O dia em que Selma sonhou com um ocapi

O dia em que Selma sonhou com um ocapi Mariana Leky




Resenhas - O dia em que Selma sonhou com um ocapi


122 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Camilla 03/03/2021

Amor e Empatia.
Toda vez que Selma sonha com um Ocapi alguém morre em seguida...
A autora Mariana Leky aborda muito bem os temas: família, amor e empatia. Conseguimos ver isso do início ao fim da obra.
O que mais me chamou atenção é que uma família de sangue e agregados está sempre pronta pra ajudar uns aos outros.
comentários(0)comente



Vanessa Cardamone 02/03/2021

Cativante
É um livro que sobre a morte, mas sobretudo sobre o amor. Os personagens me cativaram desde o primeiro instante e eu realmente torci por eles até o final.

Toda vez que Selma sonha com um Ocapi significa que alguém da vila vai morrer e é muito tenso quando isso acontece porque não queremos que ninguém morra. A história não é centrada em Selma, mas sim em todos que a rodeiam. Louise (neta), Oculista (melhor amigo de Selma que nutre uma paixão secreta por ela) são os personagens principais, Martim (amigo de Louise) e Frederick (monge) são personagens importantes que preenchem a história de Louise (que é a narradora).

"Ele o via raramente, o que facilitava o amor, pois os ausentes não têm como se comportar de maneira errada." pg. 131

A leitura é bem sensível e me emocionei bastante com o rumo dos personagens. Recomendo muito para quem quer uma leitura para chorar um pouco, mas mesmo assim sair com o coração quentinho.
comentários(0)comente



Alice Batista 01/03/2021

claro, como ele poderia saber, quem reconhece assim de pronto o coração de um morcego?
Um livro para deixar o coração quentinho, te fazer rir e também emocionar.
Eu amei a história e os personagens. Foi lindo imaginar o dia-a-dia na cidadezinha de Westerwald, todo o cotidiano que pode parecer simples mas que carrega uma magia única.

"(...) tudo se murcha, pensou o oculista, tudo encolhe e verga e cai e se dobra pela frase: melhor não".
comentários(0)comente



ElisaCazorla 07/02/2021

Delicadeza
A princípio, você pode achar que o livro é sobre nada e é exatamente isso! É o nada, o dia a dia, o tempo que passa, as relações com nossos vizinhos, o envelhecimento de quem amamos, a vida, a morte.
Um livro sobre aquilo que todos temos em comum: a rotina da vida.
Gostei muito da delicadeza dos personagens. Gostei da delicadeza da narrativa. Existe aquele bucolismo interessante que encontramos em vários autores europeus mas esse me agradou mais.
Se tiver a oportunidade de ter esse livro nas mãos, não perca a chance de lê-lo.
comentários(0)comente



Nayla 02/02/2021

Bem interessante
É um livro leve que você lê rapidinho. Um história que flui e que apesar de ter partes fortes, que por sinal até fazem escorrer lágrimas. Também tem partes engraçadas que você vai sentir um conforto gostoso no coração. Eu indicaria este livro para alguém, sem pensar duas vezes!
comentários(0)comente



Moret 28/01/2021

A história de Louise
A história da protagonista Louise e das pessoas que ela ama/amou do ponto de vista dela mesma.
Não é uma aventura nem um livro com muita ação. Demorei um ano pra ler justamente porque em alguns momentos simplesmente dava preguiça de avançar porque nada acontecia.
Mas é isso, é a história da vida de uma pessoa... não, de várias pessoas pelo ponto de vista dessa uma. É uma história bonita mas monótona como a vida.
Talvez eu seja a triste Marlies no final das contas.
comentários(0)comente



Gabriela Leite 20/01/2021

No começo não entendi nada
E no final parecia que era o começo. Kkkkk
É um livro leve e doce, porém extremamente arrastado, achei que não tinha fim.

Não tem história, tem reflexões meio poéticas e é isso. Não curti!
comentários(0)comente



Carol Barbosa 19/01/2021

Lindo e emocionante
Cada página desse livro é uma lição de vida. É o tipo de leitura que te deixa de ressaca literária pensando na vida e em tudo que leu. Lindíssimo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Paula Brindeiro 19/12/2020

Quotes do livro
"Do jeito que olhamos para alguém que amamos um tantinho a mais do que gostaríamos de alardear por aí"
(página 15)

"A pessoa certa é aquela que nos poupa de ver alguma coisa quando o mundo toma seu rumo."
(página 53)

"Toda a infelicidade do ser humano vem do fato de ele não conseguir permanecer tranquilo num quarto."
(página 231)

"Nem sempre é possível escolher as aventuras para as quais fomos feitos."
(página 249)

"Pensei em Alasca e em como ele erguia a cabeça quando eu deixava um ambiente, como ele pensava se valia a pena se levantar e me acompanhar e em geral ele achava que valia."
(página 261)

"Nenhuma pessoa está sozinha enquanto puder dizer nós."
(página 286)
comentários(0)comente



Daiane 07/12/2020

Leitura leve
Um livro leve, daqueles para se ler após uma ressaca literaria. Traz personagens simples e frases e momentos que nos levam a refletir. Gostei.
comentários(0)comente



WilliamAssis 02/12/2020

Um Ocapi
Uma leitura leve e muito emocionante, que mostra o carinho e a preocupação com os outros.
Diego Fernandes 02/12/2020minha estante
Muito carinho por esse livro!




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Andreia.Kohut 15/11/2020

Esse livro traz a história de uma pequena família, numa pequena comunidade, onde familia e amigos se confundem e se fazem um só. Fatos corriqueiros, misturados com alguns mais elaborados, numa reflexão sobre vida e morte. Bom... Mas não me conectei...
comentários(0)comente



Renata 14/11/2020

A premissa desse livro, escrito pela alemã Mariana Leky, é a seguinte: quando Selma sonha com um ocapi, alguém irá morrer. Ninguém sabe quem nem como, mas quando a notícia se espalha pela pequena cidade, todos passam a revelar verdades secretas e a escrever cartas cheias de "nunca" e "sempre".
Mas o sonho com o ocapi, e suas consequências, apenas atravessa uma linda narrativa que, sem dúvida, fala muito mais sobre a vida do que sobre a morte.
Adorei a leitura. Super fluída. E achei que a autora usou recursos narrativos muito legais, como colocar leves toques de realismo fantástico e, em alguns momentos, optar por usar os verbos no passado para dar sequência às ações, dando a sensação de que o tempo estava passando (nem sei se isso está correto, mas foi uma percepção que tive). Além disso, os personagens são maravilhosos e mais ainda a maneira como a autora nos conta sobre eles.
Recomendo a leitura!
comentários(0)comente



122 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |