Nana, Nenê: Como Resolver o Problema da Insônia do seu Filho

Nana, Nenê: Como Resolver o Problema da Insônia do seu Filho Eduard Estivill...


Compartilhe


Nana, Nenê: Como Resolver o Problema da Insônia do seu Filho





Cerca de 35% das crianças com menos de cinco anos sofrem de insônia, ou seja, desencadeiam uma batalha na hora de dormir e/ou acordam várias vezes durante a noite. As conseqüências são tão evidentes nas crianças ­ tornam-se irritáveis, inseguras e, com o tempo, acabam tendo problemas em suas relações com os outros e na escola ­ como nos pais, cuja vida conjugal acaba sendo prejudicada pelo cansaço e pelo nervosismo. Este livro, ao mesmo tempo leve e rigorosamente científico, além de explicar como ensinar as crianças a dormirem bem desde o início, também revela como acabar definitivamente com o problema da insônia infantil por meio de um método simples, que funcionou em 96% dos casos em que foi aplicado.

Edições (2)

ver mais
Nana, Nenê: Como Resolver o Problema da Insônia do seu Filho
Nana, Nenê: Como Resolver o Problema da Insônia do seu Filho

Similares

(5) ver mais
A Encantadora de bebês resolve todos os seus problemas
12 Horas de Sono com 12 Semanas de Vida
Crianças Francesas Não Fazem Manha
Crianças francesas dia a dia

Resenhas para Nana, Nenê: Como Resolver o Problema da Insônia do seu Filho (3)

ver mais
Excelente!!!
on 19/6/10


Quando minha filha nasceu, permiti que ela criasse o hábito de dormir no colo. Quando ia colocá-la no berço, meu Deus, que dificuldade!!! Ela acordava na mesma hora e chorava, chorava, chorava... Passei muito aperto. Por volta dos dez meses de idade, minha mãe me presenteou com o livro. Foi a solução para os meus problemas...KKKK Realmente, aplicando a técnica do livro, consegui fazer minha filha dormir no berço, sozinha sem ter que ficar ninando. E outra coisa: depois de aplicados os ... leia mais

Estatísticas

Desejam4
Trocam15
Avaliações 3.5 / 56
5
ranking 27
27%
4
ranking 18
18%
3
ranking 36
36%
2
ranking 14
14%
1
ranking 5
5%

23%

77%

Cae
cadastrou em:
13/01/2009 22:26:13

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR