Mulher Negra: Afetividade e Solidão

Mulher Negra: Afetividade e Solidão Ana Claudia Lemos Pacheco


Compartilhe


Mulher Negra: Afetividade e Solidão





Este livro fala das mulheres negras, suas histórias, trajetórias e escolhas afetivo-sexuais. São narrativas de desejos, amores e de solidão, entrelaçadas as hierarquias raciais e de gênero escritas em suas experiências sociais. São mulheres comuns que lutam pela sobrevivência social e mulheres que gozam de grande prestígio simbólico e político. Apesar das adversidades entre elas, há algo em comum: ambas são sozinhas, sem parceiros afetivos fixos; ambas experimentaram em seu cotidiano situações de preconceito e de discriminação raciais, sociais e de gênero em vários espaços sociais e políticos, aos quais transitaram. A afetividade é o campo em que estas relações de dominação se manifestaram mais fortemente na sociedade baiana. Ela é a expressão da própria cultura contemporânea.Mas, foi através do corpo negro insurgente que estas mulheres ressignificaram as práticas de opressão: a solidão é o maior signo de sua insubordinação, poder e liberdade. A solidão ganha vários sentidos e significações. É sobre essas teias de significados que este livro procura interpretar.

Sociologia

Edições (1)

ver mais
Mulher Negra: Afetividade e Solidão

Similares


Estatísticas

Desejam14
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.6 / 11
5
ranking 64
64%
4
ranking 36
36%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

10%

90%

danielletrica
cadastrou em:
27/03/2014 00:52:53
Pepê
editou em:
19/02/2015 21:01:30