O despertar dos mágicos

O despertar dos mágicos Louis Pauwels
Jacques Bergier


Compartilhe


O despertar dos mágicos


Introdução ao Realismo Fantástico




Será a sociedade secreta a futura forma de governo? Terão existido em tempos imemoriais civilizações técnicas? Haverá portas abertas para universos paralelos? Estaremos avançando para alguma forma de ultra-humano?

Aparentemente, são essas perguntas loucas. Mas, para Jacques Bergier e Louis Pauwels, que há vários anos investigam as linhas avançadas do conhecimento, é indispensável que estas questões sejam formuladas. Estas e muitas outras ainda mais estranhas. Nós interrogamos a realidade através dos nossos preconceitos, antigos ou modernos. Mas há outra forma de a interrogar e então ela se revela fantástica. Para nos dar um exemplo ao nosso alcance, os autores estudaram especialmente o nazismo. Apresentam-nos uma sociedade místico-política que acreditava na terra oca, na presença real do Superior Desconhecido, nos Gigantes da era secundária, sociedade que lançava expedições à conquista do Graal e julgava poder vencer por meio de sacrifícios rituais o frio da planície russa. E essa sociedade por pouco não conseguiu a vitória! Será lida com assombro esta descrição do socialismo mágico hitlerista, que alteia as noções admitidas pela história oficial.

Todavia, isto é apenas um exemplo daquilo que pode desvendar o método de exploração que os autores chamam realismo fantástico. A história dos descobrimentos, a história do pensamento desde o século XIX até os nossos dias, a história das civilizações adquirem proporções fabulosas. Na terceira parte de O Despertar dos Mágicos, sem dúvida a mais importante do livro, é a nossa concepção da psicologia humana que se encontra alterada. Tudo o que geralmente pensamos a respeito dos poderes da inteligência, dos estados de consciência, do equipamento do nosso cérebro, do gênio, da intuição, da memória ou do sonho, é varrido por um vento prodigioso, e achamo-nos numa floresta de hipóteses aterradoras e feéricas. Ora, não se trata de meditações gratuitas, ou de efabulações poéticas. Trata-se de fatos e de reflexões acerca de fatos. Trata-se de conhecimentos trazidos à luz por um método revolucionário e expresso com uma paixão clara. Eis por que esta obra singular, cuja documentação é enorme, se lê como um romance. Aliás, talvez seja um romance.

Filosofia

Edições (3)

ver mais
O Despertar dos Mágicos
O despertar dos mágicos
O despertar dos mágicos

Similares

(10) ver mais
O Livro dos Danados
Os Grandes Enigmas do Universo
O MUNDO MISTERIOSO DE ARTHUR C. CLARKE
Estranhos No Céu

Resenhas para O despertar dos mágicos (9)

ver mais
Tenha vontade e paciência para a pesquisa
on 22/12/10


Um livro denso, muito rico em informações, revelador. Penso que para o leitor é interessante ter um dicionário sempre perto ao ler "O Despertar dos Mágicos", sem falar que é importante que o leitor disponha de um bom espírito buscador, que queira pesquisar, pois nem sempre as informações são completas eu sequenciadas, trazendo a necessidade de complementar as idéias com fontes externas. Se este for o espírito de leitor, a leitura tende a ser uma das melhores nos moldes da Filosofia e d... leia mais

Estatísticas

Desejam50
Trocam3
Avaliações 4.2 / 193
5
ranking 51
51%
4
ranking 26
26%
3
ranking 15
15%
2
ranking 6
6%
1
ranking 3
3%

59%

41%

Lokasaksi Dasa
cadastrou em:
15/01/2009 15:05:43
Availton
editou em:
10/07/2017 21:01:11