No interior do cubo branco

No interior do cubo branco Brian O´Doherty


Compartilhe


No interior do cubo branco


a ideologia do espaço da arte




O artista, crítico, escritor e diretor de filmes Brian O Doherty escreveu este ensaio em 1976, publicado pela revista Artforum numa série de três artigos. Desde então, a expressão "cubo branco" virou jargão entre artistas, críticos e galeristas. O livro analisa (e ironiza) o espaço onde a arte é exibida - a galeria modernista - sobre o objeto artístico e, consequentemente, sobre a visão do espectador. O Doherty descreve o espaço da galeria moderna como sendo quase sempre um cubo de janelas lacradas, pintado de branco, com luz vinda do teto. A partir da galeria como tema O Doherty analisa o olhar, o espectador, a moldura, o mercado, e compara artistas, intervenções, citando exemplos de Duchamp, Mondrian, Lissitzky, Warhol, entre outros.

Edições (1)

ver mais
No interior do cubo branco

Similares

(9) ver mais
One Place after Another
Arte Contemporânea
Teorias da Arte Moderna
As Vanguardas Artísticas

Estatísticas

Desejam14
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.9 / 23
5
ranking 13
13%
4
ranking 65
65%
3
ranking 22
22%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

25%

75%

fernandoribeiro
cadastrou em:
02/03/2009 14:51:18

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR