Invisível

Invisível Aimee Oliveira




Resenhas - Invisível


24 encontrados | exibindo 16 a 24
1 | 2


Celly 09/07/2020

Este foi um livro que me prendeu de uma forma, em que se fosse possível eu teria lido tudo em uma tacada só. Ele conta a história de Carina e Pedro, dois jovens da sociedade carioca que se conhecem de uma forma não tão convencional em uma outra época (apesar de não dar uma data específica, temos um livro que se passa décadas atrás) e acompanhamos como eles vão se envolvendo e amadurecendo, principalmente no finalzinho do livro onde acontecem eventos que nos deixam com o coração apertado, mas o final nos deixa com um gostinho de quero mais.
Acabei dando 5 estrelas pois amei como o livro mexeu comigo, me fez revisitar o passado algumas vezes, além da crítica que tem ao comportamento da sociedade em que se passa. A narrativa também foi um ponto positivo, teve romance, drama e uma leveza no ponto certo pra mim... por isso indico a leitura.
comentários(0)comente



Aione 07/07/2020

Invisível é o sucesso de Aimee Oliveira no Wattpad. Com mais de 3 milhões de leituras na plataforma, o romance passou por diversas versões até ganhar a sua final e definitiva, publicada em 2019 pela editora Duplo Sentido.

Carina LaDonne tem o dom de ser invisível. Filha do meio entre outros quatro irmãos, ela se vê sem atrativos ou algo que a defina, especialmente porque as pessoas ao seu redor não costumam reparar nela. Por isso, ela se aproveita disso para dar suas escapadas do internato religioso onde estuda. Porém, em uma dessas fugidas, ela é quase atropelada por Pedro, rapaz da alta sociedade do Rio de Janeiro e o oposto dela em termos de exposição. A partir desse encontro, Carina vai experimentar, pela primeira vez, a sensação de ser vista por alguém.

Invisível me ganhou na primeira página por conta da escrita sensível e delicada de Aimee Oliveira. Meu primeiro contato com sua narrativa havia sido por Romance Concreto, um chick-lit extremamente divertido, e, aqui, pude conferir uma outra faceta do seu trabalho, com uma carga mais melancólica — e eu amei a descoberta! Em terceira pessoa, a narrativa onisciente se alterna entre as perspectivas de Carina e Pedro, permitindo que o leitor se aproxime do que cada um pensa e sente. A escolha é acertada não apenas por possibilitar uma visão mais ampla da história, mas principalmente por intensificá-la: Carina, em especial, é extremamente insegura e incapaz de acreditar que Pedro pode gostar dela, então ter noção de que muitos de seus pensamentos são frutos de mentiras de sua mente torna tudo ainda mais angustiante.

Dessa maneira, Invisível progride através da percepção que Carina tem de si e de como ela fica vulnerável conforme a relação com Pedro se desenvolve. O romance, assim, cresce entre apreensão e doçura, uma vez que é impossível não se encantar pelo casal e torcer por ambos. A paixão que surge é daquelas que causa frio na barriga e uma ansiedade extrema pelo final feliz desejado.

Outro ponto interessante da leitura é que ela tem sua pitada histórica. Embora não seja especificado qual é o período em que a narrativa acontece, fica claro se tratar de algum momento entre as décadas de 1960 e 1980, cujos modos de vida afetam diretamente o que acontece entre o casal. Principalmente quando atingi os capítulos finais, as reviravoltas, potencializadas por toda a emoção construída ao longo da narrativa, me deixaram sem ar e com o coração extremamente apertado, que só aliviou ao virar, entre lágrimas, a última página.

No geral, Invisível me surpreendeu não porque eu não acreditasse em seu potencial, mas porque eu acreditava que o livro seria classificado como Jovem Adulto, quando, na verdade, é mais maduro do que o gênero comporta. Ele me proporcionou uma leitura doce e dolorosa em muitos momentos, que me fez desejar abraçar a protagonista e fazê-la confiar mais em si mesma. Eu adorei a escolha de Aimee Oliveira para o final, porque, ainda que nos faça sofrer, era necessário para o crescimento de Carina. Mais do que tudo, eu adorei como a autora nos faz finalizar a leitura com uma sensação de conforto e, sobretudo, esperança.

site: https://www.minhavidaliteraria.com.br/2020/07/07/resenha-invisivel-aimee-oliveira/
comentários(0)comente



Débora 16/04/2020

Leitura de amorzinho ?
Invisível conta a história de Carina e Pedro, dois moradores do Rio de Janeiro que fazem parte da alta sociedade. Carina LaDonne era a terceira filha, de 5 irmãos. Ela passava despercebido pelas pessoas até Pedro entrar na sua vida. Pedro, vem de uma família que passar despercebido não é uma opção e a forma como Pedro e Carina se encontram pela primeira vez já mostra isso de cara. Carina sofre um acidente de carro e Pedro dirige o carro. E é ai que começa a intrigante e linda história dessas duas pessoas.
Uma história empolgante e emocionante. Pra quem procura romance, diversão e drama este é o livro ideal.
comentários(0)comente



Mari @leiturasdemari 25/03/2020

Maravilhoso!!!
Em Invisível somos levados à Serra de Petrópolis, mais especificamente no Colégio Interno onde a nossa protagonista estuda, Carina LaDonne. Ela que é a filha do meio, a terceira entre cinco. E carrega consigo o peso de ser a menos destacável da família, já que sua irmã mais velha é bem sucedida, sua segunda irmã é uma pessoa extremamente altruísta, seu irmão de 10 anos é super dedicado aos esportes e sua irmã mais nova, bom ela, é a mais nova. Isso por si só já é grande coisa. Carina está no último ano do ensino médio e usa sua invisibilidade para lhe satisfazer. Para descobrir segredos e para fugir quando a pressão da escola lhe é demais. E em uma dessas fugas ela é quase atropelada por Pedro Hockfiel, o típico bad boy, muito, mas muuuuito rico.



Pedro no auge dos seus 21 anos só quer saber de curtir, porém seu pai discorda veemente desse estilo de vida e todas as vezes que eles entram em conflito, o mais novo acaba fugindo. E em uma dessas fugas o mundo de Pedro e Carina se colidem e ainda que isso só tenha acontecido porque ele não conseguiu vê-la, depois desse primeiro momento, invisível foi algo que Carina nunca mais foi. Ainda bem??



Eu AMEI essa história, porque Carina e Pedro são completamente o casal improvável e até mesmo clichê, mas que você lê se apegando e querendo saber cada vez mais sobre a história deles. Carina e Pedro possuem um abismo enorme entre eles e as semelhanças restringem-se a classe social e a vontade de se tornarem independentes de suas famílias. Meio impossível, devo dizer.



Gosto muito da forma como a Aimee decidiu guiar a história do casal, me passou a sensação de fluidez e ainda que exista algumas situações forçadas entres os protagonistas, o mesmo nõa identifiquei na escrita da autora. Foi uma história para mim que ocorreu de forma natural, com seus percalços evidentemente.



Preciso e tenho que falar que cheguei em certo ponto do livro que julguei que o livro perderia meia estrelinha, porque estava simplesmente insuportável aceitar certos tipos de atitudes, mas ei que vieram os últimos capítulos e eles para mim FORAM PERFEITOS! Se encaixou totalmente na minha visão de leitora, e sobretudo, na minha visão de ser humano.



Invisível é sim um Young Adult, livro voltado para os personagens adolescentes enfrentando certos dilemas sobre o futuro, e mais precisamente, aprendendo a amadurecer e a lidar com todo o peso das escolhas. Carina e Pedro são um casal lindo, mas que em nada combinam e são completos. E no meu simplório julgamento, são um casal que aprendeu a crescer juntos, porém separados. (porque todos nós sabemos que maturidade é um processo muitas vezes solitário, ainda que estejamos sempre acompanhados).



Espero que tenha ficado claro o quanto eu AMEI esta obra e o quanto de saudades eu senti assim que eu cheguei na última linha da última frase da última página. Viveria nesse universo por mais algum tempo e adoraria acompanhar o casal por mais alguns anos.

site: http://blogdiversamente.blogspot.com/
comentários(0)comente



@beatrizprad_ 18/03/2020

Sei que estamos num clima tenso ultimamente e por isso resolvi trazer resenha de um livro leve, pra fazer com que a gente se divirta um pouco.

Desde que conheci a autora e a energia incrível que ela passa, tive vontade de ler algum dos seus livros e ver se isso passava pra sua escrita, e passa viu? Foi uma adorável surpresa. 💙

Carina é uma garota que está acostumada a ser invisível e faz bom uso de sua invisibilidade.

Foge de seu internato sem ser percebida direto, mas em uma dessas vezes é literalmente atropelada por Pedro, um cara totalmente mulherengo, que cheira a confusão de longe e depois disso nada volta a ser a mesma coisa.

O livro não tem uma data exata, mas é passado em uma época onde as mulheres precisam ser recatadas, garotas vindas de familias ricas frequentas festas que não desejariam frequentar e quase tudo é sobre negócios. Ate mesmo relacionamentos.

Mas deixa eu te contar, Carina não se adequa a nada disso.

O romance é aquele clichê gostoso que a gente adora sabe? E no fim aquece o coração.
Terminei querendo muito conhecer mais livros da autora

site: www.instagram.com/4estacoess
comentários(0)comente



Andréa Araújo 29/01/2020

O clichê mais bem escrito e apaixonante
Eu tive tantas sensações lendo esse livro, que sinceramente não sei bem como escrever essa resenha. Acho que, quando você tem zero expectativas sobre algo, isso tem um milhão de chances de te surpreender, e agora eu quero ter zero expectativas com tudo!

Esse livro da Aimee é bem antigo, muita gente já leu antes mesmo de ser lançado o físico e eu confesso que passou bastante tempo na minha lista do wattpad sem que eu realmente tivesse interesse de começar a ler, que erro terrível eu cometi. Felizmente, a vida me deu outras oportunidades.

A sinopse é bem sucinta, de modo que não dá pra saber muita coisa sobre só lendo ela e a orelha do livro, então você começa a leitura bem no escuro, o que eu achei maravilhoso, principalmente porque eu me apeguei a Carina na primeira página, a "pobre garota que de pobre não tem nada".

O livro é narrado em terceira pessoa e se passa numa época não tão definida, que não tem celular, num Rio de Janeiro bem preocupado com a reputação das meninas da alta sociedade carioca. Mas ele poderia muito bem se passar em qualquer outro lugar, o cenário não é tão presente na narração do livro, mas realmente não faz falta.

Eu já tinha lidos outros dois livros da autora, um na plataforma de leitura wattpad e outro em ebook vendido na Amazon, mas foi finalmente com a terceira leitura que fui fisgada e irremediavelmente conquistada. Não é tão comum eu gostar tanto de um livro lendo só duas páginas, mas foi isso que aconteceu.

Carina e Pedro foram os responsáveis pelo frio na minha barriga durante dois dias, que só durou isso tudo por que eu me obriguei a ir dormir e deixar um pouco do prazer dessa leitura para o dia seguinte. Porque eu queria prolongar o máximo possível e ao mesmo tempo ler tudo de uma vez.

O livro na verdade tem uma história bem clichê, da mocinha se envolvendo com um cara não tão mocinho assim, mas quem disse que o fato de ser clichê torna o livro qualquer coisa, acho que deveríamos estar beijando o chão que o clichê pisa. E a forma engraçada e cativante que Aimee escreve só tornou o livro mil vezes melhor.

Minha única crítica para esse livro é que ele não tem um epílogo e eu preciso desesperadamente de um, mas na falta dele acabei imaginando toda uma continuação na minha cabeça. E estou bem feliz com ela.
comentários(0)comente



Fran 18/10/2019

relacionamentos conturbados, uma paixão gigantesca
Antes de ler esse livro, eu tinha um conceito bem definido sobre como o dinheiro trazia a felicidade em muitos aspectos. Não me envergonho de falar isso, pois acredito com todas as minhas forças, que livros estão aqui para nos fazer ver como é a vida de pessoas diferentes de nós. Invisível trabalhou na minha cabeça, durante cada página, penetrou uma ideia pequena, quase imperceptível, que mudou completamente o que eu pensava.
Se eu dissesse que esse livro se trata apenas de um romance entre Carina e Pedro, estaria sendo uma fã ridícula. Pois é o que sou, uma fã. Invisível não vem nos dar cenas românticas ou uma ideia rasa de relacionamentos, a história é mais que isso, é sobre pessoas e como elas são invisíveis, tendo se colocado ou não nessa posição.
Carina era invisível e isso é apresentado desde o começo, mas o surpreendente foi notar que Pedro, à sua maneira, também é. Não demonstrando quem de fato ele era, sem querer admitir seu lado sensível, o fato de estar preso na ideia de que não existe nada para ele ou que goste de verdade, o rapaz é vítima do que os outros dizem. A pintura feita de si próprio não é um retrato fiel, então ter consciência disso e ver que foi muito bem trabalhado no texto, é fantástico.
Entre relacionamentos conturbados, uma paixão gigantesca, perder-se na imagem verdadeira um do outro é o que torna a Carina e o Pedro tão únicos.

site: https://www.instagram.com/francine_m_candido/?hl=pt-br
comentários(0)comente



Página 94 12/10/2019

Boa premissa, porém mal executado
A premissa da história é bem interessante, principalmente do meio para o final, porém várias coisas me incomodaram ao longo do livro.

A principal delas foi a falta de revisão. É comum livros tanto nacionais quanto traduzidos terem alguns errinhos que passam, porém em 'Invisível', os erros eram tantos que já estavam me desconectando da história.

Palavra que estava faltando uma letra, falta de concordância e até erro na divisão de capítulo.

Além disso, o linguajar extremamente formal (principalmente no início da história), acrescido do fato que a data em que tudo se passa não ser dita
(a sinopse só diz "em uma época que internet e celulares estão um pouco longe de serem inventados") me deixou um pouco perdida.

Para mim a leitura teve altos e baixos. Momentos em que eu estava super entretida e outros que eu queria abandonar o livro. Adoraria ver essa mesma história nos anos atuais e melhor escrito. No geral foi um livro bem mediano.
comentários(0)comente



Resenhando Carolices 20/08/2019

Uma obra de arte em forma de livro
A versão física de Invisível é absolutamente perfeita, é um dos livros mais lindos que tenho e um dos que mais aguardei pra ter comigo, ler invisível foi sem dúvida a melhor experiência de 2019, era como se eu eu precisasse ler esse livro, ele te conduz a ficar imerso no enredo da Carina e do Pedro como se sua vida dependesse do desfecho da história. Fazia muito tempo que um livro não me deixava apaixonada da forma que Invisível deixo, por isso, considero esse livro uma proeza, e gostaria que todos pudessem sentir esse sentimento bom que eu senti no final da leitura.
Leiam Invisível???
comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 16 a 24
1 | 2