O Brilho do Bronze

O Brilho do Bronze Boris Fausto


Compartilhe


O Brilho do Bronze


Um Diário




Diante da morte da esposa, com quem foi casado por 49 anos, o historiador Boris Fausto decide revisitar um hábito da juventude e escreve um diário. A princípio voltado a reflexões dolorosas acerca do luto, os escritos pouco a pouco se abrem para o cotidiano concreto, ainda que envolto pela marca da ausência. O resultado revela um olhar crítico e atento à vida contemporânea, permeado pelo senso de humor inabalável do autor.

Edições (1)

ver mais
O Brilho do Bronze

Similares

(5) ver mais
Requiem
Desgarrados
As pequenas virtudes
Maria

Resenhas para O Brilho do Bronze (6)

ver mais
Bronze sem brilho
on 25/4/17


É ótima a prosa de Boris Fausto. Ler seu diário de luto não é ruim. A edição preparada pela CosacNaify é interessante, o formato se comunicando com parte do conteúdo. O título, "O brilho do bronze", remete à placa reluzente no túmulo recém-preenchido pela pessoa que se perdeu, a esposa Cynira, no caso do autor. A contracapa é de um bronze brilhoso, a capa também é brônzea, mas opaca, e as linhas de costura são da mesma cor. A ideia me pareceu ser de uma leitura que conduz por várias to... leia mais

Estatísticas

Desejam36
Trocam3
Avaliações 3.8 / 58
5
ranking 26
26%
4
ranking 34
34%
3
ranking 33
33%
2
ranking 7
7%
1
ranking 0
0%

40%

60%

Marcos
cadastrou em:
29/10/2014 16:27:58