Promessa de Sangue

Promessa de Sangue Richelle Mead




Resenhas - Promessa de Sangue


142 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


carole 15/10/2019

Ótima sequência
Por mais previsível que eu seja, essa foi uma ótima sequência. Foi um pouco lento no início, porque este livro ainda é sobre o que aconteceu no último livro. Rose continua sendo durona, mas eu realmente senti falta da compaixão e amor que Rose e Dimitri sentem uma pela outro. Mas também Lissa e Rose estarem separadas era uma coisa tão triste de se fazer.
Estou sendo sugado para um universo apenas sobre a Academia de Vampiros, permiti-me ler a sequência PORQUE EU PRECISAVA. Agora vamos voltar ao material de leitura habitual, porque se eu terminar esta série agora não terei mais Rose e Dimitri.
comentários(0)comente



Maria.Eduarda 12/10/2019


Depois de muito tempo, decidi ler o quarto livro da serie, já que os livros estavam mofando aqui na minha estante. A minha experiência com o ultimo livro foi até agradável, e por isso decidi dar uma chance para esse. Nesse livro, a premissa se resume basicamente em que a Rose entra em uma jornada para cumprir a promessa que tinha feito a Dimitri, ou seja, realizar seu ultimo desejo como dampiro e mata-lo.

A primeira parte é extremamente enrola, na qual grande parte é só sobre os pensamentos e aflições da Rose, já que ela teve que escolher entre o Dimitre e a Lissa, e ela escolhe o Dimitre. Então ela parte para a Rússia procurar a família dele, e é nessa parte que o livro começa a ficar cansativo e até monótono. A única coisa boa é e as descrições feita da Rússia que são até muito agradáveis, e me agrada ainda mais ler um livro que se passa em um lugar diferente já que quase todos os livros que leio se passa nos estados unidos.

O que realmente me incomodou foi a Rose(como sempre),e eu sinceramente não acho a Rose uma boa protagonista, e o pessoal paga muito pau para ela, o que muita gente diz que ela tem de personalidade forte para mim é só falta de educação mesmo, ela é aquele tipo de personagem que é claramente favorecida por ser protagonista, reparem que ela é incrivelmente boa no que faz(mesmo tendo ficado longe da academia por algum tempo) ela é adorada ou odiada sem motivo nenhum, os garotos tem orgasmo só de ver ela e parece ela que tem que socar a cara de algum a cada minuto.

Mas tirando isso, é fácil se perde no livro(a parti da segunda metade) uma vez que, a mitologia criada pela Richelle Mead é muito boa, a narrativa melhora e temos um pouco mais de ação e também uma carga dramática envolvendo ela e o Dimitri. “Será que ela vai conseguir matar o homem que ela esta apaixonada?”.

Em geral a leitura foi até agradável, o plot foi satisfatório e eu realmente vou ler os dois proamos livros por apenas curiosidades.
comentários(0)comente



Luma.Lage 24/09/2019

Depois de tudo que aconteceu em Tocada Pelas Sombras, eu comecei a ler esse livro completamente angustiada e emocionada. Rose perdeu o grande amor da sua vida quando o mesmo foi transformado em Strigoi, e por conta de uma antiga promessa, ela deixou tudo para ir atrás – inclusive a escola e Lissa - de Dimitri, querendo realizar seu último desejo como dampiro e matá-lo.

Aproveitando-se do fato de Adrian ser completamente apaixonado por ela, Rose lhe pede ajuda financeira em troca da promessa de que se voltasse pra São Vladimir, lhe daria uma chance verdadeira. Então a nossa dampira favorita parte em sua missão: matar o homem que ama.

Rose está bastante diferente do que estamos acostumadas, ela está mais madura e séria, focada em seus objetivos. A perda de Dimitri é algo que ela não está conseguindo superar, então ela parte para Russia, país onde ele nasceu, pois ela tem certeza que ele foi para lá.

Em sua busca pelo país, Rose acaba esbarrando com Sidney, uma alquimista que trabalha para esconder existência dos vampiros, e que foi obrigada a se juntar a Rose em sua viagem para a Baía, cidade natal de Dimitri, e quando cumpre as ordens que lhe foram datas, ela deixa Rose com os Belikov e parte.

“Ultimamente, a minha vida parecia de fato estar a um triz de se tornar um sonho. Houve dias em que eu pensei que acordaria e descobriria que, na verdade, os acontecimentos recentes não tinham ocorrido comigo. Sem dúvida eu devia ser uma princesa adormecida, vítima de um encanto. A qualquer momento esse sonho – não; pesadelo – chegaria ao fim, e eu teria o meu príncipe e o meu final feliz.”

Mas apesar de ter partido, Rose não consegue deixar tudo para trás e continua visitando a mente de Lisa sempre que tem um tempinho livre. Ela descobre a chegada de uma nova morada à escola e o quanto ela, aos poucos, vai tomando seu lugar na vida de Lissa e Adrian, e, mesmo que se faça de forte, ela fica incomodada com a situação.

Mais uma vez, Richelle Mead muda o cenário da história, nos levando para um lado ainda mais sombrio que antes e ao mesmo tempo, fazendo com que a protagonista amadureça e se preocupando consigo mesma, para variar.

Por mais que eu ame a amizade dela com Lissa, odiava como a Rose deixava de viver a própria vida para proteger a amiga acima de tudo.

E não se deixe enganar, como eu, que achei que odiaria o Dimitri nesse livro. Ele como Strigoi está ainda mais sexy, sedutor e irresistível que antes. Mas nem tudo são flores, e o amor que ela sente por ele é posto a prova, assim como sua capacidade entre o “certo e errado”.


“Eu disse antes e eu realmente quis dizer isso: Vivo ou morto, o amor da minha vida era um cara foda.”

Como todo os outros livros da série, eu chorei, sofri, suspirei, sorri, me apaixonei pelos personagens novos e, acima de tudo, fiquei desesperada para saber o final. A narrativa continua leve e fluida, apesar de todos os momentos de tensão, a autora não perde o ritmo em nenhuma página.

Promessa de Sangue nos deixa completamente apreensivos, o tempo inteiro ficava me perguntando, será que ela vai conseguir matar o seu grande amor?

comentários(0)comente



Cau @foconaleiturabsb 18/05/2019

Ótima série de vampiro
A gente acha que um livro não pode melhorar depois de outro da série, leve engano kkkk esse por enquanto foi o melhor da série. Muita surpresa, raiva, esperança, ação...várias emoções. Ótima série de vampiro.
comentários(0)comente



sarah 04/04/2019

Desenvolvimento enrolado
Devo admitir que quando comecei o livro fiquei um pouco decepcionada. Fazia um certo tempo desde que eu terminara o terceiro livro da série, mas o final me impactara e eu começara a ler Promessa de Sangue cheia de expectativas. A impressão que dá, porém, é que a autora enrola bastante até lá pela metade do livro. Rose está na Rússia a procura de Dimitri, sem nada de realmente emocionante acontecendo e suas visitas a cabeça de Lissa são as partes mais tediosas. Nesse começo do livro também faltou, na minha opinião, a presença de personagens fortes, apesar de Abe ter sua cota de mistérios.

Vou admitir aqui, de novo, que fiquei tentada a abandonar o livro. Realmente achei que nesse começo faltou certa polidez do enredo, que soou repetitivo, sendo que a narrativa parecia sempre ter necessidade de reafirmar as mesmas coisas. Mas, como gostei bastante dos livros anteriores e queria saber o que aconteceria em seguida, insisti em Promessa de Sangue.

E, realmente, lá pela página 250 a história assume outros tons e outro ritmo. A partir dali, voltei a ficar instigada com a história, apesar de ainda achar que faltou certa lapidação da narrativa, sendo que esse foi o volume que menos gostei até agora. Achei ainda, que tem muitos pontos que ficaram soltos, detalhes deixados de lado pela escritora até aqui, que espero encontrar maior explicação nos próximos volumes (como, por exemplo, a maior exploração da personagem Avery). Parto do livro com certa impressão de que grande parte dele foi enrolação, o que me decepcionou: muitas reviravoltas não pareceram realmente relevantes e foram poucas exploradas no sentido de profundidade dos personagens.

Deixo três estrelas, contudo, porque achei as reviravoltas envolvendo Dimitri emocionantes e criativas – exceto o desfecho, na verdade.

Estou ansiosa, contudo, para ler o próximo e espero que ele me surpreenda positivamente.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Thiago Acrisio 01/01/2019

A Jornada de Roza
Esse quarto livro da série Academia de Vampiros, divide opiniões, Richelle acredito eu, tentou aprofundar em sua protagonista, e deixa fluir, explorando todos seu medos e anceios, é uma grande aventura, com um motivo claro, e toda jornada de Rose, para matar seu grande amor se torna divertida(Mentira) é triste, e empolgante, mas peca na falta de emoção, e de eventos que traga energia para história, em muitos momentos se torna cansativa, e até chata, mas como ela contruiu uma grande personagem, e um história sólida, acabamos continuando, e como sempre se surpreendendo com seus finais, cheios de ação, e surpresas.
comentários(0)comente



Pri 01/12/2018

Uma emoção atrás da outra
Terminei Tocada pelas Sombras bem abalada. Aquele final... Sério. Difícil de aceitar. Tentei dar um tempo da série para me recuperar, mas assim que tive oportunidade, devorei essa história, cada vez mais ávida para chegar ao final da série.

"— A vida é assim mesmo — disse ele. — Conforme vamos crescendo e mudando, nossas experiências anteriores podem ganhar novos significados. Vai continuar acontecendo pelo resto da sua vida."

Rose está devastada após os últimos acontecimentos. Achava que nada seria pior do que a morte de Mason, mas estava enganada. Nem mesmo o ataque dos Strigoi à São Vladimir seria capaz de deixá-la tão triste. Mas Dimitri ser transformado em um monstro? Isso acabou com sua vida. Ela sempre lembra da conversa em que ambos chegaram a conclusão de que prefeririam ser mortos do que passarem a viver como Strigoi. Rose assume isso como uma promessa, e decide que precisa cumprir o último desejo de Dimitri. Então parte atrás dele, determinada a matá-lo. E ela não pode hesitar.

"Quando transformaram Dimitri, senti como se eu tivesse perdido uma parte da alma. Ao deixar Lissa, uma outra parte se fora."

Na Sibéria, Rose acredita que Dimitri pode ter retornado para um lugar próximo à sua antiga casa, mas não tem ideia de por onde começar. É como procurar uma agulha no palheiro e ela pode nunca chegar a lugar algum. Por sorte, conhece uma humana que está mais por dentro do mundo dos vampiros do que ela mesma, o que abre um leque de possibilidades em relação a muitas coisas. Sydney faz com que Rose se aproxime dos Belikov, mas os próximos passos deverão ser dados sem ajuda, o que vai tornando-se cada vez mais perigoso e assumindo proporções inimagináveis.

"— É possível, mas existem diversas formas de lidar com isso, algumas melhores do que outras. E quando se parte do jeito que você partiu, com o coração cheio de pesar e vingança? Não é uma das melhores formas. Vai fazer com que fique descuidada. E a escuridão que acompanha o beijo das sombras só vai complicar tudo."

Ao mesmo tempo, Lissa está sentindo-se abandonada. Ela entende os motivos de Rose, mas acha que foi inconsequente e precipitada. Solitária, aproxima-se de uma Moroi nova na escola. Avery é como ela e Rose antes de fugirem. Animada, festeira e determinada a trazer Lissa de volta para essa rotina, encanta a todos, inclusive Adrian. No entanto, apesar de parecer ter encontrado uma amiga, alguma coisa ainda está errada com Lissa. A distância e o fato de Rose estar ocupada, não conseguindo acompanhar a vida da amiga, não permite que enxergue o que está acontecendo. A falta que sentem uma da outra prejudica a ambas, não apenas pelo fato de serem ligadas por um laço.

"Escolher entre Lissa e Dimitri fora a decisão mais difícil da minha vida, e o passar do tempo não tornou as coisas mais fáceis. Eu podia ter escolhido Dimitri, mas ficar longe dela era como andar por aí sem um dos braços, ainda mais com o laço cuidando para que nunca ficássemos realmente separadas."

Esse livro foi adrenalina pura! Admito que tive a mesma impressão de Rose que a Lissa. Acho que ela foi precipitada, inconsequente, impulsiva (como sempre) e não concordo com o fato de ter largado a melhor amiga e a escola para ir atrás de um cara que poderia matá-la em um piscar de olhos (isso se o encontrasse). Claro que concordo com ela querer salvá-lo, mas ela poderia ter feito isso mais planejadamente, depois de concluir sua formação, com o apoio de outras pessoas, quando fosse mais capacitada. Muitas vezes achei que ela tinha muito mais sorte do que habilidade. Fiquei com pena de Lissa e também preocupada. Imaginei que seria bem incômodo não saber o que se passava com ela, mas felizmente Rose não consegue manter-se longe da cabeça da amiga e conseguimos acompanhar tudo. Adrian é um personagem que recebe cada vez mais destaque. Dessa vez, comecei a ter uma visão totalmente diferente dele, que se mostrou atencioso, preocupado e super fofo. E Dimitri... Pensei que seria o personagem que menos apareceria, mas sua presença foi constante. Foi muito bom ainda ter aquela visão de quem ele era antes do ataque, de tudo que ele e Rose viveram juntos, porque as lembranças não saiam da cabeça dela, inclusive de acontecimentos que nem tínhamos acompanhado nos livros anteriores. Porém, o Dimitri Strigoi... Esse eu não queria que aparecesse em nenhum momento, apesar de saber que chegaria.

"(...) Eram muitos pedidos de desculpas, mas percebi que, quando se trata de quem é importante para você, era assim mesmo. A gente se perdoa e segue em frente."

Mesmo não concordando com a escolha de Rose, suas aventuras foram bem interessantes de acompanhar. E ela aprendeu muito nessa viagem. Aprendeu muito sobre o mundo vampírico, sobre o espírito, sobre suas habilidades e sobre si mesma. O leitor também descobre tantas coisas que nunca tinham sido citadas antes, que desperta uma nova visão sobre tudo. E são tantas emoções! Esse livro me deixou com raiva, triste, feliz, assustada, angustiada. Parecem que se passaram anos, mas foram apenas algumas semanas. Richelle escreve muito bem e envolve o leitor de uma forma que a história não sai da cabeça, mesmo nos momentos em que não estava lendo. As teorias vão formando-se e fervilhando na mente. No entanto, uma coisa que me incomoda no início da leitura é o fato de ficar relembrando acontecimentos dos livros passados. Às vezes são coisas básicas, como o que são os Moroi e os Strigoi. Se eu já cheguei tão longe na série, eu tenho que lembrar o que aconteceu, não preciso perder tempo lendo o óbvio. Isso me irrita em qualquer série e nessa tem me irritado bastante. O bom é que alguns capítulos depois a história já prende tanto que esse detalhe passa despercebido.

"— (...) Você não acreditaria na forma como tantos humanos reagem ao saber da existência de vampiros. A imortalidade é um atrativo e tanto, apesar do mal que a acompanha."

Como sempre, a narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Rose. A diagramação se manteve a mesma dos outros livros da série, com fontes boas, letras grandes, páginas amarelas e capítulos bem definidos. Continuo sem simpatizar com essas capas e vou continuar até o fim. Haha Encontrei pouquíssimos erros de digitação durante a leitura.
A série já está seguindo rumo ao final, já que esse é o quarto livro. Confesso que quando a comecei, não tinha expectativa de que seria tão boa, nem de longe conseguia imaginar tudo que iria se desenrolar com o passar dos livros. Agora, tudo que eu preciso é terminar logo! haha

site: https://www.sigolendo.com.br/2018/12/resenha-promessa-de-sangue-4-academia-de-vampiros.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rafael 01/08/2018

"Você esqueceu a primeira lição: não hesite."
IG: @crushforbooks

Depois do final de Tocada Pelas Sombras, quis o mais rápido possível começar a leitura de Promessa de Sangue e ver como Rose lidaria com a nova condição de Dimitri, agora um Strigoi. Mas, apesarde ser um bom livro, alguns momentos me incomodaram na leitura, tornando esse quarto volume o que menos gostei até agora.

O que mais incomodou foi o começo da história; a primeira parte, com Rose procurando Dimitri, é monótona e parece até mesmo irrelevante e feita apenas para encher páginas - mas, claro, alguns pontos fazem sentido quando o final do livro se aproxima. Apesar disso, acredito que algumas páginas poderiam ter sido cortadas sem causar nenhum dano a história.

Porém, a segunda parte é realmente interessante e não conseguimos largar o livro. Foi interessante acompanhar esse novo Dimitri e ter uma visão mais de perto de um - ou vários - Strigoi. Além disso, tivemos a introdução de novos personagens que, com certeza, serão importantes nos próximos livros, como Sydney e Abe. Entretanto, consegui adivinhar os dois plot twists inseridos por Richelle nesse volume; então nenhum me causou surpresa. Mas estou curioso para como o segundo em especial será trabalhado nos próximos livros.

Rose continua uma personagem incrível e seu desenvolvimento aqui idem, afinal é o livro com mais carga dramática de sua parte até agora. Lissa, Christian e Adrian, mesmo distantes da protagonista, possuem importância em certa parte da trama; principalmente os dois primeiros. Apesar de gostar de Lissa e Christian como um casal, eles não tiveram um problema real que ameaçasse o namoro até agora, o que foi feito nesse capítulo e nos faz torcer mais ainda pelos dois. Avery também foi uma adição para a história e sua "relação" com um certo personagem é, no mínimo, curiosa.

No geral, Promessa de Sangue foi bom. Apesar dos problemas iniciais com o ritmo, é um volume importante para a série e que traz novos elementos ao mesmo tempo que responde algumas dúvidas que temos desde o primeiro livro - e que não achei que Richelle fosse responder antes do último, então é um ponto positivo. Não vejo a hora de começar Laços de Espírito, afinal a missão de Rose para cumprir sua promessa só está começando.

site: http://crushforbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Matheus 26/04/2018

"Promessa de Sangue" traz uma Rose que luta para encontrar o seu luto
Gostei do rumo que a saga toma aqui nesse livro. Foi maravilhoso ver a Rose lidando sozinha pela primeira vez e brincando de ser "adulta". Entretanto, sinto que alguns pontos me decepcionaram no desenvolvimento. Foi uma aventura de tirar o fôlego, mas alguns aspectos poderiam ser melhor trabalhados.
comentários(0)comente



Roberto.Proença 20/04/2018

Meio Inverosímil
Confesso que a leitura  do final do livro anterior e o início deste livro da série foi desconfortável. Quem sou eu para discutir a força de uma paixão e/ou de um grande amor. Porém Rose abriu mão de tudo, deixando seu passado e futuro para trás, para seguir um instinto, uma promessa, mesmo sem pensar no grande risco que corria... Tudo na verdade para reencontrar seu grande amor... Um Amor que em tese não existia mais na verdade. E um Amor que por maior que fosse, começou a um tempo relativamente muito pouco antes. Tudo bem que a autora queria "explorar" mais o universo dos stringois, da Sibéria, da família do Dimitri e mesmo sua atual condição... Mas daí a Rose largar tudo e principalmente o laço, o amor e o vínculo com Lissa que lhe trouxe de volta a vida, pareceu meio inverosímil... Meio forçar a barra.
Ps. Pelo menos ao final, parece que o desenrolar volta aos eixos. E mesmo com os desdobramentos, com base na história atual, fica mais próximo da "verdade" inicial. Além de convidativo a uma Grande e Prazerosa leitura.
comentários(0)comente



Dani 31/03/2018

Promessa de Sangue - Academia de Vampiros # 04
A vida de Rose Hathaway mudou completamente. Antes, com Lissa e Dimitri, ela não precisava de mais nada, mas, agora, ela perdera um daqueles que mais amava: Dimitri. No ataque de Strigoi que a Academia St. Vladimir sofreu, vários Moroi e guardiões foram mortos ou levados como reféns, inclusive Dimitri Belikov. Mas em vez de ter sido morto, ele fora despertado.
Se tornara aquilo que mais abominava em sua vida. Agora Rose se sente no dever de ir á caça de seu amado e destruir sua existência sombria mesmo que, para isso, tenha que deixar outra pessoa que ama: Lissa.
A jovem Rose embarca então em uma aventura em um país desconhecido, tendo poucas pistas sobre o paradeiro de Dimitri, mas muita determinação. Está ciente que esta missão pode acabar com ela mesma, mas não desiste. Acaba fazendo novas amizades e novos inimigos, claro. Mas a questão mais difícil nesta trama é: e se Rose não conseguir matar aquele que ama, mesmo que este tenha se tornado um monstro?
Enquanto isso, através do laço, a autora nos permite acompanhar o que acontece na Academia, com Lissa. Como era de se esperar, logo Lissa se mostra em perigo e Rose se vê mais uma vez divida entre sua melhor amiga e seu amor.
O que eu gostei é que, apesar das situações tensas, Rose continua com seu humor ácido e a mesma essência do começo da série. Também foi legal que, como a personagem vai para a terra natal de Dimitri, acabamos descobrindo mais sobre ele, sua vida, sua família e sua história.
Neste volume, novos personagens surgem, conquistando nossos corações e alguns revelando-se muito úteis em algum momento. Revelações bombásticas estão por vir.

site: https://blueunendlichkeit.blogspot.com.br/2018/04/promessa-de-sangue-academia-de-vampiros.html
comentários(0)comente



142 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |