O grande Cophta — O Cophta, arranjado como ópera — Canções cópticas

O grande Cophta — O Cophta, arranjado como ópera — Canções cópticas Johann Wolfgang von Goethe


Compartilhe


O grande Cophta — O Cophta, arranjado como ópera — Canções cópticas





O ano é 1785. O plano de um casal de nobres de desviar uma joia de valor inestimável termina envolvendo uma jovem recém-chegada à corte, o místico Cagliostro, o cardeal de Rohan e a própria rainha da França, Maria Antonieta, resultando no escândalo mais conhecido da vida da monarca. Quatro anos depois, a Tomada da Bastilha marca a queda da família real e início de uma nova era republicana no Ocidente.
A peça lida com o declínio da cultura aristocrática do Antigo Regime — uma cultura marcada por intrigas, vaidade e superstição —, focando-se em um evento ocorrido em Versalhes no qual Goethe identificou o estopim da Revolução Francesa. O volume traz também a primeira versão da peça, escrita em versos, e dois poemas escritos posteriormente sobre o tema do cóptico.

Ficção

Edições (1)

ver mais
O grande Cophta — O Cophta, arranjado como ópera — Canções cópticas

Similares

(2) ver mais
O Retorno de Casanova
Memórias de um Médico XXIX

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 1
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

Felipe.Vale
cadastrou em:
17/12/2017 18:59:12