Memórias de um Sargento de Milícias

Memórias de um Sargento de Milícias Manuel Antônio de Almeida


Compartilhe


Memórias de um Sargento de Milícias (Prazer de Ler)





Único romance de Manuel Antônio de Almeida, Memórias de um sargento de milícias (1854) foi publicado no auge do Romantismo, mas se distanciou dos traços idealizados e sentimentalistas que prevaleciam na época.
Com estilo objetivo e realista, semelhante ao das crônicas históricas e de costumes, a obra destaca a população anônima das ruas do Rio de Janeiro nos tempos de D. João VI, sobretudo das zonas pobres da cidade, e ironiza regras, vícios e atitudes amorais da sociedade no início do século XIX.
Nestas Memórias, um narrador onisciente relata com humor e dinamismo os esforços do personagem Leonardo para sobreviver e driblar as adversidades de sua condição social. Ao se deixar levar pela esperteza, pelas mentiras e pelas confusões e aproveitando-se dos episódios de sorte que tem na vida, o anti-herói Leonardo, “filho de uma pisadela e de um beliscão”, torna-se o primeiro grande malandro da literatura nacional.

Edições (1)

ver mais
Memórias de um Sargento de Milícias

Similares


Resenhas para Memórias de um Sargento de Milícias (19)

ver mais
Um clássico para relaxar e rir
on 14/6/20


Quando peguei o livro, me veio todas aquelas memórias de quando tentava ler um clássico e cansava rápido da leitura. Bom, isso não aconteceu. A história é basicamente uma novelinha ou série de tv, com diversos personagens e situações cômicas que nos fazem soltar uns sorrisos vez ou outra. O livro acompanha a história de...bom, começamos por Leonardo (que depois virou Leonardo-pataca) um oficial de justiça que só se lasca por conta do seu desejo desenfreado. Nisso, acrescentamos o ... leia mais

Estatísticas

Desejam9
Trocam1
Avaliações 3.8 / 88
5
ranking 30
30%
4
ranking 48
48%
3
ranking 20
20%
2
ranking 1
1%
1
ranking 1
1%

25%

75%

Nat Cocito
cadastrou em:
22/08/2019 08:29:23