Vozes do Joelma

Vozes do Joelma Tiago Toy...




Resenhas - Vozes do Joelma


52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Gabi 25/05/2020

São 4 contos... na minha opinião 1 é ótimo, 2 são bons e o último é arrastado Kkkk

Honestamente eu esperava mais desse livro. Mais suspense, mais medo.

Mas uma coisa eu tiro dessas histórias: tenha medo de quem está perto de você!!!
Alcione 25/05/2020minha estante
Eu odiei esse livro rsrs
Peguei um ranço terrível.
O único conto bacana foi o das treze almas.


Gabi 25/05/2020minha estante
Alcione, foi um dos que mais gostei. O último, meu Deus, quanta enrolação!!!


Alcione 25/05/2020minha estante
Menina, estamos juntas! Odiei!!
Pra não pegar ranço de Bonini comecei o Colega de quarto que ameeeeiiiii.
Pois o cara arrasa.
Mas nesse conto eu fiz leitura de rabo de olho, confesso


Gabi 25/05/2020minha estante
Eu achava que o dele seria o melhor. Eu amei os 3 livros do cara!!! Foi a maior decepção kkkkkkkk


Alcione 25/05/2020minha estante
O mesmo pra mim. O nome dele saltou aos olhos rsrs
Acontece




Dai Bugatti 19/04/2020

Contos de tirar o fôlego
A ideia de pegar um acontecimento real e construir histórias em cima disso foi um grande acerto.

São 4 contos de autores nacionais excelentes e que nos deixam com a cabeça explodindo. É medo, é loucura, desespero, angústia. Um mix de sentimentos em cada história que nos faz querer mais.

Um livro que merece ser lido.
comentários(0)comente



Jess 16/04/2020

O edifício Joelma ardeu em chamas em 1974, deixando muitos mortos e feridos. Antes do incêndio, o terreno foi palco de um crime e hoje o local possui um histórico de ser amaldiçoado .

Um lugar com tantos mistérios inspirou Vozes do Joelma .

Um jovem cansado da convivência desgastante e dos julgamentos/palpites da mãe e irmãs, resolve por um fim nisso tudo, mas se vê imerso em um redemoinho de mentiras .

Samara descobriu verdade sombrias sobre um colega e rival de trabalho. O certo é não se calar, mas expor algo assim trará consequências terríveis e não só pra ela .

A história de Amilton quando seu caminho cruzou com a tragédia do edifício Joelma nos anos 70 .

Solange, valente e decidida, se vê com um cadáver em seu apartamento. O horror e a ansiedade a consomem, mas ela tenta de todas as formas achar uma saída, inclusive pra se livrar da voz cretina que a persegue .

De um conto para o outro você tem a informação que os personagens sabem o que aconteceu ali. As narrativas se ligam por estarem no mesmo ambiente .

Em um livro com escritas diferentes, eu acho difícil achar tudo perfeito. Se tratando de autores que eu nunca neguei o favoritismo, as expectativas estavam além e dói dizer que não foram 100% atingidas. A ideia é genial, mas em alguns contos senti muito linear, muito enrolado em detalhes e de repente correndo pra um final ou bom demais, mas não surpreendente. O meu favorito foi o do Bonini, que brinca com a forma de narrar, que molda pensamentos e ação dos personagens de forma que as emoções ultrapassam as páginas de forma que terminei e fiquei uau .

A grande surpresa desse livro são as introduções do Tiago Toy. Antes de cada conto ele cria uma teia envolvendo os personagens, tentando trazer uma explicação sombria para o comportamento de cada um. Uma narrativa curta e intensa que abre o livro de forma esplêndida e fecha com chave de ouro .

A ideia e montagem desse livro é por si só uma obra prima. Livros de contos são ótimos para leitores conhecerem novos autores e Joelma é uma entrada incrível, talvez levemente amaldiçoado, mas que rende uma boa história para se compartilhar.

site: www.instagram.com/saymybook
comentários(0)comente



Weslei 16/09/2019

Mais um exemplo de que um livro não é só um projeto gráfico
A edição é deveras caprichada (apesar de ter perdido as contas na quantidade de erros de coerência/digitação), porém a impressão foi de que te tiveram muita pressa pra lançar o livro sem uma revisão mais rigorosa. Ah eu juro que queria muito ter gostado, sempre prestigio escritores nacionais, mas não saiu do mediano (salvo de fraco aos 45 do segundo tempo pelo clímax do último conto). Não estou dizendo que é um livro ruim, ele com certeza vai achar o seu público, os mesmos adolescente ou infanto-juvenis que dão cinco estrelas para UMA MULHER NO ESCURO do RAPHAEL MONTES. Mas como uma literatura mais adulta e consistente de terror, não foi dessa vez. Uma coisa que particularmente me irrita é tentar contemporizar uma época passada como se os personagens se comportassem como as pessoas nos dias atuais. (fulana de tal era apelidada de REGAN personagem de um famoso filme de terror que se esperava estrear no Brasil. Ahhhh por favor!) Isso de fazer tudo virar uma referência adolescente pra atingir um determinado público , me cansa em qualquer livro nacional que leio simplesmente porque não soa natural. O único conto que realmente não achei MUITO FRACO foi O HOMEM NA ESCADA. No mais só percebo que não sou o público pra quem geralmente esses livros sejam dirigidos, talvez o problema seja só eu mesmo tendo passado da idade de curtir algo do gênero. A obra me fez querer ler um livro reportagem real sobre o EDIFÍCIO JOELMA nos moldes de HOLOCAUSTO BRASILEIRO ou TODO DIA A MESMA NOITE, seria maneiro. Quem sabe não pinta um assim por aí! Torcemos!
comentários(0)comente



@injoyce_ 18/05/2020

Vozes do Joelma
Quando vou ler livros sobre coisas que já aconteceram, eu me aprofundo na pesquisa e gente, estou encantada com o estudo que os autores fizeram para criarem o livro.
Os quatro contos ficaram incríveis e a apresentação do Tiago Toy ficou sensacional de medonha.
E os escritores deram uma apimentada de realidade na fantasia jogada no livro, que você acaba até se confundindo, achando que a fantasia acontece realmente. Eu só descobrir o que era real e o que era ficção, porque pesquisei muito o caso e ainda estou encantada com o aprofundamento dos contos.
Fiquei bastante chocada e o primeiro conto me deu bastante medo, e o conto do cemitério foi de arrepiar, nunca mais passarei em um cemitério sem ficar receosa. Tive que optar por leitura diurna e isso nunca me aconteceu.
comentários(0)comente



Luciana Dryer 22/04/2020

Suspense com uma pitada de terror!!!
🔥 Em “Vozes do Joelma” teremos uma visão diferente, com aquela pitada de suspense e terror, da tragédia ocorrida em 1974 em São Paulo, quando o edifício Joelma pegou fogo com uma rapidez impressionante. Muitas pessoas se jogaram dos últimos andares em desespero e sem esperança.
.
🔥 Naquele dia, 1º de fevereiro, o incêndio matou 200 pessoas e feriu 300 pessoas.
Desde então devido a localização do prédio, a imprensa associa a tragédia à histórias sobrenaturais.
.
🔥 O livro traz quatro contos passados antes, durante e depois da tragédia, onde cada autor com sua escrita e sua personalidade literária, aguça nossa curiosidade pelos fatos e nos enche de medo ao retratar com tanta realidade o misticismo contido na história do edifício.
.
🔥 Fui totalmente surpreendida, cada palavra me tocou e me fez relembrar dos fatos que conheci através de notícias, filmes e histórias que me foram contadas anos depois da tragédia.
.
🔥 Se você gosta daquele suspense de arrepiar, que te tira teu sono, não pode deixar de ler esse livro.
.
🔥 Outro ponto forte que me agradou bastante, foi a apresentação do autor Tiago Toy, uma escrita incrivelmente sinistra e primorosa.
.
🔥 Não deixem de pesquisar alguns dos fatos contidos nos contos, vc vai se surpreender ao ver que aconteceram de verdade.
comentários(0)comente



Noemi Moreira 23/04/2020

Bem...
Não me agradou de fato, não sei se pelo assunto abordado ou o estilo de escrita.
Para mim a apresentação do livro e dos contos estava mais legal e interessante do que os contos em si....
Talvez outra pessoa que leia este livre goste da leitura.
Acredito que falar de uma tragédia ainda consideravelmente recente seja de uma indelicadeza com os sobreviventes e as famílias das vítimas da tragédia.....
Bem, essa é a minha opinião.... como eu disse, talvez outra pessoa leia e goste...
comentários(0)comente



Is 05/02/2020

null
Por diversas vezes eu não sabia o que era ficção ou o que de fato, era verdade. Sem dúvida esse livro foi um dos mais impactante que já li.
comentários(0)comente



Acad. Literária 28/01/2020

Um livro surpreendente e aterrorizante
A primeira vez que ouvi falar desse livro foi um comentário do Rodrigo de Oliveira dizendo que estava em um "Projeto Secreto" e embora ele não pudesse no momento falar o que era, ele me disse que envolvia mais autores da Faro. Não foi difícil imaginar que um coletivo de ideias e mentes criativas estava para vir, mas confesso que não estava preparado para o que viria a se tornar Vozes do Joelma.⠀

Foi com muito entusiasmo que acompanhei as notícias de que os autores da Faro Editorial, encabeçados pelo Pedro Almeida, o “Chefe”, estavam planejando um livro que teria a participação de quatro nomes do terror/suspense nacional e ainda contaria com a participação especial de Tiago Toy, outro grande expoente do gênero. E não é segredo para ninguém que sou amante de obras de terror, não é?⠀

O livro, como o nome diz, toma como base a terrível tragedia do edifício Joelma que vitimou quase duzentas pessoas e deixou várias dezenas de feridos. Cada autor deu sua visão sobre o ocorrido (não necessariamente sobre o acidente, mas sobre o terreno ao redor do edifício, que dizem ser amaldiçoado). ⠀

Fazendo um apanhado geral: o livro é sensacional. Como era de se esperar para quem acompanha a editora, essa não é apenas um apanhado de contos aleatórios de terror. Não teve essa de “temos um tema, cada qual escreve o seu”. Não. É possível notar que tudo foi muito bem conversado entre os autores. ⠀

Outro ponto forte dos contos é que eles não necessariamente são ficções baseados em um fato real (o incêndio). Ela fala sobre situações e pessoas reais, pessoas que poderiam ter feito as coisas que fizeram e sofrido o que os personagens sofreram. ⠀

Tenho de fazer uma menção mais que honrosa a apresentação do Tiago Toy, espetacular. E claro, a diagramação da Faro que, meu deus, primorosa 😍⠀

Recomendo demais a leitura! Vou deixar a resenha completa no link para vocês terem mais detalhes da trama!

site: http://www.academialiterariadf.com.br/2020/01/resenha-vozes-do-joelma.html
comentários(0)comente



Fabio Pedreira 03/10/2019

Vozes do Joelma
Gritos que não foram ouvidos
A primeira vez que escutei sobre o Joelma foi quando eu era pequeno no programa Linha Direta. Aquele programa por si só já dava medo em muita gente, com seus relatos e simulações dos casos apresentados. No caso do Joelma foi ainda pior, pois era um especial de terror onde casos sinistros sobre o edifício eram contados.

O primeiro caso era o de um coveiro, que trabalhava no cemitério onde 13 vítimas não identificadas foram enterradas. Tanto o rapaz quanto outras pessoas relataram escutar gritos de socorro vindo do túmulo, e fumaça saindo dele, onde, quando se colocava a mão, sentia que ele estava quente. A única forma de amenizar isso era jogando água para que as almas pudessem ficar em paz. Tanto que virou tradição jogar um pouco de água nos túmulos até hoje.

Claro que hoje em dia o programa não deixa de estar um pouco datado, mas ainda assim não deixa de ter seu clima de suspense, coisa que na época era bem assustador. E é justamente com essas histórias que são contadas que a Faro Editorial resolveu juntar 4 dos seus autores de terror e thriller para uma coletânea - apresentada pelo Tiago Toy - com histórias assombrosas sobre o local.

Irei falar sobre os 4 contos, mas antes devo falar da edição. A edição do livro está muito boa, com várias ilustrações no decorrer da obra, mas um dos pontos fortes são as introduções feitas pelo Tiago Toy antes de cada conto. Como se fosse a narração de uma entidade maléfica que se aproveita dos pecados humanos, ele vai contando como influenciou cada um dos personagens de cada conto, levando-os a fazer coisas que só depois do estrago feito é que viram o prejuízo. Muito bem escrito, essas introduções trazem um elemento a mais na leitura.

Mas vamos a um breve resumo dos contos, com seus respectivos autores.

Marcos DeBrito

O conto do Marcos vai mostrar que, antes mesmo do edifício ser construído, o local já havia passado por uma enorme tragédia. Nele, um assassinato triplo aconteceu, anunciando o que talvez fosse o início das várias tragédias que marcaram o local. De todos os contos esse foi o que achei mais fraco, porém, não se engane, mais fraco não significa ruim. O que acontece é que dentro de uma coleção de 4 contos excelentes, esse foi um muito bom, mas que não superou os outros (na minha opinião).

Rodrigo de Oliveira

No conto do Rodrigo nós vamos ver como como a ganância pode acabar levando não só ao seu fim como também ao de vários outros. O interessante aqui é que nós vamos ficar sabendo como o incêndio supostamente começou, desencadeando a morte e o desespero de muitas pessoas. Além disso, temos um pequeno vislumbre do que virá no próximo conto.

Marcus Barcelos

E lembram do caso do coveiro que falei no início? Pois é, aqui quase temos ele, porém contada de uma forma um pouco diferente. Aqui até temos as vítimas que foram enterradas e seus lamentos, mas junto disso temos também uma outra entidade misteriosa que parece se alimentar de grandes tragédias. Para mim, foi o melhor conto do livro.

Victor Bonini

O do Victor é de longe o conto mais nojento que tem, porém, como eu disse, ainda assim é muito bom. Esse se passa após o acidente, onde o prédio é usado como habitação para pessoas que não tem onde ir. O problema é que uma certa senhora não aguenta mais ver a filha ser maltratada pelo namorado - da filha - e acaba desejando que ele sofra, só que ela vai descobrir que os seus desejos podem ser piores do que ela imagina.

Esses são os contos apresentados no livro. Todos eles muito bons. O interessante é que dá para notar como tanto na escrita como nos contos existem as características próprias dos outros autores. O do Bonini tem uma pegada de investigação, o do Marcus Barcelos tem aquela pegada de mistério entre o sobrenatural e o real e por aí vai. O certo é que Vozes do Joelma é um livro que para quem gosta do gênero vai adorar. Foi um ótimo lançamento da Faro e recomendo demais a leitura.

site: http://www.revelandosentimentos.com.br/2019/10/resenha-vozes-do-joelma.html
Regi 05/10/2019minha estante
Gostei muito da tua resenha. Eu conhecia a tragédia do edifício Joelma por meio de uma reportagem no Globo repórter. Não me lembro o ano dessa exibição mas acho que deve ter alguma na internet. Já do linha direta não me recordo. E bem provável que tenha vídeo na internet. Não sei ao certo. Pra te falar minha memória falha agora mas quando vc mencionou sobre as 13 vítimas enterradas sem identificação imediatamente meu cérebro processou essa informação.


Fabio Pedreira 05/10/2019minha estante
Obrigado :D . Eu vou procurar essa do Globo Repórter para ver. A do Linha Direta tem no YouTube. Eu coloquei o vídeo na resenha no site. Recomendo. Lá no Revelando Sentimentos.




Vicente 16/05/2020

Fraco
Coletânea de estórias curtas sobre a tragédia do Edifício Joelma. Livro irregular com apenas um conto interessante.
comentários(0)comente



Anna 03/03/2020

Falta uma revisão na edição
Achei o livro bem carregado, denso e até sinistro, principalmente a última parte do livro. Que envolve ?loucura?, mas acredito que devido ao tema envolver uma tragédia de tamanha proporção, acaba tendo conexões diretas com histórias semelhantes a narradas.
Já havia lido outros textos sobre o incêndio do Joelma, principalmente sobre as 13 almas. Vale à pena a leitura.
comentários(0)comente



Marcela.Gomes 03/09/2019

Vozes do Joelma
Leitura INCRÍVEL de 4 contos cujas histórias se passam no cenário de uma das maiores tragédias envolvendo incêndio no Brasil. Alguns dos contos são baseados em histórias reais (o que é muito legal). Meus contos preferidos foram O Crime do Poço e Os Treze!
Tiago Toy ™ 11/09/2019minha estante
Oi, Marcela!

Obrigado por reservar um tempinho e vir aqui deixar sua impressão sobre o Vozes do Joelma. Nós trabalhamos com muito carinho nesse projeto. Espero que tenha tido pelo menos algum pesadelo, rs

Beijão!




Cleyson - @bookseestante 11/10/2019

No dia 1º de fevereiro de 1974, uma tragédia acontecia na região central de São Paulo. O Edifício Joelma pegou fogo. Quase 200 pessoas foram mortas e mais de 300 ficaram feridas.
A tragédia repercutiu no país inteiro, e atualmente continua sendo motivo de discussão.
Muitos boatos cercam o local, há quem acredite que no prédio há fantasmas e que acontece eventos inexplicáveis.
DeBrito, Barcelos, Oliveira e Bonini contam histórias que envolvem o lugar amaldiçoado, desde a década de 40 até o novo século, com apresentações do Toy.

"[...] A morte não é um terrível fim - terrível é a sentença do outro lado."

"Vozes do Joelma" reúne quatro contos que obedece a uma linearidade precisa. O 1º mostra que, na década de 40 houve um crime monstruoso nas terras onde hoje é o Joelma; o 2º exibe como se deu a tragédia; o 3º expõe a narrativa de um homem que teve sua vida atada à tragédia, e o último explana um caso de uma mulher que morou no prédio, mas que foi sistematicamente perturbada enquanto esteve por lá.

Conto é um gênero literário em que é preciso ter aptidão no momento de construí-lo. Justamente por sua pequena extensão, poucos personagens, espaço e tempo reduzido, os autores têm que desenvolver histórias que deem margem para possíveis interpretações, mas que sincronicamente sejam completas.
O primeiro e segundo conto não me conquistaram, o terceiro e quarto, sim. As apresentações do Toy chamaram minha atenção e me fizeram refletir após a leitura de cada uma delas.

O quarto conto foi o que me fez ter diversas reações, esse me deixou pensativo ao terminar. Um conto perturbador e repleto de enigmas.
Pela obra dispor de um quadro excelente de autores, e justamente por conhecer o trabalho individual de cada (exceto do Barcelos e Toy), me pareceu que o livro foi feito às pressas, sem um desenvolvimento maior em sua produção.

Quem me conhece sabe que sou apaixonado pelo terror e afins. Mas, infelizmente, o “Vozes” não me ganhou inteiramente, exceto pelo penúltimo e último conto. Não senti o “clima” que sinto ao ler determinadas obras do gênero.
Lembro que essa é minha única e exclusiva opinião, e que jamais vou deixar de indicar uma obra a alguém, tendo em vista que cada um deve ter sua própria experiência. Sugiro que quem tiver interesse, leia e tire suas próprias conclusões.
Weslei 11/10/2019minha estante
Quando terminei fiquei com vontade de ler um livro reportagem real sobre o edifício Joelma, tipo Holocausto Brasileiro. Seria maneiro.


Cleyson - @bookseestante 11/10/2019minha estante
Sim. Um não ficção seria bem maneiro mesmo.




Evelyn Marinho 07/04/2020

Bom.
Gostei, só um conto que não me agradou muito.
comentários(0)comente



52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4