Esmera

Esmera A.P.Ribeiro




Resenhas - Esmera


28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


CooltureNews 18/08/2010

CooltureNews (Por: André)
www.coolturenews.com.br

Bem-vindo a um mundo de magia, um mundo repleto de criaturas que aqui, existem apenas em nossa imaginação. Há muito, os mundos eram um só, um mundo onde harrens (humanos) e ginns (esmerianos) conviviam em harmonia. Mas que devido às guerras entre os harrens e ginns foi separado pelos deuses criadores de Esmera em duas dimensões até que todos aprendessem a conviver em paz. Desde então os humanos veem esquecendo que são seres mágicos, perdendo assim sua magia.

Após ter toda sua família assassinada na guerra Kira foge com Anika, sua irmã mais nova, para a Terra, depositando na irmã todas as esperanças para um futuro de paz em Esmera. Kira, sabendo que irá morrer a deixa aos cuidados de um padre que durante 15 anos a cria em seu orfanato. Annia (Anika) cresceu, como os humanos, sem acreditar em magia, até que certo dia é encontrada pelos rebeldes de Esmera e devido ao iminente perigo que corre é levada de volta ao seu mundo.

Anika Atlantis Magnus é a imperatriz da água, herdeira legítima do trono. Com medo de seu retorno o Imperador Baltazar faz um pacto com os Sete Demônios Marcados, a fim de destruir a menina e nada impedi-lo de conquistar toda Esmera. Anika então passa a ser protegida pela Guarda dos Nove e a partir de então, passamos a conhecer Esmera. A autora nos mostra esse incrível mundo tanto pela ótica dos esmerianos, quanto pela de Anika, fazendo assim que todos conheçamos Esmera juntos.

Mais que magia e guerras, Esmera fala de sonhos, amizade, amor e LIBERDADE. Com personagens simples, e que nos conquistam com facilidade, o livro nos conta uma história envolvente, que nos faz mergulhar nesse incrível mundo e não querer mais sair. Nos mostra que com coragem e determinação podemos conseguir o que quisermos, e que ao lutar pelo que amamos e acreditamos ganhamos muito mais que lutando apenas por nós mesmos. Esmera é um mundo incrível e que pelo final do livro, tudo indica que, mais contos esmerianos nos aguardam. Leitura super recomendada para os fãs do gênero, e para os não tão fãs também.
Jhonatan 06/12/2010minha estante
Adoro livros sobre mágia. Aqueles livros que criam uma "mitologia" própria com a história de suas criaturas e personagens. Obrigado pela resenha Coolturenews.
Seguidor: Jhonatan Carneiro


Zi 06/12/2010minha estante
Ah faz tempo que quero ler Esmera! Mundos novos e mágicos são ótimas tramas para se ler! Só vi elogios ao livro tb, e a autora é uma simpatia!
Seguidora: Isis Pacheco


Maedchen 06/12/2010minha estante
Adorei a resenha!Quero muito ler.Toda essa magia acaba envolvendo e a leitura se torna mais fácil e atrativa!

Mädchen


Paula Miranda 06/12/2010minha estante
Mais um livro nacional! E depois dizem que nacionais são chatos... Esse livro parece ser super legal, né?! Estou louca para ler!
Paula Roberta


ida 06/12/2010minha estante
Adoro livros de contos de magia. Adoro livros que envolvem sonhos... isso prende minha atenção por também ser uma pessoa sonhadora.


Dessa 06/12/2010minha estante
eu li e amei. muito mesmo.. me prendeu do inicio ao fim, a jornada de Anika.
eu queria um romancezinho la pro final, rs ;x
Quem sabe no proximo? :P
d e s s a


Vilmar Júnior 06/12/2010minha estante
Fiquei muito curioso pra ler esse livro. Magia é algo que me fascina.
Vilmar Junior


Thiago Andrade 06/12/2010minha estante
Esse eu quero ler, foi um dos primeiros dessa safra de autores brasileiros que eu vi. e o livro é pequeno, então da pra ler rapidinho.

Seguidor:Thiago de Andrade Alonso




Kaah Cullen 27/12/2010

Esmera é o romance de estreia de A.P.Ribeiro. Lançado em junho pela editora Porto de Ideias.

Esmera conta a história de Anika, uma menina que tem que ajudar/salvar seu povo do tirano Baltazar. A anos sua irmã Kira a tirou de Esmera para salva-la, Kira a deixou com um padre, fazendo-o prometer que iria cuidar de Anika. Depois de anos os rebelados vão atras de Anika, a sua unica esperança de eles viverem numa Esmera melhor é se Anika voltar.

Esmera foi um dos melhores livros que ja li esse ano, que mostra o amor e a amizade de uma pessoa por alguem. O livro é pequeno ( para o meu desespero), mas A.P.Ribeiro disse que tera um segundo volume maior (EBAAA), ainda bem, pois ainda estou chocada com o fim deste.

Recomendadissimo, é uma obra incrivel, A.P esta de parabens, a narrativa é em 3° pessoa, ficou excelente assim, sem nada repetitivo ou cansativo.

OBS: Se você gosta de Avatar ira amar o mundo de Esmera.
comentários(0)comente



Taty Magnago 07/12/2010

http://tatybooks.blogspot.com/
Esmera é o romance de estreia de A.P.Ribeiro. Lançado em junho pela editora Porto de Ideias.

Esmera conta a história de Anika, uma menina que tem que ajudar/salvar seu povo do tirano Baltazar. A anos sua irmã Kira a tirou de Esmera para salva-la, Kira a deixou com um padre, fazendo-o prometer que iria cuidar de Anika. Depois de anos os rebelados vão atras de Anika, a sua unica esperança de eles viverem numa Esmera melhor é se Anika voltar.

Esmera foi um dos melhores livros que ja li esse ano, que mostra o amor e a amizade de uma pessoa por alguem. O livro é pequeno ( para o meu desespero), mas A.P.Ribeiro disse que tera um segundo volume maior (EBAAA), ainda bem, pois ainda estou chocada com o fim deste.

Recomendadissimo, é uma obra incrivel, A.P esta de parabens, a narrativa é em 3° pessoa, ficou excelente assim, sem nada repetitivo ou cansativo.

OBS: Se você gosta de Avatar ira amar o mundo de Esmera.
comentários(0)comente



Tathy 01/10/2010

Esmera de A. P. Ribeiro
Se você deseja ler a resenha completa (com links ativos e imagens), acesse http://www.tathy.com.br

Título Original: Esmera
Editora: Porto de Idéias
Número de Páginas: 168
ISBN: 9788560434619
Ano: 2010
Avaliação: 4 estrelas - Muito bom!

Esmera da A. P. Ribeiro é um livro de fantasia, do tipo que nos faz desejar um mundo mágico.

Quando bebê, Anika foi deixada por sua irmã Kira em uma igreja. Kira, sabia que esta era a única forma de proteger a irmã, tirando-a de Esmera e deixando-a no mundo dos humanos. 15 anos depois, sem saber de suas origens, Anika já havia desistido de ser adotada e esperava alcançar a idade em que pudesse ser livre legalmente. É neste momento que seres diferentes e mágicos aparecem em sua vida. Para salvá-la e levá-la pro mundo ao qual sempre pertenceu.

Anika é uma garota doce que tem em sua personalidade o que melhor há em Esmera e o que de melhor há no mundo dos humano, em que foi criada. Para salvar seu povo, ela coloca o amor e amizade a frente de tudo, inclusive de seus receios, temores ou até mesmo seus desejos.

O livro é um pouco confuso no começo, os nomes dos povos, reinos, personagens e afins, soam um tanto clichês, mas tudo isso apenas até o momento em que nos acostumamos com Esmera e seus habitantes. E quando nos acostumamos e passamos a conhecer os personagens e diferenciá-los, nos apaixonamos. Apaixonamos e sofremos. Apesar do livro ser escrito em terceira pessoa, eu consegui ver com bastante facilidade através dos olhos de Anika e assim como ela, me apeguei de forma incondicional aos personagens.

Confesso que me revoltei com o final, final mesmo, último parágrafo, até já perguntei para a Anni se o livro tem continuação, mas ela ainda não teve tempo de responder. Vi alguns comentários no twitter que sim, o livro tem continuação e se tiver, eu acrescento uma estrela a minha classificação. Retirei uma estrelinha por causa do final, confesso. Mas como eu disse, ela será recolocada se a Anni disser que Esmera tem continuação :)

Quando um livro é muito bom e possui personagens marcantes, não consigo deixar de imaginar como seria o filme do livro e isso aconteceu com Esmera… Algumas cenas de Os 3 mosqueteiros, ficariam lindas quando penso em alguns personagens da Guarda dos Nove…

Atualizando:

Ok galera, a Anni já me respondeu. Sim, Esmera tem continuação. Ebaaaa! E por isso a classificação subiu para 4 estrelas :)
comentários(0)comente



May 29/07/2010

www.sobrelivros.com.br
Bom, primeiramente eu queria dizer que ando me deslumbrando com os autores brasileiros… Há tempos eu não lia um livro de fantasia histórica com tanta paixão, mas sem romance. Porque romance anda ficando clichê, todo mundo tem um amor perfeito, um amor sem dúvidas, uma paixão que dói, acaba incomodando.

Esmera é sobre o amor de uma pessoa aos seus amigos, à sua família, tanto de sangue, quanto do coração. É apaixonante e até eu quase saí gritando “Por Esmera!“.

Em segundo lugar… Eu quero uma continuação. Choro, peço e imploro! Não podemos deixar essa história terminar assim, isso não é fim!

Ok, ao livro! Esmera é sobre uma orfã, Annia (Anika) que descobre ser a princesa descendente de um reino em um universo paralelo, dominado por seu tio, um imperador extremamente violento e tirano.

Ao longo da história, vamos sendo apresentados a esse mundo, assim como aos amigos que Anika faz naquele mundo – e aos inimigos também. O mundo é fascinante e tem potencial para ser uma Terra Média (J. R. R. Tolkien), mas precisa, bom, de mais páginas!

O livro é curtinho, tem 168 páginas (aliás, se você é que nem eu e lê a última página antes de começar, acredite em mim, não o faça!!), mas cativa e emociona, você ri e chora a cada virada da situação e a autora consegue fazer malabarismos com o ponto de vista de vários personagens, mudando frequentemente, para que possamos entender toda a história e suas consequências.

Os personagens mudam e evoluem ao longo do livro, algumas emoções amadurecem, como eu falei no começo, não há um amor romântico específico, mas nota-se o envolvimento de alguns personagens e sabe-se que há algum tipo de emoção romântica ali (entendem porque quero uma continuação?).


Será que ao final disso tudo, ainda preciso dizer que adorei? Amei! Mas, continua minha implicância – poderia ser maior. Poderia ser bem mais longo, aliás, quando colocar minhas mãos em uma continuação, aí sim ficarei mais calma. Preciso de mais! Mais Anika, mais Erick, mais Dante, mais Iriard, mais Katerine e, acima de tudo, mais Pietro. Até mais de Abigor e Ariana – Abigor por um motivo óbvio (sem spoilers!) e Ariana porque, bom, porque acho a personalidade dela bem interessante e foi pouco comentado sobre isso no livro.

Resumindo, é um livro maravilhoso, de uma escritora brasileira, com muito potencial para, no mínimo, uma continuação. Leiam, vale a pena! (ah, e a autora é uma graça, super querida – sigam @annipribeiro )
comentários(0)comente



iluj 19/01/2011

Aos dois anos de idade Anika foi deixada numa igreja por sua irmã Kira, era a única forma de ela ser protegida, afinal no futuro ela seria a salvação do reino de Esmera. Já aos 15 anos Anika é resgatada do mundo dos humanos e levada de volta para Esmera, pelos rebeldes que lutam com o império tirano de Baltazar, tio de Anika, que em busca do poder dizimou toda sua família. Anika é uma ameaça ao poder de Baltazar, sempre foi, já que ela é por direito herdeira do trono e ele mais do que nunca quer a sua morte, com isso conta com Sete Demônios Marcados. Ao lado dos rebeldes, Anika agora irá lutar pelo que lhe é de direito e descobrirá que ela finalmente encontrou a família que sempre esperava.
O livro é narrado na 3ª pessoa, de uma forma leve e cativante, não há como não embarcar no mundo de Esmera, um mundo cheio de traições e intrigas, mas onde o amor e a amizade prevalecem.
comentários(0)comente



Andy 29/08/2010

Resenha: Esmera - A. P. Ribeiro
Esmera é livro fantástico que revela um mundo cheio de magia e surpresas. E pra falar a verdade, eu não esperava muito dele, principalmente, por ser o primeiro livro da autora e ela ser bastante jovem, mas ainda bem que eu estava errado, pois o livro me surpreendeu muito, e é escrito com uma narrativa muito agradável e com muita criatividade.

A história se concentra em Annia, uma garota que vive no orfanato e sempre sonhara que algo mágico iria acontecer com ela, que um dia teria uma família e um lar, mas isso nunca ocorreu e por isso seus sonhos foram sumindo e começou acreditar na pura e cruel realidade que via à sua frente.

A magia e a fantasia não passava de um sonho para garota, nada disso existia, mas ao ser atacada no orfanato por sombras, que certamente queriam sua morte e ser salva por animais que viraram pessoas, Annia não sabia mais no que acreditar, não sabia o que fazer, apenas seguiu as ordens daquelas pessoas e foi parar em um mundo completamente diferente do qual conhecia, Esmera, cheio de magia e criaturas mágicas.

Annia descobriu que seu verdadeiro nome é Anika, e que é a herdeira legítima do Império da Água, que foi dominado pelo seu tio Baltazar, que é um homem muito mal e tirano, que planeja dominar todo o mundo de Esmera, com a ajuda de sete demônios.

A garota Anika tem um enorme poder nas mãos, terá que aprender a utilizar magia que provém de Esmera, e ter coragem suficiente para seguir seu destino, pois agora, ela descobrira um lar e uma família que achava não existir, e se não fizer nada poderá perdê-los em pouco tempo.

Como eu já disse, o livro me surpreendeu muito, a autora conseguiu criar uma história fantástica, e tudo que ela escreve vai se interligando com algo que vai acontecer e nada fica sobrando no livro. Diferente de muitos escritores que enchem os livros de cenas e acontecimentos sem importância.

O livro é cheio de personagens e cada um tem suas próprias características, uns são engraçados outros são introvertidos, mas acabei gostando de todos (menos dos malvados, né!). E como estamos em um mundo mágico, existem todos os tipos de seres que você possa imaginar, duendes, grifos, ogros, fadas, feiticeiros etc.

A autora escreveu um livro muito bom, que aliás eu indico, e espero ansioso para continuação dessa magnífica história.

Essa resenha e muitas outras em http://destacandolivros.blogspot.com
comentários(0)comente



Daniela Tiemi 26/11/2011

Kira fugia com uma criança em seus braços, ela fora atingida durante a fuga e sabia que pouco tempo lhe restava. Encontrou abrigo em uma igreja e a um padre entregou a menininha, sua irmãzinha chamada Anika, implorando para que a protegesse. Após ter a certeza que sua irmã estaria em segurança, a princesa Kira Atlantis Magnus se entregou a morte que a esperava nas mãos dos Sete Demônios Marcados.
Anos se passaram, agora com 15 anos, Anika cresceu no orfanato da igreja e é chamada de Annia, uma garota cética que não acredita em magia e contos de fadas. Até que em um fatídico, quando está deitada preguiçosamente em sua cama planejando dormir o dia todo, ouve uma voz, mas não há ninguém em seu quarto, apenas um gato cinza que nunca antes tinha visto. Assustada, ela pensa estar sonhando e logo percebe que aquele gato está realmente falando com ela, pedindo que ela a siga, pois precisam sair dali antes que os demônios apareçam. E, eles aparecem. A gata se transforma em uma mulher que a ajuda a fugir e a leva para o mundo mágico de Esmera que desde o assassinato da antiga família real - da qual Anika é a única sobrevivente - fora dominado pelo tirano Baltazar que se sente ameaçado por a menina ainda estar viva e a quer morta. Contudo, Anika será protegida, pois é a última esperança para o reino de Esmera.

Este pequeno livro, de apenas 168 páginas, me cativou do início ao fim. É um livro para se ler em poucas horas e, ao terminar, desejar por mais. Devo confessar que aquele final me deixou um tanto frustrada, mas logo descobri que a autora tem planos para uma continuação! Entretanto, eu gostei bastante de como a história foi finalizada por fugir do clichê. Eu realmente esperava por algo bem mais óbvio, então se você é do tipo que gosta de finais surpreendentes este é mais um motivo para não deixar de ler este livro.
Os personagens também são interessantes, mas entre todos, os meus favoritos são Dante que foi um excelente amigo para Anika e gostei muito de sua atitude esperançosa e otimista no desfecho da obra; e o princípe Iriard que demonstrou atitude e personalidade ao enfrentar seu perverso pai, Baltazar.
Se você gosta de literatura fantástica, este livro é mais que recomendado e mesmo se você não gosta do estilo, eu digo que vale a pena dar uma chance a esta obra nacional de qualidade.
comentários(0)comente



Nery 28/09/2010

Resenha: Esmera
"Eterios Linare"... Não tem outra forma de começar a resenha a não ser assim: A autora A. P. Ribeiro me surpreendeu com o seu livro Esmera, confirmando todos os elogios que eu tinha ouvido; dos "novos" autores brasileiros, na minha opinião, ela se destaca pelo brilhantismo e beleza ao escrever Esmera. Engana-se aquele que não apostar em ler o seu livro, pois o mundo de magia e fantasia construído pela autora é de desbancar muitos livros que existem nas prateleiras.

Com o início de um grande mistério, o livro se inicia com a morte de uma jovem ao salvar sua irmã, entregando a pequena criança ao Padre Pedro, deixando a pequena Anika salva no mundo dos humanos, afinal ela seria a salvação de Esmera. Após 15 anos da morte de Kira, os rebeldes da terra mágica atravessam a fronteira que liga a realidade ao mundo de Esmera para resgatar Annia, a jovem princesa que recebera esse nome ao viver longe do seu mundo.

Com a ajuda de Marisca, em forma de gato, e Erick, seu irmão em forma de coelho, Annia foge do ataque de Abigor, um dos Sete Demônios Marcados. Com a morte de Padre Pedro, sacrificando-se para segurar Abigor, Annia atravessa o portal e se torna Anika Atlantis Magnus, a herdeira do trono de Aquaria, aquela com sangue dourado e que poderia derrubar o império de Baltazar, seu tio, culpado por matar sua família, inclusive de ser o mandante do assassinato de Kira, e instaurado uma política do terror em Esmera.

A. P. Ribeiro mostra extrema qualidade e cuidado ao descrever a beleza de Esmera, além de grande maestria ao cuidar das pronúncias de cada magia disparada por seus personagens. Estes também capazes de conquistar os leitores a cada página, seja pelo romantismo de Dante, a beleza de Sofinia ou o tamanho descomunal de Oligor. Entre vários personagens também conhecemos Katerine, a capitã pirata, e sua personalidade difícil; cheia de planos e vontades, acaba capturando Iriard, filho de Baltazar, que se torna o ponto chave da guerra a ser travada.

Ariana, irmã de Iriard, usa o rapto do irmão para convencer seu pai de sua morte e assim atacar os rebeldes de Frontem. Desse ponto, em diante, vemos a evolução de Anika e seu treinamento em magias; não reconhecemos mais Annia, que vivia com os harrens (humanos), mas sim Anika, a Imperatriz da Água, ou melhor, a Imperatriz de Esmera. Aquela que salvaria os ginns (seres mágicos) das mãos de Baltazar.

Recheado de aventura e ação, entre lutas e fugas, invasões e batalhas entre o Império e os Rebeldes, a autora consegue dar um toque de romantismo ao vermos Katerine salvar Iriard ou Anika e sua amizade com Pietro; personagem, este, que possui um grande papel para a grande virada final. Seja pela batalha em Frontem, o coração de Esmera, ou a queda da fortaleza do Oeste, sem contar a batalha final entre Esmerianos e o Império, o livro possui grande qualidade ao se mostrar nos relatos de acontecimentos e não deixa o leitor perder o fio de pensamento entre os acontecimentos.

Com um grande e inesperado desfecho, temos a conclusão da história que nos conquista desde sua primeira página. Com grande potencial, Esmera se torna um livro merecedor de uma continuação, mesmo que este não esteja explícito ou até mesmo confirmado pela autora. A mensagem de "liberdade" presente no livro é ótima e o carisma dos personagens se torna, em conjunto ao mundo mágico de Esmera, o motivo de não querermos terminar o livro, afinal, mesmo terminando de ler, o mundo de Esmera continuará vivo dentro de cada um de nós.
comentários(0)comente



Psychobooks 16/08/2010

Confesso, que logo nas primeiras páginas do livro identifiquei alguns “elementos Harry Potter.”

Vamos a história:

Assim como Harry, Annia foi levada para o mundo ‘humano’, pois corria perigo em seu próprio mundo.

Foi criada em um orfanato por um padre, e aos 15 anos é então feita a revelação de que ela vive em mundo mágico.

Em Esmera, Annika (que era chamada de Annia no mundo ‘humano’) é considerada a salvação para alguns, e a ‘maldição’ para outros. Ela é a herdeira direta do trono, mas o atual soberano esta disposto a tudo para matá-la, inclusive um pacto com 7 demônios.


Gostou? Quer ler mais? Acesse:

http://www.psychobooks.com.br/2010/08/esmera.html
comentários(0)comente



Jeanne 03/01/2011

Anika (Annia) é a heroína do livro. Foi deixada, ainda criança, por sua irmã no mundo "real" em uma igreja aos cuidados do padre Pedro para que pudesse sobreviver depois que seu tio malvado Baltazar tomou posse do reino. Uma simples garota que está num orfanato há 15 anos, nunca foi adotada e que está conformada com seu destino e feliz (do jeito que dá) com a sua vida. De repente fica sabendo que tem em suas mãos o futuro de Esmera, um mundo que nunca ouviu falar. E é para lá que ela é levada para que possa tomar posse de seu reino e aprender magia já que é a única esperança e a herdeira. Saberá ela lidar com tamanha responsabilidade?

Esmera é narrado em 3ª pessoa numa linguagem simples e bela, com detalhes ricos e fascinantes. Os personagens aparecem devagarzinho e são todos interligados. Todos eles são importantes para a estória e possuem personalidades bem marcantes. No decorrer da estória eles vão ganhando toques especiais e ganhando ainda mais espaços nos nossos corações. Tem personagens para todos os gostos. Irmã malvada e fria, irmão lindo e ainda não mau. Tio perverso. Garotos lindos e convencidos. Amigos únicos e especiais. Enfim, um livro que merece ser devorado em poucas horas como foi feito por mim.

Apesar de ter lido poucos livros de magia, gosto muito dessa temática. Sou completamente apaixonada por HP e talvez por isso não procure muitos livros porque tenho a mania de ficar comparando. Mas tirando a magia e o fato de Anika ser órfã, o livro é único. Com um grand finale de deixar o leitor mais exigente de queixo caído e chorando tanto quanto eu.

A autora (BRASILEIRA) tem somente 18 anos e no seu primeiro livro já mostrou o grande potencial que tem, fazendo com que eu e muitos outros leitores supliquemos pela continuação do livro.

Leiam o livro e embarquem no mundo especial de Esmera. E tenham a certeza que não se arrependerão. Eu achava que ia gostar de Esmera, mas esse livro superou todas as minhas expectativas.

Esmera é mágico, envolvente, criativo e super fantástico.

http://www.livronochadascinco.com.br/
Mais que recomendado.
comentários(0)comente



Ellen 21/07/2014

Land of Something - http://landofsomething.com/
Tudo começa com o sacrifício de Kira, a Princesa Imperatriz da Água, que foge para o mundo dos humanos carregando nos braços a outra sobrevivente de sua linhagem real, sua irmã mais nova Anika, na tentativa de manter esta a salvo. O motivo dessa fuga é porque, com a ajuda d’Os Sete Demônios Marcados que foram libertados da prisão de mil séculos, Baltazar, meio-irmão do Imperador Arthurios, assumiu controle do mundo de Esmera com tirania e violência, eliminando a família imperial.
Anika cresce no mundo dos humanos onde foi deixada aos cuidados de um padre, sem saber de sua origem. Mas tudo muda quando os rebeldes descobrem um jeito para levá-la de volta a Esmera e com isso eles terão um “ás na manga” para a guerra que está sendo travada durante todo esse tempo.

O livro foi bem conduzido, de forma que a história ficou atrativa, mas faltou profundidade, detalhes. E seria legal ler mais sobre os personagens, principalmente porque o livro vai “mudando” de ponto de vista durante a história – é narrado em terceira pessoa, mas a narrativa não fica fixada em um só personagem, ela vai “girando” e mostrando o que vai acontecendo com diferentes personagens nos dois mundos.
Mas o que mais me desagradou foi a sensação de que a história não tinha um tempo; eu não senti um começo, um meio e um fim, então fiquei com a impressão de que tudo aconteceu de uma vez e acabou.
Em contrapartida o que eu mais gostei foi Esmera, o lugar me ganhou totalmente, com toda essa coisa de mundo diferente e pessoas diferentes. Fiquei maravilhada com todos os nomes de personagens e as palavras específicas que a autora criou para designar algumas coisas, como por exemplo: Os Sete Demônios marcados – Abigor, Gorgon, Euriale, Jormungard, Hell, Ferir (juro que não consegui achar o nome do sétimo, então atualizo aqui quando eu achar); Marisca, Oligor, Sofinia, Erick, Katerine, Dante e Marfinos (rei de Frontem, o abrigo rebelde do norte) que são componentes dos rebeldes e parte deles é integrante da Guarda dos Nove (principal guarda rebelde); harrens = humanos.
A estrutura do livro também não deixa a desejar: a sensação era de que se tratava de tomadas de um filme, o que foi interessante de ler.
A personagem que mais me deixou curiosa foi a Kira e isso fez com que eu sentisse falta de mais coisas sobre a parte dela na história, principalmente porque ela pareceu ser tão corajosa e determinada. A Marisca, integrante da Guarda dos Nove, também foi uma personagem que me cativou, a típica irmã mais velha, cheia de paciência e compreensão. Outro personagem de quem gostei muito foi o Pyro, com toda a força de vontade de se manter ele mesmo independente do que acontecesse e então aquele final previsível para ele (afinal quem não gosta de um clichê?).
Existem milhões de livros com essa temática, mas com certeza Esmera merece atenção, sendo uma leitura agradável do tipo que você começa e só para de ler quando termina.
comentários(0)comente



Carol 03/09/2010

Adorei!
Desde que comecei a ver algumas resenhas e matérias sobre Esmera em outros blogs literários, fiquei super curiosa quanto a história. Para começar, a capa me chamou muito atenção pelos seus detalhes, e no momento em que peguei o livro nas mãos vi que cada capítulo começava com uma ilustração semelhante a da capa, o que me faz gostar ainda mais! Parabéns a Porto de Idéias!

Vamos a história?

Annia, ou Anika, cresceu em um orfato até seus 15 anos de idade. Numa momento inesperado, um gata falante aparece e Anika precisa ir, imediatamente, para um outro mundo, Esmera. Lá, tudo parece estar num caos onde um tirano imperador chamado Baltazar comanda Esmera com a ajuda de 7 demônios. Indo de encontro com ele estão os Rebeldes que acreditam que Anika é a sua única esperança.

Esmera é um mundo totalmente diferente do que ela havia conhecido e Anika, uma garota que nunca acreditara em contos de fadas, agora estava vivendo um.

Adorei os personagens e a história! Enquanto lemos o livro vemos que não exitem partes para aumentar o livro, ou encher linguiça, tanto que ele tem apenas 168 páginas, uma pena, já que por mim poderia ter umas 300!

Gostei principalmente de Erick, um dos personagens que protegem Anika. Com seu comportamente fechado e carrancudo, ele e a menina não se dão bem desde o primeiro momento. Será que vai rolar alguma coisa aí no futuro?

Marisca, Katherine, Iriard, o filho de Baltazar, Dante, Pyro, e todos os outros são personagens muito cativantes! No começo é difícil não confudir os nomes, mas depois você vai criando uma imagem e percebendo a personalidade de cada um. O que é uma experiência muito legal!

Um fato muito legal é que Esmera vai ter continuação, o que não podia me deixar mais feliz, já que a primeira coisa que fiquei pensando após a leitura foi: "Eu quero mais!!"

Dragões, amizade e muita magia. Uma leitura leve, rápida e divertida!

Essa e outras resenhas você encontra no Open Page (http://openbookpage.blogspot.com)
comentários(0)comente



nandaassis 09/06/2010

Resenha publicada no Viagem Literária
Um mundo novo, uma nova dimensão, onde a magia está viva e pulsante em todos os seres que lá habitam. Um reino onde as estrelas estão ao alcance da mão, a natureza tem todo seu esplendor e os dragões convivem domesticamente com os habitantes. Conheça Esmera da brasileira A.P. Ribeiro e seu mundo mágico.

Annia cresceu em um orfanato humano sem nada saber de suas origens e de sua família. Abandonada aos dois anos aos cuidados de um padre, viveu e cresceu sem muitas crenças e sem muitos sonhos. Annia não acreditava em magia, até que um gato fala com ela, literalmente, e conta as suas origens. Annia é na verdade a princesa Anika Atlantis Magnus, única herdeira sobrevivente do reino de Esmera e foi deixada com os humanos para sua proteção, mas agora corre perigo também neste mundo e deverá voltar.

O reino foi dominado por Baltazar, um tirano que assumiu o Império da Água e quer conquistar o mundo todo. A única coisa que ele teme é a volta de Anika, herdeira legítima do trono e fará de tudo para exterminá-la. Para isso ele faz um pacto com os Sete Demônios Marcados, seres imortais que ganharão sua liberdade quando matarem a princesa.

Anika é resgatada e está sobre a proteção da guarda dos nove, os rebeldes que ainda fogem do imperador e lutam por sua liberdade. Ela é a única esperança de todo um povo, esperança de paz e liberdade. Finalmente ela conhece o maravilhoso mundo de Esmera, seu mundo, suas raízes. Ela aprende magia, treina e principalmente faz novos amigos. Marisca – a guardiã que a salvou -, Dante – sempre animado e com um sorriso no rosto, e o implicante Erick – bonito e mal humorado.

Os sete demônios marcados estão à espreita, eles precisam matar a princesa. E para complicar Katerine D’ Bello uma das lideres dos rebeldes seqüestra Iriard o filho de Baltazar. Iriard não passa de um jovem inocente que não tem idéia da crueldade do pai, até ser seqüestrado e abandonado ao sacrifício.

Agora Baltazar sabe que Anika está em Esmera, e ataca os rebeldes com toda a sua fúria. Em um destes ataques Anika conhece Pietro, o jovem desconhecido que quer se unir aos rebeldes. Pietro é na verdade Pyro, filho de um dos sete demônios e ele tem uma missão. Uma missão difícil de cumprir, quando ele se vê atraído pela jovem e inocente menina, que confiou nele como ninguém mais fez.

O reino corre perigo, os rebeldes estão sendo exterminados e só uma guerra poderá salvar Esmera, restaurar a paz e levar ao trono sua verdadeira herdeira.

Esmera mostra um mundo totalmente novo, cheio de encantos e de personagens incríveis e como você pode ver são várias histórias interligadas, com muitos personagens interessantes. O livro ficou meio confuso até a primeira metade, era muita história para poucas páginas. Depois a história me conquistou e acho que conquistará todos vocês, impossível não se apaixonar por Annia, por Erick, Dante e Pietro.

Ficaram alguns romances em aberto e a história tem todo o jeito de que terá uma continuação, eu espero ansiosamente por ela, gostaria muito de conhecer mais sobre Esmera, o uso da magia e principalmente o futuro de alguns personagens.

Esmera é o romance de estréia da autora, quem já leu me conte o que achou e quem ainda não conhece vá logo buscar o seu. Eu estou adorando conhecer autores novos e histórias incríveis, fico mais feliz ainda sabendo que são autores brasileiros.
comentários(0)comente



Dan 18/09/2010

Esmera - Mundo mágico

Minha opinião:
Esmera é fascinante. Quando você começa a lê-lo não quer mais parar, não é a toa que li o livro de um dia para o outro.
A trama é muito elaborada, com pura fantasia e amor.
Amei o livro e os personagens.
Esmera tem o poder de prendê-lo e só o libertará quando a história terminar.
A única crítica que tenho, é devido ao final, pois a autora deveria ter dado um desfecho muito mais grandioso à estória tão interessante. Mas, a autora ainda é jovem e com certeza ganhará mais experiência em suas obras.
O livro é maravilhoso, e vale a pena lê-lo, é claro.
Esmera é emocionante, eletrizante e nos deixa super curiosos.
Embarque você também no coração de Esmera.


Resenha:

Esmera - A. P. Ribeiro

Kira, princesa de Esmera, corre pelas ruas do mundo humano, fugindo com Anika, sua irmã ainda bebê, nos braços.
Se os perseguidores não a matassem, os dados venenosos que a atingiram fariam o trabalho. Mas, ela tinha que cumprir sua missão, a única esperança é Anika.
Chegando a uma igreja, quase em seus últimos momentos, Kira entrega Anika ao padre Pedro fazendo-o prometer que iria proteger e esconder Anika.
Saindo com o vento para outro lugar no mundo humano, a fim de despistar os Sete Demônios Marcados, seus perseguidores. Kira encontra a mão fria da morte, mas parte em paz por cumprir sua missão, salvar Anika e Esmera.

Esmera é um mundo mágico, separado do mundo humano por um véu.
Antes, todos usavam magia, humanos e esmerianos, porém os humanos ‘perderam’ a magia porque deixaram de acreditar.
A guerra entre os homens e esmerianos fizeram os deuses separar os mundos para que aprendessem a viver em paz.
Os humanos tinham magia, mas foram esquecendo que também eram seres mágicos, seu mundo esqueceu e perdeu a magia.
Há quinze anos Annia vivia no orfanato sobre a proteção do padre Pedro. Ela era realista e perdera a esperança de ser adotada, embora as pessoas se encantassem com sua beleza, nunca dava certo eles permanecerem com ela, coisas inexplicáveis aconteciam, desde gravidez inesperada a acidente fatal.
Ela agora já não nutria tal esperança, sonhava com o dia em que atingisse a maioridade e saísse do orfanato.
Porém, seu destino era muito diferente.
Ao entrar em seu quarto, abriu a janela e sentou-se na cama, era um lindo dia primaveril.
Sonolenta, pensou alto, bem que poderia dormir um pouco, mas ouviu uma voz lhe responder que não seria uma boa ideia.
Annia levantou-se assustada, não tinha ninguém no quarto, só um gato cinza que fixava seus olhos verdes nela.
“- Por onde você entrou? – perguntou Annia...”, mas parou quando o animal lhe respondeu que foi pela janela que ela tinha aberto.
Esta gatinha era Marisca, um dos membros da Guarda dos Nove (rebeldes de Esmera), que junto com seus amigos vieram levar Annia para que os demônios de Baltazar não a encontrassem.
Nesse momento, surgindo da escuridão, a mão, de um dos demônios, agarra Annia a puxando para as trevas, mas Marisca é mais rápida e joga um feitiço de luz, dissipando a escuridão.
Annia fica perturbada, em dúvida entre a razão e seus instintos, mas contrariamente optou por ir com Marisca.
Marisca leva Annia à igreja, onde padre Pedro rapidamente conta tudo a Annia, sobre sua família e seu mundo, despedindo-se entre lágrimas.
Porém, quando Marisca e Annia estão para passar pelo portal entre os mundos, os demônios as alcançam, entram em estátuas de gárgulas da igreja e começam a lutar com Marisca. Esta é uma ótima lutadora, mas não consegue desviar todos os dardos venenosos que os demônios jogam em direção a Annia.
Annia fecha os olhos, esperando a dor que não chega, ao abri-los vê padre Pedro sorrindo, os dardos acertaram suas costas.
O padre diz para elas irem logo, que ele iria distrair os demônios.
Ao passar pela fenda, Annia avistou chamas que consumiram a catedral por completo.
Cruzando os mundos Annia descobre Esmera, um mundo lindo e fantástico.
Annia pergunta a Marisca por que tudo aquilo estava acontecendo, e esta lhe conta do inicio.
“Há quinze anos, Baltazar tomou o Império da Água.
Ele era meio irmão do imperador Arthurios. Com a súbita morte da família imperial, Baltazar era o único herdeiro do trono...
Ele havia feito um pacto com os Sete Demônios Marcados, aprisionados na prisão de mil séculos. Nesse contrato, Baltazar daria aos demônios a liberdade, se estes lhe dessem o trono...
O imperador Arthurios tinha duas filhas, a mais velha e herdeira do trono, Kira, e a caçula, com um pouco mais de dois anos, Anika...”
Kira nunca gostara de Baltazar, e descobriu seus planos contra Aquária. ela consegue fugir com Anika, mas seu corpo de Kira nunca foi encontrado.
Baltazar é um tirano, mas há algo que ele teme.
Annia pergunta o quê? Dizendo que não tem nada a ver com isso.
Logo, Erick, um dos membros da Guarda dos Nove, diz que Baltazar teme a ela, pois ela é a única que poderia tirá-lo do trono, Anika Atlantis Magnus.
Annia, que na verdade é Anika, enfim descobre a verdade e o peso que ela proporciona, ela é a única chance de Esmera, e todos dependiam disso.
comentários(0)comente



28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2