Morfina

Morfina Mikhail Bulgakov


Compartilhe


Morfina





A mais autobiográfica das obras de Bulgakov, escrita em 1917, retrata num estilo incisivo e cru os benefícios e os malefícios da dependência de morfina. Nos confins da Rússia rural, um médico que perdeu o gosto à vida encontra nos "cristais brancos" a beatitude que o faz sublimar temporariamente as angústias. Mas com o passar do tempo, a morfina revela-se bem menos bem-aventurada. Num caderno negro o médico Serguei Poliakov vai anotando as conturbadas confissões existenciais que se desenrolam à revelia do contexto histórico de conturbação social e política da Rússia em revolução bolchevique.

Biografia, Autobiografia, Memórias

Edições (1)

ver mais
Morfina

Similares


Estatísticas

Desejam2
Trocam1
Avaliações 5.0 / 2
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

29%

71%

Linda Maranhão
cadastrou em:
24/11/2015 16:04:12
Linda Maranhão
editou em:
20/12/2015 20:40:44

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR