O Amor mais louco da história

O Amor mais louco da história Deive Leonardo


Compartilhe


O Amor mais louco da história





" O amor é consenso. Não existe nada mais popular no mundo do que ele. Talvez porque ele seja o que mais buscamos na vida, afinal, todo mundo quer ser amado e ter alguém para amar. E a verdade é que não o queremos por acaso, mas porque fomos feitos para essa finalidade. O problema é que a maior parte das coisas que defendemos como amor, não tem nada a ver com ele. Isso porque o amor humano ama “quando”, “se” e “porque”. Ele é carente, limitado, finito. Mas existe um amor eterno. Que não depende de reciprocidade, combustível ou razão. Se Deus é amor, talvez a nossa opinião sobre esse tema devesse tê-lO como único padrão, já que Ele não ama porque precisa, como nós, mas porque Ele mesmo é o próprio amor. A Fonte de amor verdadeiro ama. E por nos amar, Ele entregou o Seu Filho à morte para garantir que a morte não poderia mais colocar um fim à nossa história de amor com Ele. O Amor redefiniu o significado do verbo amar. E contra fatos não há argumentos: este, certamente, é o amor mais louco da história. Nestas páginas, você conhecerá mais a respeito das multifacetas desse amor, como podemos chegar mais perto dele e como, mesmo que não percebamos, ele é capaz de demonstrar o coração ansioso de Deus por um relacionamento de amor conosco."

Religião e Espiritualidade

Edições (1)

ver mais
O Amor mais louco da história

Similares

(2) ver mais
Coragem Pra Recomeçar
O amor tem nome

Resenhas para O Amor mais louco da história (14)

ver mais
on 3/8/19


Com um titulo tão incrivel desses eu eaperava mais :( Amo o Deive, e as historia do livro são otimas, porém, todas são encontradas em seus videos, e eu queria algo inedito. Afinal qual a intenção de se comprar algo pra ler que esta disponivel gratuitamente? ... leia mais

Estatísticas

Desejam105
Trocam3
Avaliações 4.4 / 185
5
ranking 65
65%
4
ranking 23
23%
3
ranking 9
9%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

16%

84%

Letícia
cadastrou em:
20/10/2018 11:31:00
Catia Mauricio
editou em:
01/12/2019 00:00:58