Casa Glass

Casa Glass Rachel Caine




Resenhas - Casa Glass


71 encontrados | exibindo 61 a 71
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Chefa 10/03/2011

Roteiro ótimo apesar do tema batido...
O fato é: certo, a história começou com a tradicional perseguição meninas malvadas versus adolescente principal pobrezinha. Admito que quase engasguei com o livro! Já pensei: ai, não, outra menina boazinha que se apaixona pelo vampiro e bla bla bla?? Bom, calma. Se fosse só isso, eu teria odiado o livro e na verdade eu amei!
Algum tempo depois aparecem os maravilhosos Michael Glass, Eve e Shane! Eles moram numa casa, a estranha Casa Glass, e a personagem principal, Claire, vai procurar refúgio das meninas que querem matá-la - literalmente, por um motivo imbecil qualquer - por lá, embora Michael não goste muito da ideia, só faz por pena.
Na verdade, a população é dividida entre os protegidos pelos vampiros e os que não são, como é o caso dos quatro...só que a Casa os protege! E Michael, nossa, eu sou louca pra falar do segredo dele, mas você vai ter que ler pra descobrir!! O livro realmente não é óbvio como a maioria que andei lendo...
Leitura recomendada! ;)

www.recantodachefa.com.br

Estelinha Somer 10/06/2011minha estante
Ai eu quero saber o segredo rs.
Vou ler com certeza.




Patrícia 01/03/2011

Os Vampiros de Morganville – Casa Glass – Rachel Caine
“E o vento levou encontra a Família Addams” (Michael, Os Vampiros de Morganville – Casa Glass pág. 23)

Bem vindo a Morganville, Texas. Apenas não fique fora após o escuro... Essa frase chamou a sua atenção? Se não, pois deveria, eu simplesmente estou fascinada com essa estória, a forma como ela foi desenvolvida e como ela te atrai para uma leitura viciante diga-se de passagem.
Casa Glass conta a estória de Claire uma caloura universitária que sofre perseguições dentro do seu alojamento na faculdade e se vê obrigada a procurar um novo local para morar, só um pequeno detalhe a garota tem apenas 16 anos e é considerada uma gênio e para muitos uma aberração. Após uma procura não muito longa Claire encontra a Casa Glass e lá conhece os seus verdadeiros amigos: Michael, Eve e Shane (ai, ai suspiros *-*). Todos são ótimos a sua maneira, mas cada um guarda segredos valiosíssimos.
A estória é eletrizante em cada página, literalmente falando, existe um acontecimento e um segredo é desvendado, isso é de tirar o fôlego de qualquer leitor levando-o ao delírio total. Claire vai descobrir segredos que não deveria e colocar ainda mais sua vida em risco, de forma alucinante ela se ve obrigada a não só tentar salvar a sua vida como de todos os seus amigos.
O livro é escrito de forma leve, o que traz um fácil entendimento ao leitor, a estória é contada em terceira pessoa e o livro se passa em tempos atuais. Meninas vocês vão se apaixonar deliberadamente pelo Shane ele é muito fofo e bem determinado em suas decisões, porém traz um grande segredo em sua vida. Michael da mesma forma esconde um segredo e é tão fofo quanto Shane. Eve é um doce de menina, e diferente dos dois marmanjos ela é um livro aberto, não consegue de forma algum manter a boca fechada levando assim a Claire ter conhecimento de vários segredos que envolvem a cidade de Morganville.
E para finalizar a nossa adorável protagonista que apesar de apanhar muito não se deixa abalar pelas pedras que encontra pelo caminho e olhe que Mônica Morrell sua digamos, principal inimiga, não é qualquer pedra, mas, mesmo assim Claire segue em frente em busca da solução de seus problemas que só o futuro ou a escuridão lhe dará a resposta.
comentários(0)comente



Tati 28/02/2011

O livro até a metade é bem paradinh,o chega até dar raiva de Claire, mas conforme o final se aproxima revelações surpreendentes vão sendo feitas e a estória fica bem interessante, fazendo justiça ao enredo da trama que é muito bom (uma cidade governada por vampiros), conforme as coisas vão se desenrolando (o que tristemente só acontece nos últimos 5 capítulos + ou -), vc não quer desgrudar do livro e ver como todas vão se ver livres das confusões que vão surgindo ao longo da trama. Do ponto de vista de um aspecto geral o livro é interessante, o final deixa um gostinho de agua na boca o que é essencial (principalmente em se tratando de series tão longas quanto essa), para que o leitor fique com vontade de ler a continuação da estória. O livro só não merece mais estrelas pq achei que a autora enrolou um pouco no começo as coisas poderiam ter fluido um pouco mais rápido.
comentários(0)comente



naniedias 15/02/2011

Casa Glass, de Rachel Caine
Claire é uma garota inteligente, muito mais inteligente do que o normal. E isso é um problema, ao menos para ela sempre foi. Entrou um ano adiantado no Ensino Médio e saiu um ano adiantado. Resultado: tinha apenas 16 anos, mas já estava entrando na universidade. No caso dela, não o MIT, Yale ou outra universidade dos sonhos, os pais acharam que ela era nova demais para ir tão longe sozinha - ela teria que esperar dois anos. E, enquanto isso, teria que estudar na péssima University Texas Prairie - a TPU.
E não bastasse estar lá, ainda por cima estava sendo seguida e molestada pelas garotas do grupo da Mônica. Ok, não havia sido nada inteligente corrigir a garota popular na frente dos amigos. Mas, fala a verdade, quem acha que a Guerra Coreana teve alguma coisa a ver com a Segunda Guerra Mundial não só merece como precisa ser corrigido. Mas havia sido um erro, e agora Claire sabia.
Após ter toda a sua roupa roubada, Claire ainda é espancada e jogada escada abaixo pela turminha da popular Mônica. Ela decide, então, que o melhor a fazer é procurar um lugar para morar fora da Universidade.
E, assim, ela encontra um anúncio de um quarto numa casa onde moram três pessoas: Michael, Shane e Eve. Claire vai parar na Casa Glass. As coisas iriam se arrumar, assim pensa Claire. Ela estava errada.
Mal sabe ela o que a espera: de fantasma a vampiro, recheado com muitas aventuras e algumas imprudências da mocinha.
"Uma garota tem que ser muito cuidadosa, especialmente por aqui. [...] Morganville é cheia de vampiros. [...] Os vampiros são os donos da cidade. Eles é quem mandam. Ou você aceita isso ou vai embora."

O que eu achei do livro:
O livro é incrível! Eu tenho me decepcionado bastante com alguns YA que leio, principalmente pela falta de originalidade. Não posso dizer que já tenha lido tantos assim para saber dizer tudo o que já foi dito, mas de maneira geral, Casa Glass é um livro bem original e bastante diferente do que tenho lido. E ele fala sobre vampiros.
E aí sim vem a melhor parte, vampiros de verdade. Como assim? Leia o livro e irá descobrir! Não vou entrar em detalhes porque ainda considero que poderia soltar um spoiler indesejado. Se você gosta de vampiros tradicionais, bad guys, essa série também é para você!
Os quatro personagens principais são excelentes! Aliás, Rachel Caine monta seus personagens de uma maneira fabulosa! Não tem como se apaixonar e não tem como prever o que vai acontecer (admito que sou meio lerdinha... talvez você não fique tão no escuro quanto eu, mas acho que também não dá para acertar de cara não)!
A escrita, como é comum em livros desse estilo, é simples e a leitura bem rápida - uma delícia! A história é maravilhosa, o cenário tudo de bom e a Casa Glass um lugar dos sonhos!
A Underworld é uma editora nova, por isso não posso deixar de falar do trabalho deles nesse livro. O trabalho merece uma nota 8 - é um trabalho excelente, mas ainda acho que poderia ser melhor! Vamos por partes. A capa é incrível, uma jacket que se solta do livro - em tom fosco. Dá um ar de mistério, desconhecido, perigoso. Admito que curto mais capas brilhantes, mas essa se encaixou perfeitamente. Retirando a jacket o livro também é bem bonito, todo preto com as letras brancas na frente e prateadas na lateral. A diagramação do livro ficou muito bem feita - bom espaçamento, boa margem e uma ótima letra. Eu não sou especialista em tradução e nem li o livro original, porém é possível perceber que, de maneira geral, o livro foi cuidadosamente traduzido. Então se tudo é perfeito por que o 8 e não o 10? Aí vem a parte que me desagradou um pouco: a revisão. Não é o pior caso que eu já vi. Mas fazendo um apanhado geral, em 20 páginas eu encontrei, facilmente, 10 erros graves. Ou seja, incomoda. Bastante. Em alguns momentos a fala dos personagens se mistura aos pensamentos ou às falas de outros personagens, o que chega a atrapalhar um pouco a leitura. É o primeiro livro de uma editora que está chegando ao mercado, então, sinceramente, espero que melhore nos próximos.
Enfim, o livro é muito bom, a edição vale a pena e a leitura é deleitosa! Está cansado de vampiros, pense novamente. Esses são realmente vampiros...
Adorei a história e super recomendo a leitura!

Nota: 9
Dificuldade de Leitura: 5

Leia mais em: http://naniedias.blogspot.com
comentários(0)comente



Coruja 10/01/2011

Confesso que não estava assim particularmente animada com esse lançamento, apesar de toda a festa que vinha sendo feita em torno do livro. Muitas resenhas positivas depois e livro devidamente encomendado, ainda estava com o pé atrás.

A questão é... vampiros? De novo? Fala sério, ainda não deu para cansar, não?

Mas, bem, eu já tinha encomendado o livro. O que mais eu podia fazer além de ler?

Ele deve ter demorado ainda uma semana na estante antes que eu pudesse me sentar para começar a folheá-lo. E então ele me fisgou assim, logo às primeiras páginas. Não devo ter levado mais que duas horas para devorá-lo inteiro e depois entrar em surto porque... como assim ele acaba ali? Bem ALI? Eu preciso, PRECISO do segundo volume. DESESPERADAMENTE.

Então... a história gira em torno de Claire, gênio em treinamento. Claire terminou a escola mais cedo, e poderia ter sido aceita em qualquer grande faculdade de tecnologia, incluindo aí o famoso MIT; o problema é que seus pais a acham muito nova para simplesmente debandar para uma faculdade longe deles e é assim que decidem que ela deve passar um ano em Morganville, onde ela pode começar a faculdade e ficar convenientemente perto de casa.

Além disso, Morganville é uma cidade pequena e tranqüila. O que pode acontecer demais com Claire nesse lugar?

Bem, pode acontecer que o fato de ter se mostrado inteligente colocou-a na mira da grande Abelha Rainha, Monica e suas Monickettes, resultando em bullying pesado, que chega ao ápice com uma queda da escada que poderia tranqüilamente ter quebrado o pescoço da protagonista.

Torna-se, pois, uma questão de sobrevivência deixar o dormitório da universidade. E é assim que Claire vai parar na Casa Glass, onde conhece Eve, Michael e Shane, que daí em diante serão seus amigos e protetores.

Bem, protetores de uma forma relativa. Não é como se eles pudessem fazer muita coisa. Não quando a cidade está infestada de vampiros.

O que me fisgou na história, além dos personagens – que dos ‘mocinhos’ aos ‘bandidos’ são todos muito bem construídos e interessantes – foi a forma como a Rachel Caine colocou seus vampiros na história, respeitando a natureza destes seres. Eles são predadores, e em nenhum momento ela te deixa esquecer disso.

Gostei da forma como a Caine escreve – ela é ágil, e sabe misturar bem romance, humor, aventura e suspense. Interessante é que o personagem que mais me meteu medo – e devo confessar que ela conseguiu me deixar realmente arrepiada – não foi nenhum dos vampiros que dominam e infestam a cidade, mas um humano: Jason, o irmão psicopata da Eve.

Só que Jason não tem nada a ver com o primeiro livro (sim, eu saí à cata dos livros seguintes após terminar o primeiro porque, como eu disse, eu precisava saber o que acontecia a seguir), então não entrarei muito em detalhes.

O duro é que a série tem previsão de doze volumes. Doze, fala sério. Que saudades da época em que livros começavam a terminavam num único volume. Do jeito que a coisa anda, se eu não conseguir me controlar, terei que declarar falência.

Enfim... eu gostei, recomendo, e mal posso esperar para continuar a ler a série. Cada novo volume traz uma reviravolta e acréscimos de elenco que nos deixam com calafrios e não consigo de forma alguma prever como isso vai terminar.

O que é, definitivamente, um sopro de novidade das séries nesse estilo que tenho lido nos últimos tempos...
Mr. Saraiva 26/02/2011minha estante
Sua me deixou desesperado pelo livro!!! #NecessitoDeMV


Pati 26/04/2011minha estante
Eu quero muito ler este livro, mas como vc falou, doze volumes!!!! eu já estou falida rsrrss agora terei que emprestar dinheiro, obrigada pela resenha! bjs


Lane @juntodoslivros 13/09/2013minha estante
Bom, para mim o livr não funcionou muito bem. Além de erros de diagramção. Conversas misturadas com descrições e se misturando com outras falas.
Tem o fato de todo os segredos serem revelados de forma lenta. Acredito que muitas partes do livro foram desnecessárias.
Mas fico feliz que alguém tenha gostado! ^^




Camila 06/01/2011

Casa Glass
Esse primeiro livro da série me deixou bastante animada! É uma série sobre vampiros mas com uma abordagem bem diferente!! O livro fala sobre humanos que tentam sobreviver numa cidade controlada por vampiros!! É bem legal!!

www.leitoracompulsiva.com.br
comentários(0)comente



Scheila 27/12/2010

Um Livro Delicioso e Alucinante
Review da Guardiã: Realmente valeu a pena esperar!!! Casa Glass é FODÁSTICO!!!
Todo mundo já havia me falado da série os Vampiros de Morganville e no início do ano o Ed_Hells havia me trazido todos os livros em e-book e fazia a maior propaganda em instigando a ler. Mas como a agenda de leituras está sempre apertada, fui deixando de lado e quando a Fabi da Underworld divulgou que eles iriam lançar a série aqui no Brasil, resolvi esperar para ver.

Claire é uma menina prodígio, com seus 16 anos foi admitida nas melhores Universidades do País, porém, seus pais receosos por ela ir para tão longe com tão pouca idade a convenceram a entrar para a TPU em Morganville no Texas a apenas alguns quilômetros de distância de casa. O intelecto de Claire foi o que a colocou em problemas com as garotas mais populares da escola (Monica e suas Moniquetes...nada mais que vacas psicopatas que iriam transformar sua vida num verdadeiro inferno). Ferida, humilhada e muito abalada, Claire busca abrigo na Casa Glass, onde conhece Eve (uma gótica de excelênte coração), Shane (ahhhh...lindo, fofo, bobalhão, fofo, bem humorado, fofo, tudo de bom e muiiitttooo fofo... será que deu pra entender a dimensão da fofura dele?? kkkk) e Michael Glass (dono da casa, loiro, lindo, ótimo músico e com hábitos e problemas muito peculiares).

Quer ler o restante da resenha?
Acesso o Blog GMN!!!

http://guardiadameianoite.blogspot.com/2010/12/resenha-os-vampiros-de-morganville-casa.html
comentários(0)comente



AndyinhA 16/12/2010

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Outra situação que posso apresentar é a maneira de escrever da Rachel, você sempre acha que não vai ser grande coisa a história, mas ela tem um jeito de escrever que simplesmente te gruda no livro e você acaba terminando a história praticamente no mesmo dia que começa a ler, porque um capitulo leva ao outro que leva ao próximo e claro, você se vê nos capítulos finais e pensa – já cheguei até aqui mesmo porque não ler até o fim e terminar o livro?

A cidade ser cercada de vampiros é tão contraditória e intrigante que às vezes não sabemos se aquele personagem que aparece é ou não vampiro e a medida que Claire avança e conhece mais de Morganville, nós conhecemos a cidade junto com ela, os locais onde os humanos são bem-vindos e onde eles não podem entrar sem permissão.

Mais em:http://www.monpetitpoison.com/2010/12/poison-books-casa-glass-rachel-caine.html
comentários(0)comente



Nanawtf 23/11/2010

1 palavra: MARAVILHOSO!
No começo, ela fica uma coisa um tanto monótomo, a não ser do tipo de violencia que ela recebe em sua faculdade. O fato de ela ser muito nova ja na faculdade, me cativa.
Quando ela chega na Glass' House, tudo fica com um certo mistério no ar. Michael é o que? O Shainne quer que Claire vai embora? O porque da Eve se vestir daquele modo? Mas é bem engraçado, e no decorrer da historia todas suas perguntas são resposndidas com MUITA AÇÃO! O que me cativou no livro não é o vampirismo em si - porque, bem, os vampiro VM são maus! - e sim o porque a Rachel não poupa nem um pouco de ação. Do começo até o fim. Então, sem mais palavras: o livro é maravilhoso!
comentários(0)comente



julia 24/10/2010

não é um dos melhores livros que li sobre vampiros mas é bem legal.claire é uma jovem de 16 anos que muda-se parauma pequena cidade chamada morganville a fim de cursar a faculdade.só o que ela nao sabe mas breve irá descobrir é que a cidade é dominada por vampiros!
só achei que o final poderia ter ficado melhor encaminhado...não que ele esteja ruim ok?prtendo ler o volume dois com toda certeza e ver no que dá.
comentários(0)comente



Aline 04/01/2010

Morganville Vampires vai virar filme ou serie

Os direitos da série de livros The Morganville Vampires, da Rachel Caine, foram vendidos para o produtor britânico Charles Armitage da Noel Gay Motion Picture Company (Reino Unido).
Fonte: http://topblogs.ligg3.com.br/the-morganville-vampires-podera-virar-filme-ou-serie-de-tv/
comentários(0)comente



71 encontrados | exibindo 61 a 71
1 | 2 | 3 | 4 | 5