O Capa-Branca

O Capa-Branca Walter Farias...


Compartilhe


O Capa-Branca


de funcionário a paciente de um dos maiores hospitais psiquiátricos do Brasil




No livro O Capa-Branca, o jornalista Daniel Navarro Sonim reuniu, a partir de manuscritos e entrevistas, as experiências de vida de Walter Farias, ex-funcionário que se transformou em paciente, na década de 1970, do Complexo Psiquiátrico do Juquery, em Franco da Rocha, na Região Metropolitana de São Paulo. Números oficiais dão conta que naquela época o local chegou a abrigar quase o dobro das 9 mil pessoas que tinha condição de comportar.

Aprovado no concurso público para atendente de enfermagem, Walter é designado para cuidar de pacientes acamados ou que perambulam, alheios à realidade, pelos corredores das clínicas do Hospital Psiquiátrico. A vida do protagonista de O Capa-Branca começa a tomar outro rumo depois da repentina transferência para o Manicômio Judiciário, onde ele começa a conviver com pacientes que cometeram crimes, alguns deles violentos e com requintes de crueldade.

A rotina no manicômio abala sua sanidade e o obriga a abandonar sua capa branca, o jaleco que os funcionários vestiam para trabalhar. Dali em diante, ele é obrigado a se internar. Ao se tornar mais um paciente do Juquery, passa a sentir na pele os horrores daquele lugar. Na visão de Walter Farias, que hoje está aposentado, as pessoas acreditam que ele tenha se tornado esquisito depois da convivência por sete anos com os doentes. “Eu aposto que muita gente nem imagina quais são os verdadeiros limites da loucura. Mas será que a mente humana possui limites?”, desafia Walter.

Biografia, Autobiografia, Memórias

Edições (1)

ver mais
O Capa-Branca

Similares


Resenhas para O Capa-Branca (1)

ver mais
on 4/7/16


Comecei lendo "O Capa-Branca" por causa de amigos da faculdade que diziam que valia a pena, mas eu nunca havia tido um interesse muito grande por ele. Quando comecei, porém, fui envolvida pela história e pelas memórias de Seu Walter. Daniel nos envolve com sua escrita leve que descreve essas memórias. Leve, porém, fica apenas na escrita, pois depois que vemos o que acontece por trás de portões fechados, vemos que é, na verdade, mais ainda do que pesado. É desumano. ... leia mais

Estatísticas

Desejam11
Trocam1
Avaliações 4.6 / 18
5
ranking 72
72%
4
ranking 17
17%
3
ranking 11
11%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

20%

80%

Cristine
cadastrou em:
21/01/2015 12:34:59
Stormsteel
editou em:
09/01/2019 09:56:41