Noite sem fim

Noite sem fim Agatha Christie


Compartilhe


Noite sem fim (Coleção Folha o Melhor de Agatha Christie #7)





“Toda noite e todo amanhecer/ Alguns nascem para sofrer./ Toda manhã e todo anoitecer/ Alguns nascem para o doce prazer,/ Alguns nascem para o doce prazer, sim./ Alguns nascem para uma noite sem fim...”. Os versos da canção que o impetuoso Mike adora ouvir sua doce Ellie entoar simbolizam o contraste insuperável entre pobreza e riqueza, felicidade e cobiça, paixão e traição que Agatha Christie espalha entre as pistas falsas deste romance publicado em 1967. Um lugar amaldiçoado, uma cigana que cospe impropérios e um grupo de personagens ambíguos e ambiciosos agregam outras sombras ao mistério de uma morte súbita. Novato ou veterano, o leitor de Christie sempre descobre que nada é o que parece. Disfarçada de autora inofensiva, a escritora primeiro cativa e, quando já é tarde demais, anuncia que nesta caixa de belos bombons alguns estão envenenados.

Cássio Starling Carlos
Crítico da Folha

Romance policial

Edições (1)

ver mais
Noite sem fim

Similares

(1) ver mais
O Caso Do Hotel Bertram

Resenhas para Noite sem fim (6)

ver mais
livro morno, mas com um final imprevisível!!!!!!!!!
on 9/3/21


"Toda noite e todo amanhecer Alguns nascem para sofrer. Toda manhã e todo anoitecer Alguns nascem para o doce prazer, Alguns nascem para o doce prazer, sim. Alguns nascem para uma noite sem fim…” Como em todo livro da Agatha, nada é o que parece ser! Achei o livro maçante e chato em muitas partes. Porém o final é muito bom. Te engana direitinho, pois você não dará nada por essa historinha "sem sentido" Recomendo a leitura? se for seu primeiro contato a autora, não! ... leia mais

Estatísticas

Desejam4
Trocam1
Avaliações 3.7 / 43
5
ranking 23
23%
4
ranking 42
42%
3
ranking 23
23%
2
ranking 12
12%
1
ranking 0
0%

25%

75%

Eliezer Martins
cadastrou em:
08/07/2019 14:01:36

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR