O Inferno é Aqui

O Inferno é Aqui André Schuck




Resenhas - O Inferno é Aqui


5 encontrados | exibindo 1 a 5


ClauClau 20/10/2021

O inferno na Terra
Neste livro o autor André Schuck conduz ao leitor a conhecer de forma impactante o que acontece na mente de um assassino sem escrúpulos e sedento por sangue. Matar para ele é algo natural, assim como escovar os dentes. Um perfeito sádico que dialoga com seus demônios, registrando minuciosamente seus atos. Aqui a narrativa é bem diferente, e foi isso que despertou meu interesse, pois ele mescla a escrita, fotografias e incríveis ilustrações, que dão um gatilho sensacional para a proposta do enredo. Tudo isso é transformado em um diário sangrento onde seu narrador é o próprio protagonista mostrando e dissecando a maldade de sua mente torpe, louca e cruel. Este livro é um convite para todos aqueles que se atrevem a encarar o lado mais sombrio de uma mente totalmente em declínio. Conhecer o inferno na Terra, esse foi o grande recado do enredo. Aqui consegui entender o que duas mentes doentes são capazes de fazer juntas.

site: https://www.euleiosimedai.com.br/post/resenha-o-inferno-%C3%A9-aqui
comentários(0)comente



Felipe @quarta.capa 09/06/2021

Quando recebi esse livro da querida parceira @grupoeditorialcoerencia fiquei extremamente atraído por sua estética. Não à toa, então, passei-o a frente de outras leituras e cá estou eu para falar do que se trata.

“O Inferno é aqui” tem uma estética totalmente diferente dos livros comuns. Todas as páginas são recheadas de ilustrações, sejam elas desenhos (demoníacos rs) ou fotografias criadas exclusivamente para ilustrar a obra. Toda essa montagem trouxe um diferencial para o livro, cujo algumas imagens chegam a substituir textos. Ouso dizer que essa obra é “um filme para ser lido”.

A história é um terror bem cru e que, basicamente, retrata a maldade a qual um ser humano pode se sujeitar (ou estar susceptível). Isso porque a narrativa me soou um pouco dúbia, o que foi bem legal, pois não conseguimos ter certeza se o que o protagonista faz é por de fato estar possuído por demônios, que o induzem a praticar crimes terríveis, ou se essa é a perspectiva de uma pessoa, na verdade, psicótica.

Contado em formato de diário, a narrativa é bem fluida. Porém, aborda temas extremamente pesados de forma bem explícita, como assassinato, violência física, sequestro, possessão demoníaca, entre outros. Então fica o alerta de gatilho.

Gostei da experiência, achei o livro bem visual e, para quem gosta do gênero, então, vale a pena conhecer a obra, que por ser bem curtinha, dá pra concluir a leitura em um único dia.⁣

site: https://www.instagram.com/p/CPl_blejMpd/
comentários(0)comente



Andy Santana 17/04/2021

Ótimo para quem gosta de leitura ilustrada
Aos amantes de um terror sanguinário, André Schuck traz a perfeita receita com o lançamento do seu novo livro “O Inferno é Aqui”. Misturando diferentes linguagens, o autor apresenta seus personagens através de texto, ilustração e fotografias.

Em forma de diário, o personagem principal relata sua história que mescla terror de uma infância sombria, com os pesadelos de um adulto atormentado por demônios em sua cabeça. Ao se apaixonar por V, ele encontra o complemento que faltava para sua loucura.

Em diferentes situações de perigo, o casal desafia as leis e comete inúmeros crimes, até o roubo de uma criança, que julgam ser a encarnação se sua filha morta em um aborto espontâneo.

Flertando com o gênero literário que só cresce no país, André acende a luz para a intersecção de múltiplas linguagens para contar a história, afim de prender a atenção dos jovens leitores, que são acostumados às redes sociais e as imagens instantâneas. A ilustração de Suzana Saito, merece uma profunda atenção, pois com traços inacabados o desenho ganha forma de palavras.

site: http://www.sodapop.com.br/resenha-o-inferno-e-aqui/
comentários(0)comente



Karin Cristine 01/03/2020

Beem diferente de tudo que já li
Olá meus amores tudo bem com vocês??
O livro O inferno é aqui é um livro bem diferente, uma mistura de fotografias e textos à mão nós mostrando que o inferno é aqui !!!
Um livro beeem diferente de tudo que eu já li e fiquei super curiosa para saber o final com esse casal sangrento e macabro.
É um livro bem sangrento como mostra a capa, siiim !!!
Que conquista os leitores tanto na escrita como no visual, com fotos incríveise sangrentas!!!!
Bem vindo ao inferno kkk

? Uma vida não é o suficiente. Por isso, contamos história.

? Mascava como uma vaca faz com o cupim.

? Aceitar é o primeiro passo no caminho da cura.

Já leu?? me conte o que achou!!

Espero que tenham gostado super beijão
Kah?
comentários(0)comente



Érica | @aquelacomlivros 14/09/2019

SENSACIONAL!!
Na bienal desse ano, tive o prazer de conhecer novos autores nacionais e um deles foi o André Schuck. Além de escritor, o cara é diretor artístico, já escreveu e dirigiu curta-metragens finalistas internacionais, tais como NYC Horror Film Festival e Shriekfest Film Festival, eleito o festival de Horror e suspense mais importante de Los Angeles pela revista LA Weekly. Ou seja, para uma amante de thriller e suspense como eu, a expectativa com este livro estava nas alturas e não me decepcionei.

Por fora, o livro já ganhou a minha atenção, não só pelo título que é bem sugestivo, mas porque na capa e contra capa tem um homem e uma mulher ensanguentados com aquele olhar doentio e atrás vem escrito:

"-Quem é você?
-Demônio.
-O que você quer?
-Mais.

Porém foi quando vi o interior do livro que eu tive certeza de que ele já seria meu. Para a minha surpresa, o livro todo é em formato de um diário, o diário de um serial killer!!!! Gente, fiquei MARAVILHADA com a criatividade do autor e todo seu capricho na montagem do tal diário. A narração em primeira pessoa possui fonte num estilo de escrita à mão, para parecer mesmo que foi o personagem quem escreveu, a narração também tem fonte estilo colagem de revista para dar voz aos demônios com quem o personagem conversa. Não possui marcação de páginas, todo o registro é datado e ilustrado, com desenhos e FOTOS, sim, eu disse fotos! O André contratou atores para encenar alguns dos relatos do psicopata. Então, vemos pessoas ensanguentadas, amordaçadas, mortas, além de imagens dos personagens principais, seja posando para a câmera armados e sujos com o sangue das vítimas, ou em situações mais "comuns" se é que posso chamar assim.
Tudo o que eu mais queria agora era que o Skoob permitisse colocar fotos nas resenhas para eu mostrar para vocês essa belezinha!

Tudo sobre psicopatas me interessa muito, mas estou acostumada a ler sob a perspectiva do detetive, da vítima, ou terceiros, mas nunca estive na cabeça do serial killer e isso é o que acontece neste livro. O personagem principal (não diz o seu nome) é um homem mentalmente perturbado que, logo na primeira página, já nos apresenta sua personalidade doentia, nos contando sobre uma mulher que ele encontrou na saída da faculdade, iludiu com uma conversa mole e a levou para sua casa, mas não para o que ela esperava.

"Agora posso ouvi-la chorando baixinho no canto da sala. Percebeu o terrível erro que cometeu. Gostaria de saber se ela lamenta por si ou pela família, que irá sofrer até o dia de suas mortes, sem nunca saber o que aconteceu com ela."

(E dá-lhe fotos da pobre coitada!)

Ele nos conta um pouco sobre sua infância, com pais drogados e alcoólatras, que o negligenciaram diversas vezes, até mesmo com tentativas de assassinatos pelo pai. Ele já era uma criança "diferente", mal compreendido e sem qualquer ajuda psicológica. Desde cedo começou a dar lugar a essa personalidade que ouvia demônios clamando por sangue e eles passaram a ser sua família.

Como desgraça pouca é bobagem, numa de suas caçadas, conhece uma linda mulher a quem chama de V e que é tão perturbada como ele, ao se deparar com uma alma tão negra quanto a sua, ele se entrega a um romance, digamos, peculiar. Os relatos, então, passam a ser sobre sua vida ao lado de V, sua nova parceira no amor e no crime. Se a coisa já era feia, agora fica pior! Os horrores, a sede por sangue, o prazer em matar, tudo em dose dupla.

"Somos aves negras circulando pela noite.
Do alto observamos.
Do alto elegemos.
Somos aves negras caçando pela noite"

O cenário muda um pouco quando V engravida, perde a bebê e cisma que a alma de sua filha encarnou no corpo de uma menina de 10 anos que ela vê andando na rua com seu pai, tendo então que pegá-la de volta. A partir daqui, vemos um psicopata que de dia cuida da filha e de noite mata pessoas com a mulher. Um misto de vida comum e vida bandida, dois foragidos, com uma criança sequestrada, dizendo a ela que eles são os verdadeiros pais, até onde isso pode chegar?

É muito angustiante ver que coisas normais da vida, tem uma forma completamente diferente aos olhos de um psicopata. Aquelas vozes na cabeça dele, sempre pedindo mais mortes, até mesmo da mulher e da filha que ele ama e defende da própria loucura. A falta de empatia, remorso, ou qualquer sentimento que possa frear seu impulso de machucar alguém é de dar medo porque nada impede ele de matar. Nada o comove. Nada.

O fim, apesar de ser o que eu esperava, teve uma surpresa que me deixou um pouco chocada, não vou negar que também me deixou com um gostinho de quero mais. Super recomendo essa leitura para você que adora um thriller!

"Cicatrizes desse tipo não são curadas. Podem ficar adormecidas, mas sangram, mesmo que não lembremos delas o tempo todo."
André Schuck 15/09/2019minha estante
Uau!! Adorei sua resenha. Fico agradecido e feliz que gostou do livro. Obrigado.


Érica | @aquelacomlivros 16/09/2019minha estante
Estou apaixonada por esse livro, André! Eu que agradeço por você tê-lo escrito! Parabéns!




5 encontrados | exibindo 1 a 5


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR