O Desafio do Amor Verdadeiro

O Desafio do Amor Verdadeiro Laura Lee Guhrke




Resenhas - O Desafio do Amor Verdadeiro


27 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


cris.leal.12 12/06/2020

Dois personagens aparentemente incompatíveis, mas...
Neste romance de época vamos acompanhar Rex e Clara, um casal que, a princípio, não tem nada a ver. Ele é um visconde lindo, imoral e muito cobiçado pelas mulheres. Já ela, é tímida, não possui título nem grandes atrativos físicos e, por isso, não chama a atenção dos homens. Ele é um libertino com vasta experiência amorosa. Ela não tem experiência sobre amor e romance. Além disso, ele despreza a instituição do matrimônio, enquanto a grande ambição dela é casar-se e ter filhos.

Apesar da incompatibilidade, eles acabam se aproximando por absoluta necessidade. Clara precisa que Rex use a vasta experiência amorosa para escrever a coluna de Lady Truelove. Uma coluna de conselhos para os apaixonados, fundada por sua irmã, e que é o maior sucesso do jornal da sua família. A ausência temporária da irmã, obriga Clara a manter a coluna ativa, mas ela não possui conhecimento para isso. Pelos serviços prestados como conselheiro amoroso, Clara promete uma generosa remuneração a Rex. E dinheiro é algo que ele anda precisando muito.

A convivência um tanto forçada no início, vai ficando cada vez mais prazerosa a medida que Clara e Rex se conhecem melhor e descobrem que, apesar das diferenças, têm muito em comum. Impulsionados por uma forte atração, vão, aos poucos, afastando medos e revendo conceitos, o que torna o convívio cada vez mais estreito e interessante.

Apesar do enredo previsível, e de algumas situações e atitudes que mereciam melhores abordagens, o livro cumpre bem a missão de distrair.

site: https://www.newsdacris.com.br/2020/06/resenha-o-desafio-do-amor-verdadeiro-de.html
comentários(0)comente



Vitoria 30/04/2020

Gostei mais desse do que o primeiro. Leitura leve, engraçada e que deixa o coração quentinho. Adorei!
comentários(0)comente



Bruna 25/02/2020

Perfeito! Adoro romances que começam com acordos e terminam do jeito que a gente gosta.
Amei esse livro mais que o primeiro. Uma ótima dica pra quem gosta de romance de época, mocinhos com relação cão e gato e acordos!!
Leitura leve e divertida, além de sensual!
comentários(0)comente



Cecily 01/07/2020

01 de julho de 2020
"Se ela era a rosa, ele era o sol, a chuva de verão que a havia feito desabrochar depois de um longo inverno."

Este livro é ainda melhor que o primeiro! É divertido e vemos nossa mocinha mudar tanto desde o último livro.

É um romance que deixa aquele quentinho quando terminamos a leitura.

Ainda quero conhecer um Adônis como nosso mocinho.
comentários(0)comente



Katia Rejane 21/02/2020

Gostei.
Achei melhor do que da Irene.
comentários(0)comente



Pequena Belieba 27/06/2020

Encantada...
Achei a escrita bem mais leve do que a do primeiro livro, e me encantei pelos personagens.
melhor que o primeiro sem duvidas!
comentários(0)comente



Gabie 18/04/2020

Um romance ok, mas nada de mais
Eu esperava que esse livro fosse 5 estrelas já que tem uma capa maravilhosa e um nome que chama atenção, mas para mim foi um romance de época mediano. Clara é uma personagem que gostei desde o começo, por mais que ela fosse timida, ela tinha muito mais coragem que pensava. Rex não me conquistou meu coração no começo e no meio começou a me conquistar e depois com uma atitude que não gostei perdeu meu coração de vez.

O livro é bem devagar, as coisas demoram para acontecer, mas desde o começo temos a principal visão de que Rex é rendido por Clara. Até ai eu achei ok, pensei que as coisas iam se encaminhar por um caminho bom, mas foi para o outro. Clara sempre foi a mocinha que queria se casar, e naquela época as mulheres se casavam virgens, então era de suma importância que ela não perdesse isso, mas ai sem pensar direito ela faz a maior cagada da vida dela. Achei isso hipócrita, uma vez que a autora ficava naquela que ela queria se casar, queria fazer tudo certinho, e ela nem cogitou que isso daria errado, nem teve aquele cliche de que a mocinha fala que não poderia fazer aquilo, mas todos nós sabemos no que vai dar né.

A pior parte foi depois, o fato de que Rex fez isso de propósito para suprir suas necessidades e de sua luxuria, pois queria ter aquela mulher em sua cama e não pensar no desejo da própria mocinha foi o cumulo. Como que um mocinho que sente algo por ela poderia fazer isso???? Ele quebrou o coração da menina e pior, fez chantagem sobre gravidez, amadooh?????

Eu já li muitos romances de época, sou viciada, e esse foi bem mediano. Não teve nada de diferente e algo que eu estou mais querendo nos romances de época são diferenciais, chega da mesmice! As 3 estrelas são pela Clara, eu amei essa personagem, a escrita é muito boa, fluida, não me incomodou. É um bom livro, mas é mais do mesmo.
comentários(0)comente



Ana Luiza 12/02/2020

Fofo e divertido, mas não surpreendente
A HISTÓRIA
Clara recebeu a missão de se passar por Lady Truelove, a conselheira amorosa do jornal da sua família. Mas sendo uma jovem tímida e inexperiente que não resolve nem a própria vida amorosa (inexistente), como ela poderia dar conselhos sobre o assunto para os outros?

Assim, Clara acaba roubando o conselho que ouve de um estranho, um homem bonito como um deus grego, mas com a moral de um demônio. Só que o canalha acaba se revelando Rex, um herdeiro libertino que vai tirar satisfação com a moça quando descobre que suas palavras acabaram em um jornal. ⠀

VALE A PENA LER?
"O Desafio do Amor Verdadeiro" não foi tão cativante quanto o livro anterior, mas é uma boa e gostosa leitura. Clara é uma mocinha bem sem graça se comparada com sua irmã e o Rex é o clichê dos clichês de libertino canalha, mas o casal é fofo e vive aventuras divertidas ao longo do livro.

A narrativa da autora é boa e se destaca de outras do gênero com diálogos mais longos e aprofundados, que revelam bastante da personalidade e da moral dos personagens. A história não me surpreendeu nem um pouco e achei o finalzinho do livro um pouco acelerado.

"O Desafio do Amor Verdadeiro" foi uma leitura proveitosa, uma boa escolha para a minha primeira obra de 2020! Agora, fico na expectativa para ler o próximo volume da saga, já que nesse livro a autora não deu nem uma pista de quem serão os próximos protagonistas...

LEIA A RESENHA COMPLETA E VEJA FOTOS DO LIVRO NO BLOG:

site: https://www.mademoisellelovesbooks.com/2020/02/resenha-desafio-amor-verdadeiro-laura-lee-guhrke.html
comentários(0)comente



Mila.Spindola 27/04/2020

Bom....
Não adianta comparar um obra com outra. Esse erro cometo toda vez que leio uma série e acabo me decepcionando. Me apaixonei pelo primeiro, mas o segundo foi arrastado. Teve diálogos bacanas, no entanto, o romance demorou a deslanchar e quando acontece, está nas últimas páginas. Tive uma sensação de pressa nas últimas linhas da história. Foi apenas bom... Infelizmente!
comentários(0)comente



Rayane Colomes 09/09/2019

O problema com o amor verdadeiro...
Este livro nos apresenta a irmã mais nova de Irene Deverill, a heroína do primeiro livro, The Truth About Love and Dukes. Clara Deverill é tímida e reservada, o oposto de sua irmã, que está fora em sua viagem de casamento com o duque de Torquil.
Irene deixou Clara no comando, e Clara está preocupada pois seu irmão ainda não retornou da América e o editor está apressando-a. Com isto, ela vai visitar uma loja de chá e acaba por ouvir uma conversa alheia entre dois cavalheiros Rex e Lionel, o que lhe dá a ideia de usar a conversa para escrever o tema da coluna do jornal. Lionel não quer se casar, e Rex o ajuda criando uma história.
Acontece que com isto, Clara aconselha uma moça anônima a não se envolver com um certo rapaz, que acaba por ser Lionel. Os dois amigos acabam brigando. E Rex lembra de ter visto a moça na loja de chá e vem cobrar de Clara a postagem na coluna.
Os dois se envolvem com um namoro falso, já que ela precisa de um pretendente e ele precisa de uma falsa noiva porque sua mesada foi cortada e ele acha que assim seu pai irá concede-la novamente.
Eles acabam escrevendo juntos na coluna, e se surpreendendo e se apaixonando. Há muita química e eles estão à vontade juntos, não têm medo de confiar um no outro com seus segredos mais íntimos.
comentários(0)comente



Thu 26/09/2019

Uma leitura leve e divertida.
Durante a ausência de sua irmã recém casada, Clara Deverill assumiu as rédeas do jornal de sua família e da coluna de aconselhamento de Dear Lady Truelove. Acontece que Clara não sabe muito bem ser uma conselheira, porém ela ouve uma conversa entre dois homens e decide escrever uma coluna direcionada à mulher que estão discutindo. Quando Rex Galbraith descobre a coluna, ele procura Lady Truelove.

Rex seria um libertino, porém não me pareceu assim, na verdade achei ele bem bonzinho. Ele começa a ajudar Clara a escrever as colunas, porque os dois fizeram um acordo para que ele possa voltar a receber sua mesada.

Os dois passam a ter uma amizade e então o romance começa a florescer. Esta é uma leitura divertida e leve.
comentários(0)comente



Regiane Moreira 13/10/2019

Queria tanto ter dado 5
Eu sou fã de carteirinha de Laura Lee Guhrke, que está entre minhas escritoras favoritas.
Dei 5 no primeiro volume, A Verdade Sobre Amores e Duques, e esperei muito por esse segundo. Pode ser pela espera, não sei, mas não me arrebatou como o outro. Acredito que os conselhos amorosos do Adônis deveria ser mais explorados ou seu talento para o desenho. Talvez um interesse dele maior no jornal.. não sei. Mas faltou algo que não me deixou delirar, mesmo com os personagens sendo cativantes e o enredo interessante.
Acredito que possa ter sido meu momento, não sei, mas, mesmo assim, ficarei aqui, feito boba, aguardando o próximo da série.
Recomendo, é uma leitura gostosa.

https://amzn.to/31d9RGv

site: https://meupitacoliterario.blogspot.com/
comentários(0)comente



Anna Martins 19/02/2020

Bonitinho
Como no primeiro livro da série, tenta ser profundo demais para o gênero, mas não é profundo o bastante para os temas que quer desenvolver.

Tem bons momentos, adorei torcer pelo casal, mas é um pouco arrastado.
comentários(0)comente



Fran 25/02/2020

Um cafajeste não tão cafajeste...
comentários(0)comente



Lua 13/03/2020

Típico romance de época clichê (que eu amo!)
Acho que o título já diz tudo haha
Para mim, uma das coisas que mais gosto em livros de romance, é o clichê.
Aqui temos um livro, onde tudo começa em um acordo, e obviamente não ficaria só nisso, para o delírio do meu coração adolescente hahaha

Um livro fofo, adorei a personagem feminina principal, e toda mudança que a personagem masculina teve por conta do sentimento que começou a nutrir por Clara.
comentários(0)comente



27 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2