Monumento ao vento

Monumento ao vento Conrado Mapelle


Compartilhe


Monumento ao vento





Para além da poesia, o monumento ao vento é a procura de um entendimento que não cabe nos meros cartesianismos. É o explorar dos símbolos em poemas para encontrar, quem sabe, algo que anteceda a progressão espacial e temporal: o vento, representação antiga do intelecto, do saber que alcança todos os cantos, um logos primevo, palavra que se torna vontade. A escrita antes de ser forma, de ser manifestação, é ideia. Vento vindo como num sobressalto aos meus ouvidos, ora brisa ora tornado, tornou-se palavras, projetou-se no agora, no espaço em que o tens em mãos. Nestes poemas procuro algo que está dentro e fora de mim: um significado. Espero que você, leitor, possa respirar esse sopro silencioso, inspirar e encontrar-se inspirado em meus poemas aqui publicados neste espaço e tempo: meu monumento ao vento.

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Monumento ao vento

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

100%

0%

Penalux
cadastrou em:
09/02/2021 11:04:33
Penalux
editou em:
09/02/2021 11:04:47

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR