Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas

Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas Ruth Manus


Compartilhe


Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas





DIREITOS, TRABALHO, FAMÍLIA E OUTRAS INQUIETAÇÕES DA MULHER DO SÉCULO XXI. Misturando humor, argúcia e profundidade, Ruth nos faz refletir e questionar (pre)conceitos e (in)certezas, recorrendo tanto a autores consagrados quanto à boa e velha sabedoria de boteco. Uma leitura atual e necessária. "Com abordagem franca, Ruth Manus vem realizando um grande trabalho de conscientização. Este belo livro vem coroar sua trajetória de despertar mentes e aprofundar temas tão caros para a restituição de humanidades invisibilizadas." Djamila Ribeiro "Este livro é um ato generoso de alguém que, apesar de toda justa exaustão, ainda constrói uma ponte. Depois da leitura, também quero ir além da exaustão e demolir todos os muros que existem em mim." Zack Magiezi "Esta frase 'Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas' vem sendo uma companheira diária que me faz refletir sobre os papéis que desempenhamos. Acima de tudo, ela me faz questionar. Por que estamos tão cansadas? Por que sentimos que o mundo está pendurado nos nossos ombros? Por que ainda temos tantos medos e tantas dúvidas, mesmo nos assuntos mais básicos? Por que ainda pensamos tantas vezes antes de dizer alguma coisa? Por que ainda achamos que nosso trabalho é um concorrente da nossa família? Por que ainda nos cobramos um tipo de corpo que sabemos que não precisamos nem conseguimos ter? Só de pensar nisso tudo já dá para ficar exausta. E não teria como não ficar. Mas pode ser mais leve se a gente abandonar alguns penduricalhos que realmente não precisam estar ali. Vamos tentar, juntas, nos libertar deles." Ruth Manus

Edições (1)

ver mais
Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas

Similares


Resenhas para Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas (22)

ver mais
Mulheres estão sobrecarregadas
on 21/5/21


O livro é bem interessante. De alguma forma, em algum ou outro tópico, a gente acaba se identificando. Vamos lendo e vendo que não estamos sozinhas. Vamos vendo o retrato nu e cru do peso que ainda é ser mulher em pleno século XXI. A autora aborda com clareza e muito bom humor questões como culpa, o eterno dilema maternidade X trabalho, questões de gênero, feminismo, padrões estéticos, diferenças salariais e outros tópicos que fazem parte da nossa vida quanto mulher e que são ... leia mais

Estatísticas

Desejam2
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 55
5
ranking 64
64%
4
ranking 31
31%
3
ranking 5
5%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

1%

99%

João gregorio
cadastrou em:
24/01/2021 09:16:48

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR