Uma Herdeira Apaixonada

Uma Herdeira Apaixonada Lisa Kleypas




Resenhas - Uma Herdeira Apaixonada


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Maely.Batista 18/10/2019

Casal perfeito!!
Então, acho que esse foi o livro que eu estava mais ansiosa para ler, e o fato de a autora colocar West em vários momentos no decorrer da série, fez com que eu amasse esse personagem cada vez mais, e bem, se fosse pelas minhas expectativas, a autora poderia escrever mais um livro pra ele que seria muito bem recebido rsrs

Lisa fez um trabalho maravilhoso com West Ravenel. Ele de longe foi o personagem mais desenvolvido da série. Foi de um bêbado e arrogante libertino, à um justo e dedicado (ainda libertino) administrador. Sem nunca perder aquele seu sarcástico humor.

"Sejam quais forem os rumores pouco lisonjeiros que tenha ouvido sobre mim, provavelmente são verdadeiros. Exceto pelos mais vis e deploráveis: esses certamente são verdadeiros."

Eu amei a Phoebe só pelo simples fato de ela ser filha de Sebastian e Evie, que são um dos meus casais preferidos , e soube que essa mocinha seria a única que estaria a altura de merecer meu West. Phoebe demorou um pouco para demostrar aquele espírito indomável, a força de vontade que tinha sido suprimidos com o luto pelo seu ex marido, a deixando com um humor cáustico, e com o medo de sair da zona de conforto que ela inevitavelmente havia estado.

"Quero dizer, para ela fazer parceria com Weston Ravenel. Um fanfarrão jovem e saudável, com inteligência afiada e um suprimento completo de vigor masculino. Ele fará muito bem a ela."

Eu amo esse tipo de relacionamento, o tipo que não muda a pessoa, só revela o que ela sempre foi, mais em algum momento, havia deixado de ser. E foi o caso da Phoebe. West fez ela se revelar uma mulher ardente e completa, e que não tem medo de demonstrar isso.

"Eu prefiro não ser adorada, mas me aceito por tudo que sou, o bom e ruim. "

"Eu sou inteiramente eu e nunca vou me casar com um homem que queira que eu seja menos do que isso."

West foi uma mudança à parte, o medo dele de ficar com uma pessoa tão 'superior' à ele, era o principal, se não o único obstáculo entre eles. Mas amei o fato de ele se aceitar, de ele descobrir que seu passado, por mais sujo e devasso que fosse, não podia impedir que ele tivesse seu final feliz. Claro que ele só chegou a essa conclusão com a ajuda de outro, e amado libertino, Sebastian, que impossivelmente me fez amá-lo ainda mais nesse livro.

"Você não é perfeito - nós dois concordamos com isso. Mas eu vi e ouvi o suficiente para ter certeza de que você fornecerá o tipo de companhia que minha filha quer e precisa."

Esses dois se completavam em partes entre si que eles não sabiam que estavam faltando. O relacionamento do West com os filhos de Phoebe foi uma coisa tão bem feito, ele era doce, fofo e gentil, que me emocionava toda vez que havia essas cenas. Com certeza é uma família que o West estava precisando, e eu amei muito isso.

Acho que o único ponto negativo do livro foi a falta do maldito EPÍLOGO. Sério, fiquei frustrada com o fim tão abrupto. Queria muito mais desse casal. Espero que Lisa cite eles nos próximos livros, e espero que seja o livro do Tom Severin , por favor. Esse personagem está tornando odiar ele cada vez mais difícil.
Gente que Ama Livros 21/10/2019minha estante
Ahhhh como eu quero esse livro, sem sombra de dúvidas ele é o mais esperado por mim. E sim o próximo livro é do Severin e da irmã da Pandora ( esqueci o nome dela agora), tbm já quero pra ontem. Essa série está maravilhosa.


Taz 25/10/2019minha estante
Alguém caridoso tem esse livro 5 para me passar? (talitajuliolucca@gmail.com)


"Chasing Cassandra", pensa!!! Ja no nome sugestivo de que Severin vai ter que ralar para conquista-la.


Maely.Batista 25/10/2019minha estante
Só tenho a versão em inglês. Se quiser, me passa o seu email que envio


Taz 25/10/2019minha estante
Ah Maely, faz isso comigo não!!! Eu leio ingles, mas demoraria 1 semana!!! kkkk Obrigada




Rayane Colomes 18/10/2019

Os Ravenels e os St Vincent
Eu estava extremamente ansiosa pela história do West Ravenel, desde o primeiro livro da série ele foi me conquistando, e a mudança dele - de libertino bêbado para um homem que luta e trabalha - foi incrivel e maravilhosa.
Podemos dizer que a história entre Phoebe e West é antiga, já que ela não gostava dele porque ele atormentou Henry, primeiro marido dela, no internato. Então quando se encontram e já rola uma quimica ela tenta se afastar. Este livro tem uma coisa que eu adoro, o envolvimento dos personagens secundários, da família Ravenel e de Sebastian e Evie. Amo isso de verdade.
O relacionamento dos dois vai evoluindo aos poucos. É muito bacana ver o desenvolvimento da história e o envolvimento e amadurecimento do casal. O final acabou sendo bem corridinho mesmo mas não tem como não se encantar. Super recomendo este livro.
comentários(0)comente



Thu 18/10/2019

West e Phoebe
West e Phoebe
Neste livro temos a história de Phoebe, irmã de Gabriel St Vincent e fillha de Evie e Sebastian, e West, irmão de Devon.
Phoebe se casou com Henry, seu amor de infancia e teve dois filhos, porém o marido sempre teve uma saude fragil e morreu, deixando-a viuva bem jovem e com seus dois filhos bem pequenos pra criar. Henry nunca gostou de West, porque quando foi pro internato, West implicava com ele, então para Phoebe, West é um inimigo.

Os dois se encontram nas vesperas do casamento de Pandora e Gabriel, e sem se conhecerem a quimica surge. Mas Phoebe não quer isso, já que ele foi muito mal pra Henry. West também luta contra isso, porque é um Ravenel e teme que seu espirito nervoso acabe provocando problemas, ele tambem se acha indigno dela.

Porém conforme vão se conhecendo eles vão se aproximando, e West é muito bom para Justin e Stephen, filhos de Phoebe. Além do mais, parece que toda a familia quer que os dois fiquem juntos.

Phoebe deverá se mudar para sua antiga casa e cuidar dos bens de Justin enquanto ele ainda é um menino. Então West acaba ensinando Phoebe sobre administração da propriedade e por isso eles vão passando mais tempo juntos.
A história é muito boa, Lisa Kleypas é uma das minhas autoras preferidas.
comentários(0)comente



Adrya Ribeiro 13/11/2019

Que fofin! Geralmente não sou muito fan de insta-love, mas a Kleypas desenvolveu bastante o casal, gostei demais!!
Ainda continuo amando o Sebastian!!!
comentários(0)comente



Alice.Silva 18/11/2019

MARAVILHOSO sem mais
Ah eu amei esse livro e acredito que um dos motivos seja pela aparição do Sebastian. Eu amo esse personagem e estou pensando em reler pecados no inverno mais uma vez. Agora só esperar pelo livro do Tom e da irmã da Pandora que com certeza vai ser incrível.
Annae 20/11/2019minha estante
Quem é o Sebastian e quem é o tom que eu não lembro nos livros ??????


Alice.Silva 20/11/2019minha estante
Sebastian do livro pecados no inverno e o Tom Severin
ele e o West estavam juntos nesse mesmo livro no clube do Jenner


Alice.Silva 20/11/2019minha estante
Sebastian do livro pecados no inverno e o Tom Severin.




Regiane Moreira 17/11/2019

Ah que delicia.
Amo a Lisa Kleypas e essa série é apaixonante.
Acredito que o único que não favoritei da série foi o 4, mas os outros todos estão com meu coraçãozinho.
O West é simplesmente fantástico e delicioso. Desde o primeiro livro estava curiosa para saber com quem ele ficaria e ele ficou com alguém especial. E que crianças deliciosas... Simplesmente apaixonante. Além do fato do querido Sebastian estar mais que presente no livro.... Simplesmente amei.
Agora quero muito saber se minhas suspeitas serão comprovadas... afinal a comportada e sumida Cassandra ( que só foi citada uma vez nesse livro) fará par romântico com o terrível, desconsiderado, plebeu e podre de rico Tom Severin?

https://amzn.to/359ArlZ

site: https://meupitacoliterario.blogspot.com/
comentários(0)comente



@duquesaliteraria 16/11/2019

Phoebe, Lady Clare, é a filha mais velha do duque de Kingston. Conheceu seu primeiro amor ainda na infância, e seu melhor amigo se tornou um marido apaixonado, bondoso e gentil, que deu a Phoebe dois filhos amáveis.
Com a saúde frágil desde que era garoto, Henry não viveu por tanto tempo quanto ele e sua amada gostariam, mas foram felizes pelo tempo que tiveram. Apesar de muito bondoso, Henry sempre guardou mágoas da época em que frequentava o mesmo colégio que West, um garoto travesso e até mesmo maldoso, que despendeu muito de seu tempo obsoleto em atormentá-lo.
Justamente por West, Phoebe se sentiu atraída ao chegar na propriedade dos Revenels, sem saber quem era o homem bonito e viril, sentiu coisas que nunca imaginou que tornaria a sentir por um homem, infelizmente o último na face da terra com quem ela gostaria de se relacionar.

Assim como no terceiro livro, aqui vemos uma gostosa interação entre os familiares, e citações de antigos personagens da Lisa (tenho me sentido nostálgica com as últimas leituras), ao contrário do que podemos pensar, todo esse sentimento de Phoebe por West é desfeito aos poucos porém de forma natural, então depois de certa parte não há mais estranheza entre o casal.

A mocinha é muito madura e muito forte, uma mulher sempre presente na vida dos seus, uma excelente mãe também, por falar nisso, o laço criado entre seus filhos, e West foi belíssimo, se livro com criança é fofo, com crianças fofas é ainda melhor.

A atração entre o casal é óbvia e intensa demais para ser negada, eu achei o livro tem cenas bastante sensuais, se não for o livro com a linguagem mais descritiva, e achei a qualidade desses momentos maravilhosa.

E vamos dedicar um parágrafo para enaltecer nosso Revenel, um ex-bêbado, fanfarrão, que não tinha perspectiva nenhuma na vida, e se tornou um dos melhores mocinhos em minha opnião, sua levantada já vinha acontecendo desde o começo da série, e no livro dele, nos surpreendemos ainda mais com o homem que ele se tornou, a forma como ele lida com Phoebe e seus filhos queridos é incrível..

Pois é pessoal, agora sofreremos juntos aguardando o lançamento do próximo livro, com certeza esse é um dos melhores livros da Lisa, e da série já está no meu top 3.
comentários(0)comente



Fe 12/11/2019

Desde o livro do Devon eu nutria um carinho especial pelo West, sempre gostei desse tipo de personagem, libertino que vai se regenerando aos poucos. E por isso, posso afirmar que minhas expectativas pro livro do West estavam muito altas, então a chance de eu me decepcionar eram maiores do que nos livros anteriores. Quando soube que a protagonista seria a Phoebe, fiquei ansiosa de novo, afinal ela é filha de um dos meus casais favoritos de época, a Evie e o Sebastian, inclusive o livro é recheado de cenas da família que encheram meu coração de saudade.
Posso dizer que quem gosta do West vai se apaixonar ainda mais nesse livro, quem não gosta (acho difícil) vai se ver encantada por esse homem. A phoebe vai desabrochando aos poucos, e é lindo demais ver a relação we os dois vão desenvolvendo, as cenas do West com os filhinhos da Phoebe, Justin e Phoebe, deram um toque tão especial que ele parecia sempre ter pertencido aquela família. Eu to sem palavras pro quanto esse livro me tocou, pro quanto eu fiquei apaixonada.

A minha única observação é a falta do epílogo, eu ia amar ter mais um pouquinho da história desses dois e ver mais do West como pai.
comentários(0)comente



Meu Vicio em Livros 12/11/2019

maravilhoso!!
Sou suspeita para falar desta série porque amo todos os personagens e todos os livros, um não seria o mesmo sem o anterior, por isto é impossível pra mim escolher um favorito. Estava louca para conhecer este romance do West desde o primeiro livro da série e o casal pegou fogo!! fiquei impressionada neste sentido, UAU!!! e o povo de Quatro Estações reunidos para o enlace do Gabriel e da Pandora??? A autora não dá ponto sem nó e não deixa uma ponta solta entre os acontecimentos de todos os livros. Para este ser perfeito, precisava era ter mais umas 250 páginas no final, acabou e eu estou aqui chorando de saudades e com crise de abstinência já.

Confira todos os detalhes dos romances de época da autora com ordem de leitura em www.meuvicioemlivros.com

site: www.meuvicioemlivros.com
comentários(0)comente



Meu Vicio em Livros 12/11/2019

maravilhoso!!
Sou suspeita para falar desta série porque amo todos os personagens e todos os livros, um não seria o mesmo sem o anterior, por isto é impossível pra mim escolher um favorito. Estava louca para conhecer este romance do West desde o primeiro livro da série e o casal pegou fogo!! fiquei impressionada neste sentido, UAU!!! e o povo de Quatro Estações reunidos para o enlace do Gabriel e da Pandora??? A autora não dá ponto sem nó e não deixa uma ponta solta entre os acontecimentos de todos os livros. Para este ser perfeito, precisava era ter mais umas 250 páginas no final, acabou e eu estou aqui chorando de saudades e com crise de abstinência já.

Confira todos os detalhes dos romances de época da autora com ordem de leitura em www.meuvicioemlivros.com

site: www.meuvicioemlivros.com
comentários(0)comente



Regiane.Braga 16/11/2019

Perfeito
Terminei.. que maravilhoso.. gostinho de quero mais.. Lisa maravilhosa, essa mocinha, uma mulher madura, segura, inteligente, mãe carinhosa e amorosa (esse aristocrata normalmente são frios demais com os filhos nos livros) maravilhosa. comecei o livro apaixonada pelo west e terminei apaixonada pela Phoebe, sem contar que a minha paixão de todos os tempos participa quase que ativamente do livro "Sebastian". Demais, perfeito, quero mais lisa!!! (Obs. Podia ter um epílogo, pra ficar mais que perfeito) quero o próximo livro já!!
comentários(0)comente



Ana @relendopaginas 13/11/2019

West e Phoebe mereciam uma história mais interessante
Vou começar confessando que eu estava esperando odiar esse livro. Principamente pelo modo de agir da Phoebe logo no início. Mas é... acho que podemos dizer que gostei.

Eu sei, não pareço muito convincente. O problema é que Uma Herdeira Apaixonada é aquele tipo de livro que é difícil de se dar nota. Ele é bom, mas não tanto. Ele tem bons elementos na história, mas os ruins se sobressaem. Ou seja, sempre que algo bom acontecia, outras dois problemas apareciam. Isso acontecia até mesmo com os persongens.

Gostei muito da interação do West com os filhos da Phoebe, eram sempre momentos muito fofos e necessários para a construção da relação entre os dois. Mas mais pro final do livro, West me decepcionou um pouco. Quando as coisas ficaram difíceis, ele correu para o caminho mais fácil.
Phoebe me irritou logo no início, mas para minha surpresa isso logo passou. Apesar de ser um pouco contraditória, acabei gostando dela.

O final abrupto, apressado, repentino, ou como quiser chamar, foi um incômodo. Seria bom ter pelo menos mais um capítulo, ou um epílogo. A impressão que dá é que a autora não se deu ao trabalho de finalizar a história dos dois e se apressou para que acabasse logo.

No geral, o livro foi bom, com momentos fofos e que me fizeram rir, mas poderia ter sido tão melhor!
comentários(0)comente

Amanda 14/11/2019minha estante
Você descreveu bem como eu me senti com o livro, o que me decepcionou bastante, porque o West era o meu personagem favorito até o livro dele. Gostei de como começou o relacionamento dos dois, mas não gostei como terminou tudo, rápido demais. Acho que parte do problema foi que eu tinha muita expectativa para esse livro. O West era quase um novo Leo Hathaway pra mim, mas acabou passando longe disso.




12 encontrados | exibindo 1 a 12