LYN

LYN Silmara Izidoro


Compartilhe


LYN (MC Black Panthers)


Meu Inferno Celeste




Este é o Livro 4 da Série MC Black Panthers.
É necessário ler os anteriores.
Contem cenas de sexo, violência e linguajar inapropriado para menores de 18.

Carolyn “Lyn” Jones, a contadora do MC Black Panthers, é a única mulher entre os diretores e a primeira cadela a assumir um posto na linha de frente de um Motoclube norte-americano formado, em sua maioria esmagadora, por homens.
A cadela de cabelos curtos e aparência hostil, traz na bagagem muito mais do que a pele coberta por tatuagens e a incontestável teimosia de mula. Seus ombros curvados carregam a sobrecarga de um passado preenchido por descaso, abandono, violência e abusos.
O amor por Claws foi a única escolha de Carolyn, dentre todas as imposições que lhe foram feitas desde que ela se conhecia por gente, e embora a traição do executor tenha se encarregado de alimentar sua inabilidade de enxergar a mulher insegura escondida por trás da contadora, também foi ela a responsável por ensinar Lyn a mentir com tamanha habilidade.
Depois de nove anos o jogo mudou, e Carolyn se viu obrigada a fazer a jogada que mudaria não apenas a sua vida, mas a dos cinco homens que a amaram profundamente, da única forma que sabiam.
A garota medrosa respirou fundo, encheu o peito de coragem e partiu em busca de respostas para as perguntas inquietas da sua mente carente, esperançosa de que a contadora mal-humorada, impiedosa rainha soberana do abrigo, temida pelos inimigos do MC, respeitada pelos membros, invejada pelas cadelas, tratada como uma irmã caçula pelos diretores e venerada por Claws, não passasse de mais uma imposição indesejada, como todas as outras.
Em sua jornada solitária, finalmente Carolyn vai entender o legítimo significado da solidão, a diferença entre o ter e o ser, o valor da amizade, que o sangue correndo em suas veias pode unir pessoas que mal se conhecem e até transportar de pai para filho a maldade que ela tanto se recusava a acreditar que lhe pertencia, assim como vai aprender da pior maneira, que nenhum vínculo genético tem o poder de constituir uma verdadeira família.
Lyn ainda vai descobrir que Claws é capaz de amar na mesma proporção de odiar, que confiança não se ganha, que uma gota de mentira pode ofuscar um oceano de verdades, que a sua maior fraqueza será a única arma disponível na sua batalha de reconquistar o executor, e que o seu Inferno está apenas começando.
E ele é Celeste, como o azul dos olhos do único homem que ela já amou.

Drama / Romance / Suspense e Mistério

Edições (1)

ver mais
LYN

Similares

(1) ver mais
Ghost: Meu Inferno Sombrio

Resenhas para LYN (4)

ver mais
O mais intenso da série até aqui
on 4/11/20


“Lyn: Meu Inferno Celeste” de Silmara Izidoro é para mim o mais intenso até agora dos livros da série MC Black Panthers. Adentrar a alma da única mulher a ter uma cadeira na diretoria do MC foi tão fascinante quanto dolorido. Para chegarmos lá tivemos que passar por suas memórias que haviam sido trancafiadas pelo trauma e que quando soltas se transformaram em fantasmas que não habitam só aquela cabecinha perdida, mas todas as consciências de pessoas que reconhecem a crueldade do mundo... leia mais

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.6 / 19
5
ranking 74
74%
4
ranking 26
26%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

@Books.da.Glau
cadastrou em:
30/10/2020 19:15:00
@Books.da.Glau
editou em:
30/10/2020 19:15:32