Aprendendo a Seduzir

Aprendendo a Seduzir Meg Cabot




Resenhas - Aprendendo a Seduzir


248 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Tonks71 12/04/2010

Espirituoso e Diferente
Patricia Cabot era um pseudônimo usado por Meg Cabot na década de 90. Como Patricia, ela escreveu seus romances históricos.

Devo confessar ao leitor que estava preocupada. O mote "lady inexperiente que pede aulas de sedução ao grande libertino" é muito recorrente e já foi escrito à exaustão. Embora seja um tema muito popular, ele é também muito perigoso, pois o leitor pode perder o interesse no livro a qualquer sinal de déjà vu.

Mas isso não acontece aqui, o livro é surpreendente. É uma comédia romântica com toques de sensualidade (sim! Existem cenas hots), com personagens cativantes e que em minha opinião possui como grande diferencial ser espirituoso e inteligente. É isso que o diferencia dos demais.

Lady Caroline é a mistura perfeita de uma lady ingênua e espevitada, que ao flagrar seu noivo entre as pernas de outra, toma uma atitude. Traça um plano já que não há como cancelar o casamento. Pragmática, ela tenta aprender o que seu noivo busca nas outras mulheres, o problema é que está bem difícil de achar alguém que a ensine a fazer amor. Brandon Granville, um libertino que quer livrar-se de uma noiva indesejável, parece ser a saída ideal já que ela tem informações valiosas que o ajudariam. É claro que essas lições vão levar a um grande amor... mas como isso acontece é que muito interessante e divertido.

Como disse antes é uma história inteligente, sensual e carregada de humor. Uma leitura rápida mesmo com suas 366 páginas. O leitor fica com o desejo que o livro não acabe tão cedo, pelo menos foi essa a minha impressão, e toda vez que sinto isso é uma prova concreta e cabal de que o livro é um 5 estrelas. Leitura obrigatória.
Juliana (: 28/12/2011minha estante
aaaaaaaaah quero muito ler! *-* alguém pode me dizer se é em primeira pessoa?


deniseayres 14/06/2012minha estante
Tonks.
Comprei esse livro por 12,90 numa livraria local.
Comprei somente pelo nome da autora e olha que surpresa boa!
Vc, com quem tenho grande afinidade literária, me confirma que é uma ótima opção de leitura.

Qta alegria.

Beijocas e excelente resenha. (como sempre)


Beth 29/10/2012minha estante
desejando ler esse livro. E depois dessa resenha... Mais ainda :)




Cami 17/08/2021

O que fazer quando encontrar seu noivo no meio das pernas de outra mulher?
A resposta é bem óbvia para Caroline, fazer aulas de como aprender a fazer amor (totalmente teóricas), para que o seu homem se sinta totalmente satisfeito e não precise procurar uma amante. E o melhor professor para esse assunto é claro, o maior libertino de Londres, Braden Granville.


Que livro maravilhoso, foi uma leitura tão divertida, os personagens são super cativantes, me apaixonei pela história que é uma comédia incrível com um toque de sensualidade que foi perfeito.
A Caroline é bem meiga e espirituosa, gostei muito dela, agora o Braden é sensacional, gostei demais dele, que homão da [*****], adorei que ele é um dos poucos personagens que eu já vi em um romance de época que não ficou com "medo" do amor que sentia, quando ele realmente descobriu que tava apaixonado, ele não tentou esconder os sentimentos nem nada, ele só correu atrás do final feliz que ele queria com a mulher que amava, achei fofo.
Eu senti borboletas no estômago em todas as interações deles, eles são perfeitos juntos, tem mais química que o meu cabelo.
Foi um livro adorável, um romance de aquecer o coração.
Thiago.Barros 17/08/2021minha estante
Não consegui conter o riso quando você menciona que o casal "tem mais química que seu cabelo" ?. Belíssima resenha, parabéns! ???


Cami 17/08/2021minha estante
obrigada ksks




Thamires 02/04/2020

Muito bom
Apesar de não gostar muito de livro de época, gostei bastante deste..
Super leve e divertido, me prendeu de um jeito que só parei de ler quando não tinha mais o que ler..
Recomendo bastante!!
comentários(0)comente



Ems 17/06/2020

Bom...
Estou numa vibe de romances de época e não poderia deixar de colocar mais um na minha lista.

Aprendendo a Seduzir é um bom livro, nada excepcional, mas um bom livro. Não é o melhor da autora Patricia Cabot. De todos que eu já li dela, esse é o mais fraco.

Mocinha forte, lothario de primeira e antagonistas fúteis e insuportáveis.

Resumindo, é um livro bom e rápido de ler, mas que se eu tivesse de comprar, não compraria.

Não é ruim, mas a autora já escreveu melhores.
Roqueline.Ferreira 10/07/2020minha estante
Qual dela vc mais gostou?




Lariane 21/04/2010


Todas que me acompanham sabem que fui à loucura quando esse livro saiu pela Editora Planeta. Quase surtei e só tive sossego quando o pude ler. E dessa vez minha ansiedade foi mais que recompensada... Explico, leiam e deliciem-se com a descrição de Braden: grandão (oba), moreno, rude, cínico, com uma sobrancelha arqueada que me lembra um anjinho do mal. Mas esse conquistador logo foi conquistado, pois desde o primeiro encontro fica rendido pelos olhos castanhos de Caroline.


Além de ele ser o meu sonho de consumo, o livro se torna ainda mais cativante pelos diálogos inteligentes e pela narração cheia de sentimentos.
A autora soube dosar com muito apuro o humor, ironia e amor. Siiiiim. O livro é extremamente romântico... o Braden merece todos as congratulações possíveis.

(Tá. Pronto. Parei. Mas, não tenho culpa se me apaixonei por ele e estou com vontade de escrever uma resenha só falando do meu novo AMOR.. E tirem os olhos, porque já o registrei como minha propriedade e aviso: sou extremamente ciumenta! Então ao comentarem digam apenas coisas como "linda resenha, estou com vontade de ler esse livro, obrigada pela dica". Entenderam? Nada de: “parece ser um TDB, quero para mim”! Aarrghhhhhh!)


A história começa com Caroline encontrando o noivo "fazendo amor" com a noiva de Braden. Não é fácil para nenhuma mulher uma humilhação dessas... E apesar de ela até querer cancelar o noivado, acaba aceitando seu papel dentro da família que a pressiona para que não termine com o cafajeste. Observando a época, a sociedade era extremamente permissiva em relação à traição, mas claro, só se fosse cometida pelo cônjuge masculino.

E é aqui que parte minha ressalva: mesmo se tratando de um livro histórico, houve uma passividade muito grande dela em aceitar muito rapidamente a traição. E também absurda... ainda mais em relação a essa personagem que no decorrer do livro se mostrará relativamente forte.


Após a descoberta, e em uma cena memorável, Caroline pede ao mocinho para ensiná-la todos os segredos de fazer amor, que fique claro, ela não queria fazer sexo com ele, somente ter aulas didáticas (risos). Assim, o noivo canalha não precisaria procurar outra mulher fora do leito matrimonial, ela queria ser esposa e também amante ao mesmo tempo do futuro marido... Óbvio que depois de tudo que contei do Braden, Caroline não pode resistir, por mais que tentasse... (Aii, sortuda!)

O livro tem qualidade superior a muitos clássicos e como dito pela Tonks do Romances In Pink, a autora tem uma forma inteligente de escrever. Uma trama desse porte, sem o estilo de escrita da Patricia Cabot, cairia na repetição, sem qualquer outro ingrediente favorável, pois a o enredo não é tão excepcional assim.

O livro é relativamente HOT, depende do ponto de referência a leitura achará que é mais ou menos.

E enfim, resumindo tudo, “tá sentada aí fazendo o quê? CORRA, vá até a A LIVRARIA COMPRAR”, Aprendendo a Seduzir é um livro que você não pode deixar de ler!
comentários(0)comente



Paula 01/11/2020

Um romance com um leve mistério que prende o leitor do começo ao fim. Recomendo.
comentários(0)comente



Rafaela 09/11/2020

Aiai...
Estava com altas expectativas com essa leitura, mas no final apenas me decepcionei.
Para mim teria sido umuito melhor se Patricia não tivesse dado narrativa ao personagem masculino, pois, 99,9% das coisas que ele pensa é em como ele queria "deflorar" a personagem principal. Além disso eu pensava o tempo todo "ele vai comer ela, daqui uns 5 anos vai cansar e ai vai largar a coitada" sim, esse foi o nivel do romance para mim.
Sobre a trama acho que teria sido muitissimo mais interessante se ela não tivesse revelado o mistério no meio do livro, mas deixasse para o leitor descobrir as coisas.
Enfim, foi um livro rapido de se ler, mas que me fez revirar os olhos váriaaaas vezes.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Luma 13/04/2021minha estante
Coloquei na lista ??




penselivro 23/03/2020

Romance época favorito da vida!
Olá pessoal!! Hoje vou fazer a resenha de um livro que estava ansiossima para ler: Aprendendo a seduzir, da diva Meg Cabot escrevendo como Patricia Cabot. Sou muito fã da Meg, foram seus livros que me fizeram apaixonar pela leitura! E estava com muita vontade de ler seus livros mais "adultos".

Aprendendo a Seduzir é um romance de época, narrado em terceira pessoa, que conta a história de Caroline que se sente mal por seu noivo ter uma amante (?), acha que o problema é com ela, e resolve pedir ajuda de Branden Granville para aprender as artes da sedução!

Amei esse livro!! A autora conseguiu misturar a inocência de Caroline, com a malicia de Branden de uma forma muito gostosa de se ler. A história é cheia de momentos fofos e ao mesmo tempo sensuais, a maneira como o romance acontece, como cresce o sentimentos entre os dois é muito prazerosa de se ler. Sério, não tem como explicar.

Como se trata de um romance de época, onde era extremamente normal o homem ter amantes, Caroline começa o livro achando que o problema é ela, mas então surge Branden pra mostrar que o problema não é ela, pelo contrário, ele consegue mostrar pra mocinha que desejo vai muito além do corpo a corpo.

Sabe aquela leitura que você termina, mas não quer que a história acabe? Foi assim que me senti... Estou doida para ler os outros livros da autora! Com certeza, esse é um dos meus romances de época favoritos da vida!

E vocês, já leram alguma coisa mais "adulta" da autora? Compartilha comigo porque já estou escolhendo minha próxima leitura!





site: penselivro.home.blog
comentários(0)comente



Lilly 04/04/2021

Depois de Caroline descobrir a infidelidade de seu noivo ela decidi que ira aprender a seduzi-lo com um mestre da sedução. Será que realmente vai dar certo?
O que L. Caroline e Braden tem a perder?
Uma história de amor inusitada...
Um jogo de sedução em que o sedutor é seduzido...
comentários(0)comente



Ana Ramos 27/12/2020

E cada confusão, cada mal entendido, que vc fica frustada com medo de tudo da errado rs gostei bastante de conhecer essa história ?
comentários(0)comente



Gi Pacheco 18/07/2020

Sedutor e envolvente
Adoro a forma como a Patrícia Cabot escreve seus livros, nos prendendo na narrativa e deixando com que a história flua naturalmente.
Apesar deste não ser o meu livro preferido da autora, gostei bastante da história e dos personagens!
A forma como Caroline amadurece no decorrer da história e se transforma em uma mulher completa é incrível. Braden também aprende que o amor não é meramente algo físico, mas sim algo muito mais profundo, intenso e verdadeiro do que ele imaginava!
Ambos irão se curar juntos, ao mesmo tempo em que aprendem um pouco mais sobre a sedução e a paixão.
comentários(0)comente



Hemy.Lyn 13/10/2020

Leitura pra distrair, daqueles bem clichê, e que você lê rápido.
comentários(0)comente



House of Chick 08/09/2012

SINOPSE:
Durante um baile, Lady Caroline Linford abre a porta de um dos cômodos e flagra seu noivo, o marquês de Winchilsea, nos braços de outra mulher. Para a sociedade vitoriana do século XIX, tais escapulidas masculinas eram normais, e cancelar o casamento seria impensável. O jeito, decide a jovem, é aprender a ser, ao mesmo tempo, a esposa e a amante, para que o marquês nunca mais tenha de procurar outra mulher fora do lar. Por isso, resolve tomar lições – teóricas, claro – sobre a arte do amor com o melhor dos professores: Braden Granville, o mais notório libertino de Londres.

Logo nas primeiras aulas começam a voar faíscas e as barreiras entre professor e aluna caem. Escrito por Meg Cabot, sob seu pseudônimo Patricia Cabot, esse romance vai mostrar que o amor escolhe seus próprios caminhos, sempre imprevisíveis.

ADORO! “Aprendendo a seduzir”, foi sem dúvida um dos melhores romances de Patricia (Meg) Cabot que já li. Ela consegue fazer a gente se apaixonar mais por ela a cada livro. Misturando humor, romance, ação e personagens marcantes, Meg cria um livro que com certeza é um sucesso.

A história começa quando Carolina, se depara com seu noivo nos braços de sua amante, ela não apronta nenhum escândalo (acho que eu faria um bem grande hahaha'), e conta para sua mãe tudo que aconteceu e que ela decide desfazer o noivado. Porém, como a história se passa em uma época onde a traição de homens é normal, sua mãe a aconselha a aceitar a situação, falando que é o mais sensato a se fazer.

Continuação: http://www.houseofchick.com/2012/09/aprendendo-seduzir-patricia-cabot.html
Bruna Costenaro 08/09/2012minha estante
Estava aqui pensando com meus botões, eu disse (no house) que nossa sociedade hj é sem regras, + já não foi nem uma nem duas vezes que ouvi pessoas aconselharem as outras manterem casamentos mesmo com traições, pelos mesmos motivos que provavelmente Caroline foi aconselhada. Talvez a modernidade não seja assim tão moderna, ou talvez ainda seja interesseira demais!

Boa Resenha!

Miquilis: Bruna Costenaro


Brina 08/09/2012minha estante
Não sou muuito fã da Meg Cabot, mas os livros que ela publica como Patricia Cabot, romances históricos, curto bastante. Achei bem interessante a história desse livro e já faz um bom tempo que desejo lê-lo!

Beeijo*;
Sabrina Sousa


Bitinha 08/09/2012minha estante
Nunca li nada da Meg, depois dessa resenha já até sei qual livro será o primeiro a ser lido! Como disse no comentário do blog, a curiosidade tá gritando aqui dentro de mim, rs


Andressa 08/09/2012minha estante
Eu não gostava muito da Meg, por isso deixei passar a oportunidade de ler os livros que ela escreveu assinados como Patricia cabot, mas com certeza a sua resenha me fez ter muita vontade de lê-lo! Ainda mais romance em épocas passadas, amo esse estilo. Parabéns.


Vanilda 08/09/2012minha estante
Eu ainda não li nada da Meg Cabot e também nem como Patricia Cabot, acho que por falta de oportunidade mesmo. Porém, analisando os estilos e como eu tenho um pouquinho mais de idade acho que me identifico mais com o estilo "Patrícia Cabot". Gosto desse ambiente histórico onde ela coloca seus personagens. Por ser uma época diferente, de submissão, digamos assim, por parte das mulheres, acho interessante mergulhar nesse mundo que nada tem a ver com o meu. E de qualquer forma, como vi em sua resenha, a protagonista não fica alheia às coias ao seu redor e vai à luta. Deve ser uma história muito boa.


Lorrany 08/09/2012minha estante
Meg Cabot e/ou Patricia Cabot são LINDAS! É impossível não gostar do que escrevem (pelo menos para mim). Eu fiquei apaixonada por esse livro logo que vi a capa (bem ou mal, elas sempre tem uma influência forte na primeira impressão) tão leve e linda. E lendo a resenha só ajudou a contribuir mais com a vontade de ler. Já está na lista de desejo e lá no topo! :D
Lorrany Rodrigues


MauMau 08/09/2012minha estante
Meg Cabot! Mag Cabot! Meg Cabot!
Nossa que livro e tanto! Adoro histórias de e época. E ainda mas se passa no tempo da sociedade Vitoriana. Sempre tem o machismo, mas a personagem sempre é aquela forte que luta pelo seu homem. Isso é uma combinação e tanto. E a forma com que ela contorna a situação, ouvindo os conselhos de sua mãe, isso é incrível!

Não da vontade parar de comentar lendo essa resenha, está ótima! E que livro, nossa! Sem palavras mais!

Bjão
Mauricio Dias
maumauz@live.com


Maya 08/09/2012minha estante
Como eu tinha dito em uma outra resenha, eu só li o sorte e azar da Meg e amei.
E bem, eu estava me interessando pelo livro, mas este papo de traição é tão irritante >.<
vou ler o resto da resenha para saber se vou ou não querer ler :(


Gih 09/09/2012minha estante
Amei, acho q não faria diferente da protagonista, não faria um escandalo e nem nada do tipo, pela época acho q faria bem parecido kkkkkkkkk.

Nem tudo sai como esperamos que saia neh, acontece. E eu acho q é isso q vai "apimentar" bastante o livro.

Adoro.Adoro.Adoro.Adoro.Adoro. kkkkkkkkk li apenas um livro da Meg Cabot e gostei da escrita dela, este então deve ser sensacional! pq é quente kkkk

glnemcl@hotmail.com


Thais 11/09/2012minha estante
Amo a Meg/ Patrícia Cabot. Gosto da forma que ela descreve suas histórias e suas personagens, gosto da leveza com que descreve as suas histórias e as torna divertidas e animadas.

Essa parece ser da mesma forma. A personagem espirituosa, divertida e inteligente num cenário no mínimo criativo como pano de fundo. Sem dúvida quero ler.

Thais Vianna - @dathais- dathais@hotmail.com




248 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR