Negociação e Conflito

Negociação e Conflito João José Reis
Eduardo Silva


Compartilhe


Negociação e Conflito


A Resistência Negra no Brasil Escravista




A historiografia brasileira por muito tempo encarou a escravidão de forma bastante rígida. O escravo foi visto alternadamente como herói ou vítima e, sempre, como objeto, fosse de seus senhores, de seus próprios impulsos ou mesmo da História que se propunha a estudá-lo. 'Negociação e conflito' propõe uma nova abordagem do tema, resgatando as pequenas e grandes conquistas do dia-a-dia daqueles que, inversamente ao que até hoje se supôs, resistiam a se tornar meras engrenagens do sistema que os escravizara. Eduardo Silva e João José Reis mostram que, entre a passividade absoluta e a agressividade cega que os historiadores acostumaram-se a atribuir ao escravo, havia uma posição intermediária - a da negociação, a do compromisso com o sistema, a da engenhosidade no sentido de conquistar, em meio a todas as adversidades, um espaço onde se pudesse construir o próprio viver.

História do Brasil

Edições (1)

ver mais
Negociação e Conflito

Similares

(12) ver mais
Ser Escravo no Brasil
Ser escravo no Brasil
Escravos e Senhores de Escravos
Cenas da abolição

Estatísticas

Desejam14
Trocam1
Avaliações 4.3 / 22
5
ranking 45
45%
4
ranking 41
41%
3
ranking 14
14%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

40%

60%

Eduardo
cadastrou em:
04/04/2010 13:30:26
mariana c.
editou em:
17/11/2015 19:35:25