Tristan King

Tristan King Gisele Souza




Resenhas - Tristan King


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Priscila 22/01/2022

Conto sobre o Tristan King (bombeiro da Estação 24) e a Anne Monroe (professora).
A história abordou sobre a violência doméstica contra a mulher.

[...] "nossa história estava recomeçando, agora os dois bem e saudáveis, buscando nos manter sãos, livres dos nossos demônios e enxergando apenas o que havia pela frente. Não estávamos presos a sentimentos que apenas machucavam, mas livres para finalmente, quem sabe, conhecer o amor."
comentários(0)comente



Renatta.sa 12/08/2021

E o calendário?
Gostei da história, mas faltou o desenrolar, cadê o restante?
O que aconteceu com o casal?
E o calendário?
Ninguém tem mais nada pra falar das fotos?
comentários(0)comente



Layssa Costa (@mermaidsandbooks_) 14/11/2020

Tristan King
Esse é o meu favorito da série, o Tristan e a Anne são lindos, guerreiros e com corações enormes, que apesar de tanta dor não perderam sua essência.
Eu aprendi muito lendo esse conto e amei, espero que você também.

?Sair de um relacionamento abusivo não é tão simples como pensam. E mesmo depois, as marcas profundas não se curam, elas sangram, tornam vulneráveis aqueles que sofreram agressões tornando mais difícil qualquer atitude para se libertar da prisão.?

?O amor não machuca, não humilha, não ofende, se o faz não é amor.?
comentários(0)comente



Elida Malheiros 13/01/2020

Delicadeza em forma de conto!
Sim, eu estou em dívida com essa série e com esses personagens incríveis! Mas a meta de agora é colocar todas as leituras em dia, trazer todas as resenhas pendentes pra vocês!⁣

Bom, Tristan é o nosso bombeiro do mês de Julho, o mais misterioso e reservado de toda a estação. Apesar da aparência tranquila, por dentro, Tristan carrega consigo culpa, medo e traumas do passado, momentos que ele nunca chegou a superar, cenas que o marcaram e o formaram como adulto. Ser bombeiro é o que o motiva, ajudar as pessoas, dar uma segunda chance de vida... É assim que ele acalma seus fantasmas.⁣

O encontro com o destino, o confronto com o passado, acontece quando ele encontra Anne Monroe numa situação de perigo. Mas bombeiros não podem interferir na recuperação de suas vítimas... E se tem algo que Tristan respeita, são as regras. Seria ele capaz de passar por cima de tudo, e até de sua própria dor para proteger Anne? Essa história é diga de um filme!⁣

Eu me envolvi demais com o conto do mês de Julho, a história vai trazer a perspectiva das vítimas de violência doméstica, suas dores, traumas, e a forma em que o agressor muitas vezes usa para se aproximar e culpar suas vítimas, onde em sua maioria são mulheres e crianças. O tema falou alto em mim, já que presenciei essa situação em âmbito familiar, e sei bem quanto as marcas dessa violência ficam fincadas em quem as sente. O conto trás esperança, e mostra que muitas vezes mostrar nossas cicatrizes, é a melhor forma de recuperação.⁣

É um conto sensível, que vai muito além da capa. Trás assuntos delicados, e sempre gira em torno do tema do câncer de mama e sua prevenção. Eu com certeza vou ler e trazer os demais contos dessa série, que a cada mês, tem se revelado uma surpresa após a outra.⁣

site: www.instagram.com/falandodoqueli
comentários(0)comente



@estantedawan 21/10/2019

Forte e amorzinho
Julho é o mês do Tristan, nosso bombeiro mister julho.

E o que eu quero contar para vocês é o quanto esse moço é apaixonante, lindo, dedicado e traumatizado com seu passado.
Mas aqui não temos um mocinho quebrado após um relacionamento desastroso, não. Temos um mocinho que sofre com uma culpa que não lhe compete. E é um trauma e tanto… só falo isso!

Anne, sim, é uma mocinha quebrada – literalmente, mas não vou contar muito.

A vida dos dois se cruza num momento bem crítico para ambos. Um sofre pelo presente, o outro sofre pelo passado. Sofrimentos distintos, porém interligados.
Mas desta vez Tristan tem a oportunidade de fazer algo que não conseguiu fazer no passado. E ele vai lutar para fazer o que estiver ao seu alcance e se redimir da culpa que tanto lhe atormenta.

Enfim, essa história é daquelas que você lê com o coração transbordando de dó e amor pelos personagens, é daquelas que você torce muito pra eles vencerem seus medos e traumas e viverem seu “felizes para sempre” mais do que merecido.

Eu poderia dizer que achei corrido, afinal é um conto e contos são curtinhos, mas a história tem um “salto”, um tempo mais do que necessário para os personagens se tratar e conseguir enfrentar seus medos. E mesmo que esse tempo afastado não tenha sido retratado com detalhes, a gente sabe que eles procuraram ajuda e enxergaram que o presente e o futuro tem tudo para ser totalmente diferente do passado. Minha reclamação? Eu queria mais páginas. Apenas.

“Quando você encontra alguém que te aceita [...] com seus defeitos e medos, e conhece a sua pior face, mas mesmo assim decide permanecer ao seu lado é quando você finalmente achou o lugar onde pertence.”
comentários(0)comente



Bruh Silva 15/10/2019

Tristan King
Tristan carrega um grande trauma de infância, trauma esse que o vem atormentando até hoje na fase adulta. Tentar esquecer é o que ele mais deseja, mais ao ir atender uma ocorrência Tristan se vê cara a cara com o seu maior pesadelo e medo.
O pouco que ele vê e imagina, já o faz voltar com tudo para o seu passado traumático, e tentando concertar os erros do passado Tristan se empenha em ajudar Anne.

Anne sempre imaginou que o excesso de cuidado do seu parceiro era uma demonstração de amor. O ciúmes em excesso, a mudança de humor sem motivos e as explosões repentinas, poderiam facilmente fazer parte do pacote. (Só que não!)
Até que veio o primeiro tapa, o primeiro soco, o primeiro olho roxo e por fim, a primeira tentativa de homicídio.
Anne não confia mais em ninguém, tem medos de todos os homens que vê, tem medo de sofrer como a mãe, ou morrer sem que ninguém saiba. Até que Tristan aparece em sua vida.

? Não preciso nem falar, que nesse conto a Gi irá abordar violência doméstica.
De longe, esse é o conto mais emocionante e intenso até agora.

Falar de violência doméstica nunca é fácil. E falar com muita maestria como a Gi fez, foi emocionante.

Na narrativa, veremos dois pontos de
vista sobre o tema, o de Tristan que presenciou a violência na infância, e Anne que sofreu a violência no presente.

Só posso falar que chorei muito nesse conto, torci loucamente para que Anne se recuperasse e não se fechasse para o mundo por medo. Torci para que o Tristan conseguisse se desvencilhar dos fantasmas do passado e torci mais ainda para que o agressor pagasse pelo que fez.

Acredito que eu não tenha palavras suficientes para expressar o quanto eu gostei e estou completamente apaixonada por esse conto.

? Desta forma, eu só posso indicar o conto, e torce para que vocês possam vir a ler muito em breve.
comentários(0)comente



@leiturasdajah 26/09/2019

Estou APAIXONADA nesse livro
Não sei como iniciar a minha avaliação sobre essa história estou sem palavras eu sabia que quando chegasse a vez de Tristan contar sua história seria impactante, tudo que Anne passou tocou forte em minha alma eu não vivi uma agressão como ela mas eu sei o quanto o relacionamento abusivo e a violência doméstica podem marcar uma alma, e a minha marcada por um amor amargo e sei o quanto é preciso de apoio e ajuda, essa história foi um grande conforto para minha alma.
"Quando cultivamos algo em nossos corações, seja bom ou ruim, ela tende a crescer, fincar raízes e é complicado de tirar depois."
comentários(0)comente



@leiturasdajah 26/09/2019

Estou APAIXONADA nesse livro
Não sei como iniciar a minha avaliação sobre essa história estou sem palavras eu sabia que quando chegasse a vez de Tristan contar sua história seria impactante, tudo que Anne passou tocou forte em minha alma eu não vivi uma agressão como ela mas eu sei o quanto o relacionamento abusivo e a violência doméstica podem marcar uma alma, e a minha marcada por um amor amargo e sei o quanto é preciso de apoio e ajuda, essa história foi um grande conforto para minha alma.
"Quando cultivamos algo em nossos corações, seja bom ou ruim, ela tende a crescer, fincar raízes e é complicado de tirar depois."
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR