Sobre a Morte e o Morrer

Sobre a Morte e o Morrer Elisabeth Kübler-Ross




Resenhas - Sobre a Morte e o Morrer


46 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


DTK 22/01/2021

Entendo o livro como sendo de importância histórica, sua abordagem na década de 60 era, de fato, vanguardista.
No cenário atual, no entanto, considero-o uma leitura extensa e que pouco tem a contribuir comparando a outros livros da área da psicologia e dos cuidados paliativos.

Por várias vezes usei o livro como sonífero natural, logo antes de ir dormir, não pretendo indicar a leitura a quaisquer amigos.
Juliana Civitavecchia 24/05/2021minha estante
você poderia me indicar mais livros sobre cuidados paliativos?


Luiza 29/07/2021minha estante
Olá! Quais outros livros sobre o tema vc indica ? Algo que seja mais atual mesmo


DTK 30/07/2021minha estante
Sugiro ler as produções da Ana Cláudia Quintana Arantes, ela faz uma abordagem mais intuitiva sobre o tema, com que consegui me relacionar bem mais




Leandro 24/04/2021

Livro para ser lido com objetivo de reflexão, ou até mesmo como fonte de pesquisa acadêmica.
Já li outros livros que traram sobre o mesmo tema, mas esse difere por ter relatos das experiências e entrevistas realizadas nos leitos de morte, por isso não é um livro baseado em "ouvi dizer". Excelente leitura!
Luiza 29/07/2021minha estante
Quais outros livros sobre o tema vc recomenda?




Peterson Boll 30/03/2016

Livro bastante irregular, que embora tenha uma grande material a ser exposto, não foi devidamente aproveitado pela autora, que ficou dividida entre a experiência acadêmica e a experiência humana. Ironicamente, muitos dos relatos dos pacientes tornaram-se difusos em função da explanação psicológica, e justamente isso é o tema do livro (o qual a autora combate) que é a diminuição da importância do paciente, visto apenas com interesse científico.
Daniel 14/02/2019minha estante
Você não entendeu o livro...




Carla 30/06/2021

Leitura obrigatória para profissionais da área da saúde! O processo de adoecimento e morte mexe com o paciente e com a família e entender isso é essencial para atuar com esse público. É um livro antigo e atual, com um toque humano que falta em muitos profissionais. Recomendo!
comentários(0)comente



Carol 07/12/2020

Impressões da Carol
E-book: Sobre a Morte e o Morrer {1969}
Autora: Elisabeth Kubler-Ross {Suíça, 1926-2004}
Tradução: Paulo Menezes
Editora: Wmf Martins Fontes
296p.

Disponível no Kindle Unlimited

Quem nunca ouviu falar sobre os cinco estágios do luto: Negação, Raiva, Barganha, Depressão e Aceitação? O que eu desconhecia, até por não ser da área de saúde, é que tal modelo foi fruto da pesquisa da psiquiatra suíça Elisabeth Kübler-Ross, pioneira no campo da tanatologia e dos cuidados paliativos a pacientes terminais.

"Sobre a Morte e o Morrer" é desses livros que tiveram um grande impacto na literatura médica. Nele, Kübler-Ross descreve os seminários que conduziu junto a estudantes (de medicina, de enfermagem, de assistência social, de psicologia e de teologia, em suma, uma equipe interdisciplinar) e pacientes moribundos.

O objetivo era compreender qual a reação do homem diante da finitude da vida, suas angústias, seus medos, suas esperanças, pois, contraditoriamente, "em nosso inconsciente, não podemos conceber nossa própria morte, mas acreditamos em nossa imortalidade."

Em muitos casos relatados no livro, as famílias dos pacientes ou não aceitavam o diagnóstico ou tentavam escondê-lo do doente, o que só resultava em incompreensão e em sofrimento. Mais grave ainda, a própria equipe hospitalar não sabia, ao certo, como lidar com tais pacientes, chegando a evitá-los.

Ser um paciente terminal não significa ter uma morte imediata. Há uma pessoa ali, que necessita ser tratada como tal, com dignidade e com atenção. A partir dos estudos de Elisabeth Kübler-Ross, a tanatologia, ou seja, o estudo científico da morte, o luto e seus efeitos, teve grande impulso.

É importante discutirmos, como sociedade, a morte. Se nada há de mais certo que ela, não há porque mantermos este tabu.? "Sobre a morte e o morrer" é uma boa indicação para quem deseja ler mais sobre o assunto e é fundamental para quem seja da área de saúde.
comentários(0)comente



Vinícius 09/02/2021

Como lhe dar com os últimos momentos
Falecida em 2004, a Dra. Elisabeth Kübler-Ross foi um dos maiores nomes das terapias de suporte ao fim de vida. Neste livro aborda as fases importantes da abordagem aos pacientes terminais: Negação e isolamento, raiva, barganha, depressão e aceitação, todas elas com passagens muito envolventes, com vários pacientes entrevistados nessas condições que estavam internados no hospital. O início foi difícil, com aceitação muito ruim, principalmente pela equipe médica, mas com o tempo os profissionais foram percebendo as mudanças favoráveis e as angústias veladas de seus pacientes. Onde muitas vezes uma simples conversa de desabafo servia para minorar esses momentos de dor que todos nós poderemos passar no fim da vida. " Há um momento na vida do paciente em que a dor cessa em que a mente entra num estado de torpor, em que a necessidade de alimentação torna-se mínima, em que a consciência do meio ambiente quase que desaparece na escuridão. É o período em que os parentes andam para lá e para cá nos corredores dos hospitais, atormentados pela expectativa, sem saber se pode sair para cuidar da vida ou se devem ficar por ali esperando o instante da morte. É o momento em que é tarde demais para palavras em que os parentes gritam mais alto por socorro, com ou sem palavras." Livro recomendado para quem quer aprender um pouco do lidar com pacientes em fim de vida.
comentários(0)comente



Taisa 21/02/2021

É um livro desbravador
A Kluber abriu as portas para muito do que foi construído até hoje sobre cuidados paliativas. A leitura é muito interessante, para profissionais da área e para qualquer pessoa que se desafia a refletir sobre o assunto.
comentários(0)comente



carliteco 07/03/2021

Importantíssimo pra estudante/profissional da saúde. Os estudos da autora da década de 60 tão atuais: sempre há o que fazer por pacientes terminais, necessitam de mais cuidados que nunca.
comentários(0)comente



Arissa 22/03/2021

Sensível
Elizabeth Kübler-Ross coordenou um seminário em que conversa e acompanha pacientes com doenças graves e sem cura, e este livro contém suas conclusões e algumas transcrições das entrevistas realizadas. Aqui ela descreve as fases do luto, as quais são utilizadas até os dias de hoje.

Achei interessante que a maioria dos problemas e dificuldades que ela teve para estabelecer o seminário até hoje estão presentes nos hospitais. Os médicos têm uma grande dificuldade em dar notícias difíceis, além de relutar em assumir que um paciente seu é um paciente em estado terminal. Mesmo os Cuidados Paliativos ganhando relevância, ainda é difícil haver uma aceitação e compreensão por médicos e equipes de outras especialidades.

Este livro permanece relevante e seus ensinamentos são utilizados até os dias atuais.
comentários(0)comente



Ranya 29/04/2021

5/5
Indico e muito!

Esse livro fala de uma pesquisa a base de entrevista com pessoas que receberam a notícia de uma doença fatal ou que estão próximo da morte. Quando se lê assim pode até ter uma teor mórbido, mas é o contrário, fala-se de vida de desejos, de raiva, culpa, tudo.
O que mais amei e me tocou no livro foram as entrevistas, umas bem tocantes que precisei de uma respirada mais profunda para continuar.
Amo o tema que embasa essa pesquisa e é um tema que muitos fogem, mas esquecem que falar de morte é acima de tudo falar de vida e desejo.
comentários(0)comente



Gabriel Paixão 29/05/2021

Livro necessário para a vida
Acredito que todo o profissional da saúde, independente da área de atuação, deveri ler esse livro.
comentários(0)comente



Claudia 19/06/2021

O homem se entrincheira contra si mesmo
Essa foi uma leitura especialmente difícil para mim. A entrevista com a freira me tocou profundamente, pois me identifiquei com a história de vida dela de se moldar para ser aceita e amada pelos outros, mas no fim, conseguiu o que queria e foi reconhecida pelo o que fez. A morte é um tópico muito sensível para a maioria das pessoas, mas que deve ser falado para que ocorra o luto, em detrimento de vivê-lo para sempre.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



BiCarrie 10/11/2021

Reflexivo
Uma das "mensagens" que consegui captar do livro, que é dita logo no começo, é que sempre vemos a morte como algo externa a nós, e não como algo comum que também ocorrerá conosco.
Eu não estudo a área de medicina, terapia, ou algo relacionado, mas me vi intrigada pelo conteúdo, por se tratar de entrevistas com pessoas em estado crítico de saúde, que muitas vezes, estavam à beira da morte. Pude perceber que cada paciente possui problemas diversos e algo em comum entre eles, é que muitos se sentiam isolados por estarem nessa situação e receberem pouca atenção dos médicos e enfermeiras.
E isso me fez refletir em como tratamos a morte, sempre a vendo como algo distante e que nunca irá nos alcançar. Não somente esses pacientes devem refletir sobre a morte e o morrer simplesmente por estarem à beira da mesma, mas todos nós devemos, pois temos a certeza de que também ocorrerá com cada um de nós.
comentários(0)comente



Cibeli 24/09/2021

Encarando a nossa finalidade
O tema pode ser delicado, mas todo profissional dá área da saúde deveria ler, ainda mais quem tem dificuldade com o tema, o melhor é que não fica apenas em algo "teórico" pois tem as entrevistas transcritas que são o melhor aprendizado.
comentários(0)comente



46 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR