post-its trocados por todos os cantos da casa, até mesmo na lixeira.

Juntos, ainda que nunca mesmo lugar no mesmo horário, Tiffy e Leon ensinarão muito um ao outro e viverão aventuras e situações que arrancam risadas de quem acompanha.

Mas a história não é somente isso, a outra abordou de forma muito bonita, ainda que o assunto não seja nada bonito, como é difícil se livrar de um relacionamento abusivo emocional e como a libertação desses momentos é difícil, mas igualmente, ou maior, prazerosa.

Nos levando em um passeio ao Cruzeiro, à praia, à um super lançamento de livro e aos momentos simplórios, mas satisfatórios que ficar em nosso cantinho proporciona, Teto Para Dois traz uma grande história em suas páginas e não somente história de amor, isso também, mas traz uma história de autodescoberta, de liberdade e do poder que amizades verdadeiras são capazes de conter. É mesmo uma história que eu releria outras 5 vezes e todas vezes que falar dela, colocarei um sorriso no rosto, porque tudo nessa história é bonito. A força da mulher é linda! A força de um casal então, mil vezes mais.


site: http://blogdiversamente.blogspot.com/
comentários(0)comente



Wonderland of Books 15/11/2019

Gente, que livro fofo, divertido e extremamente rápido de se ler.
Amei ambos os personagens.
Leon entrou para minha lista de book boyfriends.
Tiffy é super divertida e adorei o desenvolvimento que ela teve ao decorrer da história.

Mesmo tocando em assustos um pouco pessados, a história ainda continua sendo leve e romântica.

Recomendo se você gosta de livros de comédia romantica em que os personagens só chegam a se conhecer pessoalmente (sem ser por post-it) na metade do livro.
comentários(0)comente



Gabs 11/12/2019

Não é tão bobinho quanto parece ser
Uma comédia romântica de vez em quando nos faz muito bem, por isso, apresento a vocês Leon e Tiffy, que não moram só no mesmo apartamento, eles dividem a mesma cama, há meses, mas nunca se encontraram, parece algo impossível, né? Pois é.

Depois de procurar um apartamento para ontem por um preço barato e desesperada para sair do mesmo teto que o louco do seu ex namorado, Tiffy encontra o anúncio de Leon e se muda para o apartamento dele. Os dois ficam morando lá em períodos diferentes do dia por conta de seus trabalhos, por isso acabam não se encontrando. Junto com as coisas nada discretas da Tiffy no apartamento bem simples do Leon, algo que passou a ser o principal item de decoração lá, são os post-it espalhados por todo canto, já que é a forma deles de se comunicarem.

Eu achei que o livro seria mega clichê e bobinho, mas me surpreendi muito. Ele é muito mais do que a premissa. A Tiffy acabou de sair de um relacionamento muito abusivo e a forma como o livro trata isso depois do término deles, quando ela quer tentar voltar a sua rotina antiga sem o ex, na tentativa dela em começar um relacionamento novo com todas as sequelas que ficou do último namoro, foi tudo muito bem trabalhado. Eu não imaginei que o livro abordaria esse assunto tão bem.

Os outros personagens são incríveis. O Leon trabalha como enfermeiro noturno de uma casa de repouso e lá conhecemos dois de seus internos que deixam toda a história mais encantadora ainda.

Estava muito ansiosa para ler esse livro e com certeza atendeu e superou toda a minha expectativa. Alguém aí já leu? Diz aí nos comentários o que acharam, vamos conversar sobre o melhor assunto de todos: livros 💛

site: http://fixalivros.co.vu/
comentários(0)comente



Deh 09/11/2019

Aquele clichê que te deixa de coração quentinho!
Será que é possível dividir um apartamento e a mesma cama com alguém sem conhecer?

Tiffy trabalha com assistente em uma editora de livros, apesar do seu estilo um pouco excêntrico ela é aquele tipo de pessoa que conquista todos a sua volta. Após um termino de namoro complicado, Tiffy precisa encontrar um lugar barato para morar em. Desesperada para retomar a sua vida e com pouco dinheiro ela acaba aceitando uma proposta inusitada. Dividir um apartamento e a mesma cama com um cara que nunca viu.
Já do outro lado se encontra um homem bondoso, tímido e gentil. Leon é enfermeiro e ama o que faz. Para juntar dinheiro e resolver alguns problemas familiares, Leon resolve alugar seu apartamento na parte da noite já que ele trabalha no período noturno e nos finais de semana fica na casa da namorada.
Sem se conhecer Leon e Tiffy fecham um contrato de sublocação de 6 meses. Mesmo sem se verem, Tiffy e Leon começam a trocar bilhetes e assim vai surgindo uma amizade entre eles. Leon luta para ajudar seu irmão mais novo e Tiffy luta para superar os traumas do seu ultimo relacionamento. Essa amizade de troca de bilhetes vai se tornar algo a mais e ajudar um a outro a lutar e superar seus traumas. Tanto Leon quanto Tiffy se tornam pessoas melhores um ao lado do outro.
“Ser legal é uma coisa boa. A gente pode ser forte e legal. Não precisa ser uma coisa de cada vez.”
“A vida costuma ser simples, mas a gente não nota até que ela se torna absurdamente complicada.”
“Você é minha casa. A cama, o apartamento... só se tornou minha casa quando você apareceu, Tiffy.”
Esse livro aborda vários assuntos importantes como relacionamentos abusivos, porém a autora conseguiu trazer isso para o livro de uma forma bem leve.
Um livro INCRÍVEL! Aquele romance bem clichê para deixar todo mundo com o coração bem quentinho.
comentários(0)comente



Thaila 08/12/2019

Uma história sobre recomeçar e superar um relacionamento abusivo
O livro conta a história da Tiffy, uma mulher londrina e excêntrica que trabalha em uma editora e após um pé na bunda traumático tem que recomeçar a vida, contando com a ajuda dos fiéis (engraçados e protetores) amigos, ela decide aceitar uma proposta de aluguel de uma casa onde seria dividido por turnos, ambos usariam o mesmo quarto em períodos diferentes.

A princípio achei a leitura um pouco lenta, mas depois consegui entender que a autora Beth O?leary contextualizou os sentimentos de uma pessoa que com a distância vai descobrindo sinais de que seu relacionamento não era tão saudável quanto parecia.
Foi super válida a forma que foi tratado o assunto, a Tiffy realmente acredita que era feliz, e aos poucos vai percebendo e lembrando que não era bem assim, e encontrando vestígios da manipulação que sofria para que fosse dependente do Justin (o ex abusivo).
É bem louca a ideia de dividir uma cama com alguém sem conhecer, meio fora da realidade, mas consegui relevar pelo bem maior.
Gostei da paciência da autora e da construção da amizade entre ela e o Leon, e fiquei apaixonada pelos post Its usados como meio de comunicação, me peguei rindo sozinha com alguns deles.

Não gostei do encontro dos dois, na verdade do segundo, quando saem juntos pela primeira vez, esperava mais emoção (levando em conta o primeiro).
Não gostei da cena final com o Justin, queria mais, um pouco mais de sentimento de final para ele e não de forma tão rápida e com ele tão agressivo e desesperado, já que durante o livro ele não demonstra ser agressivo e sim manipulador (ok, ele está bebado mas achei meio aleatório).

De forma geral gostei muito do livro, uma ótima opção pra curar ressacas literárias. Leve, descontraído, lida superficialmente com problemas sérios como traumas de forma cuidadosa e mostra como boas amizades são importantes durante a vida.
comentários(0)comente



Denise 07/10/2019

Muito fofinhoo
Um dos livros mais fofos que eu li recentemente. Me fez lembrar um pouco dos livros da Rainbow Rowell. O Leon é maravilho e já tá na minha lista de personagens favoritos ??
comentários(0)comente



Isabella 03/11/2019

Uma supresa boa!
Uau. Apenas. Uau.

Devorei esse livro numa rapidez maior do que eu previa. Quando li os primeiros capítulos, achei que seria um livro lento e que eu não gostaria tanto quanto as outras pessoas estão gostando.

Porém, fui surpreendida.

A Tiffy foi o que mais me surpreendeu. No começo, achei que a história dela seria apenas de uma pessoa extremamente apegada ao ex, mas acabou se tornando uma história forte e bonita de superação de uma relação abusiva. E isso foi inspirador.

O Leon eu já esperava que seria O Homem Dos Sonhos, afinal, é um livro de romance, mas o jeito que ele era compreensivo e apoiava a Tiffy no processo de recuperação da mesma foi lindo. Mais um para a minha lista de crushes literários.

Esse livro me fez passar por uma montanha russa emocional mas eu passaria por ela novamente porque vale a pena. Recomendo demais. Ele é à altura do hype que está tendo!
comentários(0)comente



Laís 29/11/2019

Fantastic!
Tiffy está desesperada pra achar um apartamento que caiba no seu orçamento, após decidir sair do apartamento de seu ex namorado. Leon precisa de dinheiro extra para poder pagar o advogado de seu irmão, Porque não alugar sua única cama?
Teto pra dois é um livro que me prendeu do início ao fim, Tiffy é uma mulher extrovertido e super animada e Leon um doce de pessoa. Muito mais que um romance esse livro e cheio de superações e nos traz uma perspectiva de como um relacionamento pode ser abusivo, e de que como as pessoas que estão a nossa volta são importantes nesse processo.

Adorei!!
comentários(0)comente



Nath Correia @bibliotecadanath 06/11/2019

Teto para dois l @betholearyauthor l @intrinseca l 392 páginas l 4"
Tiffy terminou o relacionamento há três meses e precisa desesperadamente sair da casa do ex-namorado, mas, para isso acontecer, ela precisa encontrar um lugar super barato para morar em Londres. Quando encontra um anúncio inusitado de divisão de apartamento, ela topa mesmo tendo que contrariar as opiniões dos seus melhores amigos.

Leon está precisando de dinheiro para cobrir algumas despesas extras, sem querer pedir ajuda, ele resolve sublocar o seu apartamento de um jeito nada convencional: a pessoa que o alugar ficará as noites e os finais de semana no apartamento. E, desse jeito incomum, Tiffy e Leon dividirão o mesmo teto ainda que nunca tenham se visto antes...ah, e ainda tem um pequeno detalhe: o apartamento só tem uma cama!

Que grata surpresa foi a leitura de "Teto para dois"! Há muito tempo não lia uma comédia romântica que me prendesse tanto, que me fizesse ficar torcendo para os personagens ficarem juntos (mesmo sabendo que isso inevitavelmente aconteceria até o final) e que fizesse eu me apaixonar pelo casal mais fofo de todos. A escrita da autora é super leve e consegue prender com a história de dois estranhos que precisam morar juntos e passam a conhecer um ao outro com a troca de bilhetes bem humorados espalhados pela casa.

Tiffy é o raio de sol da história. Mesmo com um ex-namorado obsessivo e louco, ela consegue se manter otimista e alegre com seu jeito extrovertido e suas roupas e objetos cheios de cores. Apesar de ter amado essa lado dela, foi difícil vê-la sofrendo por um homem que não a merecia e tendo dificuldades para enxergar e sair de um relacionamento totalmente abusivo. Leon é o oposto de Tiffy em tudo. Ele é um homem muito quieto, que confia em poucas pessoas e só conversa quando se sente à vontade com alguém. Mesmo assim, foi impossível não se encantar pelo o modo que ele defende seu irmão e cuida bem das pessoas mais importantes da sua vida.

Apesar do livro ser focado no desenvolvimento do relacionamento entre Tiffy e Leon, a autora também conseguiu abordar outros temas na história como relacionamento abusivo, a busca pelo amor perdido, as injustiças do sistema penal e a importância da amizade em todos os momentos da vida. Uma leitura que recomendo muito para os amantes de romances e que desejam conhecer um casal que nasceu para ficar junto.

Instagram: @bibliotecadanath
comentários(0)comente



Cleyson - @bookseestante 06/11/2019

Tiffy precisa de um lugar para morar e está desesperada para encontrar algo logo. O único em vista é o apartamento do Leon, um jovem que passa somente as manhã e tardes em casa, à noite trabalha e os finais de semana passa na casa da sua namorada; ele pretende sublocar para a Tiffy.
Dividir um apartamento é algo normal, mas no novo lar da Tiffy só tem uma cama, e ela não terá contato com o Leon de imediato. Suas comunicações serão feitas através de post-its.
Daria certo um contrato assim?

"É preciso dizer uma coisa sobre o desespero: ele deixa a cabeça da gente muito mais aberta."

Beth O’Leary apresenta uma situação atípica. Tiffy é uma mulher que está insegura, acabou sua relação com o Justin, um homem controlador e com ações duvidosas, e precisa seguir um rumo diferente.
Leon vive num relacionamento tóxico, seu irmão mais novo está preso, e para ter uma grana extra, aceitou Tiffy como sua inquilina.
À medida que adentrei mais na história, notei que esses dois jovens tinham algo em comum: ambos estavam desiludidos.

O livro é narrado do ponto de vista da Tiffy e do Leon, caracterizando bem suas frustrações, dúvidas, emoções, etc.
A autora trabalhou de forma sutil alguns temas relevantes, por exemplo, relacionamento abusivo, relacionamento tóxico, falhas no sistema judiciário, entre outros.
A relação de amizade também é um tema bastante trabalhado na obra, tendo em vista que a Tiffy tem amigos superprotetores, mas que são pilares para que ela não desmorone por completo.

Algumas atitudes da Tiffy assim como as do Leon me incomodaram, mencionar aqui seria spoiler. Teve momento que me perguntei se eram adolescentes ou pessoas adultas. Apesar disso, são dois personagens que me fizeram ter empatia e apego.
Os personagens secundários dão mais notoriedade à história, a Rachel, amiga da Tiffy, é a típica personagem que você ama de cara.

Uma comédia romântica fluida, divertida e rápida de se ler. O final é bem previsível, mas se tratando de uma história clichê (sem atribuição pejorativa), foi bastante coerente à proposta da autora.
comentários(0)comente



Misley 09/12/2019

Ameiii ??
comentários(0)comente



Vann 18/11/2019

Então...
Eu estava louca pra ler este livro. Sinceramente, pensei que ele fosse melhor. Uma pena.
Isabel.Vilela 20/11/2019minha estante
Puro picolé de chuchu,decepcionei também


Vann 21/11/2019minha estante
Num é, mulher. Uó


Isabel.Vilela 21/11/2019minha estante
Triste migs kkkkk




127 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |