O Carbúnculo Azul

O Carbúnculo Azul Arthur Conan Doyle


Compartilhe


O Carbúnculo Azul (Clássicos Zahar)


Um caso de Sherlock Holmes




A consagrada tradução dos Clássicos Zahar
Watson visita Holmes na segunda manhã depois do Natal e encontra o amigo ocupado com um caso: o comissário Peterson havia aparecido na casa de Sherlock Holmes com um chapéu e um ganso abatido. Holmes fica com o chapéu e, a partir dele, faz uma brilhante sequência dedutiva a respeito do seu dono. Logo em seguida, começa a investigar simultaneamente o roubo de uma valiosa joia real encontrada pela mulher do comissário Peterson no papo do ganso quando tentava assá-lo. O estimado especialista em Holmes e escritor Christopher Morley referiu-se a O Carbúnculo Azul como “um conto de Natal sem pieguice”. Além das fantásticas deduções que Holmes faz a partir do mísero chapéu de Henry Baker, esse conto reafirma a amizade claramente afetuosa que une Holmes e Watson, quando o médico deixa seu lar e a mulher para ir visitar o amigo solteirão e ”desejar-lhe boas festas”.

Edições (1)

ver mais
O Carbúnculo Azul

Similares


Resenhas para O Carbúnculo Azul (1)

ver mais
on 30/4/16


Imagine você preparando seu peru de natal - ou, se você estiver na Inglaterra vitoriana, seu ganso natalino - e encontrar no papo do bicho um diamante de valor incalculável? Que surpresa, hein? Eu queria muito que esse conto tivesse sido adaptado para o especial de natal de Sherlock, é uma história bem simpática e divertida. Sério, que excelente ideia, enfiar uma joia roubada no papo de um animal E sim, estou sendo irônica ;) ... leia mais

Estatísticas

Desejam5
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.9 / 76
5
ranking 26
26%
4
ranking 49
49%
3
ranking 18
18%
2
ranking 7
7%
1
ranking 0
0%

14%

86%

Anna Laitano
editou em:
23/12/2014 12:25:43