O Caso do E-Mail

O Caso do E-Mail José Clemente Pozenato


Compartilhe


O Caso do E-Mail





"-O senhor sabe a que horas foi o crime?

-Depois que saí daqui, com certeza, e antes do senhor chegar.

-Foi às oito horas e trinta e sete minutos.

Philadelpho olhou, espantado.

-Foi a hora - continuou Pasúbio, sem saber bem por que dava essa informação -, foi a hora em que o rapaz do computador, aqui do lado, anotou que ouviu o tiro. Num e-mail.

O espanto de Philadelpho foi-se transformando em algo que parecia devolver a vida aos músculos do rosto:

-Mas então tenho um álibi perfeito.

-Sim, se precisar dele - arrematou Pasúbio fechando a porta atrás de si."

Edições (1)

ver mais
O Caso do E-Mail

Similares


Estatísticas

Desejam1
Trocam2
Avaliações 2.9 / 16
5
ranking 6
6%
4
ranking 25
25%
3
ranking 38
38%
2
ranking 19
19%
1
ranking 13
13%

35%

65%

Natália B.
cadastrou em:
10/04/2009 01:20:06