No ar rarefeito

No ar rarefeito Jon Krakauer


Compartilhe


No ar rarefeito


Um relato da tragédia no Everest em 1996




A maior tragédia já ocorrida no teto do mundo, contada por um de seus sobreviventes.

"Mais tarde - depois que foram localizados seis corpos, depois que a busca de outros dois foi abandonada, depois que os médicos amputaram a mão direita de Beck Weathers, meu companheiro de equipe - as pessoas se perguntariam por que motivo, se o tempo começara a piorar, os alpinistas não haviam prestado atenção aos sinais. Por que os veteranos guias do Himalaia continuaram subindo e conduzindo um bando de amadores relativamente inexperientes - que pagaram até 65 mil dólares para chegar em segurança ao Everest - rumo a uma evidente armadilha mortal?"

Literatura Estrangeira / Não-ficção

Edições (6)

ver mais
No Ar Rarefeito
No ar rarefeito
No ar rarefeito
No Ar Rarefeito

Similares

(15) ver mais
Montanha Sombria
Annapurna
A Escalada
Everest

Resenhas para No ar rarefeito (93)

ver mais
Pra você, querido amigo Xico :)
on 3/2/11


Não é novidade o assunto que o livro aborda e acredito que todos possam imaginar o quanto ele é bom pela qualidade dos trabalhos de Krakauer. Portanto, meu intuito de vir aqui é falar sobre o comentário – esdrúxulo - do nosso amigo logo abaixo, que me deixou extremamente emputecida. Acredito que a mensagem que o autor quis passar no decorrer do livro era a de que o alpinismo, por mais que seja um esporte de risco, possui a sua beleza, sua mágica. O que é comprovado no seguinte trecho: ... leia mais

Vídeos No ar rarefeito (1)

ver mais
No ar rarefeito (Jon Krakauer) | Você Escolheu #42

No ar rarefeito (Jon Krakauer) | Você Escolhe


Estatísticas

Desejam299
Trocam10
Avaliações 4.3 / 1.435
5
ranking 53
53%
4
ranking 35
35%
3
ranking 11
11%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

41%

59%

Jarbas
cadastrou em:
29/03/2014 17:41:56
Alê | @alexandrejjr
editou em:
21/07/2022 09:43:57

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR