Vermelho, Branco e Sangue Azul

Vermelho, Branco e Sangue Azul Casey McQuiston




Resenhas - Vermelho, Branco e Sangue Azul


4602 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Patricia Lima 13/06/2020

Vermelho, Branco e Sangue Azul
O que me deixou interessada em ler o livro foi a proposta dele de parecer uma fan fic. Eu comecei o livro com isso em mente e você precisa ler o livro já esperando isso.

Mas eu acabei não gostando do livro, eu achei ele muito chato e cansativo na maior parte. O que era para ser uma leitura bem leve e divertida, acabou sendo bem difícil e desgastante para mim.

No começo eu estava gostando (amo romance de inimigos que acabam se apaixonando) mas aconteceu tudo muito rápido e depois eu fui perdendo o interesse.

Confesso que prefiro romances de conquista, onde o casal só fica junto no final. Mas acho que o que mais me incomodou no livro nem foi o romance e sim os personagens.

Principalmente em relação a família do Alex, nenhum desses personagens me convenciam de quem eles eram e de quem eles representavam.

Para uma família tão importante para o mundo, e para uma presidente tão importante, eles eram muito imaturos e irresponsáveis, na minha opinião. Eles não me convenciam durante a leitura e acabaram sendo muito diferentes do que eu esperava que eles fossem.

Tudo bem que é ficção, mas se o livro não quisesse trazer a parte política da família, eu até compreenderia isso. Porém o livro traz como tema principal a política, é ela que acaba sendo o grande problema na vida do casal. E por conta disso eu achei que esses personagens não foram bem construídos para o papel que eles tinham.

O Alex era um personagem que queria seguir a carreira política, mas ele não se comportava de uma forma que me convencia disso.

Enquanto que o Henry ficou muito apagado na história, eu até pensava que ele tinha ponto de vista compartilhado com o Alex no livro, teria ficado melhor.

O único ponto positivo do livro pra mim, foi a descoberta da sexualidade do Alex, achei que a autora trabalhou muito bem isso.

Eu voltei editar minha resenha para esclarecer que eu sei que a história tocou muitas pessoas, principalmente a quem o livro dá a voz. Eu não estou nesse lugar de fala, mas é minha opinião sincera como leitora.

Não significa que não entendi o livro e a mensagem que ele queria trazer, eu entendi sim! Eu não ter gostado dele só significa que eu não tive a mesma experiência que outras pessoas tiveram.
Kadesh 14/06/2020minha estante
Claramente a opinião de quem não consegue entender metade dos sentimentos envolvidos com os dois. E não falo por você não estar no lugar de fala de ser filha de uma família presidencial ou real - claramente nem o autor é. Mas, pelo deslocamento de você não ser um homem gay e não entender as nuances que envolvem um processo de auto entendimento da própria sexualidade a obrigação de viver um primeiro amor dentro de um armário.

Uma pena que os clichês (que sim, existem) tenham impedido você de perceber as nuances difíceis que cobrem o relacionamento dos dois.


Patricia Lima 14/06/2020minha estante
Mas eu não falei em nenhum momento que foi o clichê que me impediu de gostar do livro.


Kadesh 14/06/2020minha estante
Nem eu falei, no comentário, isso que você acabou de dizer. Inclusice, sua primeira fala é que o clichê era esperado.

Meu comentário não foi sobre isso. Definitivamente. O que só reforça a minha opinião de que a tua resenha é territorializada em um espaço distante do processo de sair do armário e de ter a privacidade invadida dos dois personagens.


Patricia Lima 14/06/2020minha estante
Ok, entendo o que vc quer dizer, os sentimentos durante a leitura acabam sendo diferentes pra mim que não ocupo esse lugar. Eu tinha expectativas diferentes, de que iria demorar pra eles ficarem juntos e esse seria a história de amor deles. Mas como o problema acabou indo para o lado político, por quem eles eram, eu senti falta de uma seriedade maior nessa parte.
Em relação ao processo de sair do armário, a descorta da sexualidade do Alex foi a única coisa acheimais interessante


Patricia Lima 14/06/2020minha estante
Digitei errado a última parte, mas quis dizer que a unica coisa que acabei gostando foi a descoberta da sexualidade do Alex. Que até esqueci de comentar na resenha, já que era uma resenha mais negativa. Mas cada um tem sua opinião.


Kadesh 14/06/2020minha estante
Eu acredito que as resenhas negativas são importantes. Até porque, o universo onde a história se passa é, por si só, tóxico o suficiente para as minorias envolvidas para além do efeito que elas têm sobre os LGBT no mundo real. Mas, precisamente por isso, achei uma leitura necessária. Quando o escritor fez o livro, era pra ser uma ironia. Aí o Trump ganhou e os 4 anos entre 2016 e 2020 descritos ali foram o exato oposto a tudo o que aconteceu ultimamente.
Por conta disso, apesar dos clichês, achei um escape delicioso. E, certamente, concordo com várias coisas que você escreveu também.


Patricia Lima 14/06/2020minha estante
Eu fico feliz que acabou sendo uma leitura muito agradável pra vc, até por isso falo para os meus inscritos ler e tirar suas próprias conclusões. Porque eu vi que muitas pessoas gostaram.


adrian 16/06/2020minha estante
Patrícia, relaxa, eu sou um homem gay e posso afirmar que você captou o livro perfeitamente bem! Tomei um susto quando vim dar minha nota e vi 4,5 estrelas pra essa fan fic kkkkk você pôs em palavras exatamente o que senti lendo


Vic 21/06/2020minha estante
Patricia, eu sou bi e entendi totalmente lq vc falou, o romance cansa um pouco mesmo


Kadesh 21/06/2020minha estante
É uma fan fic mesmo, Adrian. Trata-se de um romance de ficção. A autora nunca quis representar realidade nenhuma. É um romance. Agora, se você gosta ou não, são outros quinhentos. Se tem 4,5 de pontuação, é porque tem gente que goste. E não tem ninguem brigando aqui.


Tay 22/07/2020minha estante
Me deixa triste ver que teve gente como você que não gostou e não entendeu toda a nuance do casal. Eu torci e me emocionei até com os dois. Talvez um dia você queira dar uma chance de releitura com uma perspectiva diferente e livre de expectativas, já que obviamente já sabe como vai ser. Às vezes o que esperamos antes de ler um livro nos atrapalha de entender o que a autora quer passar e até mesmo de se apegar.


Key 20/08/2020minha estante
Eu senti a mesma coisa. Gostei do livro, porém começou a ficar cansativo quando Alex e Henry iniciam um relacionamento, parece que a autora começou a ficar sem tema para a história.
É um livro bom, mas esperava mais dele.

Spoiler:



(A única parte que fiquei curiosa para saber o que acontecia era quando o segredo deles vazavam e eu queria saber o que iria acontecer, mas também não conseguiu me conquistar)


Bia 26/09/2020minha estante
Eu estava com uma sede de ler esse livro, que meu Deus. E logo nos primeiro capítulos percebi que a leitura não estava fluindo.
E so me restou abondonar


Grigório Jr 27/02/2021minha estante
Nem consegui terminar de tão chato que achei. Li metade sofrendo. hehe


Dri 30/06/2021minha estante
Essa resenha definiu tudo o que eu senti lendo o livro.




Lua 14/06/2021

QUE LIVRO PERFEITO!
Que final perfeito. Que livro maravilhoso. Que casal mais fofo! Eu me apaixonei totalmente nesse livro em todos os sentidos. Além do mais, esse é o casal mais fofo que eu já li até agora! Com certeza virou um dos meus favoritos. 5 estrelas, favoritado ?!
comentários(0)comente



Jess 15/04/2021

Releitura!
Esse livro é um dos meus maiores confortos literários.

As vezes, uma leitura da qual você se identifica e que tem uma mensagem, ou apenas uma das milhares delas, tão linda quanto a esperança, é tudo o que você precisa por alguns dias, no meio de todo esse caos dentro de você, e no mundo também.

Esse livro me lembra da coragem que eu tenho de dizer ao mundo todos os dias quem eu sou e do orgulho que isso me dá. Do caminho que eu percorri até ser o que sou, de não ter mais dúvidas, e sim, apenas amor, dentro de mim.

Não importa quantas vezes eu leia, é sempre essa a sensação.

Alex e Henry, vocês fizeram história dentro da minha história.
Tay 17/06/2021minha estante
Nossa, siiim! Concordo com tudo que você disse.




Moon 19/07/2021

Olha de verdade,nunca ri na minha vida como eu ri lendo esse livro.E uma comédia romântica com um enemies the friends the lovers no meu ponto de vista,e lindo ver o sentimento entre os personagens crescendo e como eles lidam com isso.
Rayanna 19/07/2021minha estante
sou apaixonadaa


Nanda 19/07/2021minha estante
Esse livro é sensacional, queria uma sequência.


mathios 19/07/2021minha estante
eu amo


Carol 02/08/2021minha estante
eu amo esse livro ?




ariane. 06/06/2021

lindo lindo lindo, fazia tanto tempo que eu queria ler esse livro e só penso pq eu não li antes? me apaixonei junto com esses dois, e fiquei angustiada até o final pra saber quem iria ganhar a presidência, que final perfeito!
Nessa 06/06/2021minha estante
EU AMO




Mari 10/04/2021

Vermelho Branco e Sangue Azul
Por ter muitas avaliações boas e indicações, comecei a ler com muita expectativa, porém, até a metade, estaca meio decepcionada, pois as coisas estavam indo muito rápido e estava me preocupando; mas, da metade pro final, o livro me surpreendeu de tão bom, e me fez retirar tudo o que eu tinha dito antes.

Apesar de ter capítulos longos, a escrita é leve e fluída, fazendo com que não percebamos o quanto já lemos. Me diverti muito lendo, pois os personagens são cativantes e divertidos, fazendo-nos apaixonar logo de cara.

Amei o desenvolvimento do casal, e como, ao longo do livro, eles vão se conhecendo e conhecendo um ao outro. Henry e Alex são tudo pra mim!

Gostei muito e não me arrependo da leitura, e pretendo reler sim!
comentários(0)comente



Alyssa 27/06/2021

HISTÓRIA, HEIN?
'vermelho, branco e sangue azul' me deixou muito bobinha. eu amo tanto enemies to lovers, e essa leitura só reforçou isso.

o henry é tão incrível e fofo, e o alex, com sua personalidade marcante, é tão maravilhoso quanto (ainda que eu tenha me irritado com ele algumas pequenas vezes ao longo do livro, mas passou rapidinho).

as personagens secundárias são incríveis e hilárias, e gostei da participação da grande maioria, os diálogos mais aleatórios possíveis e que faziam os personagens parecerem com amigos próximos do leitor ou que estavam dentro do livro com eles.
a autora abordou as questões políticas de forma fluída, apesar de serem naturalmente tensas, e isso casou com todo o resto.

o final foi esperançoso, daqueles que deixa a gente pulando com a fofura e com o coração quentinho porque deu tudo certo, e eu gostei bastante disso, acho que estava precisando ler algo assim.

principalmente nesse mês, e nesses tempos difíceis em que estamos vivendo, esse é um livro que é muito bem-vindo.
comentários(0)comente



Isabela.Lira 17/04/2021

????????????????
Mds q livro maravilhoso, esse é o primeiro LGBT q eu leio e eu amei.
Amei a personalidade do Alex, ele é perfeito.
O Henry é maravilhoso, e eu tô completamente apaixonada por todos os personagens.
Esse livro com certeza merece o hype q tem, virou favorito
Regina.Alves 17/04/2021minha estante
Como faço para ler um livro por aqui




Stella 21/04/2021

Incrível
A história conta sobre um romance ?proibido? entre o primeiro-filho dos Estados Unidos e o príncipe da Inglaterra. Assuntos importantes como a homofobia,preconceito e os danos que a imprensa pode causar estão presentes no livro. Gostei é muito! Fazer história, hum?
comentários(0)comente



Bea 21/04/2021

Um livro que me prendeu desde o começo, esse livro me faz rir bastante e eu amo a relação do Alex e Henry jdjdj eu super recomendo o livro e é perfeito (obviamente vc ja sabia disso.)
comentários(0)comente



MARI 22/04/2021

divertido.
uma história leve e bem humorada e que nos deixa com o coração quentinho. adorei os personagens e a premissa do livro, mas a narrativa chega a ser um pouco arrastada em alguns momentos.
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 15/11/2019

Resenha: Vermelho, Branco e Sangue Azul
Vermelho, Branco e Sangue Azul é um New Adult que estava entre os meus desejados desde que vi a premissa. Usando clichês de romances com a realeza, a autora Casey McQuiston explora um relacionamento LGBTQ+ com muito humor, entregando um livro cheio de amor e risadas.

Na trama, conhecemos Alex. Ele é filho da presidenta dos Estados Unidos e está muito bem, obrigado. É um queridinho da mídia e das pessoas ao seu redor, dono de talento e carisma naturais; seu único problema reside em um nome: Henry. O príncipe encantado britânico que parece existir para ser uma pedra no seu sapato.

Quando um imprevisto os coloca como inimigos na mídia e ameaça acordos governamentais, a mãe de Alex toma uma decisão em conjunto com a coroa inglesa: eles vão se tornar os melhores amigos que existem aos olhos da mídia. E esse esquema para afastar os boatos de que se odeiam vai acabar por aproximá-los mais do que Alex imaginava desejar.

Vermelho, Branco e Sangue Azul tem absolutamente tudo que um romance contemporâneo clichê poderia pedir - o fato de usar todos esses artifícios conhecidos em uma trama LGBTQ+ é que torna esse livro tão especial.

A história dá voz a um protagonista latino, filho da primeira mulher a assumir a presidência dos EUA. Uma vez próximo de Henry, Alex acaba por confrontar dúvidas em relação a sua sexualidade, abrindo-se para procurar aceitação; o relacionamento entre eles pode ser "proibido", mas não significa que ele precise se esconder no armário em relação aos próprios desejos.

Eu gostei de como a autora explorou esses detalhes. Como tudo soou tão natural - como deveria ser - e como Alex, apesar de pegar nos meus nervos algumas vezes (com sua teimosia e egocentrismo) foi tão agradável de acompanhar. Um rapaz carismático, cheio de energia que odeia o príncipe pelo simples fato de existir e, de repente, não pode viver sem ele. Aquele hate to love delicioso que dá vontade de sair gritando pela casa porque VOCÊS SE AMAM, ENTENDA!

Henry, por outro lado, é uma incógnita ainda mais interessante. Ele tem tudo que um príncipe encantado precisa: o porte, a elegância, a classe, a gentileza. Mas também tem seus trejeitos tímidos e cautelosos, seus medos e anseios, as coisas que deseja e não pode ter - o dilema de não poder se assumir publicamente, mesmo fazendo isso com facilidade quando confrontado por Alex.

Eles se abrem um para o outro de maneira marcante. Encontram confiança e aceitação um no outro como todo bom ship precisa fazer.

Os diálogos soam extremamente naturais, como se você estivesse acompanhando o dia a dia de dois amigos próximos. Tem aquela tensãozinha gostosa sobre não saber para onde o ship está indo, o quanto eles vão dar certo e o quanto vão escorregar para se acertar, tudo que torna um romance irresistível.

Os coadjuvantes são ricos em personalidades e histórias - em especial Nora, que me conquistou com seu sarcasmo e piadinhas pontuais e por ser tão presente pelo Alex mesmo quando ele acha que não precisa. Os dilemas com as famílias, tanto do lado nobre quanto da Casa Branca, mostram muito sobre como Alex e Henry confrontam os problemas da vida. O quanto eles precisam amadurecer e erguer a voz para se fazerem ouvidos. Os embates entre o Alex e a mãe dele, principalmente, rendem um drama familiar muito bom.

Se eu tenho uma crítica a fazer pra história é um pouco sobre o tamanho dela. Apesar de a fluir muito bem e de dar gosto de acompanhar esses personagens e seu romance - bem caliente, diga-se de passagem - muitas passagens soaram um pouquinho cansativas. Os capítulos eram longos DEMAIS quando não engrenavam, e aí dava uma sensação de que nunca teria fim.

Mas isso não tira o mérito da história e definitivamente não tira o meu amor por ela, muito pelo contrário. Apesar de demorar, eu me acostumei com o ritmo e com as descrições extensas da autora e me apaixonei tanto pelo Alex e pelo Henry que queria que nunca tivesse fim. Sabe aquele tipo de narrativa com o tom de humor certo e as provocações e flertes na melhor medida? É o que você vai encontrar nesse livro.

Eu ainda não tive a oportunidade de ler a versão traduzida pela Editora Seguinte, mas farei isso assim que possível - porque esse é o tipo de história que você QUER reler assim que a termina.

Vermelho, Branco e Sangue Azul é um New Adult que usa clichês sobre príncipes e romances proibidos para falar sobre a vida e aceitações. É uma releitura bem-vinda desse tipo de história e com certeza vai conquistar seu coração.

site: http://www.queriaestarlendo.com.br/2019/11/resenha-vermelho-branco-e-sangue-azul.html
Dani 16/11/2019minha estante
aaaaa louca por esse livro e a resenha só ajudou a querer mais!


Tamara 18/11/2019minha estante
Comecei agora. Amo suas resenhas.




12du 04/08/2021

Coração quente
Quando eu comecei a ler, não fazia ideia de que iria me perder nas páginas desse livro. Eu sorri, eu chorei, e fiquei acordado durante a madrugada para saber mais sobre Alex e Henry. E não me arrependo. Eu precisava desa história. Agora estou melancólico, ansiando por mais. Acho que vai demorar muito pra eu superar que infelizmente acabou.
Grey 04/08/2021minha estante
Fiquei assim também




@star._.bound 18/06/2021

LEIAM LEIAM LEIAM LEIAM! Eu não sei nem o que dizer sobre... esse livro conseguiu me prender tanto, eu ia dormir pensando em quando eu teria tempo para ler de novo. É complicado explicar tudo que eu senti, me acolheu de uma forma tão inexplicável, me fez rir, chorar, gritar e fora o fato de que eu chorei no final por simplesmente ter acabado. Me trouxe uma esperança e uma sensação de conforto incrível e que eu espero levar sempre. 5 estrelas são pouco pra mim mas é o máximo que posso dar, fora a parte de que está obviamente favoritado. LEIAM, DEEM ESSA CHANCE PRO ALEX E PRO HENRY!!

?Eu o amo, com tudo isso, por causa de tudo isso. De propósito. Eu o amo de propósito.?

Vermelho, Branco e Sangue Azul é um New Adult que usa clichês sobre príncipes e romances proibidos para falar sobre a vida e aceitações. É uma releitura bem-vinda desse tipo de história e com certeza vai conquistar seu coração.
Dani 18/06/2021minha estante
To com o pé atrás a muito tempo, com medo de ler o livro e ser só mais um clichê sem graça, mas seu comentário me deixou curiosa


Maduh 18/06/2021minha estante
Esse livro é perfeito!!!


@star._.bound 18/06/2021minha estante
Ahh espero que goste, eu realmente tô apaixonada é meu novo porto seguro??


Vida 18/06/2021minha estante
??




Jordan 15/07/2021

Sensível e maravilhoso na medida certa.
"Mas a verdade também é simplesmente a seguinte: o amor é indomável".

Confesso que pra mim pelo menos o livro foi morno com pequenos momentos fofos até a metade. No entanto, após os 60% ficou impossível parar de ler. Livro necessário pelos personagens e suas histórias, bem como pelos diálogos que se fazem cada vez mais importantes nos dias atuais. Isso porque ainda existem pessoas (e muuuitas, infelizmente) que tentam negar a homofobia ou bifobia que propagam disfarçando de "preocupação" ou de "uma simples opinião" quanto à sexualidade do outro, quando na verdade explicitam pensamentos extremamente preconceituosos como: ser gay ou bi são "tendências contrárias à natureza".

Indico muito!
comentários(0)comente



4602 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR