O grau zero da escrita

O grau zero da escrita Roland Barthes


Compartilhe


O grau zero da escrita





Sabemos que a língua é um corpo de prescrições e de hábitos, comum a todos os escritores de uma época. Isto quer dizer que a língua é como uma natureza que passa inteiramente através da fala do escritor, sem contudo lhe dar nenhuma forma, e sem mesmo a alimentar - é como um círculo abstracto de verdades, fora do qual começa a depositar-se a densidade de um verbo solitário. Publicado pela primeira vez em 1964, livro que foi a introdução de uma nova disciplina - a semiologia.

Edições (3)

ver mais
O grau zero da escrita
O grau zero da escrita
O grau zero da escrita

Similares

(6) ver mais
A preparação do romance
A preparação do romance
O prazer do texto
O grão da voz

Estatísticas

Desejam40
Trocam1
Avaliações 4.2 / 38
5
ranking 45
45%
4
ranking 32
32%
3
ranking 18
18%
2
ranking 5
5%
1
ranking 0
0%

50%

50%

João Marques
cadastrou em:
16/08/2009 02:29:23