Memórias Inventadas

Memórias Inventadas Manoel de Barros


Compartilhe


Memórias Inventadas


As Infâncias de Manoel de Barros




O poeta Manoel de Barros um dia pensou em publicar três livros. Um que tratasse da infância, outro da mocidade e mais um sobre a velhice. Depois que escreveu os primeiros poemas e os publicou, no entanto, percebeu que não seria capas de tratar dos outros dois assuntos. E ele explicou a razão com palavras muito simples e poéticas, como é seu costume. Disse: “Eu só tive infância”. Memórias Inventadas – As infâncias de Manoel de Barros reúne os versos das três infâncias do autor. O estilo único do poeta se completa com as iluminuras de Martha Barros, sua filha e pintora. O resultado é um livro que se lê e relê sempre com prazer e encantamento.

Literatura Brasileira / Poemas, poesias

Edições (4)

ver mais
Memórias Inventadas
Memórias Inventadas
Memórias Inventadas
Memórias Inventadas - A Infância

Similares

(5) ver mais
outono azul a sul
Memórias Inventadas - Volume Único
B. LOPES: POESIA COMPLETA
O Livro de Ouro da Poesia Universal

Resenhas para Memórias Inventadas (13)

ver mais
Lindo e encantador!
on 23/5/11


"Tudo que não invento é falso". Este livro é todo beleza e poesia: a escolha do papel para impressão, a capa, as iluminuras do interior feitas pela filha do autor, Martha Barros, e que são encantadoras entre as belíssimas palavras de seu pai, enfim, todos os detalhes mostram o amor pelas palavras e o cuidado em publicar com qualidade. O livro começa com a explicação do autor de que não era uma criança peralta: "Quando eu era criança eu deveria pular muro do vizinho para c... leia mais

Estatísticas

Desejam57
Trocam42
Avaliações 4.0 / 578
5
ranking 44
44%
4
ranking 26
26%
3
ranking 21
21%
2
ranking 7
7%
1
ranking 2
2%

26%

74%