O corpo encantado das ruas

O corpo encantado das ruas Luiz Antonio Simas


Compartilhe


O corpo encantado das ruas





Novo livro de Luiz Antonio Simas, referência sobre cultura popular brasileira. As ruas, como vistas por Luiz Antonio Simas, incorporam o movimento. São terreiro de encontros improváveis, território de Exu, que se manifesta na alteridade da fala e na afluência das encruzilhadas. Do Centro ao subúrbio, as tramas das ruas cariocas confundem-se com sua escrita. Se João do Rio foi o cronista da alma encantada carioca do início do século XX, Luiz Antonio Simas aparece, cem anos depois, como o historiador do corpo do Rio de Janeiro atravessado pelas flechas do capital cultural e financeiro global. Por isso, contra a barbárie civilizatória, surgem suspiros e mariolas nas sacolinhas de São Cosme e Damião, a simpatia de São Brás para não engasgar, as conversas na feira, o cotidiano da quitanda e o boteco da esquina. O corpo encantado das ruas reivindica a riqueza dos saberes, práticas, modos de vida, visões de mundo das culturas que não podem ser domados pelo padrão canônico. Dá um olê na historiografia oficial. Aqui, tambor e livro são tecnologias contíguas. O Parque Shanghai é tão importante quanto o Cristo Redentor. Bach é um gênio como Pixinguinha. O Museu Nacional, um território sagrado, que acumulava o axé proporcionado pelos ancestrais à comunidade. Não é um livro sobre resistir. É sobre reexistir. Reinventar afetos, aprender a gramática dos tambores, sacudir a vida para que surjam frestas. Para que corpos amorosos, corpos de festa e de luta se lancem ao movimento e jamais deixem de ocupar a rua.

História / Religião e Espiritualidade / Sociologia

Edições (1)

ver mais
O corpo encantado das ruas

Similares

(1) ver mais
FOGO NO MATO

Resenhas para O corpo encantado das ruas (3)

ver mais
Cruzamento
on 9/2/20


Nas miudezas dos escritos de Simas encontrei um respiro para tempos de desilusão. Feliz por esse livro ter cruzado comigo na estante de uma livraria qualquer no Centro do Rio. Aproveitem bem cada um de seus pequenos ensaios como doces sortidos no saquinho de bala de São Cosme e Damião. De verdade, terminei de ler o livro ouvindo Pixinguinha e com um sorriso no rosto.... leia mais

Estatísticas

Desejam33
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 87
5
ranking 71
71%
4
ranking 20
20%
3
ranking 7
7%
2
ranking 1
1%
1
ranking 1
1%

35%

65%

Srta. Oliver
cadastrou em:
20/07/2019 13:01:18
Gabriela
editou em:
02/01/2020 11:16:07