Marcas de nascença

Marcas de nascença Arnon Grunberg


Compartilhe


Marcas de nascença





Otto Kadoke é um psiquiatra especializado em prevenção de suicídios. Seu papel é manter vivas as pessoas que têm o desejo de morrer. Ele é um homem de meia-idade, sem filhos, não muito atraente, mas que tem um histórico de sedutor com várias médicas residentes. Embora muito ocupado, Otto não deixa de visitar com regularidade sua mãe idosa e carente, que mora numa casa aos cuidados de duas garotas nepalesas, Rose e June. Um dia, entretanto, o delicado equilíbrio familiar se rompe quando Otto, enquanto está visitando a mãe, abre a porta do banheiro e encontra Rose enrolada em uma toalha. Otto, interpretando mal o episódio, deixa-se levar pelas emoções e pelos sentimentos de amor por ela. Rose, então, resolve pedir demissão, e June faz o mesmo, açulando toda a comunidade nepalesa contra o médico. Enquanto está em busca de uma nova cuidadora, Otto é obrigado a lidar sozinho com a mãe e passa por uma profunda crise pessoal, quando, então, acaba por questionar a própria existência, caindo em uma sequência tragicômica e hilariante de equívocos grotescos.

Como sempre, com seu estilo afiadíssimo e único, Grunberg faz o leitor rir e chorar ao mesmo tempo. E, como sempre, no final, mesmo quando tudo parece perdido, há um lampejo de esperança na trágica e grotesca vida de Kadoke.




“Diferente de qualquer outro livro sobre mães e filhos... uma ode à vida,”
HET PAROOL

“Marcas de nascença é uma homenagem depravada ao laço entre mãe e filho.”
DE STANDAARD

“Este romance é um ponto alto na obra de Grunberg. Seu estilo, baseado no paradoxo, na litania e na repetição, brilha particularmente aqui. E funciona. O livro consegue manter as emoções sob controle e, ao mesmo tempo, leva o leitor a sentir que está fazendo isso, o que torna tudo ainda mais tocante.”
DE GROENE AMSTERDAMMER

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Marcas de nascença

Similares


Resenhas para Marcas de nascença (3)

ver mais
1 week, 2 days ago


“Marcas de Nascença” de Arnon Grunberg foi publicado no Brasil pela Editora Rádio Londres que me enviou um exemplar de cortesia. Gosto muito da escrita do Grunberg, dele já li “Tirza” — um dos meus livros preferidos da vida —, e “O Homem sem Doença” — que tem um final de explodir a cabeça. Eu aguardava por um livro novo dele em português há algum tempo, logo vocês podem imaginar como minhas expectativas estavam altas. E elas não foram frustradas! O autor tem um jeito único de ... leia mais

Vídeos Marcas de nascença (1)

ver mais
Marcas de nascença - Arnon Grunberg

Marcas de nascença - Arnon Grunberg


Estatísticas

Desejam37
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.1 / 16
5
ranking 35
35%
4
ranking 59
59%
3
ranking 6
6%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

30%

70%

André
cadastrou em:
13/01/2020 06:36:16
André
editou em:
14/01/2020 19:18:23