O Fiel e a Pedra

O Fiel e a Pedra Osman Lins


Compartilhe


O Fiel e a Pedra





O fiel e a pedra recorre ao simbolismo do confronto entre o fiel da balança e a pedra de moinho para apresentar a luta de um homem essencialmente ético contra um inimigo poderoso, num mundo pouco afeito à retidão de caráter.
No Nordeste dos anos 30, Bernardo, no limiar dos quarenta anos, perdeu um filho e deixou o emprego público para não compactuar com desonestidades. Sem alternativa e quase sem nenhum dinheiro, aceita a oferta de um amigo e vai, com a mulher, administrar a venda de uma propriedade distante.
O amigo, entretanto, ao descobrir que a mulher era adúltera, passa para o nome do irmão, Nestor, algumas propriedades, a fim de salvá-las da partilha de bens do divórcio, e acaba tendo uma morte suspeita.
O confronto entre Bernardo e o novo patrão é sinuoso: Bernardo só tem a certeza de nunca ter traído as próprias convicções. Nestor, mais que destruir o adversário, quer cooptá-lo. Essa luta desigual é narrada numa estrutura de capítulos curtos que produzem, no conjunto, um relato mítico do confronto arquetípico entre o bem e o mal.

Literatura Brasileira

Edições (2)

ver mais
O Fiel e a Pedra
O Fiel e a Pedra

Similares

(3) ver mais
Avalovara
Nove, Novena
A Rainha dos Cárceres da Grécia

Estatísticas

Desejam11
Trocam2
Avaliações 4.1 / 57
5
ranking 46
46%
4
ranking 23
23%
3
ranking 25
25%
2
ranking 5
5%
1
ranking 2
2%

47%

53%

MCris
cadastrou em:
16/04/2012 15:45:52
Eduarda
editou em:
10/05/2019 18:11:16